Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3292

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Sex 2 Out 2015 - 8:40

Índice
Capítulos I e II - Visitantes Inesperados
Capítulo III - Kaika e Kohana
Capítulo IV - Os Dragões Celestiais
Capítulo V - Um Chamado na Escola


IV - Os Dragões Celestiais
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Hanamonogatari - Contos da Flor

Pouco mais de um mês havia se passado desde o ocorrido no templo do Clã Jinsei, onde a sacerdotisa suprema Jinsei Wakana perdeu seu mangekyougan ao se encontrar com a misteriosa visitante Hana, acompanhada do jovem Kusanagi. Ambos não se recordam de nada antes do dia que apareceram na costa sul do País do Demônio, mas se sentem próximos o bastante para criar um vínculo de irmãos.

_ Irmão, fizemos bem em coloca-los a cargo de algo tão importante? - pergunta Abe no Seimei sentado em seu zabuton (almofada) à beira da mesa depois do anúncio oficial dos Dragões Celestiais.

_ Claro que sim, não tínhamos outra escolha. Kaika e Kohana já estão sobrecarregadas tentando amenizar toda a energia espiritual do planeta que tem como ponto de encontro nosso país, o mangekyougan delas não é forte o suficiente, então estão trabalhando com todas as forças para que o resto do mundo não sofra maiores consequências. - dizia o homem com seu chá em mãos, mas percebe alguém entrar no cômodo tradicional japonês.

_ Para o bem do resto do mundo nosso povo está a sofrer. E não apenas eles, os espíritos que aqui antes encontravam paz agora estão lidando com dificuldades por essa sobrecarga energética. - e a mulher abaixa a cabeça deixando os cabelos loiros tamparem seu rosto.

_ É verdade que nosso país está a sofrer, mas não podemos fazer nada em relação ao passado. - diz Abe no Seimei a se levantar e ir em direção à esposa.

_ Se ao menos eu tivesse previsto que isso ia acontecer... -  e Wakana vira o rosto para que o marido não veja seus olhos tristes.

_ Se não previu talvez tenha algum significado, os forasteiros também estavam a sofrer por isso, todos nós estamos, mas vamos ter a força que eles tiveram em buscar melhores dias, deixe o passado como aprendizado e caminhemos juntos para dar um lugar tranquilo em que nosso povo e os espíritos que aqui habitam possam descansar. - sorria o marido a puxar a mão da esposa, ela por sua vez a aperta com força, demonstrando o quanto se sentia impotente sem sua Kekkei Genkai.

Enquanto isso Hana e Kusanagi chegavam ao vilarejo vizinho de Kami no Sato, após três longos dias de viagem eles estavam cansados, assim como os cavalos que puxavam a carroça. O sol já estava baixo e a luz do fim da tarde deixava muitas sombras na paisagem alaranjada.

_ Valeu amigão, bom descanso. - sorria Kusanagi a passar as mãos em um dos cavalos que, assim como o outro, agora descansava em um local após ter sido cuidado.

_ Estou faminta, Kusanagi-san, digo, nii-san. - diz Hana enquanto caminhava à frente de seu companheiro. Ele, por sua vez, passa a mão sobre os ombros da irmã e ambos vão até o restaurante no centro do vilarejo.

Ao chegarem no restaurante, Hana pede sushi apenas com pepino e Kusanagi pede uma grande tigela de ramen. Enquanto a garota comia ela avista um alto homem de cabelos negros entrar no restaurante, ele a observa com um rosto inexpressivo até apertar os olhos como quem tem grande interesse, ela arregala os olhos, fica corada e abaixa a cabeça.

_ O que houve, Hana-chan? - pergunta Kusanagi a sorrir já a terminar sua refeição e olhar para o dono do estabelecimento a fim de pedir mais.

_ Nada não. - responde ela ainda envergonhada, mas já volta ao normal. _ Nii-san, não devias comer tão rápido assim, em menos de três minutos devorou toda essa tigela, dessa forma não consegues saborear a refeição. Você sabia que o cérebro demora um tempo para receber a informação que o estômago está cheio? Se você o enche tão rapidamente e não para de comer, até o cérebro receber a mensagem seu estômago já vai estar - falava ela a dar sermão no irmão até ser interrompida.

_ Com licença. - diz o homem de cabelos negros e olhos da cor castanho-avermelhado. _ Por acaso vocês são os Dragões Celestiais? Aquele grupo criado pela sacerdotisa suprema para resolver problemas relacionados à espíritos. - pergunta ele diretamente.

_ Grande Dragão Dourado aqui e minha irmã Grande Dragão Rosa, Kusanagi e Hana. - sorria o jovem visivelmente feliz pelo reconhecimento do título.

