Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Filler] Pouco Planejamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ozzymandias

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 60
Localização : Unknown
Número de Mensagens : 4010

Registo Ninja
Nome: Hiroshi Daisuke
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 15190
Total de Habilitações: 1029

MensagemAssunto: [Filler] Pouco Planejamento   Ter 28 Fev 2017 - 18:14

A restante da grande sala estava silenciosa e escura. As grandes janelas que circundavam o cômodo estavam todas fechadas, deixando apenas passar pelas estreitas frestas uma fria névoa que assolava o Buraco naquela madrugada, três vultos pensativos se apoiavam-se numa mesa retangular, fitando uma imensa maquete iluminada apenas por um plafon que jogava seu facho de luz diretamente sobre a estrutura que mais parecia um castelo medieval em estilo japonês. - Vocês poderiam entrar por cima. - Dizia um dos vultos, apontando por cima das muralhas na direção de uma grande varanda no lado sul do imóvel. Mas como evitar as sentinelas sensoriais? - Daisuke pensava na sugestão de Kazuki que prometeu que o ajudaria a conseguir concluir a missão prometida aos Iga. Contudo, o terceiro homem no local rapidamente apontou as três posições em que os sentinelas estariam posicionados e certamente seriam capazes de perceber qualquer incursão por cima dos muros da residência. Realmente, aquele castelo seria um obstáculo muito difícil se ser ultrapassado. Afinal, não é todo dia que bandidos põem em risco a família do todo poderoso Daimyo do País do Trovão.

- ...E a qualquer movimentação estranha, os guardiões levarão a princesa para o quarto de pânico. - Concluiu o terceiro.
- Ah, sim... O quarto blindado que fica atrás do guarda-roupas. Mas isso não será problema. - Garantiu Daisuke.
- Mas se não for problema, porque não arrombar logo o portão da frente e pronto? - Indagou o homem misterioso.
- Porque existem três postos de passagem num raio de três quilômetros. - Respondeu Kazuki, terminando por cruzar os braços.
- Estaria com os ninjas na minha cola em poucos minutos. Problemático. - Completou Daisuke.

Novamente o silêncio tomou conta da sala até que fracas batidas na porta acordaram os três pensadores. - Pode entrar. - Autorizou Kazuki. Logo uma fraca iluminação adentrou no lugar e uma criada idosa se aproximou com uma bandeja nas mãos. O cheiro característico do chá verde invadiu as narinas de Daisuke que notou um pequeno envelope entre as xícaras fumegantes. Encostando a plataforma de alumínio à beira da maquete, a senhora começou a tatear os objetos, distribuindo-os com elegância na direção dos convidados quando Kazuki alcançou a carta e a abriu antes mesmo de dar o primeiro gole. Nesse momento a mulher encerrou sua tarefa e rapidamente caminhou até a porta entreaberta, fechando-a atrás de si sem sequer fazer um ruído. Logo o papel foi rasgado em seu lacre e a informação pareceu alegar o mafioso que passou a mensagem à Daisuke. Este, por sua vez, estendeu a mão com uma expressão curiosa no olhar, mas da mesma força que seu comparsa, sua impaciência e frustração trocaram de lugar com o alívio e ansiedade. - Vamos gente, o que foi que aconteceu? - Perguntou o terceiro, incomodado por não saber o que acontecia. E com um sorriso no rosto, Daisuke passou o folder para ele.
Citação :

A GRANDE COMPANHIA FOLCLÓRICA APRESENTAR-SE-Á NO CASTELO HAOMARU NO SÁBADO.
O homem das sobras também abriu um sorriso e acenou com a cabeça. Passando a mão na barbicha, ele agora sabia exatamente como proceder assim que a infiltração acontecesse. - Abrirei a porta da frente no momento da apresentação. - Concluiu com satisfação. O plano acabara de ser criado. De alguma maneira, Daisuke teria que se passar por um dos artistas para poder entrar sem problemas no castelo. Uma vez lá dentro, era só desviar a atenção para outro lugar, como um mágico a efetuar truques e então entrar pela porta da frente que seria destrancada pelo contato. Perfeito. Kazuki anuiu em concordância e estendeu um pesado saco de moedas para o estranho que se despediu dos dois com uma breve reverência, recuando alguns metros para abrir a janela. Nesse momento a luz da lua revelou a silhueta do espião, mostrando brevemente seu uniforme de kumonin e a bandana com o emblema da Vila da Nuvem que reluziu contra a pálida iluminação. - Aguardarei toda a ação. - Sussurrou, momentos antes de sumir um rápido shunshin pela madrugada do Buraco. Ele tinha uma longa viagem pela frente e a cada momento perdido - apesar de estar de folga - poderia gerar desconfianças quanto à fidelidade dele com o país. Mas, como dizia Kazuki: "Não há fidelidade que não sucumba a um bom pagamento".

