Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão Privada Rank C - Missão NISO - Recuperar Bens

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 24
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: Missão Privada Rank C - Missão NISO - Recuperar Bens   Ter 13 Set 2016 - 13:41

Rank da missão: C
Titulo da missão: Missão NISO - Recuperar Bens
Descrição: Após uma separação de um casal de namorados, o homem decidiu não devolver os bens que a namorada tinha em sua casa. O homem trata-se de um Chuunin com trinta anos, segundo a mulher, violento, sendo que ela aconselha evitar o confronto. Ela ouviu dizer que o Kage não aceitava esse tipo de missões, então recorreu à N.I.S.O.! A missão consiste em ir a casa do homem e recuperar os bens dela.
Recompensa: 300 ryos + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento
Inscritos: Himura Senshou (GhosTTerroR)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Oto
Administrador | Oto
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 5899

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 27,75

MensagemAssunto: Re: Missão Privada Rank C - Missão NISO - Recuperar Bens   Qui 15 Set 2016 - 20:26

Filler 17

Citação :
Senshou, confuso. «O capitou Mikkichi é uma kunoichi!?»
Porém todos os pensamentos e diálogos foram interrompidos por uma voz aflita de mulher que irrompeu pela divisão dentro:
- Ai! Ai que não acredito! - A mulher cujo casaco rosa grosso ainda aumentava mais a largura do seu corpo juntou as mãos. - Só pode ser obra do destino! Cruzei-me agora com a minha prima ali na rua do mercado e ela disse-me ter visto aqui uma nova sede para atender e ajudar as populações.
- Yoosshh! Está a começar! - O monolho Ikuza levantou-se da sua cadeira. - Em que podemos ajudá-la? - Olhou para Senshou e não para a mulher.
- É isso mesmo! Preciso de ajuda! Ajuda shinobi!
Todos olharam para ela.

Titulo da missão: Missão NISO - Recuperar Bens

Spoiler:
 

Após os registos inicias, a missão foi aprovada e Himura Senshou nomeado para a mesma. Ele memorizou a morada e levou no bolso um papel com algumas informações sobre os bens da mulher, em formato de lista.
Foi Senshou quem teve a iniciativa de lhe perguntar se o seu "ex" conhecia o seu novo paradeiro. Ela garantiu que não e deu-lhe a morada da casa da amiga para que ele a encontrasse após conseguir os bens e lhe fazer essa devolução a troco de uma prometida recompensa. Depois disso a mulher tinha intenções em mudar de vila...
Com profissionalismo, Senshou entendeu tudo e afirmou-se como "pronto!". Ainda se ofereceu para a acompanhar, mas ela preferiu recusar.

Assim, Senshou preparou a sua bolsa e seus scrolls, colocou a sua máscara "hanya", que entendeu ser mais que indicada para aquela missão.

Saiu da N.I.S.O.! Atravessou a rua e trepou o edifício em frente com o Kinobiri. E foi usando essa mesma concentração de chakra nos pés que foi subindo paredes até alcançar pontos mais altos da vila cuja areia brilhava à luz do sol.
Foi saltando de telhado, orientando-se para se dirigir para a morada indicada.
Sunagakure era uma vila antiga e a sua organização não era nem perto de ser perfeita. Eventualmente o sunanin tinha que se projetar com o Niijutobu para alcançar edifícios mais distanciados, ou até mesmo que correr através das ruas secundárias de terra batida, à falta de alternativas.


Minutos depois Himura Senshou foi-se aproximando do local. Naquela parte da vila, as casas estavam mais isoladas umas das outras, à face de estradas curvas, tudo derivado de um terreno de relevo acidentado.

Senshou finalmente encontrou a habitação que ficava numa subida, onde a rua contornava, serpenteava e escalava os pontos menos acessíveis com várias curvas. A casa relativamente grande, de dois pisos (rés-'chão e primeiro andar), apesar de praticamente não ter nenhum "pátio" exterior, uma vez mais, culpa do terreno. Tinha vários detalhes de madeira escura, envernizada, em colunas, à volta das janelas, etc...

