Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [Filler 45] Imperfeição.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin


Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 3932

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 30460
Total de Habilitações: 903,25

MensagemAssunto: [Filler 45] Imperfeição.   Qua 8 Out 2014 - 21:35

- Rapaz, você tem talento. - Disse o Toburo ao analisar detalhadamente o desenho do rapaz. Em pé à beira da cama, o técnico ainda não tinha começado o procedimento de troca da prótese quando Daisuke apresentou o papel com seus rabiscos amadores. Ótimo. - Comemorava o rapaz. Ele estava feliz por ter sido reconhecido pelo seu esforço da madrugada. Contudo, mesmo assim, não conseguiu perceber a alegria nos olhos do protético, que apesar de ter ficado calado por alguns segundos constrangedores, não lhe respondeu. O sunanin fez uma careta sem entender o comportamento do homem. Ou ele faltou com a verde em seu o elogio, ou ainda pensava em como faria aquela peça mecânica sob medida para o playboy suplicante. Deixando o desenho na cabeceira da cama, ainda escolhendo as palavras para não ofender a ingenuidade do cliente, Toburo sussurrou algumas palavras indecifráveis quando finalmente respondeu. Segundo ele, o projeto era perfeito. Porém, o que Daisuke não contou é que seu desenho se esbarra numa coisa importante: Quanto mais resistente é a prótese, mais esforço os músculos terão de fazer para manter a prótese no lugar. O rapaz franziu a testa numa demonstração de que não entendera nada do que o técnico havia dito, o que fez com que Toburo parasse de buscar suas ferramentas na maleta para se dirigir de forma mais clara ao rapaz.

- Em outras palavras: Seja qual foi a técnica ninja que você usou para causar tamanha destruição nesta prótese... - Disse ao buscar a chave de fenda na maleta, continuando enquanto desparafusava uma das partes defeituosas. - A junção entre a carne e o metal é a parte vulnerável. A junção seria esfacelada. - Terminou. Daisuke recebeu aquelas palavras com ceticismo. Aquilo não podia ser verdade. Tantas horas de esforço. Tanta imaginação jogada fora. Aquilo não podia ser... - Argh! - Reclamou quando Toburo forçou a retirada da primeira peça destruída. O homem abriu um ligeiro sorriso para se desculpar por não ter avisado que aquilo doeria, mas logo retornou sua atenção à parte interna que ainda estava exposta. - Existe alguma alternativa? - Perguntou após se acostumar com a dor que o procedimento lhe submetera. Toburo pensou mais uma vez e após alguns segundos de reflexão, acenou negativamente enquanto mordia o lábio inferior para concentrar-se na segunda parte da operação. O rapaz parecia decepcionado. Sua principal técnica estaria fadada a nunca ser usada sob a pena de ficar perneta durante o combate. Era uma notícia aterradora. O que mais poderia fazer? Daisuke preferiu ficar calado durante todo o resto da substituição, quando a segunda maleta do protético finalmente se fechou. - Prontinho. - Concluiu.  

O ninja sentiu novamente as terminações de chakra na nova peça - idêntica àquela que ele havia quebrado - e logo mexeu os dedos, testando as juntas e dobradiças. - Ok, está perfeito. - Comentou ao abrir um sorriso xoxo. Feliz com mais um cliente satisfeito, Toburo se levantou e se despediu rapidamente. Recolhendo as ferramentas espalhadas, o técnico saiu do quarto e se dirigiu à cozinha onde a criada o aguardava com o pagamento. Sozinho, Daisuke sentiu o peso do silêncio e enquanto fitava o vazio, tentava se convencer de que aquilo era um mero obstáculo para ele. Seu otimismo nunca o deixara na mão.  Ele sabia que precisava se aprofundar no assunto para procurar alguma alternativa. Assim, apoiando as mãos na cama e os pés no chão, o jovem se levantou com calma para não cair. Seu corpo ainda estava dolorido, mas isso não o impediu de subir ao seu quarto novamente onde tinha passado toda madrugada fazendo o projeto. Sentando-se na cômoda, ele buscou o lápis e arrancou mais uma página do caderno. Mil pensamentos vinham em sua cabeça, mas Daisuke sentia que - para resolver o problema - teria que se aprofundar no assunto. Talvez pedir ajuda? - Pensou ao se lembrar de ter ouvido falar que alguns tipos de jutsus médicos poderiam fazer sua perna crescer novamente. Um sonho. Mas era isso mesmo que queria? A carne lhe parecia ser tão frágil em comparação com o metal. Droga.

Suspirando e de cabeça quente, Daisuke foi até o armário e vestiu seu uniforme ninja. Ajeitando uma das pernas do vestuário para não transparecer sua prótese, o jovem esqueceu que deveria sair pela janela quando foi surpreendido pela governanta. - Ei, era para você descansar! - Reclamou a criada ao vê-lo sair pelo corredor na direção da saída. Mas ele nem se deu o trabalho de responder àquelas palavras. Não tinha tempo para perder, deixando a mulher falando sozinha, gaguejando algum argumento que o fizesse permanecer mas era tarde demais. Ainda mancando, o rapaz já fechava a portão atrás de si para ganhar a rua. Como morava numa rua tranquila, não se incomodou em desviar dos transeuntes quando pensou no melhor caminho para chegar à biblioteca. Foda-se. - Pensou quando forçou seu corpo machucado para saltar sobre os telhados das residências mais próximas, tomando um caminho longe das vistas de curiosos. Em sua cabeça, dezenas de pensamentos ainda fervilhavam em sua cabeça. Ele precisava retornar à sua força total, senão sua condição certamente o tiraria de sua futura equipe. - Tenho que conseguir. - Sussurrou assim que ressurgiu à frente da biblioteca pública da Vila da Areia. Não era nada pomposo. Apenas um pequeno imóvel encravado entre dois prédios administrativos. Quase não se percebia que ali existia um local de conhecimento.

A biblioteca tinha suas paredes de cor amarelada como todos os outros prédios da Vila. Com duas colunas laterais que seguravam o teto de concreto, a biblioteca possuía apenas uma grande entrada protegida por uma pesada porta de madeira, que de tão baixa, obrigou Daisuke a se abaixar para entrar no recinto. A porta rangeu brevemente, chamando a atenção de uma sorridente senhorita cercada por grande balcão de madeira. - Não conheço você. Mesmo assim, bom dia. - Sussurrou a ninja. O rapaz acenou apressadamente e procurou as estantes dos livros quando ouviu um profundo eco vindo de uma escadaria quase imperceptível no fundo do local. Curioso, Daisuke passou pelo balcão e alcançou os cinco degraus do desnível que revelavam um saguão gigantesco e bem iluminado. Uma incrível obra de engenharia. Escavado em rocha polida, as paredes frias deixavam o ambiente numa temperatura agradável, enquanto várias pequenas aberturas no teto iluminavam as centenas de prateleiras com a luz natural do sol da manhã. - Posso ajudá-lo em alguma coisa? - Perguntou a ninja, surgindo ao seu lado. O rapaz tomou um baita susto, quase caindo pela escadaria. - Está doida?! Quer me... Procuro algo sobre "Juntas Híbridas". - Iria reclamar, mas quando viu o sinal de silêncio da garota preferiu logo dizer a que veio.

Sorridente, a garota apontou para a longuíssima prateleira no canto esquerdo daquele "bunker". Obrigado. Sussurrou para não receber outra reprimenda. Acenando positivamente, Daisuke desceu os degraus e enquanto passava pelas prateleiras abarrotadas de livros, notou uma mesa vazia no fundo da sala. Seria o lugar perfeito para começar. Coçando a cabeça, ele passava os dedos pelas sessões até que, quase no final do móvel, encontrou o que queria. Eram três ou quatro livros que destrinchavam todo o problema da junção entre a carne e o metal. - Ok, vamos lá - Disse, empilhando-os em seus braços, o ninja cambaleou até o final do corredor e jogou os livros sobre a pequena mesa com uma luminária. Suspirando para conseguir libertar-se da preguiça e da vontade de sair, ele começou a estudar o problema que o tornava mais fraco. Ele sabia que, como não tinha qualquer kekkei, além de ter certeza de que não era nenhum gênio que já nascera com ótimos atributos, Daisuke arrastou a cadeira e se debruçou. Não demorou muito para perceber que o problema com a tal "Junção Híbrida" até agora não tinha sido resolvido. Era uma questão de lógica e não de técnica. A carne nunca será tão forte como metal. - Merda. Agora a frustração ganhava espaço. Página a página ele descobria mais e mais sobre o assunto, e a medida que prosseguia, convencia-se de que não existia solução. Furioso, o jovem se levantou num arrastar alto de cadeira, fazendo-o ouvir o "shh" da bibliotecária que o observava do alto do seu balcão.

Merda. Daisuke estava revoltado. Talvez um jutsu para fortalecer a carne. Talvez tivesse que ir à Konoha depender dos médicos para fazer crescer sua perna. Vários talvez. Ele sabia que precisava decidir logo, já que faltavam poucos dias para que as férias acabassem. Juntando os livros mais uma vez, ele os levou de volta e praticamente os jogou contra a prateleira tentando controlar sua ansiedade. Contudo, quando o último livro atingiu a lateral da prateleira e retornou contra seu rosto num doloroso choque, Daisuke recuou dois passos e se esbarrou na prateleira oposta, terminando por derrubar outros livros em sua cabeça. - Você está bem?! - Gritou a funcionária. Mas o jovem respondeu apenas com um "shh", deixando a mulher desconcertada. - Agora terei que arrumar tudo. - Reclamou baixinho, juntando os outros livros que acabaram de cair. Um a um ele os organizou, quando notou um livro com uma capa vermelha e bege. Com um símbolo de escorpião vermelho estampado em seu corpo, logo acima do seu título: "Sasori da Areia Vermelha". Esse nome não lhe parecia estranho, mas como nunca prestou a atenção devida nas aulas de história, aquele nome não passava de uma lembrança. A biografia de um dos maiores titereios do mundo ninja - Dizia a contracapa, para a surpresa do genin. - Bom, deve ter alguma informação aí. - Comentou ao levá-lo para a bibliotecária.

- É um bom livro de história. - Acenou a moça do balcão.
- Quando devo entregá-lo? - Perguntou Daisuke.
- Acho que na quinta. Logo no início dos serviços. - Respondeu.    
- Ok, entrego sim. Até logo. - Concluiu, guardando o objeto em seu uniforme.



CONTINUA...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa


Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3430

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: [Filler 45] Imperfeição.   Sex 10 Out 2014 - 0:21

Agora o rebelde está a ter que estudar bastante para se fortalecer, pelo visto mais um titeriteiro está a parecer em Suna. Agora Brian vai ter um rival bem mais forte xd . Ele vai tirar o Sasori como “mentor”, pelo jeito não vai sair uma coisa muito boa daí. Pelo menos vai melhorar sua performance se conseguir dominar o Kugutsu e assim melhorar seu desempenho com a prótese.
 

Força na Historia!!! 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5773

Registo Ninja
Nome: Katsu Imagawa
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 563
Total de Habilitações: 717

MensagemAssunto: Re: [Filler 45] Imperfeição.   Sab 18 Out 2014 - 17:33

O Daisuke vai virar o melhor físico e cirurgião do nosso forúm após ler esse livro ahah. Não acho que o Sasori seja dos melhores exemplos a se seguir, mas cada um com as suas maluquices, claro xd.

Engraçado como o Daisuke desperdiçou um dia de treino para ir à biblioteca! Oh meu deus, será que a prótese o está a meter doente?! Pobre Daisuke xd.

Continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
 
[Filler 45] Imperfeição.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Fillers-
'); }