- Você confia nele? - Perguntou Daisuke, desconfiado com o sujeito.
- Não. Mas sei que se acontecer alguma coisa, você saberá improvisar. - Sorriu, dando-lhe um tapinha no ombro.
- Ok. Mas onde está essa Companhia nesse momento? - Suas dúvidas só amentavam.
- Só existe uma trilha possível para a passagem de carroças e cavalos: Pelo sul, através das colinas de Hiorei. - Informou o experiente mafioso.

Perfeito. - Ao ouvir o comentário de Kazuki, o grisalho suspirou e apressou seu passo na direção da saída. Ele sabia que tinha pouco tempo à perder, já que faltavam algumas horas para que comitiva se apresentasse no castelo. - Pouco tempo para planejar. Terei que improvisar. - Concluía ao chegar no seu quarto. A primeira ação que deveria tomar seria se livrar de qualquer uniforme que o identificasse como nukenin. Assim, abrindo seu guarda-roupas, Daisuke guardou a capa negra da Akatsuki e se vestiu com seu bom e velho quimono que o remontava à época que tinha chegado ao Buraco. Não era novidade para ele que a indumentária estivesse apertada, principalmente por causa de seus músculos que agora eram mais protuberantes. Contudo, como não haveria como uma costureira remodelasse a roupa, ele simplesmente efetuou um breve selo e após uma rápida manipulação de chakra fez com que sua aparência mudasse para uma pessoa mais franzina e que certamente caberia perfeitamente na roupa. Dessa forma, não seria percebido e poderia se misturar perfeitamente na multidão. Agora só restava fazer a viagem. Vamos lá. - Pensou ao fechar os olhos em concentração para tentar localizar qualquer selo hiraishin que o levasse mais próximo às colinas de Hiorei.

- Merda! - Sua frustração aumentou consideravelmente quando percebeu que não havia nenhum atalho até a trilha onde a comitiva estaria. Terei que gastar mais chakra. - Concluiu o ninja, acabando por retirar o tapa-olho para revelar sua pupila avermelhada adornada por três tomoes. Concentrando-se por alguns segundos, Daisuke manipulou sua energia para que convergisse na direção de seu olho esquerdo quando, finalmente, os tomoes se movimentaram e formaram um desenho complexo que tomava toda sua retina. - Estou pronto. - Sussurrou ao se lembrar exatamente das coordenadas da trilha que rasgava as colinas de Hiorei. Lentamente, o akatsuki começou a dobrar o espaço tempo ao seu redor e enquanto sumia num vórtece espacial, ele começava a enxergar seu destino em meio à escuridão da madrugada quando uma fraca brisa acabava de dar-lhe boas-vindas ao País do Trovão. Suspirando como se ainda aguardasse a dor que antigamente incomodava seu olho, Daisuke se agachou numa tentativa de esconder-se num movimento instintivo mas não havia ninguém ali.