Himura Senshou escalou para um ponto mais alto, não seguindo a estrada, mas sim forçando os musculos dos braços e pernas a elevarem o peso do seu corpo contra a gravidade por pedrugulhos acima. A maior dificuldade era mesmo a escorregadia e traiçoeira areia que sempre ficava acumulada nas rochas, trazida pelos ventos e eventuais tempestades.
Ali, afastado e algo isolado, Senshou tinha tempo para estudar o seu alvo e pensar em possíveis estratégias de ação para avançar com a sua missão da melhor forma possível. Apesar de algo escondido no meio das colina de rochas, tinha uma vista relativamente favorável sobre a casa, podendo assim também ir acompanhando alguns movimentos que lá pudessem ocorrer.

«Seria preferível que ele não estivesse em casa, mas está tudo tão parado e silêncioso que é impossível saber se a casa está vazia, ou se há alguém no interior. Se eu me aproximar um pouco talvez consiga perceber, mas tenho que ter cuidado!»

Começou a descer lentamente pelas rochas em direção à casa, mas, como diz um velho ditado shinobi, "a descer todos os bijuus ajudam", e Senshou escorregou na areia de uma das rochas, caiu para trás, bateu com as costas na pedra e escorregou "por ali abaixo" até uma pequena superfície terrosa. Uma mini-avalanche de areia choveu na sua cabeça. Senshou agachou-se rapidamente, junto ao solo, esperando não ter revelado a sua presença...
Após obserar a casa durante um minuto inteiro, nada aconteceu, então Senshou sacudiu-se após expirar de alívio.

- Agora, vamos ver... - Ergueu-se para trás e sentou-se de pernas entrelaçadas, concentrando-se e concentrando o seu chakra com o apoio de um selo. - Chakra Chiee! - Na negridão que os seus olhos fechados permitiam ver, a sua sensibilidade ao chakra "viu" uma presença, um foco de chakra algures vinda do interior. Senshou re-abriu os olhos e desfez o selo. Recomeçou a raciocinar:
«Favas! Bem, não posso perder mais tempo. Podem chegar visitas, e além disso não posso esperar indeterminadamente por uma melhor oportunidade a sugeitar-me com isso a ser descoberto. Com sorte, ele até está a dormir...»

Himura Senshou aproximou-se da porta principal após se ter assegurado que ninguém passava na rua naquele momento, que o visse do lado interior dos baixos muros da propriedade. Teve apenas que agachar por uns instantes e aguardar que uma equipa de três tenros aspirantes a gennins que ali passaram a correr se afastassem. Depois, tentou empurrar a porta de madeira com as pontas dos dedos, já que o seu puxador não dava para girar do lado de fora.
- Está fechada. Tenho que procurar uma alternativa...

Após contornar parte da casa viu uma janela entreaberta no piso superior.
- Kinobiri. - Usufruiu da utilidade do selo na manipulação do fluxo de chakra em direção aos pés. Subiu a parede com meia duzia de passadas. Fez força para abrir a perra janela semi-aberta, puxando-a para cima com ambas as mãos, até ter espaço para passar.

Senshou deu por si num "cubículo" claro não muito grande, uma casa-de-banho. Fez um selo:
- Furemasu Bunshin no Jutsu! - Criou dois clones, cópias da sua imagem atual, máscara inclusive. Retirou uma lista da bolsa onde estavam discriminados os pertences que a mulher pretendia e algumas indicações acerca de onde os encontrar. - Este local é ótimo! - Sussurrava. - Traremos os items que encontrarmos todos para aqui. Posteriormente sairei pela janela, se tudo correr bem. - E após um aceno de cocordância comum: - Ikuzo!
Os três dividiram-se silenciosamente pela casa, procurando seguir diretamente as indicações que tinham...
Himura Senshou, naquela altura, lamentou ainda não ter masterizado o Kage Bunshin no jutsu. Todo o assimilar de experiência seria útil!
Ele procurou a cozinha, onde estaria um "kit" de talheres prateados que lhe fora oferecido certa vez por uma prima. Senshou acabou por descobri-lo num armário. Levou-o cautelosamente para a casa de banho do primeiro piso.

Entretanto foram colocando os sacos com todos os items no exterior, fazendo-os descer através da janela com ajuda de harigane.

