Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 T27 - A Fukeru III

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 20
Número de Mensagens : 1657

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 296,5
Total de Habilitações: 291,25

MensagemAssunto: T27 - A Fukeru III   Sex 7 Nov 2014 - 5:00

Treino 27 - A Fukeru III
Treino em conjunto com - Sokei Fukeru - Tsu



Era outra manhã naquela vila distante, com pedra por todo o lado, que até enjoava. Um sol encoberto iluminava o cenário sem que este se tornasse demasiado quente e eu encontrava-me num dos seus campos de treino, para mais um dos meus treinos matinais.

Inspirei uma golfada de ar, enquanto injectava chakra nos pulmões, misturando-o com o oxigénio, e o moldava depois através de selos manuais. Cessei então as combinações de selos e expeli uma massa de fogo, na forma da cabeça de um dragão, enquanto lhe adicionava mais chakra para atingir o seu tamanho ideal, soprando-a para os céus. Esta voou ardentemente até ao seus destino, libertando um enorme calor na sua trajectória ascendente, até se desfazer.
Preparava-me para executar outra técnica, quando um grupo de quatro shinobis de Iwa, se aproximaram, possivelmente alarmados pela minha técnica anterior. Olhei em volta, libertando uma pequena quantidade de chakra pelo corpo, activando o Sharingan. Reparei que a minha pupila, Sokei, observava atentamente escondida, com uma certa distância de segurança.
- O que é que temos aqui? - perguntou um deles, que parecia o seu líder.
- É um ninja da Folha… Estás perdido? Andas muito longe de casa! - disse outro, dando uma gargalhada.
- Nem por isso, tu estás? Ou estarás à procura do caminho para a cova? - respondi, num tom de troça, mas sem perder a seriedade expressa no meu rosto.
- Ele é o que me atacou a mim e aos outros, há uns dias! - gritou um loiro entre o grupo.
- Ataquei? - perguntei, tentando fazer me despercebido.
- Não te faças desentendido, atacaste-nos enquanto conhecíamos a miúda nova! - rugiu furioso.
- Ah, peço desculpa… Tenho tendência a esquecer-me facilmente de vermes insignificantes - respondi, rasgando o rosto por fim com um sorriso.
Este último momento tinha enfurecido o rapaz de tal maneira que este dirigiu-se a mim, numa corrida, pronto para começar uma luta. Estou aqui em missão, não posso atacar nenhum ninja deles sem motivo… mas se eles me deram um motivo, o assunto está resolvido. Esperei, cruzando os braços e afastando ligeiramente as pernas, de modo a melhorar o meu equilíbrio. O loiro e atingiu-me com um murro no lado esquerdo da cara. Contraí todo o corpo e aguentei-o, sem me mover um milimetro. Outro se seguiu do lado oposto da cara, mas a reacção foi a mesma, recebendo o forte golpe em cheio. De seguida tentou golpear-me o estômago, apenas para encontrar os meus abdominais contraídos, para absorver o golpe. O rapaz ficou ainda mais furioso pela maneira como estava encarar, sem mover um músculo, sentido-se humilhado, em frente aos amigos. Inspirei fundo antes deste voltar ao ataque. Uma série de socos me atingiram em cheio na cara, seguidos de um pontapé na mesma, e depois um outro golpe com o pé atingiu-me no torso, seguido de mais uma série de murros e um outro pontapé no rosto, finalizando com um outro no estômago. A cada golpe, dores dilacerantes haviam me percorrido o corpo, mas aguentara cada uma delas, lutando com todas as forças para ignorar o sofrimento. Um fio de sangue escorria desde a minha testa até ao queixo, onde se juntava outros dois, vindos do nariz e da boca. Estava agora a um metro e pouco da posição onde inicialmente estivera, mas os meus músculos não haviam sequer mexido durante todo o ataque.

À distância a rapariga loira observava, analisando com o seu Kashikogan, tanto o meu corpo como o do meu adversário, tentando perceber a minha falta de reacção. Ele podia ter evitado todos aqueles ataques todos sem qualquer problema, pensava a Fukeru, o adversário dele é consideravelmente mais fraco. Porque é que ele não atacou?