_ Não gostariam de ter a sobremesa em minha mansão? Tenho assuntos a tratar com vocês. - diz ele com seu inexpressivo rosto.

_ Seria educado se apresentar antes de fazer esse convite. - fala Hana corada a suspeitar do homem.

_ Perdão, mas julgo não ser possível, eu não possuo um nome. - ao ouvirem tal resposta os dragões celestiais arregalam os olhos, era estranho alguém não possuir um nome, isso fez com que despertasse a curiosidade em ambos e aceitam o convite do homem misterioso, talvez aquele fosse um dos primeiros trabalhos para a dupla.

O vilarejo era pequeno, em alguns minutos a carruagem chega à mansão situada fora da cidade. O céu estava limpo, sem nuvens, a lua e as estrelas brilhavam com todo o resplendor, a dupla se assusta com a mansão, era totalmente diferente da arquitetura local, enquanto todo o país possuía um estilo japonês tradicional, a mansão era de estilo medieval, quase se assemelhava à um castelo de tão grande e imponente.

_ SUGOI! - diz Kusanagi encantado com tal construção. A carruagem entra pelos grandes portões, passa por um longo trajeto com belos jardins até chegar à entrada onde um homem aguardava.

_ Sejam bem-vindos. - diz ele a estender a mão para ajudar Hana descer, ela agradece a sorrir.

Era impossível não se encantar com aquele castelo, o hall de entrada com pé direito (altura do chão até o teto) grandioso, paredes grossas em pedra, uma iluminação à velas, decoração com tapetes, quadros e objetos delicadamente criados. O homem inexpressivo caminhava naquela imensidão seguido por Hana e Kusanagi que não se continham de tanto fascínio.

_ Por favor, sentem-se e sintam-se à vontade. - diz ele após passarem por uma grande porta e chegarem à um aconchegante cômodo com poltronas, sofás, lareira, animais empalhados e muitos outros detalhes.

_ Nossa, que bela casa você tem, dá para morar umas três grandes famílias. Aliás, sua família está aqui? - pergunta Kusanagi ainda a olhar para os lados analisando cada objeto.

_ Não, estão mortos. - responde ainda inexpressivo, a dupla de forasteiros arregala os olhos mais uma vez.

_ Sentimos muito por isso. - diz Hana envergonhada.

_ Era o tempo deles, é natural do meu clã. - nesse momento o mordomo entra com um food trolley (carrinhos para servir comida) cheio de bolos, tortas, doces, cremes e várias sobremesas. Hana, apaixonada por doces, tinha até se esquecido do que estavam a falar e olhava fascinada cada uma daquelas sobremesas tão bem confeitadas, sua boca salivava só de imaginar experimentar cada um daqueles doces.

_ Itadakimasu. - sorria ela a comer feliz uma pequena fatia de bolo de frutas, a loira comia em média um terço que uma pessoa normal, mas ao se tratar de doces ela podia comer até três vezes mais.

_ Lady Hana, por que me chamastes? - pergunta o homem inexpressivo.

_ Hm? - sonoriza ela a mastigar e após engolir continua. _ Eu? Chamei? - pergunta ela a levar mais bolo à boca.

_ Sim, sinto como se você me chamasse, mas não da forma como imaginas, você me chama como um cervo indefeso chama por um predador, como o Yin chama pelo Yang, como a sombra clama pela luz. - falava ainda inexpressivo.

_ Quem é você? O que você deseja de nós? - pergunta Kusanagi irritado.

_ Já falei, eu não tenho nome, não tenho idade, não tenho verdades, não tenho mentiras, não tenho sentimentos, até mesmo minha existência é questionável. - responde com um olhar vazio.

_ Hana-chan, vamos sair daqui. - levanta-se o jovem a puxar a irmã pelo braço, mas ela não se move. _ Hana-chan, vamos. - e novamente ele tenta puxar, mas percebe que ela não demonstra interesse em se levantar.

_ Não quer sair, não é mesmo, Lady Hana? Estás interessada em saber mais sobre mim, ou estou enganado? - ao perguntar isso a garota vira o rosto entristecido, ele estava certo, ela queria saber mais. _ Sente que estamos conectados de alguma forma, correto? - pergunta com os olhos vazios e imóveis.

_ Hana-chan... - Kusanagi solta o braço da garota, senta-se a olhar para baixo, só queria proteger a irmã.

_ Assim como um bom cão deve obedecer sua dona. - fala o homem misterioso.

_ Mais respeito com meu irmão. - diz Hana a interromper.

_ Perdão. - responde o homem. _ Pois então, vamos fazer um pacto? - pergunta ele a apertar os olhos. _ Eu digo tudo sobre mim, em troca... vocês permitirão que eu viaje com vocês. - ao perguntar isso instantaneamente Kusanagi intervém.