Após a recolha de vários bens, faltava a divisão mais importante: o quarto. A porta estava fechada.
«Provavelmente ele está ali, certamente a dormir uma sesta... Não tenho escolha. Se espero que ele acorde e saia, ele irá dar falta das "coisas" e ficar em alerta imediato. O melhor é surpreendê-lo e agir rapidamente enquanto o seu estado de "surpresa" não o permite raciocinar devidamente.»
Usando gestos de dedos, Senshou indicou aos seus dois clones que se colocassem ao lado da porta do quarto. Passou-lhes pequenas esferas.
- Um de mim irá servir de isco, junto à porta, enquanto o outro finge que tenta fugir pela janela, permitindo a minha entrada. Conto connosco! 30 segundos! - Após as instruções sussurradas, o sunnanin retirou-se rapidamente para a casa de banho. Saiu pela janela e concentrou chakra nos pés para caminhar pela parede até à janela do quarto. Agarrou-se ao parapeito e esperou mais cinco segundos...
Um dos clones rodou o puxador e abriu a porta. O outro lançou para o interoor duas pequenas esferas: granadas de fumo. O chuunin que estava realmente a dormir acordou sobressaltado. Viu, por entre o fumo, um shinobi mascarado junto à porta (o outro enfiara-se debaixo da cama).
- Quem és tu!? - Perguntou furioso. Não esperou resposta; no segundo seguinte realizou uma sequência de selos: - Suiton, Teppoudama! - A "bola" de água atingiu o clone e este desvaneceu. Entretanto o outro esgueirou-se até à janela, afastou as cortinas e abriu-a, deslizando-a para a esquerda. - Hei! - Correu dois passos até à cómoda, sobre a qual tinha pousadas duas kunais. Pousou a mão sobre ambas e deslizou, lançando-as ao clone que também desvaneceu. - Também era um clone!? O que se está a passar aqui!?
«Agora!» Senshou lançou pela janela uma granada de luz. Aguardou pelo flash...
- "Ahhh"!!! - O queixume do chuunin ao ficar "flashado" foi o sinal. Senshou fez força nos braços para impulsionar o seu corpo para cima. Passou pela janela com uma cambalhota. Agarrou de imediato em alguns Shuriken:
- Ayatsuito no jutsu! - Mirou, sobretudo, as pernas. A captura fê-lo cair. Senshou correu até ao roupeiro e apressadamente apanhou, com uma braçada, todas as roupas penduradas do lado esquerdo, tal como a mulher indicara.
- Womaeíiii Wo Corossuíiih! - Ameaçou o shinobi, pestanejando enquanto recuperava a visão. Rapidamente soltou-se e Senshou só teve tempo de abraçar o calçado e saltar pela janela. Aterrou pesadamente no chão duro das traseiras da casa. Colocou todo o vestuário num saco preto, agarrou também todos os outros e colocou tudo às costas, segurando-lhes pelo seu lado aberto. O conjunto de tudo revelava-se um pouco pesado e Senshou teve que se esforçar ao máximo para se apressar a sair dali!

Ao contornar a casa para chegar à rua, o som de uma forte pancada fê-lo estremecer. Foi o "tal" chuunin que abriu violentamente a porta principal!

- Mate, Bakayaroíiiih! Eu já percebíiiie o que estás aquíiiie a fazeríiih! Foi ela que t'amandou, não foíiiih!?
«Raios! Tenho que me safar desta!» - Senshou largou os sacos e virou-se de frente para o shinobi corpulento, apesar de baixo, que se aproximava. - «Vou tentar isto...» - Magen, Miharaki Ketysuaki!
Ao dar mais um passo o chuunin pisou uma poça...de sangue! O sangue da poça começou a subir-lhe pelas pernas e a cobrir-lhe a pele...
E enquanto o chuunin não quebrava o genjutsu de sangue, Senshou aproveitou para bater em retirada:
- Furemasu Bunshin! - Cada um dos cinco clones que surgiram agarraram um saco e seguiram o original que corria à frente com dois, um em cada mão.
- Kai! - O homem libertou-se. Ainda mais furioso do que o que já estava, arrancou em perseguição ao estranho mascarado: Himura Senshou.

Ao passar por um beco estreito, Senshou ouviu um eco:
"- Suiton, Bakusui Shouha!!!"
Parou e olhou para trás, deixando-se ultrapassar pelos seus clones. Ondas de água surgiram vindas do fundo do beco, e também de cima!
- Shibatta! - Correram mais um pouco, depois ele mordeu o polegar. Deu um salto girando 180° no ar. Realizou uma sequência de selos e bateu com as mãos no chão: - Kuchiyose, Rashömon!! - Um portão metálico da largura do beco levantou-se do solo "rasgando" forçadamente um pouco das paredes laterais. A água embateu nele com força, mas só algumas gotas chuviscaram para o outro lado. Senshou retomou rapidamente a sua fuga.
«Tenho que o despistar, ele não me pode seguir até ela!»
Após dobrar a esquina sacou dos sacos pretos que lhe restavam e distribuiu-os pelos seus clones. Depois socou a parede com a sua força incrementada por chakra, fazendo-a quebrar em vários bocados em volta do local atingido.
- Rápido! Ele vem aí! - Colocaram um "pedregulho" em cada saco vazio. Depois, Senshou agarrou em todos os sacos com os pertences da mulher. - Ughfff!! - Esforçou-se para os suportar. - Vamos lá! - Começou a correr.

