Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Sab 16 Maio 2009 - 14:57

Descrição da missão: Um gennin de Konoha foi capturado enquanto treinava fora da vila. Pelos vestígios deixados sabemos que foi levado por um grupo de shinobis com um número entre 2 a 3. Tu (Kadmos), juntamente com a tua sensei Furinji Miu e o gennin Hyuuga Koushiro deverão partir em sua busca e trazê-lo de volta para a vila.

Personagens inscritas: Kadmos (per. Principal), Furiji Miu e Hyuuga Koushiro (per. Secundárias)

Recompensa: 600 ryo + 1 ponto de cumrpimento + 1 scroll de novo jutsu

Boas sorte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Sab 16 Maio 2009 - 17:06

Em casa


Kadmos estava a descansar no seu quarto. Para variar a casa estava silenciosa, Sueji e Takatsuya tinham ido treinar com o seu sensei Aksimaru e Kadmos ficara sozinho.
O dia anterior tinha sido exaustivo para ele e aquele tempo a mais na cama estava a saber-lhe tão bem... Mesmo assim continuava com a cabeça no novo jutsu que tentava fazer, mas continuava sem achar a solução. Com a cabeça deitada na almofada olhou para o céu que começava a mostrar algumas nuvens, distraído a olhar para a paisagem adormeceu.

Algum tempo depois...


Kadmos estava num grande campo de duelos. Havia árvores destruídas por todo o espaço, inúmeras kunais e shurikens no chão. O chão apresentava manchas negras de terra queimada pela intensidade dos jutsus Katon. Kadmos estava à superfície de um pequeno rio, agarrado ao seu braço esquerdo que parecia estar ferido. Tinha um rapaz de manto negro a empunhar uma espada com uma luz branca. Não lhe conseguia ver bem a cara, apenas os seus cabelos castanhos e os seus olhos de um azul penetrante.
O rapaz levantou a sua espada e correu contra Kadmos. Este fez alguns selos, esforçando-se por isso e vários clones de água apareciam a sair do rio. Dois dos clones ficavam com Kadmos enquanto os restantes iam combater o adversário do gennin. O rapaz do manto acabava com os clones facilmente, cada movimento da sua espada parecia ser uma ferida fatal no corpo de água deles. Kadmos e um dos seus clones puseram-se de costas um para o outro e o original fez mais uma sequência de selos que o deixou quase esgotado. Os dois scrolls que pousou em seguida, abriram-se e mostraram uma pequena estrutura em hélice com os dois Kadmos no meio. Estes saltaram e batendo no papel dos scrolls começaram a invocar várias armas que arremessavam para a área onde o inimigo estava.
O rapaz que já se tinha desenvencilhado dos clones, nota o ataque e tenta desviar-se. Contudo no último segundo vários clones de água das kunais e shurikens que estavam no ar apareceram do nada. Graças ao clone que ficara no chão e que fizera a multiplicação dos projécteis, todas as armas atingiram o seu objectivo, formando uma grande nuvem de pó.
O jutsu tinha acabado e com tamanha exaustão os clones de Kadmos tinham desaparecido e o original estava sentado no chão, com as costas apoiadas numa pedra. A nuvem de pó começa a assentar e no seu interior notava-se uma sombra... A figura então mexe-se e sai daquela poeira, revelando o oponente de Kadmos sem uma única ferida! O rapaz salta e chega perto de Kadmos encostando a sua espada à sua garganta. Com um olhar superior diz as últimas palavras que Kadmos iria ouvir:

Rapaz - O teu tempo acabou... Não passaste! - Declara enquanto a sua lâmina se afasta da garganta de Kadmos apenas para tomar balanço para o derradeiro golpe.

Quando a lâmina regressa à sua posição, Kadmos acorda do seu sono. Tudo tinha sido um sonho, mas ele já tinha este sonho já a algum tempo. Desde que voltara de Suna que tinha vários sonhos com figuras com mantos negros e em todos ele acabava por sofrer uma derrota e morria às mãos do vencedor.
Tentou levantar-se mas o seu braço esquerdo estava com pequenos espasmos, espasmos que cessaram segundos depois. Estranhando o "comportamento" do seu corpo, saiu da sua cama e foi lavar-se e comer qualquer coisa. Tratou rapidamente das tarefas pendentes, como fazer a cama, lavar a loiça e arrumá-la. Quando se preparava para sair, alguém bateu à sua porta.
Quem lá estava era um ANBU que fora chamar Kadmos para se apresentar no Gabinete do Hokage para uma missão urgente. Este despachou-se e correu para o edificio.

