Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Missão Rank C] Perdidos na Montanha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 958

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5095
Total de Habilitações: 119,75

MensagemAssunto: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Qua 28 Jun 2017 - 18:10

Rank da missão: C
Titulo da missão: Perdidos na Montanha
Descrição: Dois jovens Gennins perderam-se nas montanhas de Iwagakure. O vosso objectivo é ir as montanhas encontrá-los o mais depressa possível antes que sejam atacados por algum animal ou raptados por um Nukenin.
Recompensa: 600 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento
Número de Ninjas: 2/3 ninjas
Pessoas Inscritas:

  • Naho Kita (SP-KK)
  • Hyuuga Kamus (Kamus)
  • Nara Artemiza (GhosTTerror)


Última edição por SP-KK em Dom 24 Set 2017 - 21:35, editado 3 vez(es) (Razão : Derp na formatação)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stara

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 214

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 525
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Sab 23 Set 2017 - 18:22

SP, bora?
quero fazer esta missão
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
GhosTTerroR

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6037

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 53,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Sab 23 Set 2017 - 20:24

Sei que a SP-KK não está ativa à pelo menos 48 horas... Mas vou aguardar um pouco... se entretanto ela não surgir e eu tiver tempo... eu me inscreverei e faremos isso os dois.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 958

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5095
Total de Habilitações: 119,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Dom 24 Set 2017 - 12:29

Tive alguns problemas que me mantiveram longe do fórum, mas já estou de volta.
Até sugeriria irmos os 3, quantos mais melhor e isso tudo :p
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6037

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 53,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Dom 24 Set 2017 - 20:39

ehpah... é só porque eu não sei se ainda tenho muito tempo... mas esperem mais umas 48h se quiserem (quer dizer acho que a SPKK deve querer criar um novo char... não!?)

EDIT: Se a SP-KK se inscrever agora, vah, eu inscrevo-me também... mas dá para eu ser o 2º ou o 3º a publicar!? xP
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 958

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5095
Total de Habilitações: 119,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Dom 24 Set 2017 - 21:35

Eh, mudança de personagem pode ou não acontecer. Enquanto me decido posso perfeitamente fazer a missão xd Diria para já inscrever-nos aos 3, Ghost ficando o último a postar, e qualquer falta de disponibilidade é só avisar e passa-se à frente. Pode ficar assim?

(entretanto já actualizei os inscritos no primeiro post, se houver alguma coisa contra muda-se).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stara

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 214

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 525
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Dom 24 Set 2017 - 21:43

Yep, por mim está ótimo. Mas agora já estou escrevendo um treino e preparando alguns fillers de retorno, então se quiser ser a primeira, SP, fique à vontade. Eu posso ser o segundo tranquilamente.


Última edição por Kamus em Ter 26 Set 2017 - 1:37, editado 1 vez(es) (Razão : onde já se viu digitar "prima" ao invés de "primeira"?)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 958

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5095
Total de Habilitações: 119,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Ter 26 Set 2017 - 23:12

Alrighty. Ordem de postagem então fica SP-KK -> Kamus -> GhosTTerror. Vou tentar postar a primeira parte nos próximos dias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
SP-KK

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Feminino
Idade : 26
Número de Mensagens : 958

Registo Ninja
Nome: Naho Kita
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 5095
Total de Habilitações: 119,75

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Sex 6 Out 2017 - 2:09

(Desde já peço imensa desculpa pela demora, tentei ir adiantando isto conforme podia mas os últimos dias têm sido complicados)

"Então isto é que é Iwagakure. Deprimente."
Mesmo sabendo que a missão se desenrolaria numa vila com "Pedra" no nome, Naho nunca achara que se iria deparar com aquilo que parecia ser literalmente o reino da pedrada. Para onde quer que se virasse todo o cenário era castanho e cinzento, poeirento, e maioritariamente estéril. A única amostra de floresta que se conseguia avistar nas proximidades era algo afastada da vila, e surpreendentemente densa. Juntando esses dois cenários, a ruiva não estranhava dois conterrâneos inexperientes perderem-se por entre as àrvores desconhecidas. Enquanto se perdia nos seus preconceitos, os dois gennins que também ali se encontravam entreolhavam-se silenciosamente. Talvez pela ansiedade de trabalharem com desconhecidos, talvez por estranharem o comportamento da chunnin que, haviam assumido, estaria encarregada por guiá-los naquela missão. Afinal de contas era geralmente esse o papel daqueles de rank mais alto que acompanhavam os gennins mais inexperientes em missões... Certo?

-Kita-san. - Artemiza quebrou o silêncio, os cabelos castanhos da Nara dançando discretamente ao sabor da brisa que acariciava o topo do edifício. - Já deveríamos ir a caminho do local onde os gennins foram vistos pela última vez. O tempo não vai esperar por nós, eles continuam em perigo enquanto continuarmos aqui a apreciar os telhados das casas da vila.

-Ai a juventude. - Suspirou Naho, curvando-se para alcançar a sua aljava e logo em seguida alçando-a nos seus ombros. "Não chega ter de continuar a trabalhar com adolescentes, ainda por cima são adolescentes apressados. Porra da sorte." - Encontrá-los rapidamente é imperativo, sim. Mas antes de fazer o que quer que seja temos de ter uma boa imagem do terreno.

As sobrancelhas da Nara reagiram imediatamente, franzindo-se em confusão. Kamus, por sua vez, olhou de soslaio para Naho, algo desconfiado. O que a chunin acabara de dizer não fazia qualquer sentido para nenhum deles, visto que as buscas iriam ser iniciadas na floresta onde os gennins se haviam perdido. E mesmo sem comunicarem, naquele momento ambos os adolescentes partilharam o mesmo medo: que a pessoa escolhida para os ajudar naquela missão era, potencialmente, incompetente.

-Para além disso, com um Hyuuga e um ninja sensor no grupo encontrá-los será rápido. - Estabeleceu a caçadora, e enquanto falava começou a rapidamente tecer selos com as suas mãos, moldando o seu chakra com precisão e guiando-o aos poucos até aos seus dedos. Fios de seda começaram a espreitar das pontas dos seus dedos, e assim que os sentiu a ruiva deixou o chakra de cura que moldara imbuir-se nos mesmos, e começou a lentamente tecer pequenos paninhos de seda branca. - Esse não será o problema. O problema é que um dos desaparecidos não é propriamente desconhecido na aldeia, já que o pai dele é um comerciante de grande importância. Não podemos excluir a possibilidade de isto ter sido um trabalho contratado por parte de alguém que pretende ganhar algum dinheiro fácil, ou vingar-se do homem através do filho.

-Mais um motivo para agirmos rápido. - Salientou o Hyuuga, meio distraído pelos movimentos das mãos da ruiva.

