Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [Filler 37] - O chegar da escuridão pt.1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Dark_Akira

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Mafra
Número de Mensagens : 1524

Registo Ninja
Nome: Zehel Matsuri
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5225
Total de Habilitações: 359

MensagemAssunto: [Filler 37] - O chegar da escuridão pt.1    Seg 8 Dez 2014 - 20:54

Anteriormente: Zehel e o seu clã começaram a batalha final contra a Hantã no me, numa cidade rodeada por fortes muralhas os criminosos guardavam o seu poderio de modo a não serem abatidos. Porém a força dos Zetsubõ e aliados conseguiram abater a imensa muralha que os defendia. Dando inicio ao verdadeiro combate os nossos heróis entraram no castelo de modo a levarem a organização ao chão. Três edifícios gigantes guardam coisas estranhas no seu interior, obrigando Zehel e companheiros a separarem-se para conquistar. Genja dirigiu-se ao edifício da esquerda, onde encontrara cães fundidos com sharingans, decerto aquele edifício albergava algumas aberrações que a hanta no me fizera. Zehel e Ivy ficaram com o edifício central, algo de sombrio e misterioso aguardava dentro daquele local. O da direita ficou para Serge, Nemuri, Mira e Akira, era necessário um grande poderio militar uma vez que a concentração de chakras era imensa naquele lugar. Era lá de certeza que os mais fortes da organização estavam... 

Quatro corpos mantiam-se imóveis em frente à porta negra de ferro, conseguiam sentir do seu interior as vibrações de poder imenso que lá se reuniam. Não faziam ideia do que esperar, não possuíam informação de quem pudesse ter tamanha força dentro da organização... tudo era uma incógnita para lá daquela porta. 
Inspirando fundo, o grupo avançou confiante colocando-se uns a protegerem os outros. 

- Vamos a isto. - falou Serge que estava na frente do pelotão. 
- Cumprir o nosso destino. - declarou Akira que se mantinha atrás dele. 
- Vamos destruí-los! - exclamava Nemuri preparando as suas marionetas. 

Os quatro avançaram para dentro do edifício, fechando atrás de si a porta pesada com um estrondo. Lá dentro tudo parecia calmo, a decoração era excêntrica no interior do local, um amplo espaço com tapeçarias vermelhas, chão de mármore e 8 cascatas de cada lado das paredes que produziam uma grande quantidade de gotículas quando batiam nos pequenos lagos, logo abaixo das saídas de água. Ao fundo do edifício, permaneciam sentados de pernas cruzadas dois homens e duas mulheres, as suas vestes muito brancas davam-lhes a aparência de anjos que ali meditavam naquele belo lugar. Eram eles os responsáveis pela enorme e ameaçadora quantidade de chakra que ali se reunia, aparentavam ter forças desumanas e poderes inacreditáveis... Provavelmente teriam combinados em si inúmeros doujutsus, devido às experiências da hanta no me. 

- São fracos. - dizia uma mulher abrindo os seus olhos muito brancos, tinha um byakugan que lhe permitia ler os chakras dos oponentes. Já estavam em desvantagem. 
- Temos de limpar o lixo de qualquer maneira... - suspirava um dos homens mostrando o seu sharingan vermelho e feroz. 
- Deverá ser no mínimo interessante... - declarou o outro homem mostrando um zetsugan que lhe tinha sido implantado nos olhos. - Lutar com um utilizador do Zetsugan perfeito. Como será o desfecho deste encontro. 
- Chega de conversa não acham? - falava a ultima do grupo, mostrando os seus olhos vermelhos. 

Todos eles demonstravam ter poderosos doujutsus e como grupo pareciam ser ainda mais poderosos. Tinham uma disposição parecida com os oponentes. Tinham alguém que era responsável por dar suporte, um de força, um de velocidade e ataques inesperados e um user de defesa. Duas equipas equilibradas e organizadas a defrontarem-se, seria no mínimo intenso, no máximo destruidor. 
Com movimentos lentos e graciosos, o grupo angelical descia a escadaria em direção ao grupo Zetsubõ, a pressão das suas energias fazia a atmosfera tremer e quando juntos com a pressão dos oponentes faziam o ar ser tão pesado que só respirar era doloroso. Os dois grupos encararam-se com ferocidade, aumentando a tensão para dispararem uns contra os outros. Num segundo tudo estava parado, no outro moveram-se todos com ferocidade, como um gás que apenas com uma faísca explodisse com ferocidade. Serge levava um poderoso soco contra o user de sharingan, sendo que este lera os movimentos e parara o ataque produzindo uma certa onda ao aguentar o impacto. A mulher do byakugan dirigiu-se para Mira, tentando suprimi-la com os seus ataques direcionados aos pontos de chakra, porém ela defendeu-se com o uso rápido da água que existia no local. A mulher tinha um óptimo controlo da água, tanto que a sua invocação era o rei dos mares, Leviatã. Nemuri ficou encarregue da utilizadora do Akagan. Invocando logo quatro marionetes lançou-as com vigorosidade em direção ao corpo da mulher. As suas armas tinham uma velocidade excelente pelo que iria ser uma batalha bastante agitada. Já Akira iria ficar encarregue de destruir o falso Zetsubõ, provando que o user original era substancialmente mais forte. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------

