Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [OVA/Natal 2015] 1 - Festa à vista!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hana

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : In your mind ;)
Número de Mensagens : 3292

Registo Ninja
Nome: Hana Yamanaka
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 7945
Total de Habilitações: 362,5

MensagemAssunto: [OVA/Natal 2015] 1 - Festa à vista!   Sex 25 Dez 2015 - 2:21


  1. Festa à vista!
  2. Princesa em Konoha
  3. Eis a festa



1 - Festa à vista!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Especial de Natal 2015
´

Citação :
Personagens utilizadas

- Yamanaka Hana (Lipe-sensei)
- Nara Tora (Éve)
- Yagami Jow (Jonatha)
- Dee (Brian$)


_ Ohayou, Tora-san. - diz Hana ao entrar na floricultura Yamanaka e perceber a amiga com algumas flores em mãos. _ Copos de leite (jarros em Portugal), bela escolha. - sorriu Hana enquanto deixava uma caixa no balcão.

_ Estou a ajudar com uma festa e me pediram para comprar, viestes trazer flores? - pergunta Tora a abrir a caixa curiosa.

_ Hai, hai, mamãe acabou de colhe-las e pediu para que as trouxesse, quem está a atender hoje? - pergunta Hana a olhar para dentro da floricultura ver se encontrava alguém.

_ Seu tio foi buscar algumas fitas, pediu para que eu aguardasse aqui. - responde Tora, a kunoichi de cabelos azuis.

_ Ah, já está tudo certo para o natal, Yagami-san e eu estamos ansiosos por sua visita. - sorriu Hana, a kunoichi loira, mas Tora a olha estranha. _ Não vá dizer que esquecestes, né? - pergunta a Yamanaka a suspeitar, Tora olha para o alto a tentar esconder. _ TORA-SAN! Em uma de suas cartas enquanto viajava falastes que passaria esse natal comigo. - briga Hana levemente nervosa (ainda com um tom doce na voz).

_ Gomenasai, pior que agora já marquei outro compromisso para - falava ela quando recebe um pequeno soco na cabeça, mais parecia uma pena a cair na cabeça de tão leve.

_ BAKA! Não me interessa, você marcou comigo antes, quero você lá, hum! - reclama Hana a fazer careta. _ Quando tio Inoichi chegar diga à ele que deixei isso aqui. - fala a moça enquanto saía da floricultura. _ NATAL! COMIGO! - diz pausadamente antes de sair.

_ Droga... Hana-chan está parecendo aquelas velhas dona de casa. - murmurava Tora cabisbaixa, mas logo escuta.

_ VELHA É A SENHORA SUA MÃE! - grita da rua, ao longe, Hana.

"Hana-chan está certa em se irritar... sou sua melhor amiga e madrinha das crianças... além disso eu prometi à ela que passaria o natal lá... mas não tem como desmarcar meu outro compromisso...", pensava Tora enquanto fazia caretas diante do drama que passava.

_ Estás andando muito com Hana-chan, estás fofinha igual à ela. - sorriu Shikamaru a entrar na floricultura, mas é recebido com um soco.

_ Estás a dizer que eu não era fofa? - pergunta Tora com um olhar demoníaco.

_ Estás realmente a andar muito com Hana-chan. - reclama Shikamaru a passar a mão no rosto. _ É que não é seu normal essa carinha de preocupação e culpa, estás sempre tão confiante e energética. - sorri ele.

_ Uma garota também tem seus momentos de preocupação. - responde Tora de braço cruzado a olhar para o lado e fazer bico.

_ Hahaha, estás mais fofinha que nunca. - ria Shikamaru a provocar a prima que agora tentava bater nele enquanto ele a segurava pelos pulsos.

_ O que deu em você? - pergunta Tora a interromper o momento. _ Estás de bom humor e aquela feição estúpida de preguiçoso até desapareceu do seu rosto. - completa a moça.

_ Sabe-se lá, magia natalina. - responde ele a rir, Tora inicialmente faz uma cara ruim, mas depois ria também.