-Exactamente. - Reforçou Artemiza, afagando o couro da sua bolsa de armamento para se distrair. Já estavam estacionados naquele telhado à vários minutos, e a Nara começava a ficar aborrecida com a monotonia da situação. Apesar de apreciar o facto de se poderem manter quietos enquanto ali estivessem. - Mesmo que cautela seja necessária, continua a ser imperativo localiza-los e trazê-los de volta o mais célere possível.

-Tamanha sabedoria. Nunca tais coisas me teriam ocorrido se não as tivessem mencionado. - Suspirou Naho, extendendo um par de pequenos panos a cada um dos gennins. Os dois adolescentes olharam directamente para Naho, trocaram entre si um olhar confuso, e voltaram a focar os seus olhos na Kita. Naho quase não conseguiu resistir a revirar os olhos perante tal desconfiança. Em vez disso a ruiva forçou-se por esboçar um sorriso afável, que quase se descaía para um sorriso trocista. Quase. - São apenas para precaução, caso nos separemos. Se precisarem de uma cura rápida comam os panos, ou coloquem-nos sobre uma ferida e usem o vosso chakra neles para os activarem.

-Comer... Um pano? - Artemiza olhou fixamente para Naho, que apenas acenou afirmativamente com a cabeça. A Nara encolheu os ombros, concluindo que não valia a pena questionar o assunto, imitando os movimentos de Kamus e guardando o par de panos na sua bolsa.

-Ok, com isso feito... - Naho correu até a extremidade do telhado, impulsionando as suas pernas com força e atirando-se do edifício sem pensar duas vezes. Agarrou os cabos das cimitarras e rapidamente se concentrou nelas, encaminhando o seu chakra para as lâminas e moldando-o para o elemento desejado. Libertou o par de armas das suas bainhas com um movimento amplo e súbito, sentindo os músculos de ambos os seus braços a picarem com a velocidade e força do movimento súbito. A konohanin "cortou" o ar, cruzando ambas as lâminas atrás de si e libertando de uma só vez o chakra que moldara, criando um colchão de ar que a impulsionou para a frente num movimento ascendente.

-Eu... Não vou fazer isto. - Decidiu imediatamente Artemiza, gesticulando na direcção de Naho enquanto a ruiva cacarejava um riso quase maníaco, decerto deleitada com as suas manobras aéreas.

-Não nos podemos atrasar mais. Anda, eu ajudo-te. - Ofereceu Kamus, baixando o seu corpo ligeiramente e apresentando as suas costas a Artemiza. A jovem olhou-o por momentos, parecendo ponderar as suas opções.  Uma oportunidade de não ter de se mexer? Decerto não iria desperdiçá-la. Rapidamente a jovem trepou para as cavalitas do rapaz, enlaçando os braços com força em torno do tronco dele. Kamus quase se arrependeu da sua oferta. Artemiza não era propriamente pesada, mas pesava mais do que ele conseguiria aguentar por um largo período de tempo - algo que ele conseguiu perceber de imediato, pelo ardor que logo se instalou nos músculos esforçados dos seus braços e pernas. "Deverá ser mais fácil assim que eu me começar a mexer", esperou ele.

O rapaz inspirou profundamente, concentrando chakra nas suas pernas e impulsionando-se para fora do telhado com um shunshin. Assim que o fez sentiu os braços de Artemiza prenderem-se mais firmemente ao seu corpo, o aperto da jovem tornando-se mais robusto graças à força que a morena exercia com os braços, desesperada para não cair. Kamus preparou-se mentalmente para a aterragem mas tal não bastou, já que não estava propriamente acostumado a mover-se com mais 50 quilos em cima. Sentiu os joelhos cederem-lhe ligeiramente assim que aterrou, e teve de travar os seus movimentos por alguns segundos para que as suas pernas recuperassem da força extrema que os seus músculos exerceram para que ele e a Nara não caíssem. Reiniciou os seus movimentos com grande esforço, acelerando em corrida com dificuldade e sentindo que estava a forçar os músculos das pernas para lá do seu limite. Assim que se sentiu a uma velocidade apropriada, voltou a concentrar chakra nas suas pernas antes de se impulsionar para o ar, novamente fazendo uso do shunshin para viajar uma maior distância. O processo foi-se repetindo um par de vezes, e quando o rapaz pensava finalmente estar a acostumar-se ao peso extra viu-se frente a frente com uma corda de roupa estendida. Enquanto estava em pleno ar.

-Katon: Endan! - De intelecto rápido, Artemiza inspirou profundamente e misturou chakra Katon nos seus pulmões, concentrando-o e moldando o mais rapidamente que conseguia. Expirou bruscamente, cuspindo uma bola de fogo quente o suficiente para quebrar a corda da roupa e transformar um par de cuecas parcialmente em cinzas. No entanto o calor súbito surpreendeu Kamus, que perdeu o equilíbrio e, no processo, perdeu também a Nara das suas costas. Sem muito tempo para pensar ou outras alternativas, os dois gennins agarraram-se cada um a uma das pontas da corda recentemente queimada, agarrando-se com força para não escorregarem da mesma. Kamus usou-a para se balançar com segurança até um telhado próximo, logo virando o seu olhar para Artemiza em preocupação. A jovem, não querendo ainda forçar as suas pernas, impulsionou-se para junto de um cabo que se encontrava atado entre dois edifícios, traçando uma suave trajectória descendente entre ambos. Movendo-se rapidamente a rapariga retirou a sua flauta da bolsa, usando-a como apoio para deslizar pelo cabo sem dificuldades, agarrando-se com ambas as mãos às pontas opostas da flauta. Mais descansado por ver a kunoichi ilesa, Kamus iniciou ele próprio o seu caminho em frente.

---

Já nos limites da floresta, e sozinha, Naho fechara os seus olhos e juntara ambas as suas mãos num selo, moldando o seu chakra enquanto se concentrava no matagal à sua frente. "Duvido que vá conseguir senti-los nas proximidades. Se eles se encontrassem próximos dos limites da floresta, decerto já teriam encontrado o caminho para voltarem à vila. Mas pode ser que encontre alguma pista com isto, algum objecto pessoal que tenham deixado para trás... Ou no pior dos casos, alguma armadilha que possa ter sido montada." Naho não queria nem considerar a última hipótese, já que sabia que isso implicava que os próprios gennins poderiam ter sido apanhados numa qualquer armadilha mortífera. Mas concluíu que deveria procurar por todas as opções possíveis. Finalmente encontrou algo, um traço de chakra muito pequeno e quase imperceptível. Não conseguia distinguir quem ou o que era, mas sabia que estava lá. Naho suspirou, abrindo os olhos. Se não estivesse tão concentrada, ou se tivessem existido quaisquer distracções por perto, provavelmente não o teria notado. Antes de se embrenhar na floresta a ruiva concluiu que, enquanto estivesse distraída à procura de mais indícios, seria conveniente ter outro par de olhos a inspeccionar a área. Retirou uma kunai da sua bolsa, criando uma pequena incisão num dos seus dedos e espalhando o sangue daí gerado na palma da sua mão. Concentrando o seu chakra e rapidamente o moldando com destros selos de mãos, Naho embateu com a mão no solo e uma nuvem de fumo surgiu. Quando este se dissipou revelou três traças castanhas, que agitavam as suas asas de padrões exóticos suavemente no ar.