Em silêncio, o nukenin agora olhava ao seu redor na cobertura da madrugada e se via no alto de uma colina coberta por grama e grandes pedregulhos erodidos pelo vento onde o musgo os transformava em gigantes verdes. Estáticos. A trilha fica na face sul das colinas. - Calculou ao se lembrar das aulas de navegação da academia, onde ele usava a posição das estrelas para identificar para onde iria. Para lá. Apontando para a direção correta, o solitário sequestrador juntou algum chakra nas pernas e disparou numa grande velocidade, ziguezagueando agilmente por entre as pedras e enquanto avançava já começava a perceber uma fraca iluminação de fogueiras no horizonte. Aquela visão deixou-o mais tranquilo, afinal, perder a única alternativa de uma infiltração segura no castelo seria realmente uma dor de cabeça gigante. - Lá estão eles! - Sussurrou empolgado enquanto ultrapassava o topo da colina. Novamente seus pés fizeram o trabalho e o frearam atrás de uma construção natural de rochas de onde ele pôde visualizar bem o acampamento da Companhia.

Aquecidos em volta de uma fogueira que queimava seus últimos gravetos, um grupo de quinze pessoas parecia dormir embalado pelo som melancólico de um O-koto que era perfeitamente tocado por uma senhora sentada num banquinho no lado norte do acampamento. Formando uma espécie de muro de madeira, as seis carroças estavam dispostas ao redor dos membros da companhia enquanto, ao sul, uma pequena cerca recém-construída evitava que os cavalos se espalhassem pela relva verde da beira da estrada. Apenas um vigia? - Admirava-se Daisuke ao perceber que um homem sonolento fumava e circundava as carroças com uma lança nas mãos. Realmente, se não houver surpresas, aquela infiltração seria "mamão-com-açúcar". Mas que era estranho, era. Porém, o nukenin sabia que estavam há cerca de vinte quilômetros do castelo e como estavam no coração do País do Trovão, talvez o local fosse bastante seguro. - Agora só me resta escolher o alvo. - Sussurrou para si mesmo na escuridão quando a senhora interrompeu a melodia e no mesmo instante aqueles olhos brancos fitaram os dele. What the Fuck! A cega me ouviu?!

Com a súbita parada, o sentinela rapidamente saiu de seu torpor ao correr na direção da velha que continuava a olhar na direção das pedras onde Daisuke se escondia. Lascou. O rapaz sabia que precisava agir nesse instante ou seria descoberto pelas habilidades da senhora e sua harpa. Então, juntando as mãos numa cadência de selos, o akatsuki moldou chakra em sua volta e começou a se tornar translúcido até o ponto de invisibilidade. Nesse momento o sentinela já corria para o seu lado com uma lamparina na mão direita e a lança na mão esquerda pronto para atacá-lo. Num misto de medo e ansiedade, o homem ainda escorregou pela subida até que dobrou a coluna de pedras e não viu absolutamente nada. Seja quem fosse, já tinha sumido. - Não há ninguém aqui. - Sussurrou o vigia, certamente já sabendo da habilidade da velha que agora retornava a tocar sua harpa. Enquanto isso, ainda prendendo a respiração, Daisuke se escondia dentro da rocha após usar seu chakra doton numa outra breve cadência de selos.

O vigia ainda tateou as rochas à procura de um invasor, mas não encontrou ninguém. Dando de ombros, ele levou a lança às costas e se virou na direção do acampamento quando um vórtice silencioso tomou conta de seu corpo. Seus olhos arregalados viam seu corpo sumir e antes que pudesse gritar por socorro, o sentinela foi jogado numa dimensão estranha e sem vida. Já sei o que fazer. - Pensou o akatsuki ao acompanhar o sujeito na viagem. Apavorado, o homem caiu aos prantos no piso frio formado por centenas de tijolos hexagonais quando Daisuke surgiu na sua frente. Seu olho descoberto então enviou chakra para o cérebro do alvo, fazendo-o permanecer parado enquanto ele revistava suas memórias recentes. E o genjutsu sharingan fez seu trabalho. Então você é o carregador dos artistas? - Descobriu na sua invasão cerebral. - Muito bem. Tomarei seu lugar. - Disse ao alterar sua aparência numa imagem idêntica ao vigia que foi posto para dormir antes de Daisuke se despedir e retornar ao acampamento. A velha já devia estar dormindo e tudo estava silencioso novamente.


CONTINUA...


Última edição por Ozzymandias em Qui 2 Mar 2017 - 16:29, editado 3 vez(es) (Razão : Acerto na História)
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Filler] Pouco Planejamento
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Nukenins e Outras Vilas :: Fillers-
'); }