O loiro olhava-me com um ar confuso, provavelmente perguntando-se porque é que ainda não tinha levado uma patada no focinho. E então, os primeiros músculos da minha pessoa, mexeram-se.
- É isso tudo o que tens? - perguntei, com um ar chateado bem presente no rosto - NEM CONSEGUES DAR UM MURRO! - A sua cara expressou o seu temor ao ouvir o meu grito, enquanto me olhava.
O chakra que eu libertava das minhas reservas era então projectado diretamente para a sua mente através dos meus olhos, com ambos os pares de triplos tomoes a girarem, enquanto o ninja de Iwa se deparava com a imensa dimensão do Sharingan, numa vasta câmera em forma de cúpula com um Sharingan no seu topo, fixando-o directamente e deixando-o imóvel. Formei rapidamente selos com as mãos, enquanto focava chakra na mão direita. A eletricidade começou a surgir na palma da mão. Arrastei então os raios, indo rapidamente na sua direcção, estendendo a mão até ao seu ombro esquerdo e deixando a energia fluir para o seu corpo, e furar-lhe o ombro e então cessei o foco de chakra. Um buraco surgiu na parte de trás do ombro, deixando sangue correr. Este caiu, afligindo pelas dores e queixando-se delas.
- Ai, o meu ombro, o meu ombro! - choramingava.
- Não é letal se estancares a ferida, e qualquer médico de jeito pode te ajudar a recuperar. Até fui simpático. - Dei-lhe um chute na cabeça com bastante força e este desmaiou - Mais alguém interessado?

Ele paralisou-o com o poder do Sharingan para depois usar o Chidori, constatava a Fukeru, enquanto via a batalha a decorrer, é uma boa combinação, que elimina as desvantagens de não ser uma técnica muito fácil de mover. E nem utilizou todo o seu potencial para trespassar o rapaz. Impressionante.

Olhei o céu. Nuvens negras e mais baixas que as que cobriam, primeiramente, o sol, haviam surgido no céu. Pareciam até ameaçar uma tempestade. Lembrei-me então da técnica que começara tudo isto. O calor do Goryuka deve ter gerado aquelas nuvens carregadas de chuva e trovoada, constatei, vamos lá aproveitar isto para vos foder, meus caros.
Um deles já se aproximava de mim, para uma abordagem física enquanto os dois restantes, preparavam técnicas na sua retaguarda. Inspirei rapidamente, enviando chakra para os pulmões e soprando rapidamente uma bola de fogo, após alguns selos. Acertei-o em cheio e ele ficou a queixar-se das queimaduras no chão. Corri em frente, e os Iwanin restantes, começaram a enviar largos projecteis de terra e entre eles um enorme pedrulho. Afastei-me dos projecteis com movimentos rápidos, saltando seguidamente entre eles, evitando assim o rochedo maior, que voava até mim. Abri os braços, como se abrisse duas asas, e concentrando chakra nos mesmos fiz um dois bandos de corvos surgirem de cada um deles, e direcionei-os até aos meus adversários. Através dos dedos, direcionei mais chakra até dois corvos, um em cada agrupamento e estes aproximando-se dos adversários, transferindo-lhes essa mesma energia. A cor dos seus campos de visão tornou-se negativa e à medida que corvos iam voando para longe e se desfazendo em fumo, portais em vórtex foram surgindo, começando a distorcer a minha localização. Uma sensação de atracção para os portais, fê-los recuar, ficando exactamente na posição onde os desejava, mesmo abaixo das nuvens carregadas.
Se eles continuarem a achar que aqui estou, devo conseguir que permaneçam ali tempo suficiente. Criei um clone de corvos simples, de modo a poupar chakra e troquei de posição com ele, e usando o Shunshin para me deslocar depressa para a retaguarda dos meus adversários. Continuei em frente, subindo o relevo montanhoso da zona que me possibilitava atingir grades alturas. Com movimentos rápidos, subi continuamente um grande precipício até ao seu cume. Atingi-o por fim e olhei novamente as nuvens negras. Se isto resultar posso aproveitar a eletricidade delas para acabar com eles, mas preciso de alcançar as nuvens para isso. Recuei vários metros e então comecei uma veloz corrida até ao precipício, de modo a ganhar mais velocidade e no último segundo pulei, em direcção aos céus. Estiquei a mão focando algum chakra na palma da mesma, formando o que seria um ínicio do Chidori e mantive-a esticada, tentando alcançar os céus. Como esperava, ao chegar tão perto, a energia das nuvens foi conduzida até á minha mão e então arrastei-a toda comigo na minha queda. Fiz alguns selos, tentando moldar a energia que transportava e comecei a concentra-la em volta do meu corpo. Quando estava prestes a chegar ao chão, libertei-a violentamente à minha volta, eletrocutando ambos os Iwanins e tirando-lhes os sentidos. Até o solo se começava a rachar e afundar, na zona onde aterrara num círculo com uns bons metros de raio. Com um joelho no chão, no centro da cratera resultante, recuperei o fôlego de todo aquele gasto de chakra.


