Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 [Filler 9]Conhecidos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
SP-KK

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Feminino
Idade : 25
Número de Mensagens : 794

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5080
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: [Filler 9]Conhecidos   Dom 22 Maio 2016 - 1:14

Filler 9
Conhecidos

Haviam passado um par de dias desde a última “aventura criativa” de Naho Kita. No mesmo dia em que voltara para casa após a saída da prisão, a jovem foi recebida em casa pelo olhar horrorizado da mãe, que não pôde evitar o choque ao ver o aspecto chamuscado e o cabelo queimado da filha. O seu choque foi seguido por fúria, enquanto tentava obrigar a filha a sentar-se na cozinha para lhe cortar o cabelo queimado. A jovem, por sua vez, fez os possíveis e os impossíveis por fugir das garras da mãe. Acabou por ter de tomar refúgio no topo de um móvel alto na sala, defendendo-se da mãe com uma esfregona. Os irmãos acabaram por intervir eventualmente, quando a barulheira das duas mulheres da casa se tornou insuportável. Uma metade deles tentava acalmar a progenitora, enquanto a outra metade “picava” a matriarca ainda mais e a incentivava a ir buscar a tesoura de poda do jardim, alegando que uma tesoura normal “não teria força suficiente para cortar o cabelo da irmã”. Após a intervenção do marido, Miya acabou por concordar em deixar Naho em paz. Naho, por sua vez, não ficou totalmente convencia - enquanto descia para a segurança do solo, a mãe lançou-lhe um olhar perigoso e ameaçador que fez com que os cabelos da konohanin se arrepiassem por completo.

E assim começara o novo martírio da jovem. Castigo de duração indefinida, limitada ao seu quarto e à cozinha da casa, proibida pela mãe de sair para o exterior fosse qual fosse o motivo. Tudo isto em conjunto com a 3ª "Reunião Anual de Família" que faziam em um ano a bater à porta, mais uma vez planeada pelo seu pai. Essas reuniões eram sempre monótonas, e não passavam de receber os avós em casa, bebericar o cházinho e comer as bolachinhas que os mesmos traziam, e falar da vida - lamentarem-se da falta de motivação de Nidorai, louvarem o espantoso crescimento de Mane até ao jounin que era hoje, perguntarem-se que raio de milagre acontecera para Naho ainda estar viva, pressionarem Moryu a seguir o exemplo de Mane (ainda que com os seus tenros 15 anos, Moryu já fosse mais motivado do que devia), e rirem-se das malandrices de Noa e Masao, os rebentos mais jovens da família. Nunca nada de importante ou diferente era discutido, para além de pôr a conversa em dia. Era sempre o mesmo de todas.as.vezes. E ERA SEMPRE TÃO CHATO QUANTO SOAVA. E não havia maneira de nenhum dos intervenientes se escapar da reunião. Ou pelo menos era isso que Naho achava, tendo durante tantos anos procurado todo o tipo de desculpas para não comparecer.

Naquela noite em particular - o dia que precedeu a "fantástica e nada aborrecida Reunião da família Kita" - Naho acabava de dar os últimos retoques em alguns planos de armas que tivera de refazer, após o desaparecimento súbito do caderno de capa negra, pseudo-diário, onde guardava as mesmas. Iria entregar os planos ainda hoje, apesar do seu castigo. O bom de uma família numerosa e pobre era exactamente este. Os pais e irmãos nunca tinham tempo ou memória em suficiência para verificar se Naho ainda se encontrava ou não no quarto; e como não tinham dinheiro, não lhe podiam pôr grades na janela nem trancas na porta do quarto. Munindo-se da sua mochila e dos planos recentemente acabados, Naho abriu a janela do quarto e preparava-se para saltas para o solo. Mas deteve-se quando viu uma sombra a descer a rua. Manteve a janela aberta, uma mão a descansar no vidro enquanto a outra se pousava no beiral, deixando-se ficar a observar a sombra. Não a conseguiu reconhecer até esta se encontrar de frente para a porta de sua casa, o seu rosto iluminado pela fraca luz proveniente da cozinha.

-Nidorai? - Disse Naho para si própria em surdina. O irmão partira em missão no mesmo dia em que ela havia sido detida. "Deve ter voltado hoje." Não parecia estar em muito bom estado. A expressão pesada e ausente do seu rosto encontrava-se cheia de cortes superficiais, e tinha as mãos envoltas em ligaduras. A konohanin ponderou as suas hipóteses. Se descesse para dar as boas vindas ao irmão, provavelmente teria de ficar mais tempo junto da família a conviver. E não podia mesmo demorar-se mais tempo: certamente Kiaro já estaria à sua espera, e se ela se atrasasse mais teria de esperar outro par de dias para ele começar a trabalhar nos planos que ela lhe queria entregar. Naho voltou a falar em surdina, mais para sua paz de espírito do que por se sentir mal pelo irmão. - Desculpa Nida, hoje não vou estar cá para te receber.

E assim, com um salto delicado, desprendeu-se da janela do seu quarto, aterrando no solo frio da rua.

----

-Naho!

A rapariga já devia estar acostumada por esta altura. Sempre que a via ou a algum conhecido, Kiaro tinha a tendência de se lançar para cima de dito indivíduo, arrebatando-os num "abraço de urso" super apertado e incómodo. Desconfortável, Naho enxutou o rapaz com um "sim sim, sou eu" e umas palmadinhas no ombro esquerdo, mais a afastá-lo de si do que a demonstrar carinho. Quando finalmente a largou, o rapaz tinha um sorriso de orelha a orelha.

-Onde é que tens andado? Não te vejo desde o Natal. - Lamentou-se o jovem, olhando confuso para Naho.

-Não sejas dramático, não passou tanto tempo quanto isso. - Discordou Naho, ajeitando a sua grossa camisola com capuz para uma posição mais adequada. - Achas que podemos passar pela oficina num instante?

-Sempre directa aos negócios. - Reclamou o rapaz em tom de brincadeira, não conseguindo no entanto disfarçar a clara expressão de desapontamento no seu rosto. Abriu um pouco mais a porta de casa atrás de si, convidando Naho a entrar. - Qualquer dia vou começar a achar que só me queres pela minha grande forja.

Naho riu-se nervosamente, revirando ao de leve os olhos, mais uma vez incomodada pela atitude do rapaz. Kiaro e Naho já se conheciam há alguns anos, e na realidade o gosto que a rapariga manifestava por armas e ferramentas era, em grande parte, graças ao jovem. O primeiro contacto entre ambos aconteceu na academia ninja. Pouco se viam, mas eram farinha do mesmo saco: Naho faltava para caçar e se perder nas florestas circundantes de Konoha, enquanto Kiaro faltava para poder trabalhar em casa na oficina de forja do pai. Das poucas vezes que atendiam às aulas em conjunto, a falta de interesse mútuo nas artes ninja fez com que se aproximassem e formassem laços. A única diferença entre eles sendo que, ao contrário de Naho, Kiaro conseguira livrar-se do fardo de ter de trabalhar como shinobi. O hobby preferido do ferreiro era, para além de dar forma a armas, deixar pessoas desconfortáveis. E era extremamente bom nisso.

-Bom, cá estamos no antro do suor e das lágrimas. - Anunciou Kiaro assim que chegaram à forja, depois de passarem por partes da casa que Naho já conhecia tão bem e de cumprimentarem os pais do rapaz. - De que é que precisas?

-Queria fazer uma encomenda. - Começou Naho, retirando os planos em que estivera a trabalhar para fora da sua mochila. Ao ouvir aquela frase, que praticamente era o equivalente a "weepie dinheiro", Kiaro sentou-se numa cadeira perto de uma mesa, esfregando as mãos com contentamento. Aquela atitude quase infantil arrancou um sorriso ténue a Naho, enquanto ela estendia os papéis sobre a mesa.

-Hmm. - Kiaro debruçou-se sobre os papéis, subitamente sério e compenetrado enquanto os analisava. Era esta faceta que Naho tanto respeitava: ele podia ser extremamente inconveniente, insuportável até; mas quando se tratava do seu trabalho e da sua paixão pelo mesmo, as brincadeiras ficavam completamente de parte. - Melhoras-te muito os teus desenhos técnicos, sim senhor. Estas projecções e vistas estão óptimas.

-Quando é que achas que tens isso pronto? - Prosseguiu Naho ignorando o elogio de Kiaro, no entanto sentindo-se corar ligeriamente com o orgulho que sentia por ouvir aquilo.

-Isto está bastante bem organizado, o que por si só vai facilitar imenso o trabalho. Os materiais também não são nada de extraordinário, acho que devo ter quantidades suficientes aqui mesmo. Com o trabalho que temos tido... - O rapaz recostou-se na cadeira, inclinando-a para trás enquanto coçava a barba alourada e rasa, pensativo. Em seguida olhou directamente para Naho, quase como que a analisá-la. - Lá para o final da próxima semana, que te parece?

-Serve perfeitamente. - Anuiu Naho com um sorriso ténue. Seguiu-se um pequeno silêncio, durante o qual a jovem se demonstrou pensativa, parecendo algo ansiosa. - Olha... A tua irmã está por casa?

-No quarto, à espera do jantar. Precisas de falar com ela? - À pergunta de Kiaro, Naho apenas respondeu com um abanar de cabeça negativo. O rapaz levantou-se da sua cadeira, enrolando cuidadosamente os planos que a Kita lhe havia entregado e colocando-os numa lata alta e vazia que se encontrava no topo da mesa. Estava a acabar de ajeitar os papéis para que não caíssem quando se voltou para a rapariga. - Já agora, queres ficar para jantar? Se chega para quatro, também deve chegar para cinco.

-Ah... Não, já jantei. - Retorquiu a ruiva rapidamente, arrancando um breve olhar triste por parte de Kiaro. Naho fechou o punho da sua mão direita e usou-o para dar um toque ao de leve no ombro do amigo, desta vez reconfortando-o com um sorriso sincero. - Noutra altura.

Parecendo menos desagradado com este desfecho, Kiaro anuiu. Fez sinal com a mão para que a rapariga saísse pela porta, seguindo no encalço dela de forma a acompanhá-la até à saída. Teria sido uma saída calma e rápida, não fosse Naho ter embatido violentamente contra alguém que subitamente apareceu no corredor. Começou imediatamente a desculpar-se, o seu coração a bater a mil devido ao embaraço. A sua nervosidade aumentou quando viu contra quem tinha batido.

-Oh. Boa noite. - Cumprimentou Naho em voz baixa, subitamente assumindo uma postura passiva e acanhada.

-Não sabia que estavas por cá. - Yang, a irmã mais nova de Kiaro, cumprimentou a Kita de volta enquanto a fixava com os seus penetrantes olhos liláses. - Vais ficar para jantar?

-Jantar? Ah. Erm. - Naho parecia lutar contra as próprias palavras, procurando desenfreadamente pelas mais apropriadas a utilizar. A sua justificação saiu de forma atabalhoada. - Não posso. O meu irmão voltou hoje de uma missão. Tenho de estar por casa, porque... Tenho de estar por casa.

A loira desejou boa sorte à ruiva por entre suaves e discretas risadas, antes de lhe oferecer um aceno e percorrer o que restava do caminho até à cozinha: desta vez sem atropelar ninguém. Naho e Kiaro, por sua vez, percorreram o caminho restante até à porta em silêncio. Na altura da despedida, Kiaro não fez qualquer menção à justificação contraditória de Naho para não jantar com ele e a família. Em vez disso voltou a sacar de um dos seus famosos "abraços de urso", sufocando a rapariga.

-Pronto, pronto, estamos todos muito tristes. - Cuspiu Naho com dificuldade, aflita, enquanto dava palmadas pesadas e apressadas nas costas do rapaz na tentativa de o fazer perceber que chegara a hora de a soltar.

-Ficas bem? - Acabou Kiaro por perguntar, enquanto afrouxava o seu aperto na rapariga. Perante a pergunta Naho fez um som indescritível e exasperado, aproveitando o afrouxo do abraço por parte do jovem para o empurrar para uma distância mais confortável. Apesar disso, Kiaro pareceu divertido com a situação. - Que é?

-Tu já sabes que fico bem, passas a vida a perguntar-me isso. É irritante. - Esclareceu Naho, voltando a ajeitar a camisola. - Por este andar ficamos aqui meia hora nisso, como é teu costume. E hoje não posso.

-Desculpa, desculpa. - Desta feita o rapaz riu-se, enterrando as mãos nos bolsos das calças. - Vemo-nos para a semana que vem, suponho.

Naho concordou, e os dois despediram-se sem grandes cerimónias. A porta de entrada fechou-se atrás de Kiaro, reduzindo ainda mais a pouca luz que existia nas ruas por aqueles lados. Para Naho, o caminho de volta a casa pareceu estranhamente mais frio e solitário do que era costume.



Cena das notificações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sp-kk.deviantart.com/
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 18
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1712

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Dom 22 Maio 2016 - 22:47

Hello darkness, my old friend...

Woah, sente-te BASTANTE lisonjeada pelo facto de eu descer no meu trono lá nos Céus e vir comentar alguma coisa.

Oiwn, a tua escrita é soberba, a sério. Umas das minhas favoritas por ser tão fácil de ler, tão simples. Uma coisa que reparo na tua história é que os teus filler (na minha opinião) não começam no 0, passam para 100 e acabam novamente 0 ação (tás a perceber? Tipo "OMAGAD!! tudo nas calmas-problema-hiper emoção-tudo nas calmas). A tua história vai-se ramificando a partir do tronco principal (e vejo este filler como um dos ramos, tipo The Witcher 3 side-mission). Ok, já tou a divagar, tu percebeste.

Vão um filler plano, mas fiquei bastante curioso sobre esse mambo do irmão dela e que cena foi essa com a irmã do ferreiro? I WANT ANSWERS SP, ANSWERS!
O próximo filler já devia estar postado e o 11º a acabar de ser escrito. MOVE THAT FAT ASS!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
SP-KK

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Feminino
Idade : 25
Número de Mensagens : 794

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5080
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Dom 22 Maio 2016 - 23:41

Estarei a ver bem? Será isto um comentário do Rich num filler?!?


Obrigadíssimo pelo elogio, aprecio imenso :3 E sim, tens razão a quanto isto ser mais um "raminho de árvore" do que propriamente uma parte do tronco da história. Pareceu-me que estava mais que na hora de dar uma imagem apropriada do sr. Kiaro e de qual o "papel" dele na vida da Naho (desde o filler 5, quando apareceu pela primeira vez caído do nada, que nunca mais falei dele). E a irmã também é uma peça, erm... Mais ou menos importante ¯\_(ツ)_/¯

Quanto ao Nidorai, Soon™. Prometo xd
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sp-kk.deviantart.com/
Shibiusa

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha


Sexo : Feminino
Idade : 25
Localização : Jardim à beira-mar plantado
Número de Mensagens : 3561

Registo Ninja
Nome: Ayame Midori
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5470
Total de Habilitações: 228,5

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Seg 23 Maio 2016 - 0:48

Sabes... É fixe ler os teus fillers e ver as hints e o desenvolvimento e tal... Mas depois uma pessoa chega ao fim e fica tipo "onde está o resto" xd (mas bem, é o problema de ser um rpg episódico! Queres mais, espera xd)

Já agora, reunião anual de família? Ou seja, só vêem os avós de vez em quando? Nem sequer no Natal? D:
Aposto que é o terror da Naho (e do resto da criançada toda, se é que podemos chamar isso), mas coitadinhos dos senhores! D:

E pronto, acho que é isso. It was good! Adiantaste alguma coisita, mas não muito. Quando estava a aquecer alguma coisa, acabou. Portanto estarei aqui para ler o próximo (soon, plz?) xd

(Btw, podes adicionar-me aos teus subscritores. Não sei se a notificação funcionará comigo, mas pronto, nada como tentar)
Voltar ao Topo Ir em baixo
SP-KK

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Feminino
Idade : 25
Número de Mensagens : 794

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5080
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Seg 23 Maio 2016 - 1:06

As "Reuniões Anuais" da familia são muito especiais, no sentido em que "Anual" é apenas um termo sugestivo. Na volta até se encontram uma vez por mês ou semana, se for preciso. Esta já será a terceira do ano, por exemplo.

O próximo já está a cozinhar. Não sei dar tempos porque não sei de que tamanho vai ficar, mas já vai bem adiantado xP

E assim farei! Obrigada pelo comentário \o/
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sp-kk.deviantart.com/
Eden

Membro | Iwa
Membro | Iwa


Sexo : Masculino
Idade : 23
Número de Mensagens : 604

Registo Ninja
Nome: Kazue
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 52

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Qua 25 Maio 2016 - 20:37

Acho que vou fazer uma comparação um tanto ou quanto +18. Mas terá de ser: Este filler foi como conquistar uma moça, levá-la para casa e no momento da verdade: Adormecer.

Adorei o desenvolvimento e da maneira como consegues agarrar o pessoal a história em si. O que mais me deixou com o pé atrás e a pensar foi a situação do irmão da Kita. Pode não ser nada mas o irmão chegar assim foi uma missão bastante dura e eu senti que merecia algum desenvolvimento. Se não está nos teus planos mata-me agora e diz que não passou de uma missão dura. Claro que também fiquei confuso com a situação da irmã do outro, o Kiaro, quem é a garota para deixar a Kita tão desconfortável?

Sobre a escrita em si. Simples e leve. Fácil de ler em segundos e sem precisar de uma segunda leitura para perceber o verdadeiro significado.

Esperando aqui pelo resto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
SP-KK

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Feminino
Idade : 25
Número de Mensagens : 794

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5080
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Qua 25 Maio 2016 - 22:08

Phil escreveu:
Adorei o desenvolvimento e da maneira como consegues agarrar o pessoal a história em si. O que mais me deixou com o pé atrás e a pensar foi a situação do irmão da Kita. Pode não ser nada mas o irmão chegar assim foi uma missão bastante dura e eu senti que merecia algum desenvolvimento. Se não está nos teus planos mata-me agora e diz que não passou de uma missão dura.

Estou a ver que não devia ter cortado o filler no sítio em que cortei xd Oh well.

Bem, o assunto não vai morrer aqui, e definitivamente não foi apenas uma missão bastante dura. Não só o assunto vai ser abordado novamente no próximo filler (talvez mais virado para as "consequências" da missão no Nidorai do que propriamente a esclarecer o que se passou), como o que quer que seja que aconteceu vai ser um ponto principal da plot num futuro próximo, e possivelmente durante bastante tempo.
Não vou propriamente entrar em específicos da missão em fillers, mas seja por OVA ou por outros meios, há-de ficar acessível a quem quiser ler. Eventualmente xP

Obrigado por leres, e obrigado pelo comentário \o
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sp-kk.deviantart.com/
Kamus

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 104

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 275
Total de Habilitações: 70,75

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Qua 25 Maio 2016 - 23:47

Continuo achando invejável a tua capacidade de criar interação entre personagens. Não há um Kiado da vida que seja, que chega repentinamente ocupando metade apenas de um filler, capaz de me fazer pensar "olha um char todo desinteressante, só apareceu para justificar a compra de uma nova arma", exatamente pela forma como ele surge em relação à Naho, gerando coisinhas que nos instigam. Pelo menos não até agora Wink

Fiquei mesmo sentido pelo rapaz, mas um tantinho só, nem acho que o interesse dele por Naho vá ser em algum momento mais desenvolvido, então deal with it e pé pra frente. Aquela tensãozinha com a irmã dele é que parece dar corda para continuações, mas fiquei mesmo sem ter a menor noção do que provocou aquele desconforto em Naho... Nidorai é sempre bom, a missão da qual ele chegou é aquela do evento de páscoa? faz todo sentido que saia problemas de lá pra tua história, já que ele partilhou a missão com Itari e dadas as questões de Naho com o maluco (pelo menos tinha potencialidade para isso, não tenho certeza porque ainda não li a missão deles por completo).

Enfim, fiquei aqui alguns minutinhos a pensar nalgum insulto bem desagradável pra você postar logo mais fillers, mas fuck myself, blaah, eu bem sei como impulsos criativos são coisas intempestivas, então leve seu próprio tempo. Estarei no aguardo pelas continuações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
SP-KK

Membro | Konoha
Membro | Konoha


Sexo : Feminino
Idade : 25
Número de Mensagens : 794

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5080
Total de Habilitações: 112

MensagemAssunto: Re: [Filler 9]Conhecidos   Qui 26 Maio 2016 - 14:11

@Kamus escreveu:
Continuo achando invejável a tua capacidade de criar interação entre personagens. Não há um Kiado da vida que seja, que chega repentinamente ocupando metade apenas de um filler, capaz de me fazer pensar "olha um char todo desinteressante, só apareceu para justificar a compra de uma nova arma", exatamente pela forma como ele surge em relação à Naho, gerando coisinhas que nos instigam. Pelo menos não até agora Wink

Fiquei mesmo sentido pelo rapaz, mas um tantinho só, nem acho que o interesse dele por Naho vá ser em algum momento mais desenvolvido, então deal with it e pé pra frente. Aquela tensãozinha com a irmã dele é que parece dar corda para continuações, mas fiquei mesmo sem ter a menor noção do que provocou aquele desconforto em Naho... Nidorai é sempre bom, a missão da qual ele chegou é aquela do evento de páscoa? faz todo sentido que saia problemas de lá pra tua história, já que ele partilhou a missão com Itari e dadas as questões de Naho com o maluco (pelo menos tinha potencialidade para isso, não tenho certeza porque ainda não li a missão deles por completo).

Enfim, fiquei aqui alguns minutinhos a pensar nalgum insulto bem desagradável pra você postar logo mais fillers, mas fuck myself, blaah, eu bem sei como impulsos criativos são coisas intempestivas, então leve seu próprio tempo. Estarei no aguardo pelas continuações.

O plano com o Kiaro é que ele seja mais do que "aquele ferreiro bacana que faz armas por encomenda". Os dois são amigos, vão havendo encontros ocasionais, e esta dinâmica de um idealiza as armas e outro concretiza já é antiga - inclusivé já terão ganho algum dinheiro no passado com isto a vender protótipos a lojas de armas propriamente ditas.
Até ver entre os dois as coisas são puramente platónicas. O Kiaro é o tipo de pessoa chata que precisa de muita atenção, mas tirando isso não há interesses de maior nem da parte de um nem do outro. Que se saiba xd

E as tuas suspeitas estão correctas : P
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sp-kk.deviantart.com/
 
[Filler 9]Conhecidos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers-
'); }