Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 T33- Invasão à Prisão III

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
BigBoss

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 20
Número de Mensagens : 1657

Registo Ninja
Nome: Kride Uchiha
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 296,5
Total de Habilitações: 291,25

MensagemAssunto: T33- Invasão à Prisão III   Qui 21 Jan 2016 - 2:16

Abriam-me as portas de um novo nível da prisão. Caminhei a passos largos para o centro da divisão. Esta era a mais sinistra que tinha visitado até ao momento: era sombria, e bastante silenciosa, e quando não o era, ouvia-se sons bizarros ou murmúrios na escuridão. Era a zona da prisão onde mantinham alguns habilidosos utilizadores de ilusões. Sabia onde todos estavam, devido aos meus poderes oculares e por isso, desativei a técnica, para que as coisas fossem mais interessantes dali em diante.
Mandem o vosso melhor - disse bem alto, para que todos ouvissem - Se conseguirem.
Calculei que os mais fortes fossem esperar que outros, mais temperamentais e também mais fracos, fossem na frente, para me testar. Rapidamente, das sombras, dois homens moribundos apareceram tentando atacar-me. Desviei-me de ambos com um suave movimento seguido por um pequeno salto, para ganhar distância.
Não é uma boa estratégia - expliquei - Utilizadores de genjutsu raramente usam uma abordagem física como primeira opção. Portanto..
Foquei rapidamente chakra numa das mãos, e saltei para o meio dos dois. Estiquei-a para um deles e libertei o chakra concentrado. Um dos homens desfez-se, revelando ser uma mera ilusão.
Portanto - continuei - Um deles tinha de ser engodo.
O verdadeiro tentava reagir, mas contorcia-se de dor, pois o corvo que o havia atravessado, era uma dolorosa ilusão, que agora lhe apertava o peito em sofrimento, enquanto eu, rodopiava em sua volta, até ficar atrás e com uma rápida sequência de selos, e reuni algum chakra na mão, o suficiente para criar um raio que o atingiu nas costas e o deixou fora de combate.
De seguida, surgiam mais oponentes da escuridão e estes estavam sérios. Faziam várias sequências de selos e seguidamente o cenário começava a mudar. Um pântano surgia, com uma neblina intensa e um cheiro nauseabundo. Já tinha presenciado uma técnicas várias vezes, e decidi, tentar quebra-la. De novo, concentrei-me na minha circulação de chakra e parei-a. O pântano dissipou-se, mas a neblina mantinha-se. Uma kunai surgiu da neblina e acertou-me no ombro. Atrás dela, muitas outras vieram mas dessas consegui escapar com um salto com cambalhota no ar. Ao aterrar, o pântano tinham regressado.
Estavam a proteger as ilusões um do outro, constatei. Mas havia uma maneira de as evitar. Invoquei alguma energia enquanto a moldava com vários selos e por fim, fiz o meu corpo aparentar desfazer-se em vários corvos, enquanto usava a libertação de chakra para escapar das ilusões(Karasu Nuko), sem que os adversários soubessem da minha localização.
Quando os corvos voltavam a formar o meu corpo, já eu tirava mais energia da circulação e moldava-a, enquanto corria em direção aos adversários. Com um selo, direcionei o chakra para um deles e este começou a vislumbrar um raio a formar-se nas minhas mãos e a ir ao seu encontro, levando a que este se afastasse rapidamente dali, criando um espaço entre os dois. Bingo!