Wow, então ele usou a energia das nuvens para potenciar o seu ninjutsu, dizia a loira a si mesma, e conseguiu que eles ficassem mesmo onde queria. Ele criou um clone que ficou imóvel para quê? Será que os meteu sobre algum genjutsu. Sim, sim, é bem possível. Ele costuma servir-se de ilusões frequentemente. Foi realmente uma boa tática, continuava então a analisar e decifrar a batalha a Fukeru.


Levantei-me, e vi o rapaz que tinha queimado com um Gokakyuu previamente, a fugir, claramente medroso depois da minha pequena demonstração de poder. Olhei a rapariga que permanecia escondida.
- Fukeru! - chamei, gritando - Apanha aquele e dá-lhe uma lição! É o treino de hoje!
A rapariga hesitou apenas por um momento para processar a ordem que lhe fora dada e rapidamente saiu detrás da rocha onde se escondia e correu velozmente até ao oponente. Este corria mais devagar que o normal, devido aos seus ferimentos, e depressa de deparou com a kunoichi na sua frente. Esta criou com alguns selos, concentrando chakra na mão, uma kunai ilusória e arremessou-a ao adversário, forçando-o a esquivar-se, para criar uma abertura na sua defesa. Aproximou-se rapidamente esticando a mão contra o seu peito, num forte golpe.
- Hoshõ! - gritou.
A sua mão contrária fechou-se e rapidamente o rapaz foi atingido por um fortissimo murro, no qual a rapariga colocava bastante força, talvez numa tentativa de me impressionar como seu sensei temporário.
- Gangeki! - gritou novamente, enterrando o punho na sua cara.
Infelizmente, ele não estava debilitado o suficiente para cair tão facilmente com os golpes da gennin. Um murro da sua parte surgiu, com um enorme impacto, enviando a loira a voar para trás. Saltou-lhe em cima e enterrou-lhe um murro no estomago e logo de seguida outro na cara.
- Oh peço desculpa - disse ele sorrindo-lhe, com ar depravado - Não te vou acertar mais no rosto. Não ia querer estragar essa tua beleza para quando estiver a brincar contigo mais logo. Uma série de murros foram sendo entregues no seu estômago, violentamente e furiosamente, pelo rapaz verdadeiramente mais forte que a Fukeru. Quando este parou, algum sangue descia pelo rosto da rapariga e esta virou a cara, começando a vomitar os seus conteúdos estomacais. Enviando chakra até a ponta dos seus dedos, a rapariga tentou ainda atingir-lhe com um tiro de chakra, mas este recebeu-o, sem se queixar muito e puxou contra si, empurrando-a de seguida contra o chão. Sokei ficou atordoada, e parecia perto de desmaiar ao receber tantos golpes de seguida e tão intensamente.
- Vamos lá ver o que é que essas roupas escondem - disse, o rapaz com um ar de rebarbado na cara.
A sua cara de deparvado mudou quando sentiu os meus dedos a cerrarem-se na sua cabeça, segurando-lhe com força o cabeço e puxando-o para trás.
- A única pessoa que tem esse tipo de direitos com as minhas pupilas sou eu - disse-lhe - É favor dares-lhe uma tareia, Sokei, senão vais para o relatória da Tsuchikage como uma valente falhada.
Ainda no chão, a rapariga levantou o joelho acertando na genitália do adversário.
- Shoshitsu! - disse, dando uma cambalhota para trás e levantando-se na mesma, com um salto ricochete em direcção ao adversário, usando a força do seu corpo para uma placagem com o seu ombro. Atingiu-o em cheio, enquanto eu o segurava. Ela recuou e saltou, esticando a perna para um valente pontapé, no rosto do rapaz.
- Daisenpu! - gritou, enquanto lhe enterrava o pé na cara, e fazendo-me ter que utilizar mais força para o segurar no sítio.
Voltou a aproximar-se dele e com uma rajada de murros gritou, repetidamente o nome dos golpes.
- Hõshõ! Hõshõ! Gankeki! Hõshõ! Gankeki! - eram palmadas e murros consecutivos até que por fim, o deixei cair no chão e ela aproveitou para acabar com aquilo, dando-lhe uma forte palmada no peito, forçando-o contra o chão - Asshõ!