Gabinete do Hokage


Mal lá chegou, o mesmo ANBU que o tinha chamado, ou outro pois Kadmos confundia sempre aquelas máscaras que eles usavam, reencaminhou-o imediatamente para o escritório. Lá foi recebido por Miu e o Hokage, que lhe explicaram o objectivo da missão.
Aparentemente um gennin havia sido levado da vila por um grupo de shinobis desconhecido. Pelos destroços e restantes vestígios de luta, presentes no campo de treinos onde o gennin tinha sido visto pela última vez, o grupo de shinobis tinha no máximo três membros. O objectivo da equipa reunida por Loki era o de encontrarem o grupo e resgatarem o gennin a qualquer custo. Para isso tinha juntado Kadmos e Miu com um shinobi que tinha já alguma experiência em missões de reconhecimento.
Mal Loki fala sobre o membro em falta, alguém bate à porta, entrando depois de receber permissão. O membro em falta era Hyuuga Koushirou, companheiro de Kadmos nas aulas de Taijutsu que este tinha secretamente. Para Miu o rapaz era o Hyuuga que há alguns meses tinha andado numa luta com o seu aluno e por isso não confiava naquela figura. O Hokage como já tinha toda a equipa reunida deu as últimas indicações e disse a Miu por onde deveriam começar a sua busca, tendo o grupo partido em seguida.

________________________
Parte 1...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Ter 19 Maio 2009 - 1:10

Após passarem pelo campo de treinos onde o gennin foi visto pela última vez, decidiram tomar caminho na direcção que o Hokage lhes dera. Mal iniciaram a marcha, encontraram logo vestígios de ter passado por ali um pequeno grupo de shinobis. Seguiram logo aquelas pegadas na lama, entretanto Miu, de uma maneira fria, pedira a Koushirou que usasse o Byakugan para norte à procura do grupo de fugitivos. Logo na altura Kadmos e Koushirou, que iam atrás de Miu, entre-olharam-se...

Koushirou - Ainda não lhe contaste do teu treino?? - Inquiriu em pensamento.
Kadmos - Cala-te! Não digas nada por favor! - Respondia numa telepatia que não chegava a Koushirou.

Koushirou fez como lhe pediram, activou o Byakugan e procurou no máximo de distância que conseguia... Nem sinal de pessoas, apenas alguns animais da floresta se moviam por ali... Até ter encontrado uma pequena gruta "artificial". Parecia ter sido escavada por algum controlador Doton e tinha chakra ligado à enorme pedra que a selava. Koushirou informou logo Miu da sua descoberta e os três foram para lá.
Ao chegarem, os três poderam ver o que Koushirou tinha relatado a momentos. No meio da densa floresta do País do Fogo, um pedaço de pedra maciça emergia da superfície esverdeada pela relva. Antes de se chegarem mais perto e entrarem no "descampado" procuraram por sinais de vigias, mas tudo aquilo parecia estar deserto. Koushirou activou outra vez o seu Byakugan e tentou procurar por pessoas dentro da caverna, mas várias correntes de chakra interferiam na sua visão...

Koushirou – Tudo parece estar livre cá fora… Mas lá dentro está protegido por “paredes de chakra”…
Miu – Não gosto disto… Não têm um único segurança… Ou são incrivelmente fortes ou incrivelmente estúpidos.
Kadmos – Se calhar para nossa sorte eles são mesmo estúpidos! – Ria enquanto afirmava aquilo. Koushirou e Miu não acharam graça à piada do rapaz, ele não estava a levar a sério a missão.
Miu – Vamos avançar. Com cuidado! Koushirou, não há armadilhas no chão?
Koushirou – Nada de nada… É como se quisessem que os intrusos entrem.
Miu – Então vamos entrar! Kadmos vai pela esquerda e Koushirou vai pela direita. Irei já por aqui. Alguma coisa fora do normal avisem pelos inter-comunicadores!

Os shinobis separaram-se e entraram no terreno inimigo de diferentes lados. Nenhum encontrou inimigos e puderam voltar a reunir-se depois de rodear o esconderijo. Ao chegarem à enorme pedra que selava a entrada da gruta, encontravam um pequeno papel com alguns kanjis, rodeado por um círculo de símbolos que estavam por toda a rocha. Miu analisava cautelosamente o papel, mas sem ligar aos avisos da sua sensei Kadmos estica-se e retira parcialmente o papel! Quando ia acabar de o retirar é parado por Koushirou.

Koushirou – Estás parvo hoje? Este papel é algum tipo de selo que impede a rocha de se mover. Está ligado a várias correntes de chakra que passam nas paredes do esconderijo. Ao tirares não só impossibilitas a nossa entrada como dás a nossa posição ao inimigo! Queres pensar se faz favor?
Kadmos – Gommen… Não sei o que se passa comigo hoje… - Vai a tentar tirar a mão, mas Koushirou volta a impedir-lhe o movimento. – Importaste?
Koushirou- Agora que tiraste o selo parcialmente, temos que encontrar os restantes…
Miu – Ele tem razão… Pelo que dá para ver devem ser mais dois papeis. Alguma ideia?
Kadmos – São três no total? Aposto que estão a fazer um triângulo. – Ri-se mais uma vez sozinho com a má piada.
Koushirou – Byakugan! – Koushirou activa o seu doujutsu e procura por algum indício, sem nenhuma pista.
Kadmos – Espera! Disseste que este selo está ligado ao chakra à volta do esconderijo certo?
Koushirou – Hai…
Kadmos – Então os outros dois também devem estar ligados! Procura por “caminhos” de chakra pelo chão, talvez nos levem até onde estão os que faltam.
Miu – Finalmente começaste a pensar…

