Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [Filler 53] Caminho Tortuoso

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin


Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 3932

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 30460
Total de Habilitações: 903,25

MensagemAssunto: [Filler 53] Caminho Tortuoso   Seg 27 Out 2014 - 1:38



Citação :

- Não se preocupe. Seu segredo está bem guardado. -
Citação :

- Mas jogaram você neste além-mundo. Uma injustiça. -
Citação :

- Nós dois temos contas a acertar, mas estamos presos. -
Citação :

- Posso te ajudar. Sozinhos não conseguiremos. -
Citação :

- Alimente sua vingança. Ela o fortalecerá. -

Ao ler esta última mensagem, Daisuke gelou. Olhando para os lados instintivamente, ele apenas vislumbrou a penumbra de seu quarto quando finalmente se tranquilizou. Rapidamente, como fazia com todas elas, ele amassou o pedaço de papel e o levou para a vela que usava para ler sem chamar a atenção. O objeto fumegou e foi depositado diretamente num cinzeiro que já fazia parte de sua mobília quando chegou. Absorto em pensamentos confusos, o tokubetsu quase queimou seus dedos na pequena chama que se seguiu antes que o largasse o papel. Como ele sabia? Do que ele estava falando? A curiosidade ressurgia mais uma vez de seu subconsciente e a vontade de conversar com aquele criminoso misterioso aumentava juntamente com o medo de ser descoberto. Afinal, quem seria ele? Fitando o resto de o bilhete queimar, ele apagou a velo num fechar de dedos e suspirou aliviado, cruzando as mãos na nuca ao se deitar na cama. Seu corpo estava cansado do pesado dia de trabalho, e a região da operação ainda queimavam pedindo repouso para regenerar, a carne era fraca. Porém, seus olhos se recusavam a fechar. Daisuke precisava saciar sua curiosidade. Precisava de alguma forma conversar com aquele homem e saber o que teria para lhe oferecer. - O que tenho a perder? - Sussurrou no escuro, quando bateram em sua porta. Assustado, ele se levantou num gemido e cambaleou até a entrada quando abriu apenas uma fresta para ver quem o incomodava naquela madrugada. - Não é permitido fumar aqui, novato. - Inquiriu um dos sentinelas que zanzava no corredor dos alojamentos. - Ok, não vai se repetir. - Disse em desagrado pela falta de liberdade que tinha.

Proibido mulheres no complexo, proibido aparelhos eletrônicos, era proibido conversar com os prisioneiros, etc. Com tantas proibições ficava difícil diferenciar-se dos presos propriamente ditos. Assim, mantendo sua insatisfação apenas nos pensamentos, Daisuke fechou a porta atrás dele, suspirando mais uma vez. Agora ele sabia que precisava de outra maneira para se livrar das mensagens, já que a destruição dos bilhetes pelo fogo não daria mais certo. Além disso, não queria atrair olhos curiosos para seu quarto. Principalmente não naquele momento. "Ok, não tenho nada a perder mesmo nessa bosta." - Pensou, acendendo a luz impacientemente para olhar a sua perna postiça. Assim, debruçando-se na pequena bancada em seu quarto, ele arrancou uma folha de papel de um caderno de anotações. Agachando-se, ele então abriu a gaveta do móvel e remexeu entre seus pertences até encontrar um lápis que vira numa de suas noites inquietantes. "Achei." - Comemorou. Nesse momento seu coração palpitou, pois imaginou exatamente como transportaria esse material sem causar suspeitas. Assim, invocando uma kunai, Daisuke foi bastante cuidadoso para descosturar a parte interna do forro que compunha o bolso de seu uniforme, onde escondeu todo o material dentro. Girando a parte secreta, ele olhou o bolso falso pelo lado de fora e sorriu ao perceber que quase não se via a existência de qualquer material naquele local. Ótimo. A manhã não demoraria e logo cedo, durante a nova entrega de livros, ele daria mais um passo para o desconhecido. O que a possível aliança com esse perigoso bandido traria de bom? - Será que ele consegue me convencer? - Balbuciou antes de pegar no sono.