- Creio que deve bastar-lhes - disse - Bem, o treino hoje foi mais rapido do que planeei, mas foi produtivo. Podias era não deixar um oponente debilitado cair-te em cima logo ao primeiro golpe, se eu não estivesse aqui, ainda ias tar aí a ganir enquanto ele te violava, e que bonito que ia ser, não é?
- Mas ele era mais forte que eu, não consegui aguentar o golpe - disse a rapariga, baixando a cabeça.
- E eu também sou - disse-lhe rispidamente, enquanto puxei a mão atrás e dei uma palmada imitando o golpe que esta usara anteriormente contra o Iwanin, enviando-a para trás.
 - Mas porque é que me atacaste? - gritou chateada.
 - Para ver ser estavas atenta - informei - E claramente não estavas. Treino acabado.
 - Mas que lata.. - disse baixinho, ainda meio desnorteada.
Começamos então a andar em direcção à vila, e eu lancei uma pequena esfera de fogo na sua direcão atingindo-lhe as costas.
- Outra vez!?
- Não estavas atenta! Corre, se não queres levar com mais uma!
Esta viu-se sem opção e começou a correr em frente. Usei um movimento rapido e chegando a mão através, dediquei uma boa quantidade de força numa rabada tão forte que o impacto da carne das minhas mãos com a do seu rabo, fez um barulho tão alto que os passaros nas árvores das proximidades voaram para longe, assustados.
- O que foi isso?
- Um aviso, da próxima não é a minha mão, é uma bola de fogo! Não tás a correr depressa o suficiente!
E assim corremos pela vila a fora, numa grande perseguição até a Fukeru não conseguir mais correr.
Voltar ao Topo Ir em baixo
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 20
Número de Mensagens : 1657

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 296,5
Total de Habilitações: 291,25

MensagemAssunto: Re: T27 - A Fukeru III   Dom 9 Nov 2014 - 5:18

Bump!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa


Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3430

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: T27 - A Fukeru III   Dom 9 Nov 2014 - 14:23

Reservo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruno Moraes

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa


Sexo : Masculino
Idade : 28
Localização : Em algum lugar de lugar nenhum
Número de Mensagens : 3430

Registo Ninja
Nome: Kyo Kusanagi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 14350
Total de Habilitações: 733,75

MensagemAssunto: Re: T27 - A Fukeru III   Seg 10 Nov 2014 - 22:42

Avaliação de Kride

H.N

Ninjutsu: 43,25 + 1,5 = 44,75
Taijutsu: 15,25 + 0,25 = 15,5
Kenjutsu: 22
Genjutsu: 21,75 + 0,5 = 22,25
Selos: 28,75 + 0,75 = 29,5
Trabalho em Equipa: 3

H.C

Força: 7,25
Agilidade: 21
Controlo de Chakra: 45,25 + 1,75 = 47
Raciocínio: 8,5 + 0,5 = 9
Constituição:23,5 + 0,75 = 24,25

Avaliação: 6/6

Total de Habilitações: 249,75 + 6 = 255,75

Avaliação de Sokei:

H.N

Ninjutsu: 7 + 0,25 = 7,25
Taijutsu: 9,5 + 1 = 10,5
Kenjutsu: 1
Genjutsu: 6 + 0,25 = 6,25
Selos: 3,25 + 0,25 = 3,5
Trabalho de Equipa: 1,25

H.C

Força: 2,75
Agilidade: 6,5
Controlo de Chakra: 5,75 + 0,5 = 6,25
Raciocínio: 6,75 + 0,5 = 7,25
Constituição: 7,5 + 0,75 = 8,25

Avaliação: 3,5/3,5

Total de Habilitações: 57 + 3,5 = 60,5
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T27 - A Fukeru III
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Treinos-
'); }