_ Jamais! - responde o irmão. _ Eu não sinto uma boa energia vinda dele, com certeza não é alguém que possamos confiar. Tenho certeza, Hana-chan, ele não é uma boa pessoa. - fala muito irritado.

_ Ele não é uma boa pessoa... mas será que isso faz dele uma má pessoa? - responde Hana com o rosto inexpressivo. _ O fato de alguém não ser bom, não faz dele mau, ao menos é o que acredito. Além do mais sinto uma ligação com esse homem, como se ele fosse alguém importante para mim, depois que aconteceu o incidente com o Mangekyougan consigo ter alguns sonhos estranhos, em um deles apareceu esse homem, ele sorria e me agradecia, estava um pouco diferente, mas esses olhos... tenho certeza que se tratava dele. - fala a garota que agia de forma um pouco estranha ao comum.

_ Pois então aceitas esse pacto? - pergunta o homem.

_ Vamos chamar de acordo. Pacto me dá calafrios. - responde ela a mostrar o dedo mindinho. O homem olha estranho para aquilo, mas vê um sorriso na garota e ela acena com a cabeça a mostrar novamente o mindinho, ele compreende, e os dedos se cruzam a selar o pacto.

(...)

No grande quarto de hóspedes era possível ver Hana a pentear o cabelo sentada à beira de um móvel com espelho, seu irmão andava de um lado para o outro a rodear as duas camas enormes e visivelmente confortáveis.

_ Hana-chan, sabes que o que fez é algo perigoso, o nome dos Dragões Celestiais estão vinculados diretamente à sacerdotisa suprema, à liderança do país. - diz Kusanagi que quase nunca ia contra o que sua irmã decidia, mas dessa vez não estava contente com a escolha.

_ Nii-san, minha decisão já foi tomada. Wakana-san deixou bem claro que eu podia fazer o que bem entendesse se utilizasse os poderes que adquiri para o bem do País do Demônio. Enquanto eu possuir algumas das memórias da sacerdotisa e poderes do Mangekyougan tenho total liberdade em minhas decisões, por isso digo que aquele homem a partir de hoje será conhecido como o Grande Dragão Negro. - responde Hana com um olhar vazio para o próprio reflexo.

No outro dia a carroça guiada por Kusanagi já estava na frente do castelo, o homem misterioso queria cavalos melhores assim como meio de transporte, mas Kusanagi não abriu mão, já tinha criado uma espécie de vínculo com os dois cavalos e logo Hana saía com o homem de cabelos negros daquele grande castelo.

_ Nossa que demora, parece uma moça para se arrumar. - implica Kusanagi.

_ Haha, se eu não obrigasse ele a sair acho que demoraria mais uma hora. - ria Hana a pegar a mão do irmão para subir na carroça.

_ Vocês são um pouco irritantes. - diz o homem agora a demonstrar um pouco de expressão.

_ Ah, Kusanagi onii-san este é Mikael, Mikael este é meu irmão Kusanagi. - sorria Hana a apresentar os dois.

_ Ahn? Então ele tem um nome. - fala Kusanagi que sabia não ser possível alguém sem nome.

_ Na verdade eu que inventei esse nome, seria chato viajar com alguém que não tem nome. Ah, agora ele tem personalidade também, foi divertido criar uma. - ria ela.

_ O que raios vocês ficaram fazendo enquanto fui buscar os cavalos? - murmura Kusanagi sem entender nada daquilo e de repente uma mala é jogada em cima de si.

_ Para de tentar pensar e coloca minha mala em algum lugar, trabalhos físicos combinam mais com você do que intelectuais. - diz Mikael inexpressivo, mas era muito perceptível que sua aura estava diferente.

_ HEY! Não sou seu empregado, coloque você mesmo. - e Kusanagi joga a mala de volta no homem vestido de negro.

_ Baka, você é o fortão sem cérebro que cuida de todo trabalho braçal. - responde Mikael a jogar a mala no Dragão Dourado.

_ AHN?!?! E quem você pensa que é? - pergunta Kusanagi a encarar Mikael muito próximo ao seu rosto.

_ Você é o idiota do trabalho braçal, Hana-chan é a nossa musa responsável pelo trabalho espiritual e eu sou o guardião pessoal dela que estará sempre ao lado dela para protege-la de qualquer perigo. - e Mikael tira uma rosa a entregar para Hana que ria sem conseguir se controlar.

_ Nem a pau que vou permitir que um pervertido seja guardião da minha irmãzinha, é visível que és um tarado querendo abusar da pureza dela, se eu fosse você ia para o banheiro e se enforcava para me poupar um pouco de trabalho. - diz Kusanagi a cuspir de lado e mexer as mãos como quem prepara um soco.

_ Olha só, o brutamontes sem cérebro consegue ter uma imaginação fértil. - responde o Dragão Negro a mexer as mãos como quem prepara um soco também.