Koushirou saltou para uma árvore ali perto e com o Byakugan procurou pelo que Kadmos descrevera. Não lhe parecia uma ideia inteligente, mas também não era má. Rapidamente encontrou os trilhos de chakra que passavam pelo meio da floresta, não é que a posição dos três selos formava um triângulo rectângulo? Kadmos afinal tinha razão…

Musiquinha...

Koushirou e Miu deixaram Kadmos a segurar no selo e partiram para os restantes. Pelos intercomunicadores sincronizaram a libertação do selo do esconderijo. Tudo correu bem, até que na rocha onde Kadmos tirara o selo dá-se uma explosão de luz! Kadmos vê-se envolvido por uma luz branca enquanto segura o selo, pasmado de boca aberta. Uma voz ecoa do fundo da luz…

??? – Em tudo o que há luz, há uma sombra…

Enquanto Kadmos ouve aquela frase dita com uma calma incrível, vê quem a disse a aparecer a partir de uma sombra gigante. A sua sombra começava a ganhar vida e erguia-se! Todo um novo Kadmos aparecia à sua frente, todo de negro, mas tinha uma diferença: usava um manto negro a encobrir-lhe todo o peito e partes das pernas.
Estavam os dois numa espécie de campo de luz branca. Não se via nada nem ninguém além de Kadmos e a sua sombra, as comunicações com Miu e Koushirou tinham sido interrompidas… Era como se Kadmos estivesse num lugar totalmente diferente.

Kadmos – Só pode ser um Genjutsu! – Pensou de imediato. Fez um selo com as mãos e concentrou o seu chakra num ponto do seu corpo. – Kai! – Gritava ele, sem surtir efeito no ambiente que o rodeava ou na sombra que corria na sua direcção.
Anti-Kadmos – Este genjutsu revela toda a escuridão dentro de ti… E eu sou a tua escuridão! – O corpo negro continuava a correr até Kadmos, saltando quando estava a alguns metros do paralisado Kadmos. No ar aproximava-se cada vez mais do rapaz, mas este nem se defendia... Estava petrificado, sem saber o que fazer! O Anti-Kadmos acaba por dar um poderoso murro no maxilar de Kadmos, lançando-o ao ar por vários metros. – Reage! – Gritava cheio de fúria!

Kadmos levantava-se, recuperando do golpe sofrido. Os seus punhos fechavam-se lentamente e preparava-se para a luta. Ao ver isto a figura negra do seu oponente mostrava um sorriso branco enquanto admirava Kadmos. Os dois correram um contra o outro, cada um retirava uma katana da sua bainha. Enquanto a lâmina de Kadmos mostrava todo o esplendor da luz branca da sala onde estavam, a espada da sombra não mostrava qualquer reflexo sendo puramente negra, tal como o seu dono.
Os dois trocavam vários golpes de espada, cada um esquivava os golpes do outro, até Kadmos ser apanhado pela lâmina negra que lhe rasgou o casaco e fez uma ferida leve desde o seu ombro direito até ao abdómen. Apesar de ser um genjutsu o gennin sentiu toda a dor e agonia do golpe. Continuaram a trocar vários golpes de espadas até Kadmos perder a katana depois de levar um corte na mão. Enquanto se afastava do seu oponente, lançou alguns shurikens! Para surpresa deste, o clone guardou a sua arma e do mesmo bolso retirou também shurikens e atirou-as, mas enquanto estavam no ar fez alguns selos e os projécteis duplicaram. “Mizu Shuriken Bunshin? Como é possível num local sem água?” interrogaba-se Kadmos enquanto se desviava das pequenas armas.
Repetindo o gesto do oponente, duplicou shurikens que acabara de lançar. Apesar de não aparecer água no ambiente, podia-se usar jutsus suiton. Isto parecia ser favorável a Kadmos e ele sentia-se mais confortável. Num salto fez aparecer vários clones seus feitos de água e estes, mal aterraram foram contra o Anti-Kadmos. Os clones eram destruídos à medida que se aproximavam do seu inimigo, mas tudo corria conforme planeado. Kadmos fazia uma sequência de selos grande e em seguida pousava dois scrolls. Os dois scrolls desenrolavam-se e erguiam-se numa hélice dupla com um grande espaço no seu interior. O clone que restava empatava Anti-Kadmos, enquanto o original preparava-se para usar o Soushouryuu. Lançou de imediato uma chuva de kunais e shurikens que atingiram toda a área onde se encontravam o clone de água e o clone sombra.
Kadmos lançava tudo oque conseguia… Não via se acertava ou não, apenas lhe interessava destruir aquela sombra que parecia ficar mais forte a cada minuto que passava, a cada segundo que lutavam… Quando finalmente parou, encontrou o corpo do seu oponente todo recheado de shurikens e kunais, mas este não parecia estar ferido. Continuava com o olhar fixo em Kadmos e retirava as armas espetadas nele, uma a uma.

Anti-Kadmos – Eu sou a tua escuridão… E quanto maior a luz, maior a escuridão que nela se esconde. Tu não me consegues vencer, Kadmos! – Atirava contra o gennin. A mente deste começava a entrar em parafuso… Tudo aquilo não podia estar a acontecer, até que as palavras do seu inimigo lhe lembraram algo…
Kadmos – Luz e escuridão, dizes tu… - Exausto começava a fazer uma nova sequência de selos. – Ambos existem sempre em equilíbrio. A escuridão não existe sem a luz, nem a luz pode existir sem escuridão. – Uma pequena bola de água formava-se na sua mão. Não parecia ser o habitual Hahonryu de Kadmos, mas uma variante mais pequena e concentrada. – Agora está na hora de voltares para o teu lugar dentro de mim.

Kadmos começa a correr, levando o braço com a bola de água como se estivesse pendurado. O Anti-Kadmos, por seu lado esperava calmamente pelo jutsu suiton com um leve sorriso. Ao chegar perto dele, Kadmos aproxima rapidamente o braço direito, que antes estava pendurado, como se se tratasse de um murro rápido. Encostou a bola de água comprimida à secção da barriga do oponente e com um grito inúmeras bolas de água saíam das mãos de Kadmos, embatendo no seu alvo.

Anti-Kadmos – Não te esqueças do que disseste… Eu vou estar sempre aí… – Apontava com o seu braço esquerdo o coração de Kadmos.

Tudo começava a desaparecer à volta de Kadmos… Ou melhor, começava a aparecer. A luz branca que o rodeava voltava a restringir-se ao papel do selo, enquanto o Kadmos sombra tinha já desaparecido totalmente. As árvores, toda a fauna que o rodeara antes, voltava pouco a pouco… Sentia o frio da rocha nas suas costas, a entrar-lhe pelo corpo e lembrar-lhe a exaustão que sentia. Levou a mão esquerda ao peito e notou que trazia consigo a ferida do duelo de genjutsu. Assustou-se ao ver aquilo e perguntou-se como podia ser real.
Foi nesse momento que olhou em frente e viu um corpo de pedra. Miu estava de volta do corpo feito de rocha, enquanto Koushirou acabava de chegar. Afinal tudo não passara de um genjutsu mesmo… Mas a luta tinha sido real, apesar de ser contra um boneco, em vez de ser contra a escuridão dentro dele próprio. Logo ali decidiu não dizer aos seus colegas o que acontecera. Levantou-se, afastando-se da pedra e tentou recuperar um pouco do seu cansaço.
Estavam agora prontos para entrar na base do inimigo. Não sabiam se era aquilo que procuravam, mas mesmo não sendo, tinha que ser algo importante para ser protegido daquela maneira. O túnel era estreito e os três tiveram que entrar numa fila indiana enquanto se afundavam nas profundezas do lugar.

_______________________________
Parte 2 - Ended...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Ter 19 Maio 2009 - 13:41

Finalmente estavam dentro da gruta! Seguindo sempre em fila indiana, continuaram pelo estrito túnel ate este se tornar maior e com algumas ramificações. Tudo parecia ser obra de vários jutsus Doton para manobrar aquela rocha e tinham feito um óptimo trabalho... Ao atingirem uma bifurcação, Miu separou-se dos dois gennins e foi sozinha para um dos caminhos, enquanto Kadmos e Koushirou seguiram o caminho da sua esquerda.
O túnel voltava a estreitar e a sua altura diminuía acentuadamente. Tanto que Koushirou tinha que se curvar lentamente para passar, enquanto que Kadmos andava normalmente, visto ser mais baixo que o Hyuuga. Ao longo do caminho encontravam pequenas portas presas na rocha, portas que Koushirou usava o seu Byakugan para procurar o que guardavam. No final de trinta minutos de busca na base inimiga, não encontravam ninguém a habitar aquele local. Também não encontravam pistas sobre o gennin raptado. Os dois gennins frustrados com aquele falhanço tentaram comunicar com Miu, mas os intercomunicadores só davam estática. Quando tentavam voltar para trás, três paredes começavam a formar-se na rocha! Uma em movimento descendente e as restantes a virem da esquerda e da direita, respectivamente, começavam a selar a entrada para aquele túnel.
Kadmos começa a entrar em parafuso, sem saber o que fazer, entretanto Koushirou continuou calmamente a seguir o caminho do túnel...

Koushirou - Anda! - Chamava ele por Kadmos.

Este acalmou-se e logo o seguiu. Sem ter os nervos a flor da pele conseguiu pensar e chegou a mesma conclusão que Koushirou. Tinham já sido descobertos e estavam a encaminha-los para alguma armadilha. Neste caso o melhor seria deixarem-se ir, preparados para qualquer coisa que acontecesse. Passado algum tempo chegavam a um espaço gigantesco dentro do esconderijo. Parecia que ja tinham descido alguns cinquenta metros abaixo da superfície e mesmo assim algo assim estava ali. Uma enorme redoma de rocha fria erguia-se com um enorme lago e algumas plataformas da mesma rocha encontravam-se a superfície da água gélida. Do outro lado um ponto de luz fazia-se notar pelo seu reflexo na água. Os dois rapazes seguiram caminho pelas rochas que se espalhavam pelo lago ate que tudo a sua volta começava a mudar! Tudo ficava ainda mais escuro, a agua começava a desaparecer, tal como a própria plataforma.
Kadmos rapidamente fez um selo e concentrou chakra...

Kadmos - Kai! - Gritava o rapaz. Tinha todos os seus nervos a flor da pele, mas não parecia estar em aflição como antes. Estava calmo, os seus reflexos no auge da sua forma e raciocinava na perfeição. Após o Genjutsu no Kai tudo voltou ao normal e Kadmos constatou que Koushirou também não fora afectado pelo jutsu.

Da agua aparecem vários clones que iam na direcção dos dois gennins! Koushirou activou logo o seu Byakugan e com uma excitação incomum nele, destrui-a os oponentes com o seu juukenhou. Kadmos ficou parado a olhar para a "fúria" empregue por Koushirou e decidiu ficar a deliciar-se com aquele festival de pancadaria. Isto tudo ate alguém lhe agarrar uma das pernas e a puxar. Perdendo o equilíbrio, caiu na rocha e depois foi levado para dentro de água, onde vários clones o atacavam a grande velocidade.
Sempre a levar golpes, defendia-se com os braços a taparem grande parte do corpo. Aproveitou um pontapé mais forte que o impulsionou alguns centímetros e fez logo alguns selos... Afinal o jogo de Mizu Bunshins podia ser jogado por mais de uma pessoa e Kadmos adorava esse jogo! Cinco novos Kadmos apareceram, mais rápidos e melhores na água que o original, começaram uma luta dentro de água contra os clones inimigos, tudo enquanto Kadmos nadava para a superfície a fim de voltar a respirar... Quando finalmente tirava a cabeça fora de água e voltou a respirar o ar frio daquele lugar, levou um forte pontapé mesmo na testa que o fez sair parcialmente da água e viajar alguns metros. A sua frente tinha o ninja que fizera os clones e quando olhava com atenção para o rapaz reparou que conhecia tal cara. Pensou um pouco sobre de onde poderia ele o conhecer, ate que lhe veio a memória a resposta! Era o rapaz que eles andavam a procura! Porque estaria ele a atacar quem o vinha buscar?
Levantou-se num salto e voltou para perto de Koushirou que nem dera pela sua falta. Os clones que iam contra Koushirou cessavam de aparecer e o shinobi original aproximava-se lentamente, andando pela água.

Kadmos - Koushirou! Está ali o rapaz! - Afirmava para o Hyuuga enquanto o abanava pelo braço.
Koushirou - Esta bem! Já ouvi! - Com o seu Byakugan analisa o rapaz que vinha na direcção deles... Sem dúvida era o original, mas algo estranho se passava. Não estava em nenhum genjutsu então porque atacava a sua equipa de resgate? - És tu o Tsura Tsurugi? - O rapaz não lhe dirigiu a palavra, apenas acenou afirmativamente enquanto continuava o seu passo...
Kadmos - E mesmo ele! Como o tiramos do genjutsu onde esta?
Koushirou - Não tiramos... Ele esta a fazer isto de livre vontade. Eu luto com ele! Pelos vistos ele e Suiton por isso posso ter uma certa vantagem. Procura por uma saída!
Kadmos - Hai! - Corre para o ponto branco que viram a pouco - Vê se não lhe bates com muita força... Temos que o devolver ao Hokage são e salvo!

Deixava para trás o seu companheiro e procurava por uma saída ate que uma enorme parede surgia do chão, fechando-lhe o contacto visual com Koushirou. A última coisa que ouvira do outro lado era uma explosão, talvez resultante da colisão de dois fortes jutsus... Mas Kadmos não tinha tempo para se preocupar com Koushirou. Mal se viu fechado olhou para a sua frente e lá estava um rapaz com um manto negro.

