Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão Rank C - Porcos de Combate

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anotherx

Administrador | Nukenin
Administrador | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Marinhais (Santarém)
Número de Mensagens : 1284

Registo Ninja
Nome: Kaguya 'Shiro' Shirogane
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 700
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Missão Rank C - Porcos de Combate   Seg 21 Mar 2016 - 1:27

Rank da missão: C
Titulo da missão: Porcos de Combate.
Descrição: Um grupo de jovens gennins roubou porcos de uma fazenda nas proximidades da vila. Ao roubar os porcos eles começaram a utiliza-los como montaria para fazerem brincadeiras, corridas e até mesmo combates em cima dos porcos. O objetivo é encontrar essas crianças, leva-los para a policia para que eles tomem as providencias e devolver os porcos a seu dono.
Recompensa: 600 Ryos + 1 Scroll de novo jutsu + 1 Ponto de Cumprimento.
Número de Ninjas: 2 - 4
Pessoas Inscritas: Naho Kita (SP-KK), Uchiha Takeshi (Rich)


Última edição por Kylo Soldier em Sab 14 Maio 2016 - 19:32, editado 1 vez(es) (Razão : Sem razão especificada)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://wanwan.moe
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1766

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sab 14 Maio 2016 - 13:39

Eu fico já inscrevido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 940

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 4495
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sab 14 Maio 2016 - 13:45

Inscarabelho-me também.
E deus proteja esses porcos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Uchiha Alex

Membro | Konoha
Membro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 14
Localização : Bahia-Brazil.
Número de Mensagens : 18

Registo Ninja
Nome: Uchiha Alex
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 31,75

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sab 14 Maio 2016 - 18:59

Me inscrevo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kylo Soldier

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 97
Localização : Algum lugar do mundo.
Número de Mensagens : 874

Registo Ninja
Nome: Uchiha Sekai
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sab 14 Maio 2016 - 19:31

Rich e SP inscritos!

Uchiha Alex, não podes fazer missões de Rank C ainda. É só depois de 45 Pontos de Habilitações, no total, que poderá, como Gennin ir em uma missão Rank C. Ainda tens 28, então se quiser escolher uma missão de Rank D fique avontade.


Podem começar:

  • Uchiha Takeshi
  • Naho Kita


Boa Sorte!


Última edição por Kylo Soldier em Sab 14 Maio 2016 - 20:58, editado 2 vez(es) (Razão : Erro ortográfico.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1766

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sab 14 Maio 2016 - 22:07

A porta do escritório de Shikaru recebeu duas batidas rápidas, tendo sido aberta pela permissão do Jounin. Uma mancha de cabelo ruivo espreitou para dentro da sala e uma cara sonolenta espreitou entre os fios de cabelo mal penteados:
- Posso? - perguntou Naho
Shikamaru sorriu ao ver a jovem Kita "entusiasmada" por ter sido destacada para mais uma missão:
- Hai, hai. Senta-te! - estendeu a mão para uma das cadeiras em frente á secretária. A jovem cumprimentou-o e sentou-se na cadeira, aguardando pelas instruções do prodígio Nara. Este segurou num dos pergaminhos que tinha abertos na sua frente e começou-o a lê-lo num tom claro e audível - Um grupo de jovens gennins roubou porcos de uma fazenda nas proximidades da vila. Ao roubar os porcos eles começaram a utiliza-los como montaria para fazerem brincadeiras, corridas e até mesmo combates em cima dos porcos. O vosso objetivo é encontrar essas crianças, leva-los para a polícia para que eles tomem as providências e devolver os porcos a seu dono.
Os olhos sonolentos de Naho abriram-se quando a palavra "vosso" chegou-lhe finalmente aos ouvidos, como que recebendo uma injeção de adrenalina:
- Hum, disse "vosso objetivo"? Eu pensava que tinha sido destacada para esta missão sozinha. Quem é que me vai acompanhar? - a sua sobrancelha erguia-se revelando a sua desconfiança. Na sua mente só gritava "O Itari não, o Itari não, POR FAVOR O ITARI NÃO!!".
- Bom...tivemos que destacar mais uma pessoa para esta missão - não só pelo facto de ser uma de rank C e ajuda é sempre bem-vinda - mas também porque, devido aos acontecimentos de algumas semanas atrás, o Conselho da Vila requiriu que levasses, erm...vigilância. - Naho ficou embasbacada com aquilo. Não o demonstrou claro, mas por dentro sentia-se extremamente ofendida por não acharem que ela estava suficientemente à altura de fazer uma missão sozinha. Da sua boca só saiu um seco "Entendo". - O teu parceiro deve estar mesmo aí a rebentar - riu-se, para a surpresa da jovem - Ele foi lá abaixo buscar café, se bem que eu ache que cafeína não seja a melhor opção...
Fez-se luz na cabeça de Naho: "O teu parceiro deve estar mesmo aí a rebentar"..."cafeína não é a melhor opção para ele"...
- Não me diga que é o Tak... - mas a sua frase foi interrompida pelo bater da porta.
Á entrada da sala encontrava-se um rapaz alto, de cabelos longos e vermelhos, t-shirt, calças e sandálias pretas e uma bandana vermelha de konoha atada na testa. Os seus olhos âmbar pareciam estar em chamas e os seus lábios formaram um ligeiro sorriso:
- Ah, já chegou. - a sua voz grave ecoou pela sala. Nas mãos trazia três café ainda quentes, distribuindo-os por Shikamaru e pela Kita - 'Tás pronta? Zimbora que já se faz tarde, moça.
Naho olhou desesperada para Shikamaru, tendo recebido um riso e um anuir de cabeça por parte do Nara. Inspirou fundo, pegou no seu arco e aljava e acomodou-os ao ombro. Depois de tudo arranjado, a dupla saiu do escritório em direção á fazenda.

