Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Tsumigaki

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 28

Registo Ninja
Nome: Iida Satoru
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 225
Total de Habilitações: 28

MensagemAssunto: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Seg 4 Jun 2018 - 10:08

Satoru espirou relaxado, enquanto aproveitava a aragem célere daquela manhã abraçar seu corpo estirado sob uma pedra grande, destacada dentre as outras que compunham o cenário.
Ideais, objetivos, deveres e promessas; responsabilidades comuns que fazem parte da composição essencial da mente de qualquer shinobi. Satoru às vezes sonhava em fugir daquilo, abrir mão do que é tido como fundamental; aspirava uma liberdade utópica de responsabilidades, ou melhor, sonhava com a falta delas, pois era um fardo pesado demais tentar provar para si mesmo todos os dias que aqueles olhos defeituosos eram na verdade uma motivação para chegar cada vez mais longe. Livre de superar obstáculos, livre da dor, sempre acima da chuva fria, vagando sem compromissos, Satoru ansiava ser uma nuvem, ou aquilo que ele lembrava ser uma antes de ficar cego.
Alguém se aproximou lepidamente, agachou com os cotovelos escorados nas coxas e sussurrou com uma voz grave 'A carteira ou perde a garganta, rápido'.
- Endo... pode dar alguns passos para a esquerda? Assim não consigo sentir a brisa, talvez devesse emagrecer. E para de acentuar a voz, te torna esquisito.
- Como me reconheceu tão rápido? - Questionou Shigeharu Endo, amigo de Satoru, surpreso com a acuidade. - E eu não sou gordo. Você provavelmente não sabe, mas é bem maior que eu.
Satoru permitiu que o silêncio imperasse, a resposta para quem o conhecia era óbvia, embora sempre fosse surpreendente. A essência do chakra e o odor exalado do corpo de um shinobi para outro é discrepante, ao menos para ele: era fácil reconhecer.
- Você está fazendo a piada do cumprimento me estendendo a mão para depois gritar surpreso que esqueceu que eu sou cego? Pela milésima vez?
Endo desviou o olhar, como se quisesse perguntar algo que outrora já fora discutido, cuja resposta seria a mesma mas que ele sentia que precisava lutar pela mudança dela. Antes disso recolheu a mão, ficou triste quando percebeu que a piada já estava clichê.
- Endo. Sua pulsação mudou, sobre o que precisa conversar? Não desvie o assunto, não mudou bruscamente, significa que veio aqui preparado para abordar o assunto.
- Satoru, eu...
Satoru interrompeu com uma risada descarada:
- Desculpa, você não faz meu tipo. Sim, estou à procura daqueles guisos vermelhos, é meu anelo para ser forte, para ser o Shinobi que aspiro, preciso deles, é a única lembrança física que tenho do meu pai, da minha família.
- Não são os guisos que te motivam, sim a vingança para recuperar eles, e é isso que assusta. Precisa desistir disso quanto antes, pois uma vez concluído é um caminho sem volta; as pedras onde pisa para atravessar o lago vão afundando, e uma hora chegará num ponto onde sua única opção é atravessar o lago pois não consegue mais voltar, e esse Satoru... que é o Satoru de verdade, desaparecerá de uma vez, sentirá falta da perspectiva dos dias auspiciosos. Não deixe que a vingança cegue você. - Respirou com um olhar sério por alguns segundos. - Perdão, não resisti.
Satoru levantou, pronto para caminhar.
- Está a caminho do hospital, certo? Estou indo para o lado oposto. Não se preocupe, se decapitarem um braço meu prometo que você é o médico que vou solicitar na recepção.

Enquanto o crepúsculo tomava conta, num bosque meio mórbido, mais afastado de Kirigakure, Satoru aguardava pacientemente misturado à copa de uma árvore.
"Pelo som dos corpos cortando o vagar do vento, posso dizer que são dois... não, três". Se concentrou um pouco mais. "Não, são dois, um deles é grande e tem o dobro da minha largura, o outro é mais parecido comigo". Um galho rangeu e, quando viraram para trás surpresos com o som, viram o galho beijar o chão logo após um nevoeiro com silhueta semelhante a um corpo desaparecer do topo da árvore. Uma lâmina gelada, curvada na ponta,  fora aproximada da garganta do mais magro, próxima o suficiente para que cada montante de saliva descesse relutante.
"Atraí a atenção deles com o galho e consegui passar usando Kiri-Shunshin no Jutsu sem ser notado, baixa noção de luta. A pulsação já estava acelerada antes da abordagem, Nukenins!?" O indicador da mão esquerda tocou nos desenhos da bandana, cujo símbolo estava riscado, para se certificar. "É dedutível que o mais magro seja mais ágil, uma vez rendido tenho vantagem aqui".
- Está atrás de que, garoto? Dinheiro? Esqueci o dinheiro no bolso da outra calça. Também não sou muito famoso, vai ganhar um magistral obrigado por levar minha cabeça à Sunagakure. - Enquanto isso o colega observava, quieto, aguardando uma oportunidade para atacar, ou talvez fugir.
- Okanishi, o sobrenome te leva a alguém? Pense bem a respeito. Eu não enxergo muito bem, posso acabar movendo a lâmina para o lado errado.
- Nunca ouvi falar, é alguma banda nova? - Os batimentos e respiração eram constantes, prova concreta de que não reconhecia o sobrenome, mas não evitou a cotovelada na nuca que respondeu a piada.
O corpo perdeu o equilíbrio, uma bela cotovelada de Satoru botou as pernas dele a tremer, a cabeça parecia pesar uma tonelada depois daquilo. A gola da camisa foi puxada para mantê-lo em pé antes que a cabeça arrastasse o corpo para o chão, e a lâmina colocada no pescoço novamente.
- Estou atrás de um par de guisos vermelhos, o que sabem a respeito?
- Entendo. É normal que um dos pares de guisos de sangue leve lâminas aos pescoços mais vezes que eu troco de cueca, afinal, são valiosos. Já que está curioso vou te contar. - Quando abriu a boca para começar uma explicação bem articulada, um braço pesado atravessou a conversa, o colega decidiu intervir.
Para a sorte, ou competência, de Satoru, era um golpe lento de alguém mais lento ainda contra alguém cuja especialidade era o combate ágil. Com a mão direita agarrou o pescoço do mais próximo e o puxou para trás, o pé esquerdo deu uma passada longa para se mover para longe e o direito rasteirou o rapaz que puxava, o desequilibrando e  ficando entre Satoru e quem o atacava. Escalafobético, quem esmurrava só acertou o ar, e logo em seguida tropeçou no colega e foi ao chão.
A situação estava sob controle, mas faltava estômago, eram foragidos mas Satoru não tinha o necessário para um abate a sangue frio em alguém caído. Pareceu impoluto, talvez indulgência, e aí correu de volta às árvores preso ao ideal de pragmatismo, não eram obstáculos para o que procurava, embora no fundo soubesse que a coragem não acompanhava o desejo algoz.
Retornou à vila durante o cair da noite, e percebeu que coletou uma informação valiosa, não foi um dia improdutivo, mas que o despertava confusão. Não conseguia ligar as pontas  com todas as informações que tinha até ali, guisos de Sangue e aqueles guisos vermelhos eram a mesma coisa, ou podia ter sido apenas uma confusão feita quando o Nukenin respondeu, aquela informação precisava ser verificada a fundo.

