Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
GhosTTerroR

Membro | Suna
Membro | Suna


Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5166

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2850
Total de Habilitações: 180,75

MensagemAssunto: H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar   Qui 4 Fev 2016 - 20:53

...Himura Senshou vivia num vale entre montanhas ventosas no país do vento, numa aldeia isolada onde os habitantes viviam da agricultura. Seus pais não são shinobi, mas sempre acharam que Senshou tinha uma grande sensibilidade e sentidos apurados. Na aldeia diz-se que herdou o sexto-sentido da mãe, Himura Kagero, e a sensibilidade do pai, Himura Sauto. O jovem sempre ajudou com as tarefas, porém, quando fez 16 anos decidiu formar-se shinobi. Já lia livros sobre a arte ninja desde os 8 anos, mas só aos 16 entrou na academia, onde demonstrou grandes progressos e se revelou merecedor de ser considerado como um Genin de Sunagakure no Sato... Após a graduação, foi resgatado por Najime Ikuza, que o acolheu como seu aluno e como primeiro membro de um grupo shinobi que deseja formar...




Spoiler:
 

Himura Senshou puxou o cordão do seu saco de pano... Balanceou-o, colocando-o às costas, suportando-o com a mão direita. Fechou a pequena porta de madeira atrás de si...
- Nanda...!? - Surpreendeu-se com a inesperada espera. - Ikuza-sensei!?
Esse, depois de o ver sair olhou para ambos os lados daquele corredor curvo enfeitado com várias portas do mesmo lado... A arquitetura daquele "campus" da academia shinobi era característica a vários edíficios de Sunagakure no Sato...
- É só essa a tua bagagem!?
- Sim, as minhas roupas lavadas... Todo o resto trago comigo, - olhou para a bolsa... e para a "tanto".
- Temos que te arranjar uma bolsa shinobi... E ainda bem que tens pouca bagagem, eu não sou do tipo de ter muito mobiliário de arrumação em casa...
- Huh!? Que quer dizer!?
A face de Ikuza surgiu-lhe a um milímetro do seu nariz:
- 1° trata-me por "tu" pah!! ...sem o "pah" só "tu"... mas não me chames "tu"! AH! Tu entendeste Senshou-kun... - Afastou-se sacudindo a mão num geito maricas... - 2° Nós agora somos "nakama", camaradas... Não é "na cama"! Apesar de já teres 18 anos, não te ponhas com ideias, não fazes o meu tipo...
O.o!?%!?
- ...o que significa que podes vir viver para minha casa, só até eu decidir onde vai ser a sede da N.I.S.O....
Senshou sorriu:
- Arigato-gazaimassu! Smile

...Enquanto saíam do edíficio caminhando...
- Às vezes pergunto-me porque me escolheu... escolheste, - corrigiu, - para teu aluno e camarada...
- Hmm!? Sério!? Como te disse nesse mesmo dia, tenho-te observado... É só que te acho um shinobi invulgar... É só... ... ... ... ...E o facto de teres mais de 18 anos também alega a teu favor, assim já não há problema na eventualidade de te deparares com... "coisas sexys" ou assim...
o.O!?%!?
«Pah!» Uma pancada no cachaço...
- Vamos pousar esse saco e comer qualquer coisa antes de irmos às "compras shinobi". A mim apetece-me Sushi!
- O.K.! - A ideia agradou a Himura Senshou...

Desceram umas escadas de pedra até uma rua com um lote de casas idênticas. Estavam como que ligadas por paredes arenosas e não dava para entender onde terminava uma e começava outra. Só as identificavam as portas de entrada principal...
Himura Senshou olhava em volta...
- Nesta zona, praticamente não há "shinobis em serviço de vigia"...
- Eu vivo aqui...
...Najime Ikuza parou em frente a uma das portas e Senshou não entendeu se ele ignorara a sua observação, ou se lhe acabara de dar a explicação para a mesma...

A entrada da casa era um pouco escura, mas a claridade entrava por janelas circulares no teto. Estas podiam também ser tapadas por círculos negros de plástico rígido que se fixavam do lado interno...
A  casa era bastante ampla e parecia tudo uma única divisão... Porém, biombos escondiam as restantes divisões, ao fundo...
- Trás o teu saco Senshou-kun, vou-te mostrar o quarto onde vais ficar...
Tal como Ikuza prometera, o quarto, bem como acontecia com o resto da casa, era quase desprovido de mobiliário... Só uma cama baixa, um pequeno candeeiro e a porta de correr... Era o suficientemente bom para Senshou... Ele pousou o seu saco num canto e saiu da divisão com o seu mentor, tal como o considerava.

Novamente no exterior...
- "Organization", porquê!?
A pergunta de Senshou apanhou Ikuza de surpresa...
- Huh!? Ô.# !?
- Em "NISO", porquê a última palavra com esse sotaque!?
- Senshou-kun, entende uma coisa, temos nomes japoneses, mas a nossa história e a maioria das nossas falas são escritas em português por isso esquece iss...X.X!!!
*GhosTTerroR slaps Ikuza*

...depois das compras no "mercado shinobi"...

- Agora que estás minimamente equipado, - Ikuza, sorridente, tinha a mão no ombro de Himura Senshou, - está na altura de aprenderes umas "coisas" novas...
- Pedófilo!
X.x#!!!
Dois shinobi de Suna aproximaram-se de Ikuza e Senshou. Nenhum destes achou piada...
- Agora andas a namoriscar com garotos I'kuzão!? - Disse um dos dois que tinham a cabeça ligada por detrás da bandana metálica com o símbolo «i».
- «I'kuzão»! Essa é boa! Hahaha... - Agravava o outro.
Senchou agarrou o cabo da sua Tanto, mas Najime reverteu essa ação apenas com um gesto subtil... Por sua vez, ele levou a mão direita aos seus óculos de mergulho...
- "Obah"... - os provocadores assumiram uma imediata expressão assustada... - Ele ficou bravo...
- Vamos embora! - Viraram costas e começaram a correr...
- ...e Suna' a depositar a sua segurança nesta infantilidade. - Largou os óculos e deixou cair a mão, descontraíndo-se novamente.
- Ikuza-sensei...
- Não lhes ligues Senshou, não eram ninguém...
- Não é isso... A Temari-taichou estava ao fundo da rua com uma cara irritada, aparentemente aguardando por aqueles dois...
Najime Ikuza olhou de lado, para baixo, para Himura Senshou...
- Andas a aprender a arte da observação bem demais comigo... - Virou-se e começou a caminhar... - Vem! Está na hora de te ensinar outro tipo de "coisas"...
Himura Senshou seguiu-o sem hesitar...


^v^v^v^v^v^v^

(...)
- Sayonara Kattomy Mai. - Os dois shinobis de Suna acenaram-lhe. - E boa sorte com o teu futuro...
Viraram costas uns aos outros e seguiram seus caminhos...
*
...Nessa altura, enquanto Senshou caminhava ao lado de Ikuza, já perto da saída da floresta, com vista à visão arenosa de Sunagakure, os shinobi de Kirigakure foram novamente interrompidos...
- Gomenasai! - Ikuza surgiu num tronco de árvore. - Sou um clone do Ikuza e precisava de fazer uma pergunta mais pessoal... - Só um Kage Bunshin de um shinobi experiênte se admitiria tão descontraídamente como o clone que (apenas) era...
- O.K. - Mai, tal como os restantes, permitiram.
- Kattomy Mai, ouvi dizer que encontraram o corpo de Tarotomi Hideoshi, é verdade!?
Foi Sue, amiga de Mai quem teve a iniciativa de resposta:
- Tivemos que o enfrentar... O seu jutsu quero eu dizer...
- O "Hyouton, Idade do Gelo"!?
- Sim. - Confirmou Nijun. - O chakra do ex-shinobi de Kirigakure estava aprisionado numa estátua e seus poderes estavam a ser manipulados contra nós... Tivemos que o destruir...
- Narokoto...
- Sabes alguma informação sobre o paradeiro de Aoshi!? - A pergunta de Kattomy Rei, mãe de Mai, caiu quase como uma bomba, pois (quase) ninguém sabia do que ela estava a falar. Além disso, só Najime Ikuza reparou na sua posição defensiva... Rei aumentara as unhas da mão direita em trinta centímetros...
- A kugikami, a kekke-genkai em extinção... - murmurou ele com um sorriso sarcástico. - Que esse assunto se encerre com esta conversa e com o meu desaparecimento... - Ikuza sacou de uma kunai. - Arigato, Mai, uma vez mais... ^.^ - cravou-a no coração e desapareceu...
Kattomy Rei encolheu as suas afiadas unhas e nunca mais voltou a falar no assunto, até porque ela e Jin já tinham dado por terminadas as suas funções shinobi...
...
Najime Ikuza fez uma pequena reação satisfatória ao receber o conhecimento ganho pelo seu clone...
- Que foi!? - Perguntou-lhe Senshou.
- Ah! Nada... Lembrei-me de algo sem muita importância...
...E continuaram o seu caminho...
*

^v^v^v^v^v^v^

Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Anotherx

Administrador | Ame
Administrador | Ame


Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : Marinhais (Santarém)
Número de Mensagens : 1269

Registo Ninja
Nome: Sikira Eleison
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1595
Total de Habilitações: 85

MensagemAssunto: Re: H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar   Dom 7 Fev 2016 - 2:26

Olha o Ikuza com a mania que pode quebrar a quarta parede, levou logo uma chapada xd

Então pelos vistos ele ser mariconço não é só uma forma de descrever as atitudes... é mesmo um plot point o.o

Gostei do filler, apesar de a história ainda estar num estágio "prematuro" isso é perfeitamente compreensível para o segundo filler onde fizeste um óptimo trabalho a desenvolver as duas personalidades. Estou bastante curioso por ver os restantes membros que vão integrar na NISO.
Os momentos mais relaxados foram bons e o wordplay do "Nakama - Na cama" matou-me x)
Ah... também agradeço bastante pelas informações em spoiler referentes à história da Mai xd

Agora que disse tudo o que achei bem não penses que te escapas, vêm aí os piparotes!
Vou começar pela formatação que tal como o Rich comentou no primeiro filler por vezes torna-se um tanto confusa, penso que quando este filler foi escrito cedito e por isso ainda tens desculpa, mas no próximo já não x)

Cada um tem direito ao seu estilo de escrita, uns mais únicos que os outros (um bom exemplo é o do Lipe) e se queres fazer algo um pouco diferente do habitual com smileys no meio e tal respeito isso completamente, no entanto à coisas que devem ser melhor controladas Razz
Estou a falar do abuso de reticências que a única coisa que faz é deixar o leitor um pouco perdido e por vezes até irritado.

Segundo aconselho-te a não utilizar o teu próprio tópico no canal RPG do jornal shinobi, ou pelo menos não desta forma Neutral
Quando estava a ler esse tópico assim que me apercebi que continha um pequeno spoiler deste filler dei logo ctrl + w, mas acredito que muita gente não fez isso e ler spoilers desmotiva a leitura do filler.
Afinal, para quê ler um filler quando já leste um resumo de uma linha do que vai acontecer no filler mais recente?

Sei que criaste o tópico com boas intenções mas a minha opinião é que comparado ao blog cronológico, o jornal só beneficia  aqueles que não querem ler os fillers mas querem estar a par da história :p

E é isso, desculpa lá a minha parede de texto que ao final de contas acabou por não dizer quase nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Membro | Suna
Membro | Suna


Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5166

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2850
Total de Habilitações: 180,75

MensagemAssunto: Re: H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar   Dom 7 Fev 2016 - 6:21

Não me incomodam absolutamente nada paredes de texto como essa. Pelo contrário!

Fico contente que se comecem a vincar um pouco as personalidades das personagens, para o leitor, isso vai continuar a acontecer...

De facto já tinha escrito este e mais dois treinos antes do primeiro comentário, mas continuo a tentar absorver as dicas... (cá estão as reticências que não vou apagar desta vez).
É um vício que parece que está a acontecer e que tenho de tentar perder... (
Quanto ao tópico, confirmas o que a Shibi me tentou avisar e que ignorei com a minha teimosia... Como explico lá, a intenção era boa: fazer publicidade ou preview como nos "reclames" de filmes e telenovelas, podendo isso chamar o interesse de outros membros do forum... O teu feedback revela um efeito contrário, então peço-te, já que és Mod, para bloqueares o tópico s.f.f., ou apagares até, se quiseres... Smile

Por último concluo o assunto da formatação...
A verdade é que uso (quade) as regras básicas da escrita narrativa e não devo mudar isso... Também não vou distinguir partes ou diálogos por cores, pois não me sinto à vontade, sendo que escrevo offline, sem codificação, e uso muitas vezes o tel. para publicar (é a forma que tenho de me manter ativo). Posso tentar criar mais intervalos de espaço para não sobrecarregar... :/


Obrigado pelo comentário!


Edit: gostava de ler um resumo teu pra seguir a tua história...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Kamus

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 104

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 275
Total de Habilitações: 70,75

MensagemAssunto: Re: H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar   Qua 10 Fev 2016 - 19:03

Pois cheguei. O seu role play é bastante diferente dos que eu costumo (ou costumava...) ler, geralmente quem põe emojis em texto o faz muito mau. Mas por incrível que seja, o teu uso dessa ferramenta (que é também textual, é quase que um ideograma) não me desagrada, pelo contrário, até me arrancou uns risinhos.

Gosto bastante do sensei que você criou, o Ikuza é bem tipo brincalhão, mas isso faz com que ele não tenha nada a ver com os outros senseis que gostam de gabar sobre as suas habilidades.

Eu só chamaria sua atenção pro fato de o protagonista estar ficando meio apagadinho em relação ao Ikuza... então talvez tome um pouco de cuidado com isso, tente fazer com que as ações (e as não-ações também, as omissões e passividades) do Himura produzam significado e interesse sobre o personagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
GhosTTerroR

Membro | Suna
Membro | Suna


Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5166

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2850
Total de Habilitações: 180,75

MensagemAssunto: Re: H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar   Qua 10 Fev 2016 - 23:10

^ isso é um bom aviso e muito bem observado, mas eu estou já já trabalhando nessa situação. A vantagem é que Senshou tem que se mostrar e evoluir e Ikuza já não sobe mais seu rank, mas ele tem uma personalidade de destaque sim. Ambos são como personagens principais...

As "emoções" foram algo que decidi experimentar nesta nova história. Eu estou a gostar e as críticas não estão sendo más.. xd

Obrigado pelo comentário.

Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Malkuth

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin


Sexo : Masculino
Idade : 18
Número de Mensagens : 259

Registo Ninja
Nome: Ikki Kaguya
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar   Sex 26 Fev 2016 - 3:38

"2° Nós agora somos "nakama", camaradas... Não é "na cama"! Apesar de já teres 18 anos, não te ponhas com ideias, não fazes o meu tipo...
O.o!?%!?" KKKKKKKKKKKKK po, melhor parte.

É uma forma bem original e cômica de escrever que tu tens aí, algo que não é tão fácil de se fazer. Fiquei um pouco confuso com a variedade de personagens logo de início, mas nada que os spoilers não resolvessem. Vou continuar o restante dos fillers...

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
H.S. ~ Chapter I - Um shinobi invulgar
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Fillers-
'); }