--//--

- Então, os seus porcos desapareceram do nada?
- Hai. Eles estavam na cerca fechada, como sempre os deixo, na altura em que me fui deitar. De manhã, quando fui vê-los e alimentá-los, tinham desaparecido! A única coisa que restou foi este bilhete que deixaram dentro da cerca. - o fazendeiro entregou o bilhete a Naho, que o leu em voz alta.
- "fOztE gaMáDu". Sim, isto é promissor, sem dúvida. Não se preocupe, nós vamos recuperar os seus porcos.
- Muito obrigado, meus jovens. Aqueles porcos são bastante valiosos! Eles são bastante inteligentes e foram treinados para servirem diversos propósitos desde espionagem a montadas...Por favor, tragam-nos sãos e salvos.
A dupla afastou-se do velho fazendeiro, aproximando-se da cerca onde o rapto tinha acontecido:
- Tu ouviste bem o que ele disse? Eu vou TÃO montar um daqueles porcos... - murmurou Takeshi. Naho apenas abanou a cabeça porém, secretamente, ela pensara no mesmo. - Bom tu que és caçadora, dá aí uma vista de olhos ao terreno. Eu só vejo bosta de porco e nenhuma pista!
- Eu cá pejo umas dezenas de pegadas em direção à floresta. - ripostou Naho. Takeshi tentou procurar pelas pegadas sem sucesso, chegando a perguntar onde é que ela as estava ver. A konohanin suspirou e iniciou o seu raciocínio - Estás a ver esta relva? O facto dos animais desta quinta andarem por aqui a lavrar, faz com que ela se mantenha curtinha e praticamente aparada. Ora, isso também permite que seja mais fácil ver-se o rasto que algo mais pesado deixa no terreno. - apontou depois para a entrada da quinta - Nós viemos dali. Ver as nossas pegadas é difícil, mas com um olhar atento ainda consegues ver marcas distintas no chão. No entanto, um porco DE CERTEZA que é mais pesado do eu ou tu, e é por isso que consegues ver as marcas das patas...ali, ali e ali - continuou a sua explicação - Ora, uma vara daquele tamanho deixaria um bom rasto no chão e esse mesmo rasto começa... - deu um passo para a entrada da cerca - E continua por ali. Vamos. - e iniciou uma marcha pelo trilho que a vara deixara, sempre atenta ao chão e ás pegadas dos porcos.
Takeshi revirou os olhos e bufou:
- Ugh....caçadores. - e correu para a acompanhar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 940

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 4495
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sex 20 Maio 2016 - 17:47

Com a proficiência de Naho a seguir rastos, não demorou muito até o duo se deparar com o local onde se encontravam os suínos - uma pequena herdade isolada no meio de nenhures, a alguns quilómetros da Vila da Folha. Apesar de não terem contacto visual, conseguiam ouvir ao longe a azáfama de roncos e guinchos dos pobres porcos, misturados com altos risos deleitados.

-Não é um armazém, mas também deve dar para rebentar com ele. - Troçou Takeshi, dirigindo-se à sua pupila temporária.

-Diz o pobre ao roto. - Reclamou Naho prontamente, sem pensar. Acabava de dar um gole num cantil de água, apontando para o edifício de madeira que lhes bloqueava a visão. - Indo ao que interessa, qual é o nosso plano de ataque?

-Nosso? Chica, estás sozinha nisso. - O rosto de Takeshi encontrava-se neutro e sério, mas a sua voz escondia uma pitadinha de escárnio e picardia. - Eu só estou aqui porque precisas de um babysitter. Isto é uma missão simples que qualquer gennin faria nas calmas. Não penses que só porque tens companhia mais... Qualificada, vais ter a papinha toda feita.

-Huh. - Naho deteve-se por momentos, uma mão a descansar nas suas ancas enquanto coçava o queixo com a outra, pensativa. Takeshi observava-a em silêncio, intrigado, já que esperara uma reacção indignada mais imediata. Em vez disso ali estava a ruiva: a olhar para o chão e a considerar as suas hipóteses, feita uma idiota. Pelo menos, era isso que o shinobi assumia que ela estivesse a fazer. Na realidade, Naho apenas estava em busca de qual a maneira mais eficaz de fazer Takeshi ajudá-la como era suposto, sem ter necessariamente de se vergar à humilhação de ter de pedir "por favor". De um momento para o outro a jovem arrancou uma flecha artesanal da sua aljava, espetando-lhe uma tira explosiva na ponta. -Ok, volto já.

-Calma, calma, calma. - Pediu Takeshi, tendo num piscar de olhos concentrado chakra e agilmente realizado um Shunshin, que o colocou entre a rapariga e a herdade. -Não te vamos meter já em problemas.