No amanhecer do dia seguinte a investigação começou, junto de uma terrível frente fria. Satoru tentou abordar alguns que encontrou no caminho dentro da vila, mas ninguém estava muito disposto a conversar, a vida de um Shinobi é agitada demais para dar atenção a um Genin curioso numa manhã gélida, o que dificultava discernir se mentiam ou não quando perguntava sobre os guisos.
Percebeu que era uma informação valiosa sendo direcionada às pessoas erradas. Satoru entrou numa casa de apostas, era um lugar simples, bastante empoeirado, mas habitado pelas pessoas certas. Escondeu sua bandana dentro do kimono antes de entrar, ninguém importante estaria ali sóbrio o suficiente para reconhecer um Genin perdido, mas era bom se precaver. Em alguns segundos o nariz foi engolido por um odor de saquê misturado ao bafo de vários bêbados rindo e gritando juntos após virar a noite apostando, era a pior combinação para um garoto de 15 anos, mas a objetividade o controlava.
Escorado na parede com as mãos no balcão havia um velho, afastado do resto, que parecia ter a garrafa de saquê como melhor amiga, quase que amigos de infância. Seu rosto acabado denunciava uma noite longa, e a dedicação à bebida demonstrava uma semana mais longa ainda, mas não custava arriscar: bêbado daquele jeito fazia parecer fácil extrair informações.
- Bom dia. Sou cego, pode me ajudar? - Dissimulado, Satoru se aproveitou de uma condição física para ser eloquente.
Um ar de dúvida misturado a compaixão tomou o velho. Com frio e enxaqueca sua predisposição a ajudar era quase nula, mas o quase foi predominante, um garoto cego que parecia perdido dava pena. - Pode falar garoto.
- Perdi um par de guisos vermelhos, guisos de sangue. Pode me ajudar?
Por alguns segundos o clima ficou pesado, a respiração ofegante de um bêbado se tornou algo denso, preocupado: ele sabia a respeito, não do furto, mas sobre o que eram guisos de sangue. - Garoto, não tem como alguém do seu tipo, do meu, desses caras perdidos numa casa de apostas bebendo saquê a ter algo desse tipo. - E seguiu com uma risada, afinal, parecia piada que o garoto falasse a respeito. - Mas entendi que está curioso, vou te explicar. Lordes feudais os colecionavam, meros artefatos de decoração por onde passavam, guisos coloridos eram sofisticados. Justamente por ser um artigo colecionável de alguém do nível de um lorde feudal que se deu a importância. Furtos, valores altos oferecidos, e tudo o que é necessário para algo compor o mercado negro, os guisos se popularizaram por essa gente e ai as pessoas roubam, vendem no mercado negro e assim por diante. Devido à raridade dos guisos originais, a competição à procura deles ficou grande e os crimes também, daí nasceu o nome Guisos de Sangue, existem seis ou sete deles, eu nunca lembro a quantidade certa.

Finalmente descobriu o que precisava. Mas a satisfação era efêmera pois, não conseguia tirar da cabeça o porque do seu falecido pai, um Jounin, carregar consigo algo tão valioso e de maneira tão inconsequente dar ao filho antes de morrer. Ficou preso numa linha tênue de dúvida entre achar que o pai era um tolo que não fazia ideia do que carregava consigo, ou que era alguém muito maior que isso, que fez o que era preciso para obter algo valioso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
GhosTTerroR

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 30
Localização : Porto / Coimbra
Número de Mensagens : 6963

Registo Ninja
Nome: Himura Senshou
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 240
Total de Habilitações: 389

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Seg 4 Jun 2018 - 11:26

É um grande início que demonstra muita inspiração! Fico contente de ver e ler! Parece que so pode toenar numa história que vale realmente a pena seguir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.myspace.com/ghostterror conectado
Stara

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 577

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 150,75

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Ter 5 Jun 2018 - 23:44

Eu li teu filler me segurando para não dar pontos em raciocínio. Excelente uso dessa "habilidade", não apenas no pensamento do personagem em si, mas na articulação das ações dele. Leve isto para os seus treinos/missões e se sairá muito bem.

Você escreve muito bem, e fez um filler inicial super envolvente e já com um projeto pro futuro, que é essa investigação. Só o final que soou meio corrido (mas eu entendo um pouco isso, o texto começa a ficar grande demais e a gente tenta cortar e ir direto ao ponto, né? acontece com os melhores hahaha). Com certeza merece os dois pontos na B.E.

Continue, estarei acompanhando! Eu adoro taijutsu, ainda mais usuários inteligentes, e isso de um rapaz cego traz sempre um quê a mais. Se achar cansativo escrever fillers tão grandes, recomendo a prática de dividir, sempre dá um fôlego a mais (porém fique à vontade, a decisão é tua, não temos cobranças com relação a tamanhos por aqui).

_

B.E. do Tsumigaki e do Ghost atualizadas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
Genos

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Localização : Vila do Trovão
Número de Mensagens : 355

Registo Ninja
Nome: Alucard J. Yata
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1700 + 100 ryos na loja de jutsus
Total de Habilitações: 213,5

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Qua 6 Jun 2018 - 17:02

Gostei do seu estilo de escrita, o menino perdido em Suna e tudo de mais, gostei muito como descreveu as falas e suas descrições de ações.

Parabéns.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tsumigaki

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 21
Número de Mensagens : 28

Registo Ninja
Nome: Iida Satoru
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 225
Total de Habilitações: 28

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Sex 8 Jun 2018 - 23:46

@GhosTTerroR escreveu:
É um grande início que demonstra muita inspiração! Fico contente de ver e ler! Parece que so pode toenar numa história que vale realmente a pena seguir.
A inspiração tem que andar de mãos dadas com a história, se não só dá dor de cabeça seguir com ela. Bate aquela sensação de: "Que droga usei pra redigir isso semana passada? Que péssimo".


@Stara escreveu:
Você escreve muito bem, e fez um filler inicial super envolvente e já com um projeto pro futuro, que é essa investigação. Só o final que soou meio corrido (mas eu entendo um pouco isso, o texto começa a ficar grande demais e a gente tenta cortar e ir direto ao ponto, né? acontece com os melhores hahaha). Com certeza merece os dois pontos na B.E.
Não sei se é um sentimento que afeta todos, mas fiquei bastante nervoso com o primeiro filler. É o chute inicial da história, a base de todo o resto, dá uma ansiedade muito grande pra terminar e ao mesmo tempo certa dor cada vez que vejo que alguém comentou.

@Genos escreveu:
Gostei do seu estilo de escrita, o menino perdido em Suna e tudo de mais, gostei muito como descreveu as falas e suas descrições de ações.
Agradeço o feedback, tanto aos detalhes de escrita quanto aos da trama!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorou

Administrador | Kiri
Administrador | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Belem/ Pa - Brasil
Número de Mensagens : 3113

Registo Ninja
Nome: Azura Inugami
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 21888
Total de Habilitações: 476,25

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Seg 11 Jun 2018 - 15:08

Aaaah que início lindo! Nossa cara, eu demorei pra ler, mas me arrependo por não ter feito isso antes! Muito bom mesmo! Adoro o clima introspectivo e opressivo da história, eu juro que li do início ao fim sentindo a tensão, como se o que estivesse acontecendo fosse um filme obscuro hahaha O Satoru é muito interessante, apesar de ser bastante obstinado. Ainda sinto que falta você abrir mais esse roteiro, mas é só o primeiro filler, vamos ver como você desenvolve a história daqui pra frente ;D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ichinose Zef

Outras Vilas
Outras Vilas
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 22
Localização : Coimbra
Número de Mensagens : 442

Registo Ninja
Nome: Watanabe Shiro
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 950
Total de Habilitações: 33,5

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Seg 11 Jun 2018 - 17:12

Adorei o teu primeiro filler. Gostei imenso de como conseguiste dar uma espécie de "visão" ao teu personagem cego baseado no que ele consegue ouvir, sentir e cheirar. Vai sem duvida ser uma das personagens mais interessantes, um ninja cego. Quero mesmo ver como vais levar esta historia para a frente!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gameofthronesrpg.forumportugues.com.pt/
Stara

Administrador | Konoha
Administrador | Konoha
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Brasil
Número de Mensagens : 577

Registo Ninja
Nome: Hyuuga Kamus
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 150,75

MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   Qui 14 Jun 2018 - 3:53

Todos os comentários atualizados nas B.E.: meu, do Genos, do Dorou e do Zef.

keep up.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sarausilencio.wordpress.com/
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: [F1] O ecoar das almas pode ser ouvido   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[F1] O ecoar das almas pode ser ouvido
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Tópicos similares
-
» Retalhador de almas
» O Curandeiro da Alvorada
» Seguranças de Festa | Hegulos, Stephen e Blaze
» Campista novo e totalmente perdido
» [RPG OFF] Death Note - 5ª Edição
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Kirigakure :: Fillers-
'); }