Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 OVA 28 - Estigma

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rich

Moderador | Konoha
Moderador | Konoha


Sexo : Masculino
Idade : 18
Localização : Não olhes para trás neste momento...
Número de Mensagens : 1715

Registo Ninja
Nome: Uchiha Takeshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 630
Total de Habilitações: 257,5

MensagemAssunto: OVA 28 - Estigma   Sab 24 Set 2016 - 14:36

Duas sombras rasgaram o pacato panorama da floresta junto a Konohagakure. Dois ruivos diferentes, um homem e uma mulher, deslizavam de forma rápida e elegante pelos ramos que se expandiam das imponentes e belas árvores. A jovem, de pele clara e longo cabelo alaranjado, saltitava lado a lado com um rapaz alto e bem constituído, este possuindo o cabelo vermelho e olhos cor de fogo. Permaneceram em silêncio toda a viagem desde dos portões da vila, mas Naho não suspeitava da confusão que corria na cabeça do seu parceiro. Ao longe a floresta finalmente se abria apresentando um vasto descampado, tendo este a sua paisagem violada por uma grotesca construção cúbica destruída exatamente no centro do planalto. Com um salto, a dupla aterrou na terra avermelhada levantando um fina nuvem de poeira que, momentaneamente, distorceu a visão que Takeshi tinha daquele complexo. Ali estava ele, re-erguido no seu esplendor cinzento e frio, mas algo não estava certo: ouviam-se explosões, gritos e sangue pintava as janelas de vermelho, mas um arrepiante silêncio assombrou-o de repente...A memória de um Takeshi muito mais novo a envolver-se em chamas e romper pelos corpos daqueles que sofreram pela ira de Katsu e pelo cimento e dor que uniam as paredes da Shin no San. Sentia o seu corpo mais leve, mas a cabeça parecia pesar-lhe 3 vezes mais.
Takeshi...
O fogo impedia que alguma coisa tocasse nele e este simplesmente fechou os olhos enquanto as asas rasgaram as suas costas e levaram o seu corpo dali para fora.
Takeshi...
O seu nome ecoava na cabeça, mas ele estava demasiado embevecido pelos fantasmas do passado. O ódio que caminhava lado-a-lado com o seu destino. O ódio no clã. O ódio da vila. O ódio pela Shin no San. O ódio que Katsu revelara no seu olhar.
- TAKESHI PORRA! - berrava Naho á sua frente. Os seus olhos castanhos olhavam-no com uma profunda ofensa neles - Estou há meia-hora a gritar por ti! Que raio se passou? Ficaste parado a olhar para as ruínas com um olhar absorto e parecias um zombie a andar o caminho todo até aqui...Está tudo bem?
O konohanin desviou o olhar do de Naho. Não estava preparado para a quantidade de memórias que o invadiram ao voltar a ver o exterior do seu Inferno:
- Está tudo bem. Vamos entrar.
Naho abriu a boca para falar, mas era escusado. Takeshi tomou a dianteira da exploração e entranhou-se com facilidade entre os escombros, seguido pela Kita.

///

- Isto é novo. - quebrou Takeshi, para espanto de Naho.
- Como tens tanta certeza? Conheces este sítio, não conheces?
- Hai. Foi neste complexo que passei os piores anos da minha vida. Era aqui que a Shin no San - longa história - estudava e mantinha em cativeiros jovens Uchihas. Eu fui um dos sortudos e acabei a passar aqui 4 anos, constantemente a ser agredido, estudado, mal-tratado e gozado. Mas... - começou enquanto se esforçava para levantar um pedaço de parede que os impedia - ...durante todo esse tempo foram eles os verdadeiros estudados. Aprendi as rotinas individuais de cada um ao ponto de conseguir prever mudanças súbitas. Memorizei cada canto do complexo: acessos, divisões, distâncias, tudo detalhado. E foi assim que eu consegui fugir.
- Tu fugiste daqui?! - perguntou
- Yup. Rebentei com 5 corredores, 12 guardas armados e com umas quantas paredes da ala Sul. Anos depois voltei com o Katsu e....bom é o que tu vês. Mas de uma coisa eu tenho a certeza: aqui devia ser um dos arquivos laboratoriais e não uma parede de aspeto recente:
- O que há nos arquivos?
- De tudo: desde dos estudos que nos foram feitos, a criações originais da Shin no San e umas quantas outras coisas secretas que nem eu sei, mas vamos ficar a conhecer. Afasta-te. - pediu-lhe.
Cerrou os punhos, envolvendo-os numa enorme aura vermelha. Puxou a mão atrás e desferiu o primeiro soco na parede, depois outro, e outro, e outro e por fim o último soco. Na imaculada parede cinza estava agora um buraco suficientemente grande para dois Choujis passarem sem problemas:
- Siga, primeiro as senhoras. - sorriu
Naho suspirou e encaminhou-se para dentro da divisão escurecida, seguida pelo Uchiha. Takeshi tateou a parede algumas vezes, antes de encontrar o interruptor e ligar a luz. Demorou um pouco até que finalmente, candeeiro a candeeiro, a iluminação permitia que a dupla deambulasse e pesquisasse pela sala:
- Yup, era o que eu temia... - toda a sala estava remexida. Longas prateleiras de arquivos estavam totalmente ou parcialmente vazias, armários e gavetas retirados dos respetivos sítios e quebrados. Havia mesmo o que parecia ser restos de uma pequena queimada - Já andaram por aqui a limpar provas. - riu-se - Mas não limparam tudo.
Naho ergueu uma sobrancelha enquanto o seu companheiro de missão retorcia-se enquanto deslizava entre armários, caixas e outras coisas que se amontoavam no caminho. Parou, por fim, em frente a uma das paredes de azulejo azul, começando a murmurar uma contagem rápida. O seu dedo apontou para um azulejo específico:
- É este, mas não temos tempo para esquisitices. - e deu um soco com a aura vermelha no azulejo. Dentro da parede encontrava-se uma pequena caixa vermelha com as insígnias "U.T", caixa que Takeshi retirou com todo o cuidado e estima. Naho finalmente conseguia atravessar os obstáculos que se entrepuseram no caminho e, curiosa, perguntou:
- O que é isso?
Takeshi sorriu fragilizado para a caixa:
- Uma das coisas que me permitiu continuar humano. Escondia aqui porque sabia que este era uma das zonas mais seguras do complexo, logo não corria o risco de a encontrarem sem querer. Ironicamente foi com coisas daqui que a enchi, mas ainda deve ter aqui uma ou duas fotos e assim. - com cuidado abriu a tampa da caixa, revelando alguns recortes de desenhos, uma fotografia de um Takeshi bem mais novo com outro rapaz e bastantes documentos e anotações com o carimbo "Shin no San". Naho teve a audácia de retirar a fotografia da caixa, vislumbrando e comparando os dois Takeshis, enquanto o seu parceiro remexia nos documentos, retirando um conjunto de folhas e anotações - Cá está o cabrão! Esta é uma das melhores armas que a Shin alguma vez criou. Um veneno que faz qualquer corte jorrar sangue como uma torneira aberta. Este é para levar.
Remexendo novamente na caixa, o Uchiha retirou extasiado um antigo desenho seu:
- ESTA sim é a melhor arma alguma vez inventada....o Shusher! - e virou o desenho para Naho, acabando ambos a rir. Takeshi guardou as coisas na caixa, incluindo alguns dos documentos sobre o Estigma, mantendo os restantes consigo - Vamos embo... - uns ecos fizeram-no parar. Naho também ouvira e ficara alerta - Nós não estamos sozinhos.
As suas articulações começaram a estalar e deslocar-se enquanto Takeshi começava a deslizar pelos escombros. Para assombro de Naho, o jovem parecia demasiado um invertebrado e o som de tanta coisa a estalar dentro dele não melhorava em nada aquela imagem grotesca. Tentando abstrair-se de tais pensamentos, a konohanin retirou as suas cimitarras gémeas seguindo Takeshi por entre a sala.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://senpai-k.tk
 
OVA 28 - Estigma
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Fillers-
'); }