Após o nervoso chuunin passar pelo portão demoníaco viu o shinobi mascarado passar ao fundo do beco com um saco preto às costas.
- Hey! Não vais vais conseguir fugiríiiih! Shunshin! - Após uma rápida corrida acabou por apanhar o clone que desapareceu com o seu toque. Quando pegou no saco ficou "parvo" ao ver que apenas continha um bocado de rocha! Ao fundo viu outro "Senshou" passar. Lançou um shuriken e realizou alguns selos: - Kage Shuriken Bunshin no Jutsu! - Os múltiplos shurikens atingiram-no e destruíram-no! Após ir até ao local e pegar no saco caído, encontrou apenas mais um pedaço de parede partida. - Kage Bunshin! - Criou um clone que o ajudasse na busca.

Minutos depois, o exalo de frustração do homem ouviu-se em todas as redondezas. Senshou também o ouviu enquanto se afastava com os sacos. Ao aperceber-se que estava distante, fez uma breve pausa, pousando o pesado acumular de sacos com roupa, calçado, joias, fotos e etcs... O suor escorria-lhe da testa. Olhou para o céu. O dia entardecia.

Cerca de meia hora depois ele apareceu em frente à casa que correspondia à murada indicada. Uma desconhecida mulher viu-o através da porta entreaberta e depois afundou-se no interior da habitação, junto à qual estava preso um cavalo. Entretanto a mulher da missão surgiu à porta, despertando uma reação em Senshou, já desmascarado.
- Ah! Eu trouxe tudo o que pediu
- Maravilhoso! - A mulher ficou radiante e correu até aos sacos que estavam no chão. - Fantástico! Estou muito impressionada com o vosso serviço e a vossa ajuda.
Senshou sorriu:
- Ele não a deve descobrir facilmente nesta parte da vila, mas ficou bastante irritado, sendo que talvez seja melhor fazer essa viagem o quanto antes.
- Eu tencionava sair, se possível, antes do sol do meio-dia de amanhã, mas uma vez que já tenho as minhas coisas e o cavalo pronto, vou já tratar da bagagem e partirei esta noite.
- Fazê-lo de noite parece-me boa ideia, mas recomendo que siga pelos principais caminhos entre vilas.
- Obrigada pela preocupação, mas a minha prima acabou por já requisitar uma equipa de gennins para nos acompanharem.
- Muito bem.
- Bem, agora, a sua recompensa!...

FIM

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 24
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: Re: Missão Privada Rank C - Missão NISO - Recuperar Bens   Seg 19 Set 2016 - 13:57

reservo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Eve

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 24
Localização : Hellcife
Número de Mensagens : 3285

Registo Ninja
Nome: Harima
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 3350
Total de Habilitações: 106,25

MensagemAssunto: Re: Missão Privada Rank C - Missão NISO - Recuperar Bens   Seg 19 Set 2016 - 14:39

Ninjutsu: 22 + 0,75 = 22,75
Taijutsu: 20,75 + 0,5 = 21,25
Kenjutsu: 13 + 0,75 = 13,75
Genjutsu: 5,75 + 0,25 = 6
Selos: 15 + 0,5 = 15,5
Trabalho de Equipa: 6

Força: 14,75 + 0,5 = 15,25
Agilidade: 28,5 + 0,5 = 29
Controlo de Chakra: 20,5 + 1 = 21,5
Raciocínio: 8 + 0,5 = 8,5
Constituição: 15,75 + 1 = 16,75

Total avaliado: 6,25/7
Total das habs: 170 + 6,25 = 176,25

Coments:
Uma boa missão. Realmente ela parece ter isdo pensada pra ser bem mais simples, mas gostei da adaptação. Recompensa completa, tudo atualizado Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão Privada Rank C - Missão NISO - Recuperar Bens
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }