Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Terceira Fase: O Final das Contas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin


Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 3930

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 30460
Total de Habilitações: 903,25

MensagemAssunto: Terceira Fase: O Final das Contas   Qua 22 Jun 2016 - 23:14

As lutas prosseguiam e os gennins iam ficando pelo caminho. A cada duelo, um sonho destruído e uma esperança renovada. Contudo, apesar do ânimo de estar na semifinal não encobria seu desejo de destruir Kobayashi e seu ego inflado. Os combates que se seguiram em que ele participou, nada mudara desde a agressão desenfreada em Shiori, pois seus oponentes continuavam a ser alvejados mesmo após a luta ter sido encerrada. Esse comportamento agressivo fora alvo de algumas reprimendas por um dos jounins que assistiam a luta, mas parecia que nada poderia alterar a atitude violenta do Hyuuga. Olhando ao seu redor, o Uchiha somente via alguns poucos feridos e alguns ninjas que assistiam aquelas últimas rodadas. Seus colegas do time doze haviam sido derrotados pelos membros remanescentes da equipe de Shiori e agora, por ironia do destino, ambos foram sorteados para duelar. Aquelas quartas seriam combates entre colegas de Aldeia. Kaneda vs. Kobayashi. Era o que queria, mas mesmo assim, aquele frio na barrica incômodo não o deixava em paz.

- Essa luta não termina nunca? - Perguntava-se, recostado na parede com seus braços cruzados. Kaneda observava os garotos de Suna usarem suas técnicas por um longo período de tempo em que um impasse se instalara. Força contra força. Mas ele sabia que não deveria demorar muito e era uma questão de minutos até conseguir encontrar sua vingança. Vou acabar com ele! Já Kobayashi parecia tranquilo e sereno. Confiante de suas habilidades e acreditando que o Uchiha não teria nada mais a revelar que pudesse detê-lo em seu caminho de campeão. Afinal, quem não possui nenhuma linhagem avançada, não merece o pódio, nem o sucesso. Apenas o papel de coadjuvantes. O hyuuga sorriu e tentou encarar Kaneda que fingiu não perceber que estava sendo provocado, mesmo que silenciosamente pelo outro. Então, a impaciência de garoto foi recompensada. Com um forte direto de direita, o último sunanin ganhou sua passagem para o duelo final e agora todas as atenções estavam voltadas para os jovens ninjas da Aldeia da Folha. Alongando-se, Kobayashi começou a saltitar e mover os ombros como um showman, brincando com seu próximo oponente.

- Aproximem-se. - Comandou o chuunin.

Só com o chamado é que Kaneda se aproximou. Calado e cabisbaixo, ele subiu no tablado como sempre fez: Com humildade e respeito ao adversário. Coisa que era mal interpretada pelo Hyuuga que começava a sorrir diante a covardia do "nada". Para ele, o combate tinha terminado antes mesmo de começar. Seria uma passagem fácil para as finais. - Vamos ver se você melhorou deste o episódio do banheiro. - Provocou. Aquele comentário fez Kaneda relembrar de toda humilhação e dor que aquele menino tinha lhe causado. Seu desempenho seria crucial, e antes da luta começar, o Uchiha levantou o olhar e encarou aqueles olhos brancos assustadores. Desejando boa-sorte, ele estendeu a mão num comportamento honrado que foi rechaçado pelo outro que apenas se recusou a tocá-lo, limitando-se a levantar a guarda para sua ofensiva. O menino logo percebeu que ficaria no vácuo e retribuiu a indelicadeza elevando os punhos com fúria. em seus pensamentos milhares de estratégias surgiam e modos de ação, todas elas considerando que a melhor opção para se iniciar seria recuar, mas seu orgulho lhe dizia o contrário. Está louco?! Um ataque direto?! - Pensou, quando o chuunin autorizou o início.

- Hajime! - Exclamou.

Kobayashi franziu o senho e avançou sem preocupação, achando que o menino iria recuar para planejar. Mas isso não aconteceu. Contrariando todas as expectativas, Kaneda também avançou e seu punho atingiu um belo direto de direita no rosto do Hyuuga, fazendo-o cambalear em recuo enquanto o Uchiha já comandava seus clones para que eles acabassem com seu desafeto. Rapidamente duas imagens do ninja começaram uma série de golpes e chutes, carregando o adversário na direção oposta e quando tudo parecia que a luta acabaria, Kobayashi conseguiu revidar e rodopiou em grande velocidade para atingir as cópias que estouraram em manchas fumaça. Ofegante e ferido, o hyuuga maldito agora parecia estar furioso e, enquanto limpava o sangue que escorria no canto de sua boca, ativou seus olhos malignos. Byakugan! Agora ele podia ver muito bem onde atacaria. Enquanto isso, Kaneda estava surpreso por causa de sua impulsividade. Era uma palavra que sempre fazia questão de deixar longe de seus pensamentos, mas que até agora funcionara. - Vamos lá! - Gritou, resolvendo avançar despreocupadamente e entrar de vez naquele jogo impulsivo.  

O Hyuuga estranhou pela primeira vez o movimento do garoto, mas não dessa vez. Gingando de um lado a outro, ele confundiu a corrida de Kaneda e entrou em sua guarda com socos e pontapés que começaram a arrancar o controle dos tenketsus do menino que frenou tarde demais e caiu com a força dos sucessivos ataques. - É o fim! - Disse o de olhos brancos. Temeroso, Kaneda rolou lateralmente para esquivar-se do ataque final e numa pirueta malfeita conseguiu se afastar por alguns metros do algoz. Ele me quebrou! - Desesperava-se ao ver as marcas circulares arroxeadas dos hematomas em sua pele. Kaneda se sentia mal. Fraco. Tonto. Ele precisava retornar aos seus planejamentos urgentemente e antes que o outro lhe desse o golpe definitivo, o Uchiha sacou seu pergaminho de chakra e criou a quantidade máxima de clones que sua energia lhe permitia. As cinco imagens partiram para proteger seu criador, mas uma a uma foram estourando como fogos de artifício até que o principal rodopiou e tentou chutar o agressor. Errou feio. O que se seguiu foi uma saraivada de mais golpes que acabaram por tirar dolorosamente a consciência do garoto. Tudo escureceu.


***


A chuva caía encobria a luz do sol nascente do lado de fora, respingando repetidamente contra a grande vidraça que margeava o último leito da fileira de camas hospitalares. Devido o horário, uma ou duas enfermeiras zanzavam silenciosas pelo espaço central, analisando e conferindo as medicações dos feridos daquela madrugada. A troca de turno estava próxima e não demoraria muito até que fosse autorizada a entrada de visitantes. Hummm. - Gemeu Kaneda, ao revirar-se na cama. - Mas que dr... - Assustava-se tentando reagir aos ataques de Kobayashi, mas interrompeu seu grito ao perceber onde estava. Aquele ambiente já era conhecido e as ataduras também. Apesar de dopado pela medicação, o Uchiha conseguia sentir o bom e velho formigamento nas partes machucadas. - Mas que derrota vergonhosa. - Comentou Shiori, entre gemidos de dor ao se virar para ele. O menino não respondeu, apenas sorriu de volta e se sentou... Quer dizer... Tentou, pois a enfermeira rapidamente o impediu. Descansar era preciso, mas ele ainda não sabia direito o que acontecera. Sem dúvida havia perdido o duelo... Mas e o exame?

- Pelo menos, perdemos do campeão. - Comentou a sunanin.
- Como assim? Quem foi campeão? - Inquietava-se.
- Deixa de ser burro. Foi teu primo. - Balbuciou.

Ele queria gritar, mas se conteve. Nunca, até mesmo em seus piores pesadelos, tinha imaginado tal soma de fatores que pudesse deixá-lo tão furioso. Perder para seu primo idiota era uma coisa, mas Kobayashi se tornar campeão era impensável. Mas que merda! - Suas mãos apertavam os lençóis, retirando algumas gotículas de sangue dos machucados que chegaram a manchar as ataduras. Ainda por perto, a enfermeira se aproximou novamente e praticamente o obrigou a se acalmar. Era inconcebível. Inimaginável. Kaneda já até imaginava toda chacota e soberba a qual o hyuuga trataria os outros e, muito pior, como o trataria violentamente. Teve medo. Medo de novamente ser alvo de agressões. Medo de estar em missão sob seu comando. Apavorado. - Calma garoto. Seja o que for, não merece poder prejudicar sua saúde. - Sussurrou a mulher, já lhe estendendo o líquido viscoso conhecido. - Ordens de seus pais. - Justificou-se ao empurrar-lhe o remédio pela garganta. Minha vida é uma merda. - Deprimia-se, tentando segurar o choro. Quando é que aquele sofrimento acabaria? Um nada... Seria para sempre um "nada"?        


CONTINUA...


Última edição por Orochi em Qui 14 Jul 2016 - 19:39, editado 4 vez(es) (Razão : Sem razão especificada)
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Terceira Fase: O Final das Contas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers-
'); }