??? - Olá Kadmos. - Cumprimentava o desconhecido. A sua cara era tapada por um capuz também negro e todo o seu corpo estava tapado pelo manto, mostrando apenas uma espada com uma pequena lâmina azul. - Não me reconheces? - Pergunta enquanto retira o capuz...
Kadmos - TU!!?? - Kadmos estava paralisado... Sem capuz o seu inimigo não parecia ser mais do que um rapaz com cerca de quinze anos. Os seus olhos azuis e cabelo castanho eram iguais aos do rapaz dos pesadelos de Kadmos. Como poderia estar ele ali? Não era ele apenas uma invenção da imaginação de Kadmos?
Roxas - Eu sou Roxas. Prazer em conhecer-te pessoalmente Kadmos. - Afirmava com um sorriso. - Estava a tua espera para um momento mais tarde, mas posso tratar da minha missao agora.
Kadmos - A minha espera? Missão? Que está ele a falar - Pensava Kadmos...
Roxas - E normal que estejas um pouco confuso... Digamos que tenho como missão acordar o teu poder adormecido... ou matar-te caso não o consigas! - Kadmos da um passo para trás, encostando-se a parede de pedra.
Kadmos - Acho que te confundiste... Aqui o único que talvez tenha poderes escondidos és tu, eu sou um shinobi normal de Konoha!
Roxas - Que nasceu em Sunagakure e é um dos mais recentes "escolhidos" do clã Brisingr. Eu já conheço a tua história... Talvez melhor que tu!
Kadmos - Explica-te! Como sabes tanto sobre mim? Como sabes do que se passou em Suna? - Algo mudou na face de Kadmos... Uma cara com um misto de medo e fúria aparecia nele. Como alguém podia saber tanto sobre ele... E ainda clamar que o conhece melhor que ele próprio. Quem seria este rapaz?
Roxas - Fazemos assim... Eu respondo a todas as tuas perguntas depois da nossa luta. Que tal?

Não esperando por uma resposta de Kadmos, Roxas faz uma sequência de selos e logo vários pilares de pedra surgiam a partir do chão. Roxa escondeu-se logo num deles e preparava-se para atacar. Kadmos entretanto desviara-se com um salto de um pilar que surgia mesmo por baixo de si e ia desembainhar a sua katana, quando notou que não a tinha, deixara-a caída fora da gruta após a luta contra a sua sombra. Distraído com a falta da sua arma, não nota um braço a sair do pilar mais perto e leva um murro dado por ele!
Percebia agora o porque dos pilares... Roxas era um habilidoso usuário de Doton e pelos vistos sabia usar jutsus como o Iwagakure no Jutsu tanto para ataque como defesa. Kadmos saltou e segurou-se na parede com um Kinobiri, estava a pensar num plano, mas nada lhe vinha a mente. Estava numa espécie de gaiola toda feita da mesma pedra e o seu inimigo era um usuário de Doton que conseguia aparecer em qualquer ponto dessa mesma rocha. Não encontrava pontos fracos na sua estratégia e enquanto olhava para baixo a procura de Roxas, este acabou por aparecer mesmo por cima do gennin dando-lhe um potente pontapé no tronco, mandando-o para baixo!
Na descida Kadmos agarra-se a um dos pilares e concentrando chakra na sua mão, numa versão do kinobiri, consegue diminuir a velocidade da descida. Graças a sua ideia chegou ao chão facilmente sem dar uma queda de grande aparato. Pôs-se de pé e levou a sua mão à pequena bolsa que levava na perna. Retirou de lá algumas kunais e varias kibaku fudas. Para não voltar a ser apanhado desprevenido, saltava de um ponto da sala para o outro numa velocidade constante. Sempre sem repetir o lugar onde pousava do salto, ia enrolando os papéis explosivos em algumas kunais, atirando-as em seguida a parede que o separava do lago. Lançou-as e quando Roxas finalmente aparece entre as kunais e a parede, de maneira a impedir a destruição da separação, Kadmos fez uma sequência de selos e com um grito, proclamou o nome do seu mais recente jutsu.

Kadmos - Suiton: Mizu Semai Heiki Bunshin no Jutsu! - Com a humidade presente no ar, formava alguns clones das kunais que lançara, mascarando as armadas com explosivos das normais.

Atrapalhado Roxas levantou uma enorme parede de pedra a sua frente, que parou grande parte das kunais, mas deixando algumas escapar. Felizmente uma das que escapou era das que estava armadilhada e mal bater na parede, Kadmos fez um selo e proferiu "Katsu!". Os papéis explodiram com a parede defensiva acabada de fazer e fizeram um pequeno buraco na parede que separava Kadmos do lago. O gennin finalmente tinha acesso a uma fonte de água, mesmo que longe já lhe dava alguma ajuda...
Roxas estava surpreendido por Kadmos... Não esperava um raciocínio deste tipo vindo do rapaz que se vira em apuros para vencer uma rapariga em Suna. Talvez fosse por isso que o seu mestre estivesse de olho nele... Pondo isso de parte, ele continuava com uma missão e correu contra Kadmos. Enquanto fazia uma sequência de selos, os pilares reduziam a sua altura ate voltarem a não se notar. Kadmos por seu lado, chamara alguns clones de água a partir do lago e preparava-se para uma manobra ofensiva. Dois clones aproximavam-se mais de Roxas, servindo de ocupação enquanto Kadmos concentrava o seu chakra e o transformava em uma grande bola de agua.