-Que problemas? - Inquiriu Naho com um leve trejeito, fingindo inocência.  - Só vou trabalhar como normalmente.

-Urg. Sabes que mais, guarda a porra da flecha. - Takeshi grunhiu, fazendo uma careta. No caso de Naho, trabalhar normalmente era o problema. O jovem nem notou enquanto o rosto da rapariga se contorcia, discretamente, numa mistura expectante de falsa ingenuidade e gozo, mantendo-se imóvel. - Estou a falar a sério, guarda essa porcaria. Vamos lá os dois só ver o que se passa.

-Se insistes. - Naho encolheu os ombros, colocando a flecha na segurança da aljava novamente enquanto escondia um sorriso vencedor. Tal como assumira. Independentemente se Takeshi ali estava para "tomar conta dela" ou para ajudar na missão, decerto não quereria a sua reputação manchada por uma pirralha a estourar com edifícios debaixo do nariz dele. Claro que não. Essa era a função dele. - E então, fazemos o quê?

-Pedimos com jeitinho que nos devolvam os porquinhos. Senão, Katon nas trombas.

---

-Eles são... - Takeshi olhava embasbacados para o espetáculo à sua frente, sendo interrompido por uma discreta cotovelada por parte de Naho. Não que a rapariga não partilhasse do mesmo espanto, mas a situação já era constrangedora o suficiente.

-Sim, sim. E eu já vi aquele gajo ali ao fundo. Quase não o conhecia sem o vestido. - Apontou Naho em surdina. Takeshi estava tão embasbacados que nem notou o ridículo da afirmação da kunoichi.

-Não era suposto serem miúdos? Afinal temos a PORRA DE UNS ANÕES? - Berrou Takeshi. Imediatamente o grupo montado nos porcos, que até então estivera em festa, imobilizou-se em silêncio. Naho tapou o rosto com uma das mãos, inspirando profundamente como que a acalmar-se.

-Qual é o problema das florzinhas de estufa? - Gritou um dos anões montados nos porcos, dirigindo-se a Naho e Takeshi. Em menos de nada o largo grupo havia-se mobilizado, dirigindo os porcos que montavam para mais perto da cerca que os circundava de forma a ficarem mais próximos dos intrusos.

-Peço desculpa pela má educação do meu colega. - Começou Naho imediatamente, antes que Takeshi tivesse tempo de dizer o que quer que fosse. Duvidava que conversa os levasse a algum lado com aquele bando, mas tentar era o mínimo que podia fazer. - O dono da vara de porcos que estão a montar neste momento contratou-nos para os levar de volta à vila. Agradecia que saíssem de cima deles e os devolvessem calma e ordeiramente.

-Menina, deve estar enganada. - Começou o mesmo anão de anteriormente, falando em tom grave e arrastado. - Isto aqui são javalis furiosos de combate. 100% silvestres.

-Eles são porquinhos. - Contradisse Takeshi, de expressão carregada. O espanto de ter encontrado anões gatunos ao invés de crianças começava lentamente a dissolver-se, dando lugar a irritação crescente.

-Não são nada! - Contra argumentou novamente o anão erguendo ainda mais a sua voz, como que a compensar pela falta de altura que tinha em relação aos dois shinobis à sua frente. - São javalis selvagens, treinados para matar e sedentos de sangue! Não vê as presas?

-Isso é cartão... - Apontou Naho num tom de voz seco, seguindo o dedo com o qual o homem apontara para a boca do animal. Nos cantos da mesma podiam-se ver pedaços de cartão castanho cortados em formato triangular arredondado, em formato de presas de javali

-CALÚNIAS! - Disparou o anão, cuspindo dezenas de perdigotos sobre o duo de ninjas.

Com a irritação agora ao máximo, Takeshi começou imediata e rapidamente a realizar uma curta série de selos. Antes que Naho o pudesse impedir, já o rapaz havia terminado de concentrar e moldar o seu chakra, libertando um massivo Daitoppa que levou os porcos e os anões de arrasto por vários metros, criando uma confusão de guinchos e membros humanos e animais entrelaçados uns nos outros. Naho, lívida, não se deu ao trabalho de repreender o shinobi pela impulsividade. "Pelo menos foi vento. Ainda me transformava os porcos em bacon..." Seguindo a reacção do companheiro, Naho imediatamente agarrou o seu arco com uma mão e uma porção de Harigane com a outra. Rápida e eficazmente concentrou e moldou o seu chakra, imbuindo-o nas linhas que se tornaram imediatamente imaleáveis ao serem submetidas ao jutsu Tsunagime. Com grande destreza e agilidade colocou as linhas imaleáveis no arco, fez pontaria, e disparou-as para o solo perto de onde o amontoado de porcos e anões se encontrava. Ao embater no solo as linhas voltaram à sua consistência original, prendendo 2 ou 3 porcos que se encontravam mais próximos do seu local de impacto. "Devia ter usado uma quantidade maior de Harigane."

-Mais alguma das meninas tem reclamações? - Questionou Takeshi, num tom de voz subitamente moderado. Tendo como resposta apenas os grunhidos dos pequenos homens e os guinchos dos porcos, virou-se para Naho com um sorriso triunfante de orelha a orelha. - Vês? Simples, eficaz... É assim que se resolve uma missão.

