Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 HS[F25]O teatro dos mortos-vivos (pt.3)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
GhosTTerroR

Membro | Suna
Membro | Suna


Sexo : Masculino
Idade : 29
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5166

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2850
Total de Habilitações: 180,75

MensagemAssunto: HS[F25]O teatro dos mortos-vivos (pt.3)   Ter 26 Jul 2016 - 15:44


Acima da cabeça deles a lua cheia refletia a luz do sol contrastando com o azul-noite do céu e clareava o interior do armazém através do telhado semi-destruído.

Baa-Han Shanko puxou cinco dos seus esqueletos para junto de si, reconstruindo os que estavam deformados. Ele exalou pelo nariz, premindo os seus invisíveis lábios.
Najime Ikuza, do cimo da cúpula de terra, realizou um selo:
- Kage Bunshin! - Depois outro, enquanto o seu clone avançou em ataque: - Raiton, Raigeki no Yoroi! - Envolveu-se com uma proteção elétrica. - Isto tem que terminar em menos de dez minutos!
- Onde pensas que vais!? - Akira, levantando-se. Viu aproximar-se bolas de fogo, uma atrás da outra.
- Katon, Housenka no Jutsu! - Yasumi tentou ganhar tempo e dar espaço a Ikuza. Akira foi-se esquivando...
- Katon, Zukako!!! - O Kage Bunshin expeliu uma rajada de fogo. O esqueleto do grande escudo colocou-se à frente e bloqueou-a. O do machado contornou-o para atacar o clone. Ikuza passou pelo outro lado a grande velocidade! Só ficara com três esqueletos pela frente. Executou um selos para um Teppoudama na direção de um clone de Shanko, mas o esqueleto do escudo circular foi usado para bloquear o jutsu. O que tinha o maço esférico de espinhos atacou-o, mas ao embater na proteção elétrica (que desapareceu de seguida) o ataque não fez efeito e Najime Ikuza aproveitou e roubou-lhe a arma. A mão esquelética veio junta! Najime usou a bola de espinhos contra a cabeça do clone desarmado. Os Shankos puxaram todos os ossos para trás fazendo uma espécie de esqueleto mutante de duas cabeças e oito "membros". O esqueleto da espada e escudo juntara-se "à festa"! O Kage Bunshin fora destruído e os Shankos prepararam-se para puxar os dois esqueletos envolvidos.

Akira sorriu e parou de se esquivar. Correu para Yasumi de frente, suportando as bolas de fogo com o seu corpo. A gennin esperou pelo momento certo, com alguma incredulidade perante a insanidade do seu adversário:
- Magenjitsugan, Magenjitsu!!! - O vampiro parou.

- Tu és mais mais forte que essa tralha, mas ainda não estás ao meu nível! - Dizia Shanko a Ikuza. - Não me vou deixar enganar novamente pelos teus jutsus. O resultado será o mesmo: morte!
- A ver vamos! - Aproveitou o cantacto visual e lançou o genjutsu! - Ishou Genpan!
O "Shanko-Bunshin" da esquerda ajudou a quebrar o genjutsu, transmitindo chakra ao seu original, mas deu tempo para Ikuza se colocar junto dos esqueletos começando a realizar alguns selos. Os esqueletos e respetivas armas giraram todos na direção de Ikuza.
- Doton, Doryüheki! - Uma larga parede de terra levantou-se à sua frente após ter batido com as mãos no chão. Ikuza tinha um machado cravado no ombro e uma espada de dois gumes na perna. Os esqueletos caíram! A parede cortou as ligações do Kugutsu. Ikuza livrou-se das armas e as suas feridas cicatrizaram.
Os Kage Bunshin surgiram, um de cada lado, recriando as linhas de chakra, mas nada de Ikuza atrás da parede. O jounin tinha-a escalado com o Kinobiri enquanto realizava os selos para o:
- Hyouton, Gouyukiyuu no Jutsu!!! - A grande bola de neve voou na direção de Baa-Han Shanko que só teve tempo de cruzar os braços à sua frente! A bola desfez-se sobre ele com um grande impacto!
Shanko levatou-se lentamente por entre a neve, azulado, tremendo e exalando bafos de vapor. Najime Ikuza surgiu à sua frente por entre a névoa de frio.
- Maldito! - Amaldiçoou-o Shanko. - Não penses que isto acabou!!! - Fez uma rápida sequência de selos. - Shiji Reifuujin!!! - Surgiu o Deus da Morte, o mesmo que Sandaime invocara contra Orochimaru!
Aí, Ikuza retraiu-se.

Akira estava rodeado por altos troncos, todos alinhados, numa floresra nublada que parecia girar à sua volta, cada vez mais depressa! «Uma técnica de ilusão...»:
- Genjutsu no Kai! - O selo fez uma quebra na circulação do seu chakra e libertou-o! Olhou para a sunanin à sua frente, em posição defensiva. Um pouco mais atrás viu uma parede de terra erguida. Ele balançou o seu braço na direção de Yasumi: - Juuha Shou! - Yasumi inclinou-se para trás para evitár a tragetória da onda de vento cortante. Akira preparava-se para avançar sobre ela, mas travou-se!
Yasumi, já preparada para o receber, não rntendeu, mas seguiu o seu olhar de espanto.
Por detrás da parede de terra, por cima, era visível uma figura translúcida: o deus da morte!

Baa-Han Shanko fez um selo. - Vou levar-te comigo até ao meu lar, a morte! - A mão do deus da morte atravessou-lhe o estômago propagou-se no espaço entre ele e Ikuza que se preparava para realizar um selo de emergência.
«Tenho que o libertar, se não...»
Mas nesse momento um shinoni surgiu entre eles com um Shunshin, surpreendendo ambos. A mão do Shiji Reifuujin apanhou-lhe "a alma" e puxou-a!
- Fuchan-san!!! - Exclamou Ikuza ao ver o seu conhecido sacrificar-se por si. Tinha removido a sua arma do braço direito para conseguir realizar o selo para o Shunshin.
- Que pensas que estás a fazer idiota!? - Shanko, de olhos esbugalhados, gritando com uma voz sofrida.
- Eh! Parece que fui bem útil afinal! - Fuchan lacrimejava de orgulho e felicidade olhando para Sanchou. - Morro satisfeito sabendo que o famoso procurado Nukenin da minha vila também morre comigo. E saber que um génio como Ikuza vive para combater mais da tua laia e ajudar à paz e a combater o mal... É como uma missão bem sucedida!
O deus da morte arrancou as almas de Fuchan e de Shanko e ambos caíram no chão.

- Shibatta!!! - Kyozuchi Akira passou a grande velocidade por Yasumi que não o conseguiu travar. O espírito translúcido tinha desvanecido.
«Teria o jutsu terminado!?»Yasumi, já em perseguição.

A parede de terra caiu e Akira parou a poucos metros dela. Do lado oposto, Ikuza aproximava-se a passo, observando-o. Falou, primeiro para Yasumi, depois para Akira:
- Sai! Vai lá para fora! É uma ordem! - Virou ligeiramente a cabeça. - Só me resta acabar contigo! E só tenho três minutos para o fazer!
Akira sorriu:
- Três minutos deve dar para te fazer em pedaços!!! - Atacou-o. - Hien! As suas garras metálicas extenderam-se com chakra Fuuton.
Ikuza não esperou que ele se aproximasse:
- Hyouton Douka, Shouton Shuriken! - Lançou três shurikens de gelo e realizou alguns selos. - Kage Shuriken Bunshin! - Multiplicaram-se!
Akira não se esquivou e avançou em frente com um sorriso confiante. Os shurikens cravaram-se no seu corpo, o que não o impediu de se aproximar de Ikuza o suficiente para o surpreender! Ikuza tentou esquivar-se, mas a extensão Fuuton fez-lhe três fundos arranhões no braço!

- Masaka! - Yasumi, aflita ao ver o estado da jounin agachada, aproximou-se dela.
- Não! - Impediu num pedido imperativo. - Este jutsu é meu! - Tinha uma expressão de dor devido à ferida no ombro, ao corte na perna e aos recentes golpess no outro braço. - Tenho que ajudar Ikuza.

Os shurikens desapareceram ou derreteram e as feridas de Akira sararam. Para espanto do vampiro, o mesmo aconteceu com as feridas de Ikuza.
- Agora está tudo explicado! O mistério dos cadávers. Não é!? Vampiro! Pois fica já a saber que não és o único "imortal"!
- Também és um Kyozuchi!? - Akira ficou um pouco estupefacto ponderando a possibilidade de ter encontrado um familiar.
- Isso não interessa agora! - Najime Ikuza, determinado. - O teu fim acontece no próximo minuto! Ishou Genpan!!! - Sacou da sua tanto e passou por Akira enquanto o seu genjutsu fazia efeito. Voltou depois a recolher a sua Tanto atrás das costas, fazendo deslizar a lâmina na respetivo "estônjo". «Tinc!» No momento em que a lâmina ficou totalmente oculta, guardada, a cabeça de Kyozuchi Akira caiu, rolando no chão. Depois o seu corpo...
- E agora está na altura de libertar Senshou... - Ikuza fez dois selos: - "Kai"! - O "kanji" do olho desapareceu e o olho abriu-se! Himura Senshou surgiu à sua frente ficando rápidamente opaco e com a sua forma normal - um processo inverso ao do seu desaparecimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
 
HS[F25]O teatro dos mortos-vivos (pt.3)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Sunagakure :: Fillers-
'); }