Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kamus

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 104

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 275
Total de Habilitações: 70,75

MensagemAssunto: Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil   Qui 11 Fev 2016 - 5:29



Parte 1

À entrada de um vasto patio, Kamus observava uma orda de estudantes de olhos alvos se agrupando para o início do treinamento. Ainda que um pouco indeciso da forma como devia fazer a sua entrada, fez questão de vir com sua bandana recentemente ganha amarrada firmemente à testa, mesmo que não gostasse de usá-la naquela parte do corpo. Aguardou alguns instantes para que mais pessoas chegassem e então entrou, respirando profundamente numa tentativa de liberar a tensão e se fazer sereno.

Quando o instrutor chegou, todos os alunos já estavam nos devidos lugares, organizados em fileiras dispostas pela própria intuição de organismo dos alunos. Postado em frente a todos, o chuunin responsável pelo treinamento do dia estranhou ao ver Kamus ali e inclusive começou balbuciar alguma coisa, mas que não ultrapassou a acústica da própria boca. No momento que percebeu a atenção dos outros sobre si, Kamus soergueu levemente a cabeça para fitar o instrutor. Se a bandana brilhou ou não avultando o orgulho do garoto, não se sabe, mas algo os fez recuar, talvez uma pequena labareda branca no teu olhar.

Deu-se início a um dia comum de treinamento com os habituais exercícios de aquecimento corporais. Mesmo com os pesos de 10 quilos em cada membro do corpo, Kamus não teve dificuldade em fazer os abdominais e as flexões cobradas, nem de se manter equilibrado de cabeça para baixo por um período de tempo perfeitamente equiparável ao dos outros. Nos seus treinos a sós ele já usava pesos maiores, mas preferiu não arriscar subestimar a cobrança do treino de um Hyuuga. Terminou o aquecimento apenas transpirando um pouco mais, nada que realmente o comprometesse.

- Agora formem duplas - disse o instrutor.

Kamus se fez completamente perdido, o coração acelerando no peito. Pareço uma criancinha no primeiro dia de aula, pensou, furioso consigo mesmo. Ficou parado no meio do pátio enquanto os pares se formavam com toda naturalidade. Quando por fim pensou que não sobraria ninguém para acompanha-lo, uma mão o tocou no ombro. O seu corpo se eriçou todo com a potência da leveza daquele toque. Ao se virar, Kamus deu de cara com um dos alunos mais experientes do lugar, que provavelmente já estava a se preparar para o exame Chuunin.

- Venha comigo - disse o garoto, a voz áspera, mas surpreendentemente sem malícia.

- Nem pense nisso, Kirou - cortou a voz estridente de uma menina. - Combinamos que seria eu a dar as boas vindas ao próximo calouro que tivéssemos. - Fuzilada pelo olhar do garoto em resposta, ela sorriu, cheia de si, a desinibição desenhando-se nos contornos dos seus lábios. - Ou será que você andou treinando e quer colocar o seu "direito à supremacia" à prova numa disputa comigo, como da outra vez?

Kamus engoliu em seco. A cena, tão veloz, foi assustadora. A face de Kirou estava pintada de humilhação - enrubescido, ele fungou, amuou, e então se afastou à procura de outro par.

- Kamus, não é? - ela perguntou, tentando ignorar o fato de que o garoto ainda estava estático diante dela. A resposta foi um consentir de cabeça - Eu sou Lyn - fitou o novato. - Tudo bem. Vamos começar.

No instante em que parou de falar, ela assumiu uma postura de guarda, o braço direito como um arco na frente do seu corpo, a palma da mão aberta num convite à destruição. Piscou os olhos, e o Byakugan já estava ativado. No conjunto desses pequenos movimentos, dentro de um átimo, Kamus sentiu algo amedrontador se formando em torno do corpo da menina. Estou fodidíssimo, nunca vi alguém dar tanta impostura ao próprio chakra sem fazer absolutamente jutsu nenhum. Num impulso de auto defesa, Kamus levou suas mãos aos bastões nas costas mas congelou no movimento. Era a oportunidade que tinha para treinar o seu Juuken.

- Garoto, relaxa. Prometo que acompanho o seu ritmo - disse ela, sorrindo novamente, mas ainda mantendo a postura de luta.

Levando a mão direita ao rosto com o selo da cobra 巳, Kamus concentra seu chakra e ativa o Byakugan. Em seguida, abrindo seu corpo para portar-se em posição de batalha, ele vai pouco a pouco envolvendo as palmas das mãos com chakra, mantendo uma força que considerava fosse suficiente para manter pelo menos um tempo de combate.