Naho adoptou uma expressão que ficava algo entre o divertida e o enfadada enquanto apontava com um dedo para trás de Takeshi, urgindo a que este olhasse para a direcção por ela indicada. Quando seguiu as indicações da rapariga, Takeshi não conseguiu evitar um audível praguejo.
O seu Daitoppa havia lidado com os bandidos apenas temporariamente. Estes, no tempo que Takeshi levara a vangloriar-se a Naho das suas "fantásticas capacidades de resolução de problemas", haviam-se desembaraçado dos porcos e começado a fugir: deixando a cancela da cerca aberta. E eram bastante mais rápidos do que pareciam.

-Despacha-te, antes que aqueles cabeças de fósforo nos apanhem.

-CABEÇAS DE QUÊ C@&$%#O?!?!? - Perante o insulto Takeshi perdeu completamente a noção da realidade, ficando de tal modo "cego" que a única coisa em que se conseguia concentrar era a súbita raiva que rapidamente o consumia. A tatuagem que cobria parte do seu pescoço e ombro esquerdos começou a emitir um débil brilho, queimando-lhe a pele.

Ao seu lado, e distraída a acompanhar os movimentos dos porcos para se certificar de que estes não fugiam, Naho apenas reparou no que se passava com Takeshi quando um surto de calor repentino lhe incomodou a pele do rosto. Assim que se deu conta do que se estava a passar já o corpo de Takeshi se encontrava coberto por pequenas chamas. A jovem apenas teve tempo de dar um par de passos na rectaguarda antes que todo o corpo de Takeshi irrompesse em chamas num surto repentino de calor (Karyuka). Logo em seguida, concentrando o seu chakra Karyuka nas suas pernas, Takeshi agilmente exerceu força com as suas pernas, impulsionando-se rapidamente a poucos metros de altura do solo, deixando no seu caminho um trilho de chamas provenientes do seu corpo, completamente coberto por fogo (Fenikkusu no tsubasa no Jutsu). E assim, a uma altura baixa e com uma velocidade estonteante, Takeshi lançou-se em voo no encalço dos ladrões de suínos. Naho, por sua vez, ficou embasbacada a olhar.

-Não veio um maluco, mas arranjaram-me outro. Belo. - Lamentou-se a jovem em surdina, ainda a observar o trilho de fumo esbranquiçado que Takeshi deixara ficar para trás.

Foi acordada do seu transe pelos guinchos dos porcos, que entretanto se haviam desentrelaçado e a correr em círculos. Alguns deles, mais perspicazes, fizeram caminho até à porta da cerca que ainda se encontrava aberta. "Era só o que faltava." Naho não reagiu rápido o suficiente, e alguns dos porcos conseguiram escapulir-se. Assumindo que, mesmo usando um Shunshin, não chegaria a tempo de evitar a fuga de um maior número de suínos, Naho concluiu que a melhor solução era fechar a cancela a partir do local onde se encontrava, e então pôs esse plano em prática. Rápida e agilmente amarrou uma ponta de Harigane numa flecha, lançando-a contra a cancela da cerca com grande destreza após aplicar força a puxar a corda do arco. Ainda com a outra ponta da Harigane na mão, Naho puxou-a com toda a força que possuía, fechando eficazmente a cancela. Apesar de não a conseguir trancar a partir dali, o súbito estrondo da madeira a fechar assustou os porcos que ainda se encontravam nos limites da cerca, desencorajando-os de se manterem próximos da cancela. Concentrando chakra de forma precisa nas suas pernas, Naho realizou um ágil Shunshin para se colocar mais próxima da abertura da cerca. Vendo que os porcos começavam a correr para longe, concentrou chakra novamente nas suas pernas e agilmente, com outro Shunshin, colocou-se em cima da cerca. Puxou com força a ponta de harigane que ainda tinha nas mãos, recuperando assim a flecha que se encontrava presa na cancela. Sem desamarrar o fio, Naho concentrou chakra nele para o enrijecer com um Tsunagime. Colocou agilmente a seta na sua posição correcta sobre o arco, puxando mais uma vez a corda com força e atirando a flecha para o solo, de forma a tentar restringir os porcos antes que estes pudessem fugir para mais longe. "Se a atirasse para o lado ou atrás deles, arriscava-me não só a acertar nos porcos, como também a não prender nenhum deles caso eles fossem rápido demais. Espero não me ter enganado, e que atirar a flecha para a frente da vara não tenha sido uma má escolha." A flecha vincou-se no solo milímetros à frente dos porcos corredores, imediatamente a harigane se contorcendo sobre si mesma e apanhando a maioria dos porcos que fugiam: exceptuando um. Certificando-se de que os porcos que já prenderá não iriam fugir, Naho partiu em rápida corrida atrás do último porco. Apenas tinha corrido alguns metros quando viu algo que a deixou de boca aberta: o porco a escalar uma árvore em perfeita perpendicular à mesma.

-Kinobiri? Os porcos sabem usar jutsus?