Natal, uma época de amor, de confraternizações, de festas, presentes e afeto, muitas pessoas escolhem passar essa data com familiares, outros com amigos ou namorados, mas uma coisa era certa, ninguém devia passar o natal sozinho, ao menos era isso  que Hana imaginava.

_ Ai amor, todos tem compromisso para o natal, até Tora-san que já era confirmada acabou por se esquecer e marcou outra coisa. - fala Hana a se sentar no sofá após chegar da casa de Ayame que também recusara o convite. Jow estava sentado com os pés sobre o sofá a ler um livro, usava um óculos (talvez apenas para dar um estilo culto, sabe-se lá) e seu cabelo ruivo caía levemente nas laterais do rosto.

_ Vem cá. - fala ele a puxar a garota para entre suas pernas e dar um beijo em sua nuca, depois abraça-la.

_ Yagami-san, e-e-eu estou irritada. - fala ela a fazer cara ruim enquanto o rosto ficava vermelho, Jow por sua vez só conseguiu rir. _ O que é tão engraçado? - pergunta ela emburrada (um rostinho de criança chateada).

_ Mesmo sem ver seu rosto consigo imaginar perfeitamente o ângulo que estás a fazer com sua sobrancelha, o bico que fazes com a boca, o rosto vermelho pela vergonha do meu carinho até hoje, consigo perceber tudo sem nem precisar olhar. - sorria ele abraçado à garota, sentindo o seu cheiro.

_ Yagami...-san... - murmura ela a sorrir levemente e se aconchegar nos braços de Jow. O casal aproveitou que as crianças foram passar o dia na avó e tiveram alguma intimidade.

(...)

_ YAAAAAHHHHHH! - grita Hana a se levantar assustada na cama.

_ AI MINHA NOSSA SENHORA NÃO ME LEVE! - grita Jow que acordou assustado com o grito da namorada, logo percebe o que havia acontecido. _ O que houve? Estás louca? - pergunta ele irritado com o grito de Hana.

_ Gomenasai, mas já é noite. - falava a moça enquanto se levantava e ia para o banheiro. _ Tenho que tomar banho, buscar as crianças e hoje tenho que ir ao hospital. - diz ela a se lembrar que tinha plantão.

_ Deixa que eu busco as crianças, assim que acordar. - murmura Jow a se deitar novamente.

_ YAGAMI-SAN!!! - grita Hana do banheiro. _ Acorda, você vai comigo até a casa da mamãe, vou ver as crianças e ir para o trabalho em seguida, você fica lá um pouco e depois já os traga. Entendido? - pergunta a garota enquanto tomava banho.

_ Hai... hai... - fala ele sonolento sentado na cama quase a dormir novamente.

_ SAI DA CAMA!!! - grita a loira a ter certeza que Jow ainda estava deitado, e rapidamente o namorado se levanta e vai tomar um banho rápido em outro dos banheiros.

(...)

_ Na...na... na... - cantarolava Hana enquanto tomava um chá na sala de funcionários do hospital, ela pensava o que fazer a respeito do natal, estava sentada com os olhos fechados, concentrada, de repente ela abre os olhos... _ AAAAHHHH! - grita ao perceber um homem de cabelos brancos usando uma máscara, ele estava com o rosto muito próximo ao dela, assustando-a e fazendo com que ela derramasse chá na mesa.

_ Konbanwa. - falava ele parecendo sorrir debaixo da máscara alegre.

_ Ai céus, que susto. - diz Hana com a mão no peito a se recuperar. _ Ei, ei, se afasta um pouco. - percebe ela e fica corada com a proximidade daquele homem, que aliás, estava sobre a mesa. _ Você é aquele da festa de halloween, né? Dee-san. - pergunta ela a se lembrar.

_ Hai, hai. - responde com voz alegre.

*flash back*

_ Yagami-san... só mais um pedacinho de torta... - chorava Hana de joelhos a tentar se segurar no balcão para que o namorado não a levasse embora.

_ Você já comeu quase duas tortas inteiras. - retruca o ruivo irritado com a garota. _ Vamos, as crianças já estão a dormir nos carrinhos. - falava ele a puxa-la.

_ Por favor, só mais um!!! - chorava ela a tentar colocar um pedaço na boca enquanto se segurava no balcão.

_ Por que não a deixa comer? - pergunta um homem que estava sentado ao lado com vários pratos vazios à sua frente.

_ Ei, quem é você? - pergunta Yagami Jow irritado com aquele homem que, ao se levantar, se mostra demasiado alto.

_ Sou um amante de doces, não posso assistir à essa cena em silêncio. Estás a proibir uma pessoa de se deliciar com essas tortas maravilhosas, feitas com o mais refinado açucar, a mais delicada farinha, os ovos mais bem selecionados, e a mistura das frutas doces com as azedas colocadas em pontos estratégicos para acentuar ainda mais o sabor da torta... seria um pecado assistir à essa proibição em silêncio. - fala o homem de cabelos brancos com uma máscara a tampar o rosto.

_ EI, O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AI? - pergunta irritado Jow ao perceber Hana agarrada no braço do homem a concordar com tudo que ele falava.

_ Yagami-san, essas tortas são as lendárias tortas do País do Chá. - fala Hana.

_ Tortas mundialmente conhecidas e apreciadas. - agora fala Dee.

_ Dizem que essas tortas foram responsáveis pelo fim de toda uma guerra. - diz Hana.

_ E boatos dizem que elas são servidas no banquete dos deuses há milênios. - completa ele e ambos estavam com os olhos a brilhar.

_ Desde quando vocês entraram na sintonia do outro? - pergunta Jow com uma feição de quem achava tudo aquilo patético.

_ É o amor. - fala Dee a pegar nas mãos de Hana e olha-la nos olhos.

_ Sim, o amor. - responde ela também a olhar nos olhos dele.

_ O amor pelos doces. - falam em uníssono Dee e Hana, foi possível ver uma lágrima escorrer dos olhos de Hana.

*fim do flash back*

_ Aí te convidei para nossa festa que estará repleta de doces. - sorria Hana e o homem balançava a cabeça positivamente. _ Ai... ainda me lembro do sabor daquelas tortas... - murmura Hana a escorar a cabeça em uma das mãos e olhar para o alto enquanto um pouco de saliva escorria pelo canto de sua boca.

_ Aquelas tortas... - diz Dee agora também a olhar para o alto e ambos dão um carregado e dramático suspiro.

_ Verdade, a festa!
- fala Hana a despertar dos pensamentos e enxugar a saliva. _ Temo que não vá ser possível realiza-la... todas pessoas que convido já estão ocupadas com algo. - diz ela a abaixar a cabeça, logo sente uma mão a tocar seu queixo e levanta-lo lentamente.

_ Eu estarei lá. - diz Dee gentilmente. _ Desde que tenham doces. - completa ele, e logo Hana dá um sorriso de olhos fechados.

_ Verdade, você estará lá, além disso Yagami-san, mamãe, vovó e as crianças, todos estaremos lá. - sorria ela feliz.

_ Ei, tenha certeza de comprar bastante doces para não faltar. - fala Dee agora com a mão no próprio queixo a raciocinar.

_ Pode deixar. - falava Hana e logo arregala os olhos a ter uma ideia. _ Já sei, vamos comemorar na noite do dia 23, dessa forma todos poderão participar. - sorria Hana agora de pé.

_ Isso, isso, quanto antes melhor. - concorda Dee sentado e logo Hana tira um pirulito do bolso (pirulitos esse que a médica dava às crianças que atendia), dá a ele, tira outro pirulito e ambos ficam elaborando ideias de sobremesas para a noite, mas infelizmente uma emergência chegava ao Hospital de Konoha e a médica foi chamada, dando fim ao planejamento.

Hana tinha poucas semanas para tudo preparar, os convites foram feitos novamente e com Dee a ajudar na entrega isso foi finalizado rapidamente, todos tinham aceitado participar da comemoração. O nukenin desaparecera por algum tempo, Hana tirou as férias que tinha marcado no hospital e agora podia se dedicar totalmente à esse evento que aconteceria na mansão de sua família fora da vila (mansão esta uma vez destruída no seu aniversário, quando se apaixonou por Jow há algum tempo).
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[OVA/Natal 2015] 1 - Festa à vista!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers-
'); }