No exterior, Zehel e Ivy preparavam-se também para entrarem no edifício com o qual tinham ficado responsáveis. Correndo pelo campo de batalha atingido esporadicamente um oponente que se tentava aproximar. Empunhando o poderoso machado, o rapaz balançava-o atingindo os oponentes com tanta força que quase os cortava ao meio. Alcançaram sem demora a porta e passaram por ela com tanta rapidez como chegaram. 

- Não os deixem passar! - gritaram os soldados que estavam do outro lado começando a investir com velocidade. 

- Vai! eu aguento-os! - exclamou a rapariga de cabelos castanhos empunhando a sua katana e enterrando-a na barriga de um inimigo com velocidade. 

O rapaz deu-lhe um aceno de cabeça e começou a correr pelo corredor. No interior do edifício existia um cubo negro e denso, dele emanava uma estranha energia negra e parecia estar a conter o chakra do estava la dentro. Isso explicava o porquê da sensação estranha que Zehel sentira vindo dali. Os urros desesperados dos soldados ecoavam no local, tentando para o jovem que com a sua arma os repelia com extrema força. Alcançando o cubo gigante e negro, sentiu-se a ser puxado por uma estranha força gravitacional, como se a massa do objecto fosse tão maciça que o arrastasse para o interior. Colocando uma mão no objecto atravessou-o como se a substância fosse pastosa. O interior era misteriosamente claro, tudo era branco, incluindo o chão, como se não existisse nada lá dentro, porém a cada passo que ele dava uma onda era criada, uma simples onda circular. Aquilo era demasiado parecido ao seu mundo interior, como se fosse uma dimensão separada. Ao fundo do local que parecia ser infinito, o corpo de um homem estava coberto por uma sombra. Os seus traços não eram distinguidos, ocultos por um manto negro, dando-lhe uma aparência misteriosa e negra. 

- Então foi o rapazinho que mandaram. Insolentes... - falou a voz do homem que vinha de todas as direções, como se ecoasse no espaço vazio e branco do local. 

- Unf, podes apanhar uma surpresa. - falou o rapaz confiante. 

Mas o homem fez questão de separar os níveis, sem sequer os olhos de Zehel verem o movimento, a sombra colocou-se ao seu lado e, apenas levantando o braço para o tocar de leve, projectou-o com uma onda de choque tão poderosa que fez o estômago dele cuspir tudo o que tinha.  Antes que o chunnin batesse nalguma coisa, já o misterioso líder da organização estava ao seu lado, movendo-se àquela velocidade sem dificuldade apanhando as suas costas com um poderoso pontapé. As costas do kiri-nin estalaram com a pressão colocando-o num mundo de dor. 

- Os nossos níveis estão demasiado afastados pequenote. Não és sequer afronta à minha grandiosidade. Estás a anos de me alcançar. - Falava o homem virando-lhe as costas. 

Encostado ao chão, com sangue a escorrer-lhe da testa e da boca, o rapaz sucumbia à dor e à inconsciência, sentindo os seus olhos fecharem-se enquanto via o vulto negro a aproximar-se dele com a katana em punho para trespassar o seu coração. "Não... Não posso... " tentou resistir o rapaz mental mente, sem ter sucesso. 
Os seus olhos fecharam-se, possivelmente para sempre. A dor invadiu todo o seu corpo, sem deixar um centímetro que sobrasse imune. O ar no interior do cubo era demasiado pesado e ele sentira-se a afundar no chão pastoso sendo envolvido por uma água tão pesada que o seu corpo parecia ser esmagado. Como se o peso de todo o mundo lhe estivesse a esmagar o corpo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Filler 37] - O chegar da escuridão pt.1
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Fillers-
'); }