_ Madame, está tudo bem? - pergunta o mordomo para a moça, ela controla um pouco o riso, olha bem a cena que se encontravam e responde.

_ Está tudo ótimo. - sorria ela de olhos cerrados.

Spoiler:
 


Última edição por Lipe-sensei em Ter 17 Nov 2015 - 13:47, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anotherx

Administrador | Ame
Administrador | Ame


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Marinhais (Santarém)
Número de Mensagens : 1269

Registo Ninja
Nome: Sikira Eleison
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1595
Total de Habilitações: 85

MensagemAssunto: Re: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Sex 2 Out 2015 - 11:51

Fiquei um pouco confuso quanto aos Dragões Celestiais... penso que os títulos não foram mencionados directamente nos episódios anteriores da saga, mas mesmo assim fiquei a entender a história. (acho )

Adorei esta personagem que foi introduzida agora, lembra-me um pouco o Sai mas ainda mais atrevido. Achei piada ao diálogo sobre comer rápido... imaginei a Hana a discursar sem parar e o Kusanagi a ouvir do tipo "k, whatever" xd

Essa cena final também foi awesome, vamos lá ver se esses dois não vão ter chatices.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3292

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: Re: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Dom 4 Out 2015 - 14:13

Citação :
_ Por acaso vocês são os Dragões Celestiais? Aquele grupo criado pela sacerdotisa suprema para resolver problemas relacionados à espíritos.
Na história do País do Demônio há os 13 Dragões Reais, guardiões da família real. A família real do País do Demônio é algo recente, houve uma grande reforma em todas estruturas do país (social, econômica e política) Link
Antes dos Dragões Reais tiveram os Dragões Celestiais que são uma espécie de guardiões do país, protegem o povo e os espíritos Smile

Jinsei Kaika, é o nome da avó de Hana :p

E thanks por ler
Voltar ao Topo Ir em baixo
JFrias10

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 22
Número de Mensagens : 112

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kenshin
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 500
Total de Habilitações: 27,25

MensagemAssunto: Re: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Dom 4 Out 2015 - 16:21

Li os quatro Fillers, e gostei das mudanças da história e da forma como andas a conter os poderes deles. Quem será aquele homem? Que ilha é essa? E vamos ver xd 

Estou também a gostar como andas a ser leal a personalidade dos personagens. Quero ver mais Smile Estarei a acompanhar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3292

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: Re: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Ter 6 Out 2015 - 17:43

@JFrias10 escreveu:
Li os quatro Fillers, e gostei das mudanças da história e da forma como andas a conter os poderes deles. Quem será aquele homem? Que ilha é essa? E vamos ver xd 

Estou também a gostar como andas a ser leal a personalidade dos personagens. Quero ver mais Smile Estarei a acompanhar.

Então, essa saga é algo paralelo (isso explicarei mais tarde), esses 4 primeiros fillers foram preparação para começarem os pequenos contos que se iniciam agora no quinto filler. Eles estão no País do Demônio, porém com algumas coisas diferentes... visto que Jinsei Kaika (avó de Hana) e a irmã gêmea Jinsei Kohana tem aproximadamente 15 anos (talvez mais, talvez menos), acho importante falar isso porque nem mesmo quem acompanhou Hana em todos esses anos se lembra do nome da avó de Hana (pq faço questão de só chamarem ela de 'velha' ou 'vó' haha, então é um nome pouco colocado em fillers).

Enfim, agradeço imeeenso a leitura Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5773

Registo Ninja
Nome: Katsu Imagawa
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 563
Total de Habilitações: 717

MensagemAssunto: Re: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Dom 15 Nov 2015 - 18:13

Ui, essa dos Dragões Celestiais parece os Power Rangers ahah. Acho estranho a aparição do Mikael (tem nome de anjo, hein?) e dessa bizarra conexão que sente pela Hana. A minha primeira aposta é que ele é um espírito. A segunda vai de encontro a opinião do Bruno, não passa de um perv xd.

Continua ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3292

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: Re: [Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais   Ter 17 Nov 2015 - 13:50

@Tio Tsu escreveu:
Ui, essa dos Dragões Celestiais parece os Power Rangers ahah. Acho estranho a aparição do Mikael (tem nome de anjo, hein?) e dessa bizarra conexão que sente pela Hana. A minha primeira aposta é que ele é um espírito. A segunda vai de encontro a opinião do Bruno, não passa de um perv xd.

Continua ^^
Haushasuas, estou a rir dos Power Rangers, sempre que vejo essa coisa de cada um ter uma cor me lembro disso

E Mikael é alguém importante <3

Grazie, Tsu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Hana/Hanamonogatari] IV - Os Dragões Celestiais
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers-
'); }