-Ok pequeninas. Preciso que percorram a área em frente, e que me avisem de qualquer coisa anormal que vejam. - Começou Naho, estendendo uma das mãos e permitindo que uma das mariposas pousasse delicadamente sobre o seu dedo. Lentamente dirigiu a mão até ao ombro, transferindo a traça para que esta se instalasse confortavelmente sobre a sua camisola. Esta serviria como interlocutora entre Naho e as outras traças que iriam fazer a busca. Quando voltou a falar, Naho acompanhou as suas palavras por gesticulações algo ridículos, para melhor ilustrar o que queria comunicar. - Estou à procura de dois rapazes baixinhos... P'raí desta altura. Caso os vejam isso toma prioridade sobre tudo o resto, portanto comuniquem entre vocês imediatamente.

Quando toda a informação foi transmitida ambas as traças que ainda se encontravam no ar começaram a movimentar-se na direcção das árvores, não demorando muito para se separarem em direcções opostas para cobrirem uma maior àrea. Assim que perdeu as invocações de vista Naho afundou-se na floresta, seguindo na direcção da fonte de chakra que sentira. Ia observando o espaço em volta enquanto caminhava. "Os dois gennins são ainda novos, nem 10 anos de idade têm. Ou seja, não devem medir muito mais de 1,20metros. Tenho de me lembrar disso, e manter-me atenta a alterações no terreno que se encontrem entre o nível do solo e um pouco acima da altura que eles provavelmente têm. Pode ser que consiga encontrar o local por onde eles entraram na floresta, ou que encontre outros indícios sobre o que eles fizeram ou o que lhes aconteceu." Ia racionalizando a Kita, enquanto avançava lentamente. Encontrava-se no seu elemento de eleição, e como tal todos os seus instintos se encontravam ao rubro e atentos.

Ao longo do espaço que percorreu ia encontrando indícios que não podia ter a certeza pertencerem aos dois gennins desaparecidos: ramos partidos, garrafas abandonadas, fibras de tecido presas a ramos, manchas vermelho escuro em algumas árvores e espalhadas sobre algumas folhas. De cada vez que encontrava algo fora do lugar, Naho realizava alguns selos e concentrava o seu chakra nas pontas dos dedos, moldando-o e usando-o para expulsar fios de seda das pontas dos dedos, tornando-os pegajosos no processo. Ao longo do caminho, ia usando esses fios para marcar todos os elementos pouco usuais que encontrava, fazendo também um mapa mental sobre onde estes se encontravam para que fosse mais fácil localizá-los posteriormente. "Como neste momento não tenho forma de saber se alguma destas anomalias foram causadas pelos gennins perdidos, vou marcá-las todas para serem mais fáceis de encontrar. Quando tivermos mais pistas concretas podemos facilmente voltar atrás e identificar quais os elementos que são relevantes, e usá-los como pistas para percebermos o que fazer a seguir".

---

Kamus e Artemiza não demoraram muito a alcançar os limites da floresta, mas não haviam sido rápidos o suficiente para alcançar Naho - que entretanto desaparecera sem deixar qualquer rasto.

-Podiam tê-la mandado só a ela para completar a missão sozinha. - Comentou Artemiza, perdendo-se nos seus próprios pensamentos. "É um desperdício enorme de tempo procurarmos a nossa colega de missão em vez de irmos imediatamente em busca dos gennins. Mas se vamos cada um para seu lado ainda complicamos mais, e arriscamo-nos a acabar com ainda mais gente perdida... Não há alternativa senão encontrar a Naho primeiro.", racionalizou ela.

-Um momento. Byakugan! - Os olhos de Kamus foram rodeados por protuberâncias semelhantes a veias, enquanto que a visão dos seus olhos era melhorada drasticamente. Conseguiu visualizar várias pequenas fontes de chakra, que mais se assemelhavam a fios longos. Eventualmente encontrou um maior corpo de chakra, que conseguiu identificar como sendo Naho. - Encontrei-a. Por aqui.

Sem nunca mudar de expressão, Artemiza seguiu o rapaz enquanto este ultrapassava as primeiras árvores. Ambos concentraram o seu respectivo chakra, encaminhando-o para os músculos das suas pernas e fazendo uso de uma série de shunshins para se movimentarem mais rapidamente pelo espaço irregular. Indo na frente, Kamus não reparou na pequeníssima expressão de dor que piscou no rosto da Nara. Numa questão de minutos alcançaram a ruiva, que se encontrava agachada e parecendo observar algo no solo.

-Naho...?

-Sim. - A chunnin levou um dedo aos lábios, indicando aos gennins que se mantivessem em silêncio. Ela própria manteve-se calada, parecendo extremamente concentrada. - Então é perto. Obrigada, podem voltar.

Assim que tais palavras soaram uma pequena nuvem de fumo rebentou no ombro de Naho, assinalando que a sua kuchiyose havia sido dispensada.

-Os gennins provavelmente estão numa gruta a norte, próxima daqui. - Começou Naho a explicar, tendo chegado a tal conclusão baseada nos indícios que encontrara e nas informações providenciadas pelas suas Yamamayuga. - Pelo menos um deles está ferido, e perdeu uma pequena quantidade de sangue enquanto andava pela floresta. Mas não consegui determinar se chegaram aqui sozinhos ou se tiveram ajuda.

Enquanto falava Naho começara a andar, e os dois gennins prontamente a seguiram. A imagem que anteriormente haviam construído dela continuava presa nas suas mentes, mas a ruiva soava tão certa de si que já nem parecia a mesma pessoa de antes. A Kita foi-lhes explicando o que havia feito até ali, e como chegara às conclusões que lhes expusera, e pouco depois de terminar já eles haviam alcançado a gruta. Por precaução Naho escondeu-se atrás de uma rocha, e logo Kamus e Artemiza lhe seguiram o exemplo. Decerto todos haviam chegado à mesma conclusão. "Pelo menos um gennin com ferimentos de origem desconhecida. Por muito pequena que seja, há a hipótese de esses ferimentos terem sido causados por outra pessoa."

-Kamus? - Chamou Kita, desembainhando as suas cimitarras e prendendo-as pelos cabos.

-Só consigo ver duas pessoas. - Respondeu ele, tendo-se antecipado à ruiva. - Mas estão numa posição e ângulo estranhos. Não consigo perceber se são crianças ou não.

-Permitam-me. - Rapidamente Artemiza agiu, concentrando-se para convergir o seu chakra que, logo de seguida, foi moldado com uma sucessão de rápidos selos. "É um pouco cruel, mas decerto chegará para espantar dois gennins assustados. Se forem eles."

Com o Kasumi Jūsha no Jutsu e auxiliada por extrema precisão no seu controlo de chakra, a Nara criou a ilusão directamente na entrada da caverna. Quase de imediato se ouviu um par de gritos, seguido de alguém a correr para fora da gruta. Assim que o corpo alcançou o exterior, iluminado pelo sol poente, conseguiram identificar um rapaz pequeno.

-Deve ser um deles. - Ofereceu Artemiza. Naho manteve-se concentrada a observar a gruta, e Kamus sentiu os seus lábios a torcerem-se num sorriso. - Ouço mais passos para além dos dele.

-Não é... - Começou Kamus, parecendo empalidecer e perdendo a expressão de felicidade que tivera ainda há pouco.

Sentindo a urgência na voz dele Naho concentrou chakra e imbuiu-o na ponta do seu harigane sem o cortar, tornando apenas a ponta imaleável com o Tsunagime, disparando-o na direcção do pequeno rapaz que vinha ainda a correr. O fio emaranhou-se em torno do corpo do pequeno assim que o atingiu, não causando dano algum, e com o auxilio de Artemiza as duas raparigas deram um forte puxão no fio, fazendo com que o gennin perdido "voasse" na sua direcção. Enquanto Naho disparara o fio Kamus havia concentrado e moldado o seu chakra com selos, disparando um Raiton – Sogeki Tenrai para a entrada da gruta. O trio apenas ouviu um grunhido de dor.

-Não é um dos corpos que vi à pouco. - Começou Kamus, enquanto Naho tentava libertar o gennin perdido do harigane com que o havia amarrado. Em simultâneo Artemiza usava um dos panos que a ruiva lhe havia dado anteriormente, colocando-o sobre um ferimento no rosto do pequeno rapaz e injectando algum do seu chakra na seda do pano, causando a que este fosse activado e começasse a remendar a injúria. - Não sei o que se passou, apareceu do nada.

-Chakra Inpei. Supressão de Chakra. - Adivinhou Naho, realizando um selo que fez com que a sua aljava se preenchesse parcialmente com setas metálicas. - Tornaria o utilizador completamente indetectável a qualquer sensor. E geralmente quebra-se assim que o utilizador se move, especialmente no caso de ninjas mais inexperientes. Não que tenha a certeza, mas... É o mais provável.

Naho armou o arco com uma das flechas que des-selara, apontando para a entrada da gruta e pronta a disparar. O grupo manteve-se silencioso, tensão a mantê-los atentos a todo e qualquer movimento ou som. No meio deles, o pequeno gennin que haviam acabado de salvar soluçava inconsolavelmente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stara

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 214

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 525
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Qui 19 Out 2017 - 2:59

Spoiler:
 

Kamus prendeu a respiração involuntariamente quando a chuunin ao seu lado sugeriu o tipo de ninja com que eles poderiam estar lidando. De início, o rapaz tinha mesmo percebido que havia alguma coisa de errada, fora do lugar, pois seu byakugan simplesmente não era capaz de oferecer a visão nítida da cena com a qual ele estava acostumado. Mas ele sequer tinha cogitado que fosse um usuário de Inpei.

Com o chakra ainda impulsionando a visão de seu doujutsu, observou ligeiro as suas parceiras de missão. Naho ainda estava ajoelhada ao lado do pequeno gennin, mas havia se virado em direção à caverna, mantendo o arco mirado com uma concentração de pedra - pela primeira vez pareceu a Kamus que nenhum fio de ironia contaminava a expressão dela. Artemiza, embora ainda segurasse com firmeza a seda curativa contra o ferimento na face do gennin, mantinha seu olhar desviado para o rumo da caverna, séria, atenta. O jovem Hyuuga engoliu em seco. Ficou mesmo em dúvida se conseguiriam concluir a missão sem perdas.

- Naho... - sussurrou, pausado, depois de digerir a ideia -, se for este o caso...

- E-el - a criança grunhiu em meio aos soluços de seu choro, cortando a fala do Hyuuga.

Quis dizer qualquer coisa, mas nem sua fala se concretizou, nem a equipe da missão se esforçou para encorajá-lo - das sombras encobrindo a entrada da caverna já se começava a divisar uma silhueta se movimentando. O desespero na voz do garoto fez apenas com que a carga de tensão se intensificasse no grupo.

Quando a silhueta estava para sair das sombras, ela estacou. Por conta da proximidade com a iluminação solar, foi possível discernir o corpo alto de uma mulher magra, os cabelos castanhos escuros cortados rentes ao couro cabeludo. Súbito, ela dobrou os braços e uniu as mãos. Com o byakugan, Kamus viu claramente partes do corpo dela começarem a se tornar invisíveis sob as camadas daquela técnica tenebrosa. Mas antes que sequer metade de seu corpo tivesse desaparecido, a mulher soltou uma expiração sôfrega, desfazendo a concentração e caindo ajoelhada no chão, ofegante.

- Que tramoia foi esta? - perguntou Artemiza, uma risada se insinuando na sua perplexidade.

- O chakra dela está às minguas - Kamus respondeu, um sensação de alívio tomando seu corpo. - Ela não vai conseguir usar seu ocultamento tão cedo.

- Não é motivo para ter alívio - interviu Naho, que continuava com o arco apontado para a outra. Com um gesto de cabeça, ela fez com que os dois gennins de seu time olhassem novamente para a adversária, que já estava se recolocando em pé.

Kamus consentiu, retomando a concentração: - Vou tentar fechar alguns tenketsus dela para não incorrermos em mais riscos. - A pequena estratégia já vagava como esboço em sua mente há alguns minutos, ele só não esperava que a oportunidade para colocá-la em ação viesse de modo tão fácil.

Nisso, ele flexionou os músculos de suas pernas e deu um forte impulso, disparando numa corrida veloz. Naho arregalou os olhos por um segundo, considerando aquela aproximação repentina demasiadamente imprudente. Enquanto pensava em qualquer coisa que pudesse fazer para desfocar a atenção da adversária completamente do garoto de cabelo albino, percebeu uma movimentação atrás de si: Nara Artemiza havia se levantado e estava controlando seu chakra em meio a uma combinação de selos. Veloz, a sombra da garota tomou consistência e se bifurcou em duas pontas que começaram a deslizar pelo chão. Elas ultrapassaram Kamus, contornando-o pelos lados, e então se direcionaram contra a adversária.

- Kage Guujin no Jutsu - sussurrou a Nara, concentrada em manipular seu chakra para que a sombra percorresse a distância sem falhas.

Kamus sorriu ao perceber o auxílio de Artemiza, na mesma medida em que percebeu a sua própria estupidez em ter agido sozinho, sem tentar formular nenhum tipo de ataque conjunto. A adversária deu um salto mortal para trás, resguardando-se do ataque de Kage Mane nas sombras do interior da caverna. Kamus não hesitou: liberou uma pequena porção de chakra pelo próprio corpo, de modo a lançar-se num vulto veloz com o Shunshin, que o colocou imediatamente atrás do seu alvo.

Quando encontrou-se às costas dela, armou seu corpo na posição do Juuken, uma fina camada de chakra já envolvendo as palmas de suas mãos. Contou:

- Ni shou, You shou, Hachi shou - os braços iam se distendendo em rápidas estocadas contra as costas da mulher, os movimentos sequenciais: primeiro duas, quase simultâneas, em seguida mais duas, por fim, com a velocidade e o chakra se redobrando em suas mãos, mais quatro. Não teve dificuldades, até aí. Embora a mulher dominasse uma técnica de nível tão alto quanto o Inpei, suas outras habilidades não pareciam ser tão bem refinadas. Ela nem sequer conseguira se virar a tempo, e Kamus acertava seus tenketsus até com certo conforto. - Jorok-

Estava no meio da penúltima sequência do seu Hakke quando uma dor lancinante o fisgou pelas costas. Gemeu de dor, os braços caindo instantaneamente ao lado do seu tronco, incapaz de concluir o taijutsu Hyuuga. Uma kunai havia se cravado profundamente no canto inferior direito de suas costas. Sua mente se agitou por um segundo, precisava fazer qualquer movimento para sair dali, mas antes de sequer conseguir respirar, algo pesado desceu com força sobre sua nuca, derrubando-o no chão.

Embora à distância, Naho continuara observando cada movimento com atenção. Não tinha certeza de início, mas já cogitava que aquela mulher talvez não fosse a única pessoa com quem tivessem que lidar. Quando percebeu que o garoto havia parado subitamente seus ataques, ela mirou, a flecha em riste em seu arco. Projetou a mira no lugar mais próximo ao corpo de Kamus, sem saber muito bem onde iria acertar. Quando o rapaz caiu para o lado, soltou o cordão elástico. A flecha disparou veloz, cortando o ar a alguns centímetros da mulher contra quem Kamus havia lutado, e então um rugido de dor se propagou no ar.

O invisível tomou a forma de um homem trajando roupas maltrapilhas. A flecha metálica havia arranhado seu ombro esquerdo, deixando um enorme rasgo sangrento que o impediu de manter o Inpei ativado. Olhou furioso para a arqueira e começou a avançar em sua direção enquanto realizava alguns selos com as mãos.

- Não deixe que eles capturem o gennin - pediu Naho à Artemiza, pondo-se de pé e desarticulando o encaixe do seu arco, que retornou a tomar a forma de duas cimitarras.

- Doton: Doryuso - invocou o homem maltrapilho, embatendo suas mãos contra o chão, ainda a vários metros de distância.

A partir do local onde ele pousara as mãos, torrões de terra começaram subitamente a se erguer do chão, sob o formato de espigas pontiagudas. Antes que o ataque alcançasse Naho, ela lançou um ligeiro olhar para trás, e com alívio percebeu que Artemiza já havia tomado precauções. Com muito esforço, e tomada pela adrenalina que o desespero da situação injetou em seu corpo, a jovem Nara pegou o pequeno gennin em seus braços e se pôs a correr o mas rápido que pôde, os músculos das pernas ardendo a cada passo que dava. Durante o processo, chegou a rir mentalmente de si mesma, rememorando sua preguiça de mais cedo. O preço estava sendo pago. Por fim, escondeu-se atrás do tronco grosso de uma árvore alta, implorando para que as espigas não a alcançasse.

Percebendo que a garota mais nova conseguiria colocar-se a si e ao menino em segurança, Naho tratou de se pôr em ação: com toda sua força, lançou-se para cima num salto, as mãos embainhadas com as cimitarras já devidamente posicionadas atrás de suas costas. As espigas estavam para rebentar no chão embaixo de si quando ela terminou de manipular seu chakra elemental, direcionando-o para as lâminas de sua arma que, agregadas à rápida flexão de seus braços, produziram uma explosão de ar atrás de si, impulsionando-a rapidamente para cima e para frente.

No ar, ela conduziu chakra Kinobiri para a solas de seus pés, controlando-o adequadamente para conseguir se equilibrar com destreza sobre as estacas de terra. Quando por fim conseguiu pousar com segurança, algo na cena à sua frente a fez parar por alguns segundos. A mulher estava alguns metros atrás homem, gesticulando para que ele a seguisse. Sobre seus ombros, o corpo desmaiado de um menino pequeno. Era o outro gennin que precisavam resgatar. Kamus ainda estava inerte no mesmo onde havia caído. Ela aproveitou a situação para pegar o outro gennin no fundo da caverna, pensou a chuunin. Era evidente que eles iam tentar fugir, não pareciam precisar necessariamente dos dois gennin.

Diante da fragilidade da situação em que se encontravam, Naho executou a primeira ideia que lhe veio. Alojou suas cimitarras na bainha e começou a correr a toda velocidade na direção dos sequestradores, as mãos executando uma sequência de selos. Com o Ninpo: Kenpu Ito executado, ela afastou as mãos, entre as quais finíssimos fios de seda começaram a se entrelaçar. Tentou deixá-lo o mais discreto possível e então o prendeu no seu punho direito.

Saltou de cima das espigas, o homem já preparado para confrontá-la. Naho não fingiu excesso de malabarismos. Agachou-se numa rasteira rápida, mas excessivamente descarada, que o adversário previu e deu um simples salto para se esquivar. Durante o ato, ela reuniu toda a displicência dos seus movimentos para deslizar a mão direita ao longo do tronco do homem, deixando que o embolado de seda se depositasse no interior de um bolso traseiro. Como para fazer isso ela precisou se colocar numa posição vulnerável, o adversário apenas esticou sua perna num chute rápido, que a acertou em cheio, fazendo-a rolar para trás. Sem permitir outras aberturas em sua defesa, Naho levantou-se rapidamente e voltou a empunhar suas cimitarras.

- Ramon, vamos logo! - a mulher gritou, furiosa com a impertinência do outro.

Ele ainda se virou por um instante para encarar a chuunin, depois recusou ante o chamado de sua companheira. Retirou algum objeto de seu bolso e o jogou no chão. Uma densa fumaça se expandiu no local, tornando-o impenetrável à visão por alguns segundos. Ao se dissipar, os sequestradores haviam sumido.

Naho se aproximou do corpo de Kamus com certa urgência. Ele estava acordado, mas extremamente pálido. Na terra ao seu redor se espalhava uma dose relativamente considerável de sangue. A ruiva agachou ao seu lado, retirando do próprio bolso do rapaz o pano de seda que ela havia entregado a ele ainda no saída da vila.

- Desculpa - ele balbuciou, um misto de pesar e graça esboçando nos seus lábios esbranquiçados. - Acho que fui meio impulsivo...

Naho revirou os olhos. Pensou em responder, mas se forçou a conter a língua para focar apenas na manipulação da sua seda. Um pouco brusca, girou o corpo do rapaz e puxou sua camisa para cima, expondo a ferida sangrando em suas costas. Artemiza surgiu ao seu lado. O pequeno gennin, agora emocionalmente recomposto, escondia-se atrás dela.

- Isso vai custar um trabalhinho, viu - disse a jovem Nara observando a profundidade do rasgo.

Kamus não soube dizer se era uma tentativa de desviar sua atenção da dor ou apenas a acentuação de algum traço particular de insensibilidade. De qualquer modo, outra questão preocupava com mais intensidade sua mente um pouco débil por conta da perda de sangue.

- Vai ser difícil rastreá-los novamente... - ele disse, a voz num sopro.

- Não - respondeu a Kita. - Depositei uma pequena porção de Kenpu rastreável neles.

.

Spoiler:
 


Última edição por Kamus em Qui 19 Out 2017 - 3:27, editado 1 vez(es) (Razão : esqueci o final, ahhhh)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
GhosTTerroR

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6037

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 53,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Sab 21 Out 2017 - 16:50

Não entendo muito bem a minha presença nesta missão, talvez devido à minha ingenu-idade ou imaturidade... ‘Uma recém-genin buscando gennins desaparecidos’... (ironia). Sinto-me como uma formiga... Ou um nano-átomo. E todos os outros e tudo o resto parece ser “Deus” - enão será mesmo!? - ...mas neste caso refiro-me aos old-nins, aos experientes, aos de rank superior: eles parecem agir como deuses sob o meu destino, controlando-o... 《a flauta, a kuchiyose, esta missão,...》. Quase não consigo conter em meu corpo a anciedade por evoluir e poder: poder de controlar o meu destino, de sentir-me num lugar levado pelas minhas decisões... - - - ‘Mas que raio de hora para uma introspetiva destas!’...

~

- Artemiza!? - Chamou Kamus ao vê-la algo hipnitizada.
Naho soprou por entre os lábios uma porção de ar que lhe enchera as bochechas:
- Ela não tem habilidades de rastreio, não pode ajudar...
- Pois... Então vou apressar-me e tentar localizar esse chakra com o Byakugan.
Artemiza não gostou muito da forma como a verdade foi dita por Naho Kita. Manteve-se em silêncio, reconhecendo que não era grande ajuda naquele rastreio, ou naquela missão...
- Primeiro tentêmos uma aproximação naquela direção... - apontou a chuunin.
- Tudo bem. - Concordou Kamus.
- Vamos logo!!! - O gennin preocupado com o amigo.
Todos os quatro desapareceram sob turbilhões distintos ao realizarem os seus Shunsin. Silêncio e vazio no lugar onde algumas folhas secas, outras agora queimadas, regressavam ao solo. A contrastante adrenalina, metros à frente, sentia-se na face dos três shinobi dado o súbito impulso de velocidade que fizeram.
- 《Vou tentar agora...》 - O selo de Kamus auxiliou o comando de chakra interno para o uso do seu... - Byakugan! 《Tenho que buscar aquela fonte de chakra presenteada por Naho Kita. Não a posso desiludir depois da sua ação inteligente... Mas não é fácil concentrar-me em movimento... Tenho de parar!》 - Travou-se. As duas pararam com ele.
- Encontraste!? - Perguntou Miza.
- Não. - Foi Naho quem respondeu, sem tom provocador. - Não lhe é fácil... - Comcentrou-se e tentou ela mesmo sentir aquele chakra distinto que lhe seria familiar... - Talvez eu consiga...
- Mais à frente! - Apontou Kamus. - Encontrei... Só podem ser eles!
- Vamos! - Foi em uníssono. Correram naquela direção...
...Nara Artemiza começava a sentir o cansaço. Acompanhar aqueles dois não estava a ser fácil apesar de ela o estar a tentar disfarçar desde o início...

Kita concentrou-e-libertou força nas/das pernas para um urgente impulso. Atravessou-se à frente de Kamus:
- Calma! - ...e ao aviso dela, ele parou. Preparava-se para reativar o seu doujutsu, tentando adivinhar a intensão da chuunin, mas ela o travara por outro motivo... - É o básico de uma fuga... preparar armadilhas! Eu sinto algo estranho... Podes verificar!?
Ele assentiu:
- Byakugan! - As veias em volta dos olhos brancos evidenciavam a concentração de chakra naquela zona. Segundos de silêncio. - Existem de facto pequenas fontes de chakra espalhadas, mas “aquele chakra” que procuramos ainda está em movimento... Estamos próximos!
- Sim, vamos! - O gennin. - Apesar de fraco eu estou disposto a acompanhar-vos. Já faz algum tempo desde que aquele tipo me absorveu chakra. Estava já a planear uma possível fuga quando vocês surgiram, mas acabou tudo acontecendo diferente do que imaginara...
- Pois, mas calma... Essas pequenas fontes de chakra devem ser Kibaku Fuuda. Temos que os evitar!
- Tudo bem, sigam-me!... - Interrompeu-se. - ...E Artemiza!?
Olharam para trás e não a viram.
Naho revirou os olhos e suspirou:
- Tudo bem, eu deixarei um rasto através de linhas de seda. Se ela foi digna do hayate que trás, irá facilmente perceber.
O gennin ficou algo inconfortado. Ela tinha lhe cuidado das feridas e lhe custava deixá-la para trás. Mas...
- ...mas não podemos correr o risco de lhes perder o rasto... - Culpou-se por não saber usar o Kage Bunshin.
- Encontrar o outro tipo é prioritário. - Liderou Naho. - Por onde deveremos avançar?
- Okey, venham! - Kamus, à frente deles...

Durante a deslocação, o olhar de arqueira abriu-se, alertou-se, mas as palavras demoraram demasiado tempo da mente até às cordas vocais:
- Harigane!
O gennin colidiu de peito cheio com um harigane. Dois grossos troncos saíram em pêndulo de árvores ao seu lado.
- Fuuton... - Após a execução de selos, o ar que Naho Kita concentrou à sua volta formou uma espécie de “colchão” que não só amorteceu ligeiramente a velocidade dos troncos esmagadores, permitindo que seus companheiros tivessem tempo para agir, como também lhe proporcionou um impulso extra para se esquivar.
- Kawarimi! - Os dois rapazes se substituiram após os selos necessários.
《- Estou a sentir o chakra do Kenpu através do chakra chiee...》 - Kita sentiu-se atraída pelo objetivo próximo daquela missão. Em pleno salto, realizou os selos para realizar o jutsu “Asa Viva”... - Cuidado com as armadilhas! - Aconselhou antes de se transfomar. - Hannejuu... - E transformou-se numa traça para se aproximar dos inimigos e evitar mais armadilhas.
- Mais fácil então! - Exclamou Kamus. - Só é preciso rastrear o chakra dela!
- Ei! - Chamou o gennin. - Eu também sou um shinobi. Minhas reservas são baixas mas também posso ajudar... - E libertou uma rajada de vento com um Daitoppa que lhes abriu um caminho em linha reta.
- Boa! - Festejou Kamus. Os dois avançaram com velocidade seguindo o chakea da Naho-Traça.
《- Estou perto...》 - Ela sentia claramente aquele chakra característico. - 《Mas não os vejo... Devem ter percebido a nossa proximidade e decidiram ocultar-se. Já não irão longe...》- Desativando a sua transformação, voltou à sua forma normal e apelou ao seu Fuuton, libertando uma poderosa e cortante rajada de vento em direção ao solo, fustigando e esquartejando toda a vegetação rasteira e folhas secas abaixo dela! - Nanii!?
- Uma cúpula!? - Os dois gennins também a viram.
- Foi certamente o usuário de Doton. - Deduziu Kamus. - Será preciso um ataque bem forte para a destruir...
Kita chegou à mesma conclusão ao aterrar em cima dela.
- Encurralados!? Qual o seu plano agora? - Aí, apercebeu-se da dedução errada.
Kamus também desconfiou:
- Byakugan! - Não praticamente chakra dentro da cúpula... Por outro lado, fontes de chakra se afastavam. - Favas! - Reclamou. - Um engodo! Eles devem ter feito um túnel usando o Doton! Estão a fugir de novo!
- Que droga!!! - O gennin, furioso.


À distância, os dois raptores regressavam à superfície. Com eles o gennin amarrado, de boca tapada. Estava inconsciente, o homem absorvera-lhe o chakra para poder usar seus jutsus com maior eficácia.
- Idiotas. - Comentou a mulher. - Esta é a nossa chance, vamos bazar daqui com o garoto! - Mas ao voltarem-se para a frente, cai uma criatura do céu, a poucos metros, aterrando no solo e levantando poeira. - Nandeatekure!!??!? - Depararam-se com um demónio vendado. Às suas cavalitas, com os braços em volta do seu pescoço, e flauta na mão, Nara Artemiza!
...Anteriormente...
- Shibatta... Eles são demasiado rápidos... - Artemiza ficou para trás, acabando até mesmo por perdê-los de vista. A certo ponto, ela mesmo se sentiu no lugar daqueles gennins. 《- Rídiculo! Agora sou eu que estou perdida e alguém terá a missão de vir à minha procura...》. - Foi então que deu por si junto a um emaranhado de fios de seda. Um deles, bem fino, parecia prolongar-se para o interior da floresta, numa direção diferente daquela em que seguiam. E foi daí que proveio um barulho-agitação da floresta. - Não posso perder mais tempo... Mais importante, não posso deixar que me rebaixem à insignificância da inutilidade! - Mordia o seu polegar, tentando sobrepor a vontade à dor... Depois de ensanguentados, uniu os dedos e executou os selos manipulando o seu chakra a cada abertura e formação. Dirigiu-o para o solo, através do seu braço, primeiro, e depois da sua mão... - Kuchiyose no jutsu! Doki, “Demónio Inferior”! - Por entre uma núvem de névoa, surgiu o demónio-feminino de boca selada e mãos atadas atrás das costas. Artemiza sacou da sua flauta e saltou-lhe para as costas, por entre as asas. Enfiou as finas pernas por entre os braços e tronco do demónio e agarrou-se ao seu pescoço, colocando a cabeça ao lado da dele. O demónio pareceu soltar um gemido com seus pulmões... Artemiza segurou-se premindo os braços contra o corpo do demónio e firmando também as pernas com força. Sentindo-se segura, levou a boquilha da flauta à boca e começou a tocar, enviando o seu chakra que a Mateki depois espalhava sob ondas de som. O demónio começou a mover-se, cada vez mais rápido, na direção onde entretanto se fez ouvir o som de uma forte ventania agitando as árvores... 《- Rápido!!!...》
Com os seus olhos, a genin buscou uma árvore alta... Usou a força do par de pernas do demónio, melhores que as suas, que, controlando com a Mateki, foi-se impulsionando de tronco em tronco até alcançar um alto e grosso tronco de uma árvore antiga... De lá viu a agitação provocada pelo Kamaitachi de Naho Kita, mas viu também, a alguns metros desse local, um círculo de terra desabar, afundando-se para o interior da terra. - Doton!? 《Será o outro tipo!?》- Decidiu apressar-se, tocando as notas que fizeram mover o demónio naquela direção...

...

- Um anjo!?
- Um demónio!?
Artemiza desceu entretanto das costas do seu Doki e manipulando o seu chakra...:
- Vocês não são os únicos que conseguem ficar invisíveis! - ...e vários clones da Otonin começaram a surgir...
- Uma usuária de genjutsu. - Comentou a mulher, começando a “desaparecer” com a sua habilidade...
- Uma técnica amadora! - Comentou o homem. - Vou-te encontrar e empalar em poucos segundos!!! - Fez o selo da cobra e vários espigões de terra começaram a trespassar os clones ilusórios que se desfiguravam numa espécie de óleo negro... Um espigão surgiu por debaixo de Miza, que saltou comi reação, mas o espigão ascendeu rapidamente!
《- Vou morrer!?》
- Yah!!! - Deixando para trás um turbilhão de um shunshin, Kamus surgiu no ar com o seu Senpuu. A força aplicada quebrou e tombou o pilar de terra deixando Miza fora de perigo.
O genin capturado recuperara os sentidos e apercebera-se da nova tentativa de resgate. Então ele vomitou lama para cima da mulher deixando-a suja e visível. Naho lançou uma flecha que lhe atingiu a perna e logo em seguida o outro genin envolveu a mulher com harigane ao usar o seu Ayatsuito no Jutsu!
- Boa! - Os dois gennins celebraram o feito. Mas ainda faltava...
- Catraios d’um raio! Não sabem com quem se meteram! - Foi a vez do homem se começar a camuflar com a sua invisibilidade...
Mas Kamus não perdeu tempo e usou a sua técnica elétrica para lhe envolver o corpo com os seus chicotes, antes que ele desaparecesse.
Miza, após os selos, lançou o seu Katon Endan na direção dele.
- Kazezou! - A onda de vento lançada por Naho ao bater com a mão no chão, apanhou e absorveu as fracas chamas do Endan de Artemiza e evolveu as pernas no homem, queimando-as!
Kamus aproximou-se dele numa rápida corrida, focou chakra na palma da mão, esticou o braço e fez o homem tombar com uma forte palmada!
- Agora Kita!
Ela não precisava a indicação... Estava já libertando fios de seda pelos seus dedos para envolverem os membros do homem para o imobilizar. Miza ainda lhe deu com a sua flauta na cabeça... E à outra também! Entretanto o genin libertou o colega cortando-lhe as cordas com uma kunai...
- Vocês nos trouxeram boas complicações... - Comentou Naho Kita. - Vamos logo sair daqui e regressar para reportar o vosso resgate. - Todos assentiram em concordância. 《- Não sei se estes ainda estaram aqui quando enviarem a equipa de captura...》 - Referia-se aos raptores caídos. - 《...mas isso agora não é prioritário...》