*******


- Acorda preguiçoso! Vai se atrasar novamente! - Gritava o guarda ao bater na porta de metal. Respondendo com um gemido incompreensível, Daisuke mal conseguiu abrir os olhos, pois não tinha percebido que havia dormido durante a madrugada e agora seu corpo cobrava o preço pelo curto descanso. - Porcaria. - Sussurrou ao perceber que tinha perdido a hora de comparecer ao setor. Levantando-se num pequeno salto, o jovem se esqueceu de controlar sua perna que logo perdeu sustentação fazendo-o cair pesadamente no chão. Do outro lado da porta, o guarda gargalhou alto com o infortúnio matutino do funcionário, retornando ao seu posto de vigília. Esfregando os olhos na tentativa de mantê-los abertos, o ninja enfim se levantou e mancou até a pequena pia na lateral de seu quarto onde lavou o rosto rapidamente e vestiu o uniforme cuidadosamente modificado que estava pendurado no seu armário. Estava quase pronto. Acomodando a parte alterada em seu corpo, ele se alongou sem se preocupar com o que iria fazer. Afinal, se o homem poderia ajudá-lo na sua vingança, pelo menos poderia ouvir - ler, na verdade - o que ele tinha a dizer. "Foda-se" - Pensou quando abriu a tranca e caminhou até a biblioteca onde o velho já o aguardava. - Você ainda precisa aprender o que é responsabilidade. - Criticava seu chefe. Daisuke sequer olhou para o velho. Preferia se poupar daquelas chatices, acenando positivamente enquanto passava na direção do carrinho de transporte de mensagens. Olhando para seu relógio, percebeu que neste horário já deveria estar no corredor dos prisioneiros, o que o fez adiantar o passo para a saída.

Rapidamente o carrinho rangia pelos corredores na direção do corredor principal. - Está atrasado. - Comentou o fiscal da primeira cancela antes de adentrar no setor prisional. Ouvindo o ranger do portão que se abriu, o rapaz fez logo uma careta para demonstrar sua indignação ao idiota quando retornou a empurrar o objeto cancela à dentro. Parecia que todos estavam no seu pé. Todos queriam implicar com o novato. Só não sabiam eles que este comportamento só o empurrava para o lado oposto ao que estavam. "Idiotas. Um dia..." - Pensava ao chegar à última cancela, quando entregou mais um pacote revistado. O fiscal deu uma boa olhada nos objetos, como sempre fazia. Abriu-os um a um à procura de qualquer coisa que pudesse ajudar os prisioneiros e felizmente não encontrou nada. Acenando positivamente, o fiscal abriu a gaiola e enfim Daisuke adentrou na área dos prisioneiros. Seguindo um longo corredor vigiado por alguns guardas, o jovem continuou empurrado o carrinho barulhento até se aproximar de um banheiro que ficava quase no início do complexo das celas. Não foi preciso dizer que os guardas logo notaram a falta do barulho do carrinho pelo corredor quando um deles viu o rapaz entrar no toalete. Isso nunca tinha acontecido antes. - Dá uma olhada lá. - Comandou o chefe de serviço, na grade que dividia os dois complexos. Um dos ninjas se aproximou vagarosamente e entrou no banheiro. Daisuke percebeu que tinha sido seguido e logo terminou apressadamente as poucas marcações que formavam a mensagem que queria passar. - Tudo bem aí, parceiro? - Perguntou o ninja, batendo na cabine.

- Sim. Quer ver o que eu fiz? - provocou o jovem.

Fazendo uma careta, o fiscal aguardou que Daisuke saísse da cabine com uma revista. - Certo. Deixe-me ver o livro. - Inquiriu o guarda. Suspirando e suando frio, o rapaz entregou o objeto que foi manipulado com grande cuidado até que nada foi encontrado. O ninja quase tem um ataque do coração, mas felizmente tinha escondido a mensagem no bolso falso de seu uniforme. Ufa. Assim, recebendo a revista novamente, ele esperou o guarda sair primeiro para então acompanhá-lo até a grade que logo se abriu num ranger conhecido. O carrinho foi empurrado para dentro e finalmente ele pôde ver as centenas de celas que se espalhavam pelos três andares da estrutura. Ele já estava acostumado com o murmúrio de sua chegada todos os dias, mas estranhamente, aqueles murmúrios deixaram-no temeroso. O que iria fazer poderia matá-lo, ajudá-lo ou até mesmo desviá-lo de seu caminho. Um passo para o desconhecido. - Foda-se. - Convenceu-se. Nesse momento, Daisuke começou a distribuição e recolhimento das correspondências, sempre prestando a atenção naquele em que a mensagem se encontrava. Não demorou muito até que o primeiro e segundo andar já tivessem suas encomendas distribuídas quando adentrou na ala de segurança máxima, passando por mais uma cancela de proteção. - Evite conversar com ele. - Comentou um dos guardas que acenaram para ele. Logo a última porta protegida abriu, revelando o longo corredor escuro que fora escavado numa rocha muito sólida. Passando entre os nukenins aprisionados, Daisuke parecia sentir um poder violento. Uma energia incontrolável que aquelas celas tentavam conter.

- Chegou atrasado hoje. - Brincou Kazuki, tentando puxar assunto. Seriamente o jovem não respondeu. Apenas se limitou a puxar a revista e abri-la na página 5, quando levou a mão trêmula ao bolso falso para puxar a mensagem. Depositando-a dentro do objeto com agilidade, Daisuke o fechou com calma e o estendeu pelo espaço entre as barras maciças que dividiam as celas. - Boa leitura senhor. - Respondeu seriamente, retornando sua atenção ao carrinho como se nada tivesse acontecido. O nukenin manteve-se calmo e parecia já esperar que o jovem ninja tomasse alguma atitude. Então, quando escutou o carrinho ranger até o final do corredor, assim que a grade se fechou, Kazuki caminhou até o fundo da sua cela e se sentou calmamente na pequena cama disponível. Abrindo a revista no local indicado, logo percebeu algumas marcações num papel em branco, que se sobrepondo exatamente à página cinco, formavam um jogo de palavras que se colocadas numa ordem correta a mensagem lhe seria revelada. Estudando os riscos, atento a não perder qualquer letra, o espião rapidamente compreendeu a mensagem e abriu um tímido sorriso. - De onde você me conhece? - Sussurrou, terminando por desvendar o mistério. Ele sabia que agora estaria voltando ao "jogo". Caberia saber até onde esse jovem iria para conseguir o que ele quer. Fechando a revista, o nukenin puxou o papel e mastigou a prova do crime. Reclinando-se no fino travesseiro, Kazuki começou enfim a ler tranquilamente, apesar de não ter a mínima vontade de saber alguma coisa sobre a "Coloração dos Musgos Desérticos". Agora havia chamado a atenção do jovem.


CONTINUA...
Voltar ao Topo Ir em baixo
conectado
Tio Tsu

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5773

Registo Ninja
Nome: Katsu Imagawa
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 563
Total de Habilitações: 717

MensagemAssunto: Re: [Filler 53] Caminho Tortuoso   Seg 27 Out 2014 - 18:02

Na parte final, nada melhor que pastilha elástica de papel ahah.

Não foi um Filler muito, muito interessante. Apenas mostraste mais do habitual desprezo em relação ao Daisuke (eu não entendo, o que é que o pobre do rapaz fez ao mundo? xd É desprezado em tudo o que é sítio ahah) e a sua habitual reação de "Estou nem aí".

Vamos ver o que se segue. Estou curioso sobre este tal Nukenin.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa


Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3430

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: [Filler 53] Caminho Tortuoso   Ter 28 Out 2014 - 21:31

Kazuki conseguiu chamar a atenção de Daisuke de vez e agora tem um potencial aliado ao seu lado, ainda quero descobrir de onde ele conhece e que tipo de planos ele tem em mente. Sua historia está cada vez mais interessante e consegue prender o leitor, vamos lá que ainda tem mais fillers para ler.

Força na Historia!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Filler 53] Caminho Tortuoso
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Fillers-
'); }