O plano funcionou como esperado e estava lado a lado com o outro. Este tentou um golpe com uma lâmina suja que havia retirado do bolso. Afastei-me com um pequeno salto, inspirando fundo e retendo algum chakra nos pulmões que rapidamente exalei na forma de um pequeno e veloz Endan que o acertou em cheio na cara, suficiente para o distrair por alguns segundos enquanto. Aproveitei o instante, e agarrei-lhe o crânio enquanto injetava fortes quantidades de chakra e fazia alguns selos com a mão livre. Num ápice toda a sua capacidade sensorial deixava de existir: a sua visão tornava-se no abismo negro e o deixava de sentir o chão, ou o ar, ou o seu próprio corpo, a cair nesse local negro inexistente e imaterial, sem que ao mesmo tempo caísse de todo. A audição evaporou-se também, tal como qualquer resquício de olfato que sobrasse a quem ali dentro residia cumprindo pena, era agora também nulo. Perdido sem qualquer rumo, caiu sobre os seus joelhos e ali ficou. Começou a gritar, ainda que não se ouvisse a si próprio, e agora, tinha-o à minha mercê, com uma mera ilusão.
No entanto, o seu parceiro já me tomava por alvo uma vez mais, correndo na minha direção. Já sei o que fazer, disse para mim, depois de engendrar uma pequena peripécia. Com dois selos, e alguma quantidade de chakra criei um clone de corvos básico capaz de executar uma única técnica. Este abaixou-se e abraçou o homem que gritava imóvel,voltando a levanta-lo, preso nos seus braços. Eu, por minha vez, dediquei-me a esticar o braço direito e direcionar energia para a palma da mão associado ao mesmo, enquanto transformava a natureza do chakra puro em eletricidade. Corri contra o clone preparando um dropkick, ao que este correspondeu com uma autodestruição, via explosão, que me projectou em mortal à retaguarda contra o homem que corria em minha direção, enquanto transportava o raio na minha mão e o cravava no seu peito em cheio. Ao atingi-lo, cessei o foco de energia de modo a não ser letal. E assim, já eram mais dois fora de combate.
Assim que aterrei, a balbúrdia começava outra vez, ouvi alguns a fugirem, acagaçados enquanto outros se moviam em diante para me enfrentarem e rapidamente um tanto de coisas estranhas se sucederam. O ambiente alterava entre florestas e montanhas, vulcões em erupção, e tempestades de neve entre outras coisas abstratas e sem forma, de um modo caótico. Criaturas horrendas apareciam do solo e agarravam-me tentando puxar-me para baixo com elas. Eram demasiadas ilusões e eu não as conseguia isolar bem o suficiente para que as conseguisse quebrar individualmente. Era altura de usar o meu trunfo. Três tomoes giraram sobre as minhas pupilas vermelhas enquanto despertava o Sharingan.
Agora tudo era claro através daquele aglomerado de técnicas. Conseguia ver através delas e os seus conjuradores, tal como o chakra que libertavam. Eram cinco, e em formação. Analisei-os e escolhi os dois mais fracos, e com um rapido Shunshin, surgi na frente dos mesmos, fixando-os nos olhos. Transmiti ocularmente algum chakra até os subjugar ao poder do doujutsu e fazê-los desmaiar. Libertei seguidamente duas kunais com papéis explosivos, uma em cada mão, a partir dos selos nos pulsos e arremessei-as contra outros dois. Sobrava apenas um, que era o com a maior quantidade de energia entre todos naquela sala e portante o adversário mais interessante. Seria o próximo a cair...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tio Tsu

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Nárnia, where unicorns tend to live!
Número de Mensagens : 5773

Registo Ninja
Nome: Katsu Imagawa
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 563
Total de Habilitações: 717

MensagemAssunto: Re: T33- Invasão à Prisão III   Sex 22 Jan 2016 - 0:20

Avaliação de Barbie Barbichas:

HN:
Ninjutsu: 49,75+0,5=50,25
Taijutsu: 16,5
Kenjutsu: 24+0,25=24,25
Genjutsu: 25+1=26
Selos: 32,75+0,75=33,5
Trabalho em Equipa: 3

HC:
Força: 8
Agilidade: 23,5+0,75=24,25
Controlo de Chakra: 53,5+1=54,5
Raciocínio: 10,5+0,5=11
Constituição: 28,75+0,25=29

Total avaliado:
5/5
Total de Habs.: 275,25+5=280,25
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.narutoportugalrpg.com/rpg_sheet_edit.forum?tid=12c1c6
 
T33- Invasão à Prisão III
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Treinos-
'); }