FIM

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Stara

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 214

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 525
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Sab 21 Out 2017 - 21:26

se não estou enganado, as regras para avaliar missões em que o próprio avaliador participou pede duas semanas de aguardo, não é?

caso nenhum outro conselheiro/moderador/adm aparecer nesse período, eu já deixo reservado.

.

edit, dia 02/11: como já passou tempo suficiente, deixo definitivamente reservado. vou ficar sem acesso a internet por um tempo, mas levarei o texto da missão comigo para preparar a avaliação e postar assim que tiver a primeira oportunidade (talvez na noite do dia 05).


Última edição por Kamus em Qui 2 Nov 2017 - 3:55, editado 1 vez(es) (Razão : Sem razão especificada)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
Stara

Conselheiro | Konoha
Conselheiro | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 214

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 525
Total de Habilitações: 85,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Dom 5 Nov 2017 - 21:58

Demorei, mas melhor tarde do que nunca. Como combinado, aqui está a avaliação.

Pontuações da missão:

Avaliação de Naho Kita

Habilitações Ninja
Ninjutsu: 12,5 + 1,25 = 13,75
Taijutsu: 1,5
Kenjutsu: 17,25 + 0,75 = 18
Genjutsu: 1,75
Selos: 12 + 1,5 = 13,5
Trabalho de Equipa: 5 + 0,75 = 5,75

Habilitações Corporais
Força: 10,75 + 0,5 = 11,25
Agilidade: 16,5 + 0,5 = 17
Controlo de Chakra: 13,5 + 1 = 14,5
Raciocínio: 13,5 + 1,25 = 14,75
Constituição: 7,5 + 0,25 = 7,75

Total da Avaliação: 7 + 0,75 T.E. / 7 + 1 T.E.

Total de habilitações: 112 + 7,75 = 119,75

Avaliação de Hyuuga Kamus

Habilitações Ninja
Ninjutsu: 9,25 + 0,5 = 9,75
Taijutsu: 12,75 + 0,5 = 13,25
Kenjutsu: 3,25
Genjutsu: 0,25
Selos: 5 + 0,5 = 5,5
Trabalho de Equipa: 1,75 + 0,75 = 2,5

Habilitações Corporais
Força: 8,25 + 1 = 9,25
Agilidade: 11,5 + 1 = 12,5
Controlo de Chakra: 11,25 + 1,75 = 13
Raciocínio: 5,5 + 0,75 = 6,25
Constituição: 9 + 1 = 10

Total da Avaliação: 7 + 0,75 T.E. / 7 + 1 T.E.

Total de habilitações: 77,75 + 7,75 = 85,5

Avaliação de Nara Artemiza

Habilitações Ninja
Ninjutsu: 3,75 + 1 = 4,75
Taijutsu: 1,25
Kenjutsu: 3,5 + 0,25 = 3,75
Genjutsu: 7,75 + 0,75 = 8,5
Selos: 5 + 0,5 = 5,5
Trabalho de Equipa: 0 + 0,75 = 0,75

Habilitações Corporais
Força: 2,75 + 1 = 3,75
Agilidade: 2,75 + 0,75 = 3,5
Controlo de Chakra: 11,5 + 1,5 = 13
Raciocínio: 4,5 + 0,75 = 5,25
Constituição: 2,75 + 0,5 = 3,25

Total da Avaliação: 7 + 0,75 T.E. / 7 + 1 T.E.

Total de habilitações: 45,75 + 7,75 = 53,5

.

Comentário: Aviso logo que tive certa dificuldade com a ponderação dos pontos. Na conta final, todos os três personagens ficaram com mais de 7, por isso tive de ir fazendo subtrações. Usei por critério o que havia sido repetido com mais exaustão, mas sempre tentando balancear de modo a não deixar com pontuação baixa habilidades em que se havia investido. Digam se acharem alguma discordância exagerada... Também me vi em dúvida com o trabalho em equipe. Não acho que houve uma interação super bem desenvolvida em nenhum dos nossos textos, mas a pontuação havia chegado ao máximo por um ato de ajuda daqui, outra colaboração dacolá, etc. No entanto, tomei a decisão de retirar 0,25 de cada, porque, sem exceção, todos os três tiveram um momento de heroísmo, onde os outros membros da missão foram deixados completamente aquém de suas estratégias/intenções. Mas, sendo sincero, não sei se esse tipo de rigidez é razoável para com essa habilidade tão difícil de evoluir, ainda mais neste momento do fórum. Caso discordem, convêm restituir o ponto completo para todos.

Quanto a missão em si, não ficou má resolvida. Teria com certeza ficado mais coerente se tivéssemos escrito ao menos mais um post que explicasse as várias pontas soltas. Mas no geral, achei válida.

Recompensa completa (600 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento) para os três chars.

Lembrando que falta atualizar.


Última edição por Kamus em Dom 5 Nov 2017 - 22:01, editado 1 vez(es) (Razão : lembrete)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
GhosTTerroR

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6037

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 53,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Ter 7 Nov 2017 - 10:13

Eu acho que vc fez um bom julgamento de tudo.
Para o fim talvez tenha perdido um pouco de inspiração...
Fez bem em não dar o total de TE também.

Agora não posso atualizar... Mas vou ver se consigo fazê-lo em breve. Obrigado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
GhosTTerroR

Administrador | Outras Vilas
Administrador | Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6037

Registo Ninja
Nome: Nara Artemiza
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 53,5

MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   Ter 7 Nov 2017 - 11:31

Atualizado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [Missão Rank C] Perdidos na Montanha   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Missão Rank C] Perdidos na Montanha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Rank C-
'); }