Kadmos - Suiton: Hahonryu! - Gritava enquanto vários projécteis de água saiam da bola que mantinha nas mãos. Os tiros iam na direcção de Roxas, mas este desviava-se delas usando os clones de Kadmos como escudo. Em seguida afundou-se na rocha desaparecendo da vista de Kadmos. Este correu pela sala onde lutavam, mas não encontrava sinais do seu oponente, contudo o cenário começava a mudar a pouco e pouco... Tudo se transformava numa arena de combate gigantesca, havia árvores destruídas por todo o espaço, inúmeras kunais e shurikens no chão. O chão apresentava manchas negras de terra queimada pela intensidade dos jutsus Katon e notava-se que a terra tinha sido remodelada por jutsus Doton. Kadmos estava à superfície de um pequeno rio, frente a Roxas. Parecia ter voltado ao sonho que tivera esta manha. Tanta coisa parecida, mas algo faltava... Ele não estava ferido e Roxas empunhava a espada, mas esta não mostrava um brilho branco. Talvez tivesse um desenrolar diferente do que lhe acontecia no sonho.
Roxas levantou a sua espada e correu contra Kadmos. Este fez alguns selos e mais clones apareceram. Dois dos clones ficavam com Kadmos enquanto os restantes iam combater o adversário do gennin. O rapaz que usava o manto negro acabava com os clones facilmente, cada movimento da sua espada parecia ser uma ferida fatal no corpo de água deles. Kadmos ficava surpreendido como tudo se desenrolava igual ao seu sonho. Mas desta vez ele sabia de uma coisa...
Kadmos e um dos seus clones puseram-se de costas um para o outro e o original fez mais uma sequência de selos que o deixou quase esgotado. Os dois scrolls que pousou em seguida, abriram-se e mostraram uma pequena estrutura em hélice com os dois Kadmos no meio. Estes saltaram e batendo no papel dos scrolls começaram a invocar várias armas que arremessavam para a área onde o inimigo estava.
O rapaz que já se tinha desenvencilhado dos clones, nota o ataque e tenta desviar-se. Contudo no último segundo vários clones de água das kunais e shurikens que estavam no ar apareceram do nada. Graças ao clone que ficara no chão e que fizera a multiplicação dos projécteis, todas as armas atingiram o seu objectivo, formando uma grande nuvem de pó.
O jutsu tinha acabado e com tamanha exaustão os clones de Kadmos tinham desaparecido e o original estava sentado no chão, com as costas apoiadas numa pedra. A nuvem de pó começa a assentar e no seu interior notava-se uma sombra... A figura então mexe-se e sai daquela poeira, revelando o oponente de Kadmos sem uma única ferida! O rapaz salta e chega perto de Kadmos encostando a sua espada à sua garganta. Com um olhar superior diz as últimas palavras que Kadmos iria ouvir:

Roxas - Que desilusão Kadmos... Esperava mais de um "escolhido"... - Lentamente a sua lâmina afasta-se da garganta de Kadmos apenas para tomar balanço para o derradeiro golpe.


Última edição por Kadmos em Ter 19 Maio 2009 - 18:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Ter 19 Maio 2009 - 13:42

Quando a lâmina atravessa a garganta de Kadmos, este lança um grande jacto de um líquido que vai acertar mesmo em Roxas... Mas não era sangue... Era apenas um clone de água!

Roxas - O que? Quando e que se trocaram? - Perguntava todo confuso.
Kadmos - Kawarimi no jutsu, Baka!! - Kadmos revelava-se escondido atrás de algumas árvores de ilusão e acertava em Roxas com um Konoha Dai Senpuu. Tinha finalmente ultrapassado a barreira de velocidade que nao lhe permitira aprender o jutsu antes. Atirou Roxas para longe no chão e congratulou-se por pensar naquele plano. O Kawarimi com o clone de água saíra na perfeição!

No lugar onde Roxas estava deitado, a terra começou a ceder engolindo o rapaz. Logo em seguida duas mãos fortes agarravam os tornozelos do gennin e a ilusão desaparecia. No mesmo local onde Kadmos estava a ser segurado, um enorme pilar surgiu, levantando o gennin a vários metros do solo. Quando chegou ao topo Roxas falou-lhe do fundo da sala...

Roxas - Ganhaste-me Brisingr Kadmos... Mas mesmo assim a minha missão falhou! Ainda não descobriste parte do teu poder interior e por isso vais morrer agora.

As mãos de pedra que o seguravam começaram a empurra-lo na direcção do fim do pilar. Kadmos combatia contra aquela força mas nada conseguia fazer contra aquilo. Quando o pilar acabou, as mãos soltaram-no e ele começou a cair de cabeça na direcção do solo.

Kadmos - Eu vou morrer?? Eu não quero morrer!! - Gritava enquanto descia a grande velocidade. A cada segundo que passava, a sua velocidade aumentava. Não tinha aquele flash de memórias que toda a gente falava que mostravam quando alguém morria. Apenas pensava como Miu e Koushirou estariam a dar-se na parte da missão que lhes calhou. E pensava se iria ver a sua mãe ou o seu pai...

Ao pensar no seu pai, uma enorme onda de chakra irrompeu pelo seu corpo! Sentia-se mais livre, mais forte e com poderes que não imaginara! Com todos aqueles sentimentos tentou livrar-se daquele apuro. Começou a girar em torno de si próprio e sem reparar ganhava ainda mais velocidade e um vento forte gerava-se a sua volta, a cerca de cinco metros do solo mexe os braços de tal maneira que o casaco desliza para fora deles e Kadmos agarra-o. Formava agora um pequeno pára-quedas que com o vento formado por ele lhe deu alguma impulsão ascendente, contraria a velocidade da queda. Sentia chakra naquele vento que formou, mas não percebeu o porque de tal. Acabou por ir contra a enorme parede de pedra, largando assim o casaco e dando uma valente queda que o deixou inconsciente.


Algum tempo depois


Kadmos acordava nas costas de Miu. Atrás dela seguia Koushirou que carregava o corpo inconsciente e atado do gennin raptado. Mal despertou avisou a sua sensei de que estava melhor e que podia seguir caminho por si, esta largou-o logo num tronco de árvore ao qual ele se agarrou com o Kinobiri. A partir daí seguiram a viagem de volta para Konoha normalmente. Miu explicara a Kadmos como ele tinha sido encontrado inconsciente no chão daquela sala e como Koushirou havia imobilizado o gennin. Miu não encontrara ninguém na sua busca pela base, logo um dos dois shinobis raptores tinha fugido antes de eles chegarem. Kadmos explicou a parte da luta, sem revelar a conversa estranha que tivera. Mal dissera como se safara a queda, Miu olhou espantada para ele.

Miu - Talvez sejas Fuuton... Trataremos disso depois. Agora entreguemos o rapaz ao Hokage.

Demoraram mais algum tempo ate chegarem a Konoha e ao Gabinete do Hokage. Lá chegados, Koushirou e Kadmos foram logo dispensados do serviço deixando apenas Miu com o Hokage. Esta ficou para relatar a missão e dar algumas informações que encontrara na base escondida.
Kadmos foi para casa com uma promessa de no dia seguinte, mal acordasse fosse ter a casa de Miu para tratarem daquele seu 2º alinhamento Fuuton...


_________________________
Fim da missão... Desculpem este post não ter acentos, mas o raio do pc onde estou põe-nos sempre a dobrar xd Em casa trato do assunto. Já tem acentos xd

Cumps!

(Não vou receber pontuação total neste! looool)
((dividido em 2 partes Razz))
Voltar ao Topo Ir em baixo
Horns

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 32
Localização : Num quiosque perto de sí.
Número de Mensagens : 2299

Registo Ninja
Nome: Sueji Hozuki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2683
Total de Habilitações: 182

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Qua 20 Maio 2009 - 16:12

reservado

Avaliação

Habilitações corporais

Força: 5,75
Agilidade: 13,5 + 0,25 = 13,75
Controlo de chakra: 14,75 + 0,75 = 15,5
Raciocínio: 7,5 + 0,50 = 8
Constituição (afecta a resistência): 7,25 +0 ,25 = 7,50

Habilitações ninja

Ninjutsu: 12,75 + 2 = 14,75
Taijutsu: 12,5 + 0,25 = 12,75
Kenjutsu: 8,75 + 1 = 9,75
Genjutsu: 2,75 + 0,25 = 3
Selos (afecta a precisão/sucesso e rapidez da performance) 5,75 + 1,50 = 7,25
Trabalho de Equipa: 6

TOTAL:6,75

Recompensa completa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Qui 21 Maio 2009 - 0:47

Obrigado pela avaliação Horns
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Sex 22 Maio 2009 - 0:44

Desculpem o double, mas era só para ver se me podiama actualizar a missão

Faz-me falta o ryo e o scroll para uns negocios e ainda tenho que fazer o ultimo filler antes do exame, que ainda não fiz porque tenho que fazer os tais negócios. xd

Cumps e desde já Obrigado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Sab 23 Maio 2009 - 22:33

!! Actualizado !!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tarakin


avatar

Sexo : Masculino
Idade : 28
Número de Mensagens : 2159

Registo Ninja
Nome: Akon e Suzuki
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 4855
Total de Habilitações: 161,75

MensagemAssunto: Re: Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin   Qua 17 Jun 2009 - 20:53

Tópico fechado Exclamation
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão Particular Rank C - Resgate do Gennin
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }