Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Treino 28 - A Viajem de um Soldado I

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 2915

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 16915
Total de Habilitações: 349,5

MensagemAssunto: Treino 28 - A Viajem de um Soldado I   Ter 19 Ago 2014 - 2:40

Ele viajou alguns dias para norte de Chá no Kuni, precisava de algum tempo para si para pensar e meditar a cerca de tudo o que acontecera naqueles dias. Tudo era certamente muito novo.
No fim do dia chegou a um bosque de bambus cercado por uma grande planície florida. O local não era dos mais comuns, dado a localização, mas certamente era muito, muito belo. Azura parou na frente do início do bosque, onde o primeiro bambu nascia do chão, e deixou a mochila ali. Adentrou a relva com curiosidade e caminhou por alguns segundos até achar uma grande cachoeira que precedia um platô altíssimo.
“Perfeito…” ele olhou com olhos indiferentes a paisagem exuberante. A água caia da cachoeira e atingia pedregulhos apenas para escoar num lago de água esverdeada. Era ali que ele começaria seu treino…
Retirou a camisa junto do selo que escondia sua aparência mórbida e saltou sobre a rocha que era atingida pelas águas. Sentou-se em lótus e uniu as mãos num selo recém inventado.
No começo ele sentiu a dor dilacerante da água gelada caindo de mais de trinta metros, mas esforçou-se ao máximo para ignorá-la. O objetivo dele era outro. Fechou os olhos com calma infinita e limpou a mente…

Quando abriu os olhos novamente, notou estar nú e de pé sobre um lago. O cenário em volta de si era como uma pintura bucólica, totalmente cinza. Não havia horizonte, apenas uma colina longínqua. Não havia cor, apenas preto e cinza. Não havia vida, apenas Azura e um céu cinzento de nuvens brancas sobre ele. O rapaz olhou para baixo de si e percebeu que a água era escura, mais parecia sangue.
- Então… Eu estou aqui outra vez. - Ele falou, percebendo que havia voltado para dentro de sua mente novamente. - Então… E agora? - Olhou em volta, procurando aquilo que ele tinha se disposto a achar.
Caminhou sem rumo durante algumas horas, e apesar de perceber que as nuvens moviam-se no céu, ele mesmo não estava chegando a lugar nenhum, pois o cenário não mudava. Olhou para frente e enxergou um pilar de cristal azul saindo da água a uns metros de distância. Aquilo não estava ali segundos atrás… E se aproximou com cautela. Quando chegou lá perto, percebeu que havia um corpo preso dentro do cristal. Era qualquer coisa monstruosa, grotesca, inumana. Ele jazia petrificado em aparente hibernação, e assim Azura esperava que ele ficasse. O monstro tinha a pele cinzenta como pedra e tinha alguns espinhos de osso saindo dos ombros e da costa, como caninos gigantes. Tinha também cabelos negros e marcas escuras sob os olhos fechados.
- isso… Sou eu? - O ruivo estendeu a palma da mão no cristal azul e percebera que aquele era ele depois de ser tomado pelo frênesi do senninka. Um estalido ecoou naquela imensidão logo após o toque, os olhos da besta abriram-se sem aviso prévio e miraram o kirinin com ferocidade. O cristal começou a rachar, e aos poucos o monstro teve os movimentos libertos.
- GRUAAAAAAAAAH! - Ele gritou, lançando Azura a metros dali apenas com a força do chakra, e destruiu o cristal restante em volta de si.
Azura ainda voou uns metros sobre aquele líquido negro, e teve de libertar seu chakra com excesso para que pudesse parar de deslizar na água e levantar-se.
“Então… É isso que eu vim procurar…” ele pensou. “ Agora… eu só tenho de derrotá-lo.”
Ainda estava nu, e para resolver aquilo, mentalizou roupas sobre si. Roupas comuns, que o deixasse se mover.
O ruivo piscou, e no segundo seguinte percebeu que o monstro já não estava onde o vira antes. Quando procurou em volta de si, percebeu que ele já estava a menos de 1 metro e aproximando-se mais, pronto para quebrar-lhe o crânio.
Azura não teve tempo de pensar. Moldou o chakra em shouton para criar na frente de si um cristal de safira, formando um escudo. “Hephestus!” ele pensou enquanto realizava o ninjutsu. O golpe atingiu a proteção em cheio, mas a onda de choque foi tão poderosa que estilhaçou o cristal e lançou o ruivo novamente, fazendo os pedaços quebrados cortarem-no em pequenas lesões. O shinobi levantou-se com rapidez e uniu as mãos outra vez em selos rápidos.
- Shouton! Omiyakari no jutsu! - Ele gritou, enquanto seus selos rápidos efetuavam aquele roteiro de gestos.
Uma dezena de pilares cristalinos surgiram de baixo da água, nascendo em direção ao monstro que desviava entre saltos e boosts causados por suas turbinas de chakra nas costas. Desviou de um pilar e partiu contra Azura em uma velocidade inimaginável! O ruivo concentrou chakra nos pés como Angelus o ensinou e utilizou o shukuichi, técnica que o permite aumentar sua velocidade. Desviou do golpe da criatura com dificuldade, e concentrou o seu chakra nas mãos para moldar uma corrente cristalina, usando-a para envolver o monstro. girou logo em seguida para usar a força tangencial da rotação a seu favor, fazendo o adversário ser lançado longe.
O monstro não foi lançado longe, na verdade ele parou o próprio lançamento usando as turbinas nas costas, e mal tocou na agua, pulou sobre Azura aplicando-lhe um soco poderoso o suficiente para lançá-lo no ar! Mas antes que o ruivo fosse projetado, a criatura o segurou pelo pé e o jogou na água a seus pés, para esmurrá-lo com vários golpes.
O rapaz afundou no rio com tamanha ferocidade, que avançou dezenas de metros de profundidade em segundos, enquanto seu atacando permanecera na superfície, observando com olhos ferozes. Ele afundou lentamente na escuridão do lago. Soltando bolhas pela boca, sentindo as dores dos golpes… Imaginava o quão poderoso se tornava quando cedia ao senninka. Era verdade que o poder todo daquela besta não representava um terço de todo o seu potencial…
Então como vencer aquele monstro? Tinha uma quantidade massiva de poder. Lutava como uma besta e aplicava toda força em cada golpe… Como poderia enfrentá-lo e venc-
E se usasse isso a seu favor?!
Aquela criatura tinha um poder irracional, talvez infinito, mas era totalmente o oposto de si. Não pensava nos seus movimentos, com se agisse por instinto… Apesar de ser incansável… Ele tinha descoberto uma forma!
O monstro observava a água escura com ferocidade constante. Procurando sua presa, tentando arrancar-lhe mais do que já havia arrancado…
A metros dalí, Azura emergia novamente. Calmo, ele nadou até sair da água, e ficou de pé sobre o lago agitado.
O monstro urrou de fúria, e partiu contra o ruivo em disparada. Ele tinha uma velocidade incrível, e cobria dezenas de metros em segundos… Porém o ruivo estava certo quanto à sua hipótese. Tão certo que não moveu-se para desviar do golpe. Ao invés disso, fez selos rápidos nas mãos e gritou apressado;
- Shouton! Omywakari no jutsu! - E dois pilares surgiram na frente do ruivo, atingindo o adversário que se aproximava com inegável precisão. O monstro foi jogado para o ar com um urro de dor, e quando estava bem alto, viu Azura fazendo selos novamente. O rapaz concentrou chakra nos ombros, e jogou a energia nas mãos para criar uma grande shuriken de vidro e atirá-la em uma velocidade mortal. E outra logo em seguida. E outra.
As três lâminas voaram no ar e atingiram a criatura, causando cortes sérios nos ombros e no torax.
Azura havia percebido o segredo por trás do movimento dele; As turbinas nas costas o impulsionavam para frente e o faziam ganhar uma velocidade imaginável, mas como a criatura não tinha ciência de como manobrar, acabava se movendo apenas em linha reta… E então se tornava muito fácil prever o movimentos dele. Era só adiantar os golpes a 3.6¨segundos…
O monstro caiu na água e equilibrou-se antes de seus calcanhares afundarem completamente. Cambaleou, pareceu que ia cair, mas logo voltava a avançar contra Azura numa corrida ainda mais veloz que a anterior.
O ruivo saltou para trás instintivamente, e calculou novamente a trajetória do adversário. Quando o monstro estava a centimetros, ensaiando um soco capaz de destruir o crânio do jovem shinobi, um dragão de cristal surgia de baixo d’água e envolvia-o numa mordida poderosa, e o carregou para longe dali enquanto Azura terminava de liberar seu chakra e de fazer os selos, sussurrando “hashoukyryuu…”. Ele estava ofegante, cansado. Seu chakra estava começando a rarear, e seus movimentos ficaram conseqüentemente mais lentos. Mas aquilo era, no mínimo, estranho…
Não era uma fonte interminável de chakra, mas também era forte o suficiente para aguentar uns tantos jutsus sem que as energias acabassem… Mas então porque diabos sua vista estava começando a ficar turva, e suas mãos trêmulas? Não importava agora, porque o ultimo golpe havia sido mais poderoso do que o planejado, e o ruivo certamente havia ganhado, e…
- Huaaaaaaaaaaaa! - O monstro urrou, a dezenas de metros dali. O ruivo não expressou reação, mas estava surpreso pelo adversario ter sobrevivido, e mais ainda, preocupado porque definitivamente não tinha mais energias para lutar de igual pra igual contra aquela besta. O eu-senninka olhava-o de longe, mas algo havia mudado, e Azura percebera isso…
Por alguma razão, o ruivo tinha a sensação de que a sua projeção como senninka não estava mais tão estúpida quanto antes… Pareceu algo absurdo, mas Azura imaginou se aquela criatura estava… analisando-o?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5773

Registo Ninja
Nome: Katsu Imagawa
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 563
Total de Habilitações: 717

MensagemAssunto: Re: Treino 28 - A Viajem de um Soldado I   Ter 19 Ago 2014 - 14:52

Avaliação de VIAGEM, não viajem xd:
 
HN:
Ninjutsu: 54,5+1=55,5
Taijutsu: 12,5
Kenjutsu: 35,25+0,25=35,5
Genjutsu: 2,75
Selos: 26,5+0,75=27,25
Trabalho de Equipa: 16,75
 
HC:
Força: 16,75
Agilidade: 25,25+0,5=25,75
Controlo de Chakra: 44+1=45
Raciocínio: 21,25+0,5=21,75
Constituição: 30,25+1=31,25
 
Total avaliado: 5/5
Total de Habs.: 285,75+5=290,75
 
Comentários: Nada melhor do que lutarmos contra a nossa versão feminina com TPM. Acho que todos os homens do mundo deveriam passar por semelhante experiência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
 
Treino 28 - A Viajem de um Soldado I
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Treinos-
'); }