- Desvie e defenda - o tom que ela usou foi de aviso.

Deu alguns pequenos passos à frente, quase imperceptíveis de tão velozes, e começou a desferir suas palmas na direção do corpo de Kamus. Ele já esperava que os ataques estariam fora do alcance do seu poder, mas ainda assim se surpreendeu - e mais ainda, se admirou - com o controle absoluto que ela tinha sobre cada ação que fazia, do diálogo à luta. Embora ela cobrasse toda a atenção e esforço dele para se defender e desviar, deixava evidente que, se quisesse, poderia acabar com aquilo num único movimento.

Ela manteve o ritmo do ataque inicial completamente estável, e Kamus soube lidar com ele extremamente bem - movendo-se em pequenos passos e vibrações corporais, desviava-se de alguns ataques; de outros, que vinham querendo pegá-lo desprevenido, ele se defendia a tempo com sua Shukuken. Quando a mão começava a latejar, reforçava com cuidado o chakra que a envolvia.

Nesse ínterim, sentindo-se seguro demais, por um momento de ilusão achou que conseguiria dominar a situação. Prevendo uma determinada sequencia de ataques, Kamus recobra toda a sua força e surpreende a garota acertando-a num ponto entre o ombro e o bíceps do seu braço direito. O ataque, com a força máxima do Juuken do garoto, girou o corpo de Lyn para trás. Tendo o júbilo da sua estratégia acertada subido à cabeça, num impulso ele tenta aproveitar a situação para atacá-la ainda mais. Mas Lyn desvia e se afasta alguns passos, lançando um olhar irado que fez o garoto tremer e tomar consciência de si. A menina, já consumida pela fúria, se atraca ferozmente sobre o corpo de Kamus, que tenta se defender desesperadamente - em vão. Ela acerta os dois antebraços do garoto, e isso é suficiente para que ele se veja no mesmo instante incapaz de usar chakra nas suas mãos. Em seguida, sem lhe dar tempo para pensar, ela faz um rápido movimento com o braço que, embora nem sequer tenha tocado no garoto, arremessou seu corpo longe. O voo só parou ao bater as costas contra um obstáculo de madeira, e então se estirou desfalecido no chão.


***


Parte 2

Quando despertou, estava deitado numa maca a um canto do pátio de treinamento. Desconfiado, observou ao seu redor, estranhando o fato de ainda estar ali. Os alunos estavam todos dispersos, provavelmente numa pausa pra descanso, mas nenhum deles parecia estar interessado nele. Parando, enfim, para sentir o próprio corpo, Kamus acabou achando que seu estado realmente não estava lá mau. Levantou-se, e a não ser por uma fraca dor espalhada pelo corpo, movia-se muito bem. Testou usar chakra e também não teve problemas.

- Um enfermeiro veio aqui cuidar dos seus ferimentos e garantiu que você ficaria bem. Está liberado para ir embora ou continuar no treinamento conosco, a decisão é sua - disse o chuunin instrutor, aparecendo meio repentinamente.

- Obrigado. Se não for um problema, eu realmente gostaria de insistir - Kamus falou, observando ao redor. - Onde está a Lyn? Gostaria de me desculpar com ela. Fui desonesto durante o treino, eu que acabei causando isso.

- Dispensei-a - respondeu com brusquidão, tentando dar ares de bom disciplinador. - Não se justifica o que ela fez. Aliás, ela estava meio abusada recentemente, acho que precisava dessa lição.

Kamus ficou um tanto indeciso... aquela não lhe parecia a solução adequada para o problema. Mas se sentiu feliz por não terem expulsado-o do treinamento, então decidiu que por hora não se preocuparia com isso e colocaria de lado o desastre que havia acabado de provocar.

Ao retorno dos alunos, o mesmo garoto do início, Kirou, se prontificou a continuar a treinar com o novato. Algo no seu jeito, no seu altruísmo naturalizado e na sua tranquilidade exageradamente forte incomodava a Kamus, que também não se agradou de novamente ser colocado a par com alguém tão mais habilidoso. Mas agradeceu. Era a oportunidade que tinha.

O treino recomeçou. Dessa vez, Kamus se pôs em posição de ataque, desferindo seus golpes de punho gentil no garoto que defendia-se sem grandes dificuldades. Ao longo do treino, acabou por começar a perceber, mesmo que levemente, que alguns movimentos que havia aprendido começavam a ganhar mais fluidez e variação entre si, de forma que as possibilidades de combinação pareciam ganhar ares de autenticidade e autonomia.

Quando as posições foram invertidas - Kamus passou a se defender e Kirou a atacar -, o novato começou a perceber que a suposta naturalidade do comportamento do outro estava vacilando. Não compreendia exatamente o sentido, mas nos momentos em que Kirou reparava em algumas aberturas de Kamus em que ele se mostrava mais fácil de ser atingido, com a defesa mais vulnerável, um risinho precisava ser forçadamente controlado.

Kamus se pôs ainda mais alerta do que de costume, mas não demorou para que Kirou respondesse as suas dúvidas com um ataque completamente fora do padrão, com uma força descomunal, inclusive muito mais destrutiva do que havia sentido nos ataques de Lyn. Surpreendeu-se, mas não a tempo de vacilar - meteu logo suas mãos às costas buscando os seus tão amados bastões. Kirou continuou vindo para cima sem se amedrontar. Kamus retrocedeu apenas alguns pequenos passos até conseguir a abertura que precisava - então, num movimento veloz, ele encaixou seus bastões no pulso de cada braço do adversário, forçando um giro que abriu completamente a guarda do outro. Prosseguindo na combinação, Kamus desferiu um chute entre o peito e o estômago de Kirou, cujo estralo foi tão forte que sobressaiu-se aos sons do treinamento dos outros alunos.

O que acontece em seguida cai em cima de Kamus como um vulto - alguém grita seu nome, depois milhares de dores abomináveis sucessivas começam a lhe picar pelo corpo, transformando-o num caco incapaz de sequer mover-se. Por último, uma explosão e muito, muito calor.


***


Um odor delicado pinica o nariz e o faz piscar.

- Afinal, as flores...

- Kamus, seu desgraçado filho duma... - era Rhina.


Última edição por Kamus em Seg 15 Fev 2016 - 0:44, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 18
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1715

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil   Qui 11 Fev 2016 - 10:33

Reservado
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 18
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1715

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil   Qui 11 Fev 2016 - 10:49

H.N
Ninjutsu: 4
Taijutsu: 4 + 0,75 = 4,75
Kenjutsu: 2 + 0,25 = 2,25
Genjutsu: 0
Selos: 2 + 0,25 = 2,25
Trabalho de Equipa: 0

H.C
Força: 2 + 1 = 3
Agilidade: 3 +  0,5 = 3,5
Controlo de Chakra: 3 + 0,75 = 3,75
Raciocínio: 2 + 0,25 = 2,25
Constituição: 2 + 1,25 =  3,25

5/7
24 + 5 = 29

Comentário: Bom, devo admitir que sendo o teu primeiro treino eu acabei por ser um pouco benevolente. Não tenho muito a apontar pois achei um treino bastante bem escrito, mas deves ter atenção em descrever melhor o que fazes. Quantas flexões fizeste? Custou muito, custou pouco? Desviaste com agilidade ou com lentidão? Tem atenção a estes pequeninos aspetos que te podem render muitos pontos. Mas, para primeiro treino, os meus parabéns.

Atualizado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
Kamus

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 104

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 275
Total de Habilitações: 70,75

MensagemAssunto: Re: Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil   Sex 12 Fev 2016 - 16:34

@Rich escreveu:
Comentário: Bom, devo admitir que sendo o teu primeiro treino eu acabei por ser um pouco benevolente. Não tenho muito a apontar pois achei um treino bastante bem escrito, mas deves ter atenção em descrever melhor o que fazes. Quantas flexões fizeste? Custou muito, custou pouco? Desviaste com agilidade ou com lentidão? Tem atenção a estes pequeninos aspetos que te podem render muitos pontos. Mas, para primeiro treino, os meus parabéns.

Atualizado.

Grato pela avaliação, mas também por chamar atenção a esses detalhes. Vou tentar ser um pouco mais meticuloso ao narrar as ações e reações durante o treino em si.

ps: não posso deixar de elogiar a bela assinatura, tanto a cena quanto a trilha sonoro (FKA twigs é tuudo de bom)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
GhosTTerroR

Membro | Suna
Membro | Suna


Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5166

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2850
Total de Habilitações: 187,5

MensagemAssunto: Re: Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil   Sex 12 Fev 2016 - 21:04

Os treinos = ação!
Pena que muitas vezes passam despercebidos pois a atenção se foca em Fillers.

Está aí uma boa coreografia de combate, gostei.
Os bons concelhos para ganhar pontos o Rich já deu...

Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
 
Episódio 02 [Treino] A flor, afinal, numa palma gentil
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Treinos-
'); }