O porco acabou por alcançar um ramo mais largo e forte da árvore, e aninhou-se no topo do mesmo. Naho podia facilmente prendê-lo daquele ângulo com um Tsunagime, mas... Depois como é que fazia o bicho descer? E se se tentasse aproximar por cima ou pelos lados, não teria um bom ângulo para intervir caso o porco, com o susto, caísse do ramo. Definitivamente, concluiu Naho, não era trabalho para uma pessoa só. Concentrou chakra nas suas pernas, realizando um Shunshin que a colocou alguns ramos acima do porco. De seguida voltou a concentrar o seu chakra, tentando ser o mais precisa possível, e realizou uma curta série de rápidos selos para criar uma cópia sua (Oboro Bunshin no Jutsu). Deixando o clone no topo da árvore Naho saltou do topo da mesma, concentrando e moldando o seu chakra utilizando alguns ágeis selos, criando das suas mãos um bolsão de ar que silenciosamente lhe amparou a queda, permitindo-lhe aterrar sem um único arranhão (Fuuton: Aoarashi). Assim que aterrou o seu clone deixou-se cair sobre o ramo onde o porco se encontrava aconchegadinho. O animal assustou-se, mas não caiu nem se atirou para o solo: em vez disso, desceu a árvore num rápido trote voltando a utilizar um Kinobiri. Naho quase perdeu a sua concentração ao observar aquele intrigante porco-aranha a realizar as suas manobras. Recuperou o seu foco rapidamente, aproveitando o momento em que o porco fazia a transição da árvore para o solo para concentrar novamente o seu chakra, moldando-o com rápidos selos e batendo com a mão no solo, perto das patas do animal assim que estas tocaram o chão, reduzindo-lhe drasticamente a velocidade (Kazesou).

Rapidamente Naho retirou uma porção de Harigane da sua bolsa de equipamento, fazendo um laço frouxo e colocando-o à volta do pescoço do porco. Sentia-se exausta pela grande quantidade de chakra que tivera usado até ali - na aflição de capturar e conter todos os porquinhos, pouco ou nada ligou aos seus limites. O porco debateu-se contra a linha encostada ao seu pescoço, levando a rapariga a temer que ele se lesiona-se. Naho suspirou, sem paciência. Levou a mão ao bolso, retirando de lá uma barra energética caseira constituída maioritariamente por frutos secos. Imediatamente o nariz do porco começou a tremelicar, tentando localizar a fonte daquele cheirinho apetitoso.

-Ah, tu gostas é disto. - Reclamou Naho, não conseguindo evitar rir-se da situação.

Usou a barrinha para manter o porco interessado em segui-la. Desembaraçou o grupo de porcos que prendera anteriormente enquanto estes tentavam fugir. Surpreendentemente, nenhum dos porcos parecia tão inclinado a fugir quando tinha por perto o cheiro de uma guloseima que era do seu agrado. "Devia ter-me lembrado disto mais cedo", lamentou-se Naho enquanto atraía os porcos para os limites da cerca, fechando e trancando a cancela atrás de si. De fora deixara o porco que fugira sozinho para o topo da árvore - agora que tinha a confiança dele, tencionava montá-lo para poupar as poucas forças que lhe restavam e alcançar Takeshi e o grupo de gatunos mais rapidamente. Esfarelou a barra de frutos secos, dando uma porção ao porco que ficara de fora e atirando a restante aos porcos que já se encontravam guardados.

Deteve-se por momentos antes de partir no encalço do seu colega de equipa. Não sabia como corria a perseguição nem como correria o confronto, mas estava quase certa de que no final de tudo Takeshi também se encontraria bastante cansado. Com um suspiro cansado, Naho amarrou o seu porco cuidadosamente à cerca, pulando por cima da mesma dando um impulso forte com os pés e exercendo força com os braços. Já mais calmos, foi fácil escolher um porco extra de entre o grupo enorme. Colocou-lhe uma harigane com os mesmos nós que metera no "seu" porco, afagando a cabeça do animal assim que terminou.

Munida de dois "porcos de combate", estando montada num deles e guiando o outro ao lado graças à Harigane, finalmente começou o trilho para junto de Takeshi - desta vez sem necessidade de seguir rastos ténues, já que o fumo branco que o shinobi em chamas deixara para trás ainda era visível no céu. Tudo o que tinha de fazer era seguir aquela linha clara, e certamente daria com ele.

Pelo menos, assim esperava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1766

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Dom 22 Maio 2016 - 20:08

A Fénix Humana não demorou a alcançar o grupo, tendo mesmo ultrapassado-os. Com uma potente aterragem, as pernas de Takeshi perderam a força por breves momentos e os seus tornozelos sentiram umas picadas quando chocaram com o chão. O choque da aterragem criou uma onda de calor e chamas, atirando os anões alguns metros atrás. O corpo do Uchiha não estava mais em chamas, mas os seus olhos continuavam com duas labaredas grandes o suficiente para fazer qualquer um pensar duas vezes antes de lhe dizer alguma coisa:
- Quem foi o anormal que nos chamou "cabeças de fósforo"? - gritou
Os seus punhos estavam fechados e chakra Katon concentrava-se naquela zona, criando uma aura vermelha em volta das mãos duas vezes o tamanho de uma bola de basket. Aos poucos, os ladrões foram se levantando do chão, enfrentando o Tocha de Konoha. O maior deles todos (não era muito difícil claro), de cara rabugenta e aspeto grosseiro deu um passo em frente:
- Fui eu! Mas quero-te ver a dar cabo de nós 7. - o anão estalou os dedos - Adultos que estatura pequena...ASSUMIR POSIÇÃO DE COMBATE!
Os restante 6 anões aproximaram-se do seu "líder", sorrindo maliciosamente enquanto caminhavam para Takeshi. Estariam eles mesmo convencidos que tinham alguma chance contra o Uchiha?
Focando chakra nos seus olhos o konohanin ativou o seu sharingan, olhando para os 7 adversários nos olhos. O combate chegara ao fim mesmo antes de começar.

Espalhou chakra pela área envolvente e criou uma cúpula ilusória, enquanto os anões continuavam a aproximar-se dele sem noção da alhada onde se tinham metido. Com um piscar de olhos, a área mudara. O terreno fora substituído por um templo grego, de pedra clara, sem tecto, localizado bem alto no céu, acima das nuvens, com o sol a pôr-se. Os anões pararam, olhando estupefactos para o local onde estavam:
- M-Mas....Seu Uchiha nojento!
Os pequenos-adultos re-começaram a sua corrida desenfreada contra Takeshi. Este apenas levou as mãos á cara por breves momentos, preparando um novo genjutsu. Com os ladrões já perto de si, Takeshi abriu as mãos revelando uma cara monstruosa, agonizante o suficiente para parar e traumatizar três dos anões, fazendo os outros abrandarem. Dois dos "sobreviventes" correram na sua passada engraçada, visando acertar em Takeshi com o que é que fosse aquilo que traziam nas mãos. Mas o Uchiha é mais rápido e mais forte e tendo o sharingan ativo tornava tudo mais fácil. Fletiu o braço e enterrou o cotovelo com toda a força na cara do primeiro anão, aproveitando o momentum para disferir um soco com bastante força na cara do anão oposto:
- Durmam. - e, aplicando mais força nos braços, empurrou a cabeça dos dois uma contra a outra, nocauteando os pequeninos.
Só restava o anão grande, o líder, o "mauzão". Este permanecia imóvel, pensando na melhor estratégia que podia tomar com o monstro há sua frente, mas Takeshi não tinha paciência para esse suspense todo. Focalizando chakra nas suas costelas, dois braços formaram-se nessa zona, permitindo a Takeshi concretizar o plano que o levou até ali com sucesso. Com um par de mãos formava os selos necessários para um jutsu e com o outro par, focava chakra nos selos nos pulsos. Com a preparação feita, o Uchiha lançou as mãos em frente:
- Kuchiyose: Raikō Kenka! Katon: Hōsenka no Jutsu!
As shurikens saíram disparadas com bastante maestria e ao mesmo tempo lançava uma rajada de Katon que imolava os projéteis. Os shurikens cortaram o anão nas zonas onde este não protegeu, mas não lhe valeu de nada. Com um ágil shunshin, o Uchiha aproximou-se do seu alvo:
- Boa noite Cinderela! - sorriu. Puxou o braço atrás, criando uma aura vermelha envolta do seu punho, aumentando o seu tamanho, e deu um último soco com bastante força no homenzinho, atirando-o alguns metros para trás K.O.
Takeshi suspirou, começando a sentir o forte cansaço que este gasto de chakra lhe deu. Manter o sharingan e tantas ilusões ao mesmo tempo não era nada fácil para ele.
Sentou-se no chão, arfando conforme súbitas dor físicas assolaram o seu corpo:
- M-M-Mas como...Eles não me atingiram uma única vez...
Sentia o seu chakra drenado e a cabeça andar à roda. Algo não estava bem. O seu 6º sentido alertou-o de algo, mas não foi a tempo de se desviar do golpe da espada no braço.
Ao virar-se para trás, deparou-se com o anão. Não havia tempo para perguntas, não havia tempo para sequer pensar numa explicação lógica.
O anão tentou mais um golpe descendente, mas Takeshi já tomara consciência de que se tinha de defender. Ainda restava energia suficiente para isso.

Com um ágil shunshin afastou-se do seu alvo recém-erguido e iniciou uma rápida combinação de selos em ambos os braços. Inspirou fundo e lançou uma densa nuvem de cinzas, focando Fuuton nas mãos que ainda formavam selos. Dois discos bastante largos formaram-se na palma das mãos e com um forte lançamento, Takeshi atirou as duas espirais. Quando estas cruzaram a nuvem de ciinzas, o Uchiha bateu com os dentes, imolando as cinzas. Os discos absorveram parte das chamas, ficando também eles a arder. Por sorte Takeshi ainda tinha o seu sharingan ativo, logo ainda conseguia ver o alvo para além do seu jutsu, por isso não foi difícil acertar-lhe com aquela "surpresa". Com um salto e um shunshin, o konohanin aproximou-se do líder caído, porém ainda consciente:
- Vê se desta vez dormes mesmo! - e deu-lhe um pontapé na boca, fazendo-o desmaiar.
Agora sim ele sentia BEM a repercussão de exagerar no ninjutsu. O ardor no braço ainda o afetava, mas era a fraqueza que o impedia de raciocinar. Não muito longe de si, o jovem ouviu o que parecia ser um trote rápido e uma voz feminina barafustar:
- Merda, e agora?
Olhou para a direção da voz, mas só viu uma mancha laranja meio embaçada - Naho.
A jovem auxiliou-se de uns poucos ágeis rápidos shunshins para se agachar junto de Takeshi:
- D-Dá-me a pílula que está na bolsa.... - murmurou. Ele próprio não tinha noção do desgaste físico e mental que aquelas combinações explosivas tinham nele. Naho levou a mão há bolsa ninja de Takeshi, retirando um pequeno comprimido azulado de lá, metendo-a na boca do seu parceiro de equipa. Este trincou-a, permitindo que a Pílula do Soldado lhe restaurasse por completo a sua energia e reservas de chakra:
- Holy shit, diós mio! Esta cena é DO MELHOR! - ele estava elétrico - Ok, Oi, obrigado por chegares a tempo - blá blá blá. Temos que os levar. Shhh não digas, eu tenho a solução. - enquanto falava, Takeshi não tinha reparado que a cada exalação, fumo saía do seu nariz, como um dragão prestes a lançar chamas. Ele também parecia estar prestes a soltar a energia em excesso e isso via-se pela sua respiração cada vez mais rápida e pelo fumo cada vez mais negro e denso - Ok, um momento, tenho que fazer uma coisa. - levou os dedos ao nariz e fechou os olhos, expirando com força. Chamas elevaram-se do seu cabelo e aos poucos foram ficando fracas até desaparecer. A respiração regularizou e Takeshi parecia mais calmo, para espanto (e medo da Kita) - Melhor agora - riu-se - Bom, tenho uma forma para levarmos os anõeszinhos.
Naho ergueu uma sobrancelha, tendo receio de o dizer:
- Como....?
Takeshi sorriu, cruzou os dedos num selo e espalhou chakra pelo corpo:
- Kage Bunshin no Jutsu!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 940

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 4495
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Qui 26 Maio 2016 - 18:29

-Eu não acredito que montas-te um porco sem esperar por mim. - Insistiu Takeshi num tom amuado, enquanto acabam de preparar os porcos para os transportar de volta para Konoha.

-Tinha demorado imenso tempo a alcançar-te se não o tivesse feito. - Justificou-se Naho, compenetrada a rapidamente realizar amarrações simples com harigane para que os clones de Takeshi pudessem montar os porcos e transportar os anões em simultâneo.  - E da maneira que quebras-te os teus limites, provavelmente não teria chegado a tempo de...

-Bla bla bla, palavras palavras. - Cortou Takeshi, sendo imediatamente interrompido por um alto chiado da galinha de borracha que Naho lhe atirou à cabeça com bastante força, fumentada pela irritação de ter sido interrompida. - Está bem pronto, desculpa.

- Apanha-me a galinha enquanto acabo de amarrar este, por favor. Mal acabe podemos ir embora. - Pediu Naho num tom de voz mais calmo, munindo-se de mais uma porção de harigane e rapidamente começando a realizar nós em torno do porco.

-Isto é estúpido. - Comentou Takeshi, encostado à cerca enquanto brincava com a galinha de Naho. Esta lançou-lhe um breve olhar inquiridor e curioso. O rapaz apontou para o edifício de madeira atrás de si. - Passei aqui perto tantas vezes, e nunca reparei nesta m€&#@ enorme.

-Há muitos desses por estas zonas. - Apontou Naho, dando uma palmadinha carinhosa no porco depois de acabar as amarrações, levantando-se de seguida e recuperando a sua galinha das mãos de Takeshi. Surpreendeu-se com o quão quente estava a borracha da mesma. Depois de agradecer ao shinobi, Naho pareceu ganhar novo vigor e entusiasmo quando voltou a falar. - Oh, falando nisso, encontrei umas ruínas mesmo porreiras há uns tempos! A uns quilómetros de Konoha, num descampado... Tens de ir lá ver aquilo um dia destes.

-Descampado a uns quilómetros de Konoha? - Ecoou Takeshi, subitamente submergido num estado pensativo e ausente. Naho confirmou. - Achas que podemos dar lá uma passada depois de completarmos a missão?

-Claro. - Acabou Naho a responder, de sobrancelha erguida. Não lhe cheirava que tudo aquilo fosse interesse por um monte de pedras velhas.

-----

-Estás a ouvir isto?

Um casal de vendedores, que acabava de sair pelos portões de Konoha, deteve-se juntamente com os guardas ao ouvirem um ligeiro ribombar ao longe. Este ia, aos poucos, ficando mais claro e audível, mais próximo, e fazia com que o chão por baixo dos seus pés começasse a tremer ligeiramente, como o prenúncio de que algo terrível estava prestes a acontecer. A senhora agarrou-se com força ao marido, correndo de volta para o interior dos portões e deixando a mercadoria para trás. Os guardas, por sua vez, semicerravam os olhos tentando perceber o que é que se aproximava na distância. Tudo o que conseguiam distinguir era o barulho cada vez mais próximo e mais forte, e uma massa ao longe que se ia aproximando - era impossível perceber o que se encontrava nela, já que estava rodeada de poeira.

-Izumo... - Sussurrou um dos guardas, sem nunca tirar os olhos da nuvem castanha que se aproximava agora a grande velocidade.

-Sim eu sei. - Respondeu-lhe o outro guarda, não desembainhando da sua arma mas deixando a sua mão próxima o suficiente do punho da mesma para a desembainhar mais rapidamente caso necessitasse de enfrentar o que quer que fosse que aí vinha.

Já a nuvem castanha se encontrava mais próxima quando o duo de guardas sentia o chão a tremer mais violentamente, acompanhado pelo ruído de cascos e de... Grunhidos de porco?
Do meio da poeira surgiu um suíno de cor rosa forte, dando um salto altíssimo no ar com as orelhas a abanar desenfreadamente, seguido de perto por outro. O caricato da situação fez os dois guardas ficarem de queixo caído, e terem a impressão de que o que viam à sua frente se passava em câmara lenta. O primeiro porco transportava às costas um rapaz alto, de cabelos vermelhos a ondular ao vento, pernas fortemente presas aos flancos do porco, uma mão a agarrar no que pareciam ser umas rédeas improvisadas com harigane, enquanto a outra estava bem erguida no ar e fechada num punho, acompanhado um "YEEEEEEEEE-AAAAAH!" berrado bem alto. Parecia só lhe estar a faltar o chapéu de cowboy. O outro porco seguia-o a curta distância, também no ar. Este por sua vez montado por uma rapariga consideravelmente mais baixa que, apesar de tentar ao máximo possível manter a pose, parecia tão ou mais empolgada que o seu companheiro por estar a montar um porco.

-Mas que raio... - Sussurrou um dos guardas enquanto os dois porcos aterravam no chão, a nuvem de poeira a dispersar-se e a revelar mais 7 porcos, montados por 7 rapazes de cabelo vermelho idênticos ao primeiro, todos eles a transportar ao colo um anão fortemente amarrado com harigane.

---

-Os porcos foram devolvidos em bom estado, e as crian... Erm... Os anões, foram entregues à polícia, e estão neste momento a ser processados. Não mataram ninguém, não explodiram com nada... - Shikamaru recapitulava as informações que lhe haviam chegado por parte da polícia e por parte do criador de porcos, observando Takeshi e Naho que haviam acabado de entregar os seus relatórios individuais. - Não me parece que vão surgir problemas desta vez. Vamos rever os relatórios, entretanto podem ir reclamar a vossa recompensa.

Os dois shinobis agradeceram, despedindo-se com uma respeitosa vénia e saindo da sala. Shikamaru observou-os enquanto saíam, sentando-se em seguida numa cadeira e munindo-se do primeiro relatório. O papel estava amarelado, queimado em alguns pontos, e bem longe de ser um documento apresentável para fins oficiais. O homem suspirou, desejando estar bem longe dali. "Até quando se dão bem nas missões são problemáticos..."

O duo, por sua vez, já havia regressado aos portões de Konoha. Detiveram-se por momentos, regados pelo silêncio, como se receosos do que estava para vir. Olharam um para o outro, Takeshi dando um leve aceno de cabeça como que a confirmar algo com a rapariga. Naho retribuiu com um aceno da sua parte. Num rápido instante concentraram chakra nas suas pernas, fazendo-se ao caminho com ágeis Shunshins.

FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1766

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Sab 28 Maio 2016 - 18:58

Bump
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 19
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1766

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Ter 31 Maio 2016 - 0:11

Bumpito laranjito
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Qua 1 Jun 2016 - 13:16

Reservo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Qui 2 Jun 2016 - 0:58

Avaliação de Uchiha "Fênix Humana" Takeshi

Habilitações Ninja

Ninjutsu: 43,25 + 1 = 44,25
Taijutsu: 9 + 0,75 = 9,75
Kenjutsu: 17 + 0,5 = 17,5
Genjutsu: 8 + 0,5 = 8,5
Selos: 25,25 + 1 = 26,25
Trabalho de Equipa: 7,5 + 0,25 = 7,75

Habilitações Corporais

Força: 8,5 + 1 = 9,5
Agilidade: 26 + 0,75 = 26,75
Controlo de Chakra: 47 + 1 = 48
Raciocínio: 13,25 + 0,25 = 13,5
Constituição: 25,5 + 0,25 = 25,75

Total da Avaliação: 7 + 0,25 T.E. / 7 + 1 T.E.

Somatório: 230,25 + 7,25 = 237,5


*****


Avaliação de Naho "Linhas Intermináveis" Kita

Habilitações Ninja

Ninjutsu: 6 + 1 = 7
Taijutsu: 1
Kenjutsu: 9 + 1,25 = 10,25
Genjutsu: 1
Selos: 6,25 + 0,75 = 7
Trabalho de Equipa: 3,25 + 0,25 = 3,5

Habilitações Corporais

Força: 7,5 + 0,75 = 8,25
Agilidade: 11 + 1 = 12
Controlo de Chakra: 5,75 + 0,75 = 6,5
Raciocínio: 7,75 + 0,75 = 8,25
Constituição: 4,75

Total da Avaliação: 6,25 + 0,25 T.E. / 7 + 1 T.E.

Somatório: 63,25 + 6,5 = 69,75



Atualizado.


Última edição por Orochi em Qui 2 Jun 2016 - 1:03, editado 1 vez(es) (Razão : Sem razão especificada)
Voltar ao Topo Ir em baixo
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 940

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 4495
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Qui 2 Jun 2016 - 13:44

Falta-me o ponto de cumprimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: Re: Missão Rank C - Porcos de Combate   Qui 2 Jun 2016 - 14:43

Atualizado
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão Rank C - Porcos de Combate
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }