Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Amaterasu

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 2627

Registo Ninja
Nome: Nakamura Kanzaburō
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Sab 8 Ago 2009 - 18:55

O salva-vidas do complexo de piscinas de Konoha teve que se ausentar por estar doente. A tua missão é ires substituí-lo no seu trabalho e dar uma aula de natação a miúdos que deverão aparecer durante a tarde. Não te esqueças de resolver qualquer problema que encontres por lá.

Recompensa: 150 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento.

Personagens: Kadmos (personagem principal)


Última edição por Amaterasu em Sab 8 Ago 2009 - 18:57, editado 1 vez(es) (Razão : Personagens: Kadmos (personagem principal))
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Ter 11 Ago 2009 - 22:23

Em sua casa, Kadmos preparava uma mochila com alguma roupa. Preparava-se para ir pedir ao Hokage permissão para ir a Suna durante umas semanas e se recebesse uma resposta afirmativa era só ir buscar a bagagem e correr para lá.
Alguns minutos depois encontrava-se no Gabinete do Hokage Loki à espera que o mandassem entrar. Depois de ver uns chuunins a saírem da sala, ouviu o seu nome e entrou. Rapidamente explicou a sua situação, mas na mesma velocidade ela foi recusada.

Hokage – Desculpa meu rapaz, mas não te posso dispensar para ires a Suna. Vou até aproveitar e dar-te uma missão para ires já tratar dela.
Kadmos – Mas, Hokage-sama…
Hokage - Kadmos, tens que ver que antes dos teus assuntos privados, tens um dever como shinobi de Konoha. Neste momento preciso de ti para uma missão pequena, quando vir que a vila está mais calma podes tratar do que quiseres.
Kadmos – Ok… Desculpe a atitude egoísta.
Hokage – Não há problema. Toma. – Mostra um pequeno papel que Kadmos segura de seguida. – Vai para o complexo de piscinas de Konoha, deves conhecê-lo, entrega o papel ao gerente do complexo e ele dir-te-á o que deves fazer. Boa sorte!
Kadmos – Hai! – Obrigado, Hokage-sama! – Apressa-se a sair do gabinete e mal vê o corredor do edifício, começa a correr.
Hokage – Aproveita e leva uns calções para o banho! Deves precisar. – Ouve o rapaz do fundo do corredor.

Em apenas trinta minutos, o rapaz estava já nas piscinas, calções de banho vestidos e sentado numa cadeira à beira da água. O complexo era grande, tinha duas piscinas, a maior para os adultos com uma profundidade até cinco metros e a mais pequena para as crianças, que nem chegava aos 75 centímetros de profundidade. As pessoas tinham cadeiras para se sentarem e deitarem à direita da piscina grande e num espaço verde, situado à esquerda da piscina das crianças. No espaço verde ainda tinham uma cabana em madeira que eram os balneários. Perto de cada piscina haviam pequenos espaços para os chuveiros.
Pelas dez da manhã, a piscina tinha já algumas famílias a bronzearem-se ou a nadar. No meio dos sons dos mergulhos, ouviam-se pequenos resmungos de Kadmos.

Kadmos – Bla bla bla, não podes ir a Suna que preciso de ti para uma missão. - (imitação reles de Loki) - Tretas! Tomar conta das piscinas… Isto está cheio de putos ranhosos e de homens e mulheres baleia! As miúdas de bikini que é o que se querem, nada delas. Bah! Mais um dia desperdiçado…

Uma turma da Academia Shinobi entrava no recinto, as crianças que iam entrando em fila única pareciam serem conhecidas de Kadmos. Sem se conseguir lembrar aproximou-se delas, sabia que o Salva-vidas da piscina dava uma aula todos os dias a uma turma diferente e foi ter com eles para começarem a entrar na água. E não é que para surpresa dele as crianças começaram a gritar pelo seu nome "Kadmos-san!", nessa altura algo despertava nele e passou a lembrar-se daquelas caras com mais clareza. Eram as crianças a quem ele e Maiko tiveram que dar uma aula como missão.

Kadmos - Então hoje é o vosso dia para aula de natação?
Alunos - Hai! - responderam todos em uníssono.
Kadmos - Muito bem! Então vão para os balneários preparar-se e quando voltarem, todos para a água. - Dito isto as crianças dirigiram-se à cabana de madeira. Para trás ficou um rapaz que Kadmos identificou como sendo Daichi, o rapaz do arco e flecha.
Daichi - Kadmos-san, onde está Maiko-san? Ele também veio consigo?
Kadmos - Não Daichi, hoje só estou cá eu. Vai lá preparar-te para a aula... - Triste e de cabeça baixa o rapaz lá correu para o balneário, fechando a porta de vidro atrás de si.

Passados cerca de vinte minutos, os alunos estavam todos dentro de água, agarrados à berma da piscina e com a água no nível da cintura. O, de novo, professor deu indicações para se deixarem flutuar na água e agarrados à berma da piscina baterem água com toda a força. Fizeram isto e mais alguns exercícios durante alguns minutos até que Kadmos os mandou sair da piscina pequena e irem para a grande. Lá, na parte com apenas 1,75 metros de profundidade, os miúdos agarravam-se outra vez à berma.

Kadmos - Pessoal, vamos ver como se comportam quando não têm pé na água. Por isso vou dar-vos umas pranchas pequeninas que deverão usar como apoio para os braços e vão tentar nadar sempre a bater as pernas. Ok?
Alunos - Hai!
Kadmos - Muito bem! - Lançando as pranchas como se fossem shurikens em ponto gigante, controlava-as depois com o Fuuton: Kaze Tobido de maneira a cada aluno receber uma mesmo à sua frente. Os alunos agarraram nas pranchas, um com mais confiança e outros mais relutantemente e esperaram pela partida que Kadmos deveria soar. Antes de soprar no seu apito, saltou e com o Mizu Kinobiri manteve-se à superfície. - Devem todos tentar nadar até aqui! - Chegou o apito à boca e soprou.

------------------------------


Noutro lado, num monte, separado do lugar onde Kadmos estava por vários quilómetros de floresta, shinobis atacavam uma prisão de criminosos não-shinobi... A confusão era enorme, as paredes mostravam manchas negras de queimado, jutsus raiton e katon voavam sem destino pelos corredores, as celas estavam já todas abertas e os poucos guardas tentavam contêr a rebelião dos prisioneiros.

Guarda - O que se passa aqui? Como é que as celas se abriram? - Perguntou antes de ficar inconsciente. Um shinobi aparecia por trás dele com uma hitayate de Konoha riscada.
Shinobi - A Máfia de Konoha chegou, vocês estão livres meus amigos! Livres para fazerem o que quiserem! Agora fujam daqui enquanto nós tratamos do resto. - cinco novos shinobis apareciam por trás deste e encaminhavam os prisioneiros para a liberdade...

--------------------------


Cerca de uma hora de aula já se tinha passado e a turma estava a divertir-se ao brincar com algumas bolas e bóias. Numa última brincadeira os miúdos apoiaram-se todos em esponjas que os ajudavam a flutuar, o objectivo era juntamente com as pranchas que usaram antes conseguirem nadar sozinhos contra a força da água. Para simular as ondas Kadmos faria um jutsu para criar as perturbações na água. Todos estavam na berma da piscina e o gennin no meio, este apitou e os alunos começaram a nadar até ele com todas as suas forças. Para criar as ondas, o professor de natação saltou e no ar concentrou algum chakra e disse "Suiton: Hahonryu". Água concentrava-se na mão esquerda dele e rodava no sentido dos ponteiros do relógio, em seguida pequenas bolas de água eram disparadas contra a piscina e criavam pequenas ondas, que por sua vez empurravam para trás os nadadores mais fracos.

Kadmos - Ainda não chega, a maior parte deles consegue chegar até mim com apenas estas ondinhas. - Pensou ele enquanto descia até à superfície de água. Lá manteve-se outra vez com o Mizu Kinobiri e começou a notar em com a água na sua mão girava e disparava as balas de água. Gentilmente foi aproximando a mão da superfície da piscina e viu a água a mexer-se com mais força. - Rotação... - Aproximou mais e mal a mão tocou na água da piscina a rotação diminuiu. - Para todo este volume de água preciso de mais chakra, terei que ter cuidado... - Concentrou mais chakra e com os olhos fechados, imaginou como queria a rotação da água e manteve essa imagem. Quando abriu os olhos a água da piscina girava à volta dos pés dele, formando um pequeno redemoinho, que em vez de empurrar os miúdos, puxava-os! - Pessoal, mudou a brincadeira agora têm que fugir de mim!

O jogo durou mais alguns minutos até o chuunin encarregue da turma aparecer e anunciar a hora de voltarem para Konoha. Ainda a pensar na rotação da água, Kadmos saiu da piscina e voltou para a sua cadeira onde comeu qualquer coisa e manteve a vigia das piscinas. O calor parecia ter vindo para ficar e as pessoas aproveitavam para se bronzearem ou brincarem na água, um belo dia que nada conseguia estragar...
Durante o resto da manhã não houve nada de especial além de uma rapariguinha ter-se assustado com a piscina ser muito funda e Kadmos ter que a ir buscar por ela não conseguir nadar com o medo. A tarde por sua vez, começava também despreocupada e sem problemas, tanto que Kadmos para ir à casa de banho fez um clone de água para o substituir e foi ao urinol.

Piscina


Nessa mesma altura, à entrada da piscina, o segurança era posto inconsciente e preso na sua cabine por dois homens de cinzento e a entrada aberta à pontapé por um outro. A partir daí a entrada ficou livre para cerca de quinze desconhecidos entrarem no complexo.
Tudo o que se seguiu pareceu ser um filme ao dobro da velocidade. Os ex-prisioneiros entravam pela piscina no lado da zona verde e começavam a pegar em todos os civis que lhes apareciam, agarravam-nos e amordaçavam-nos com as toalhas que estavam no chão. Levaram todos os que encontravam para o balneário e quando o clone de Kadmos tentou resistir, dando um Konoha Senpuu no homem que o tentou agarrar, foi logo cercado e atacado por outros quatro que o destruíram em segundos. Os atacantes voltaram para o que estavam a fazer, deixando apenas um homem mais gordo para trás...

Gordo - Hum... Isto é algo feito por um shinobi. - Raciocinou ao ver a água resultante do clone. - Pessoal quero olhos bem abertos! Anda por aí um ninja e não o podemos deixar estragar-nos a vida. Se virem alguma coisa tratem dele!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Qua 12 Ago 2009 - 2:54

Saída da Casa de Banho


Kadmos acabara de sair pela da casa de banho masculina quando ouviu uma voz grossa e rouca a gritar para todos.

Gordo - (...)Anda por aí um ninja e não o podemos deixar estragar-nos a vida. Se virem alguma coisa tratem dele!
Kadmos- Quem é que entrou para andar a dar ordens assim? - Numa pequena corrida aproximou-se de uma árvore e num salto subiu para um dos ramos, escondendo-se de quem andasse a sua procura. Dali conseguia ver a entrada dos balneários e um canto da piscina infantil e só nessa parte contava cinco vultos a a levarem pessoas para dentro dos balneários. - Que raio se passa? - Com um Shunshin e usando o Kakuremino no Jutsu camuflou-se no tecto da cabana dos balneários e dali conseguia ver todo o recinto. Só assim poderia avaliar a situação e aperceber-se de que o complexo era agora controlado por um bando de prisioneiros de alguma prisão ali perto. - 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13 e 14... E aquele desmaiado deve ter sido obra do meu clone. Vê-se bem que estão a prender os civis todos dentro do balneário. Mas será que ninguém vem à procura destes gajos? Não me mandaram para aqui para isto... Preciso de saber quanto estão lá dentro, fugitivos e civis. - Desceu do telhado, muito sorrateiramente e na relva atrás da cabana fez os selos e bateu com a mão no chão. - Kuchyiose no jutsu - Disse ele baixinho.

Manta, o Shikigami das ilusões aparecia perante ele e Kadmos explicava a situação perguntando se ele o podia ajudar. Para sua surpresa, Manta ao perceber a situação em que as pessoas estavam metidas, pôs de lado o seu sentido de brincalhão e disse a Kadmos que esperasse por ele, pois iria fazer o que lhe pedira. A fazer que andava no chão, deu a volta nas calmas ao edificio e entrou pela porta da frente quando um bandido entrou também. Lá dentro contou o número de oponentes para o rapaz e notou numa possível entrada para ele supreender os seus oponentes. Como combinado, passado alguns minutos Kadmos voltou a invocar o espirito e com ele à sua frente, Manta explicava o que vira.

Manta - Tens dois gajos que entraram agora lá para dentro e estão a vigiar as pessoas sequestradas. Para tua sorte tens uma entrada na parede esquerda, uma pequena janela usada para correr o ar e que está aberta, acho que consegues entrar por lá.
Kadmos - Hum... - Respondeu enquanto tentava arranjar um plano. - Obrigado Manta-san. Só uma pergunta como é que entraste e saíste sem ser visto?
Manta - Hã... Desculpa mas vai ter que ficar para outra altura, vou ter que ir embora já deve ser a minha vez na suecada com os outros shikigamis. Boa sorte rapaz! - Com uma nuvem de fumo leve, desapareceu deixando Kadmos a espera de uma resposta.
Kadmos - Detesto quando me fazem isto. - Refilou.

O gennin deu meia-volta e foi para a parede indicada pela Kuchyiose, lá estava a janela como ele lhe indicara mas parecia ser demasiado pequena para ele passar. Aproximou-se devagar, tal como um ninja dos filmes faria, silenciosamente e sem ninguém o notar. Quando estava por baixo da janela, fez o Henge e com o Kinobiri o pequeno pássaro laranja que aparecera da nuvem de fumo ia subindo a madeira da parede até à janela. No topo, pendurado na armação de metal da janela via aquilo que deveria ser o balneário feminino, crianças e mulheres estavam lá a chorar e com terror do homem que, enquanto guardava a porta olhava para elas como se estivesse a olhar para uma montra de bolos. O pássaro desceu a parede de dentro e aproveitou a pequena falha do campo de visão do vigia, causada por uma pequena parede onde estavam ganchos para os casacos, para voltar ao normal. Com a transformação, uma criança ia a gritar de susto ou de contentamento, qual delas Kadmos não sabia, mas foi rapidamente abafada pela mão da mãe. Para distrair o vigia e o poder derrotar em segurança Kadmos fez um Bunshin no Jutsu, o qual fez uma ilusão dele a passar mesmo em frente ao homem. Este atacava logo o clone e era depois apanhado por um 4 Hits Combo do Kadmos de carne e osso.
As mulheres respiravam de alivio por elas, mas os seus maridos continuavam na sala ao lado a serem presos por um outro fugitivo. Depois de Kadmos lhes pedir que ficassem ali, onde estariam em segurança, dirigiu-se para a porta do balneário. Não sabia a localização exacta do seu próximo oponente e também não tinha como saber se este não passara já para o corredor comum... Pegou numa kunai e depois de abrir a porta, lançou-a. Rapidamente preparou o Fuuton: Kaze Tobido e controlou a shuriken de maneira a ir contra algo que fizesse barulho, por sorte acertara no espelho que havia à entrada. Como previra, o homem que restava saía do balneário masculino e ia ver o que se passava. Encontrou a kunai espetada no que era antes um espelho e nem suspeitou o golpe que levara. Usando o seu Scroll de Invocação de Jutsu: Suiton: Sui nohara e a água que resultava deste, Kadmos retirou as suas Tajuu Suiton Ken de outro scroll e concentrou o seu chakra nas lâminas. Um pequeno chicote de água aparecia, com as lâminas no meio dele e nas suas extremidades, a partir da poça de água convocada. Usando a capacidade do fluxo de água ir até mais do que seis metros, abriu a porta outra vez e quando o seu alvo virou costas acertou-lhe com a última lâmina nas costas! Esta provocava um grande rasgão na pele do seu oponente, que apesar das dores se mantinha em pé e ia atrás do gennin.

Kadmos - Má ideia! Má ideia! - Disse largando as suas lâminas e preparando-se para um combate de Taijutsu.

O homem entrou à bruta no balneário, partindo a porta e atirando-a contra o rapaz, este levava com ela e era esmagado contra um parede pela madeira. Quando o rapaz ia a sair dali, o fugitivo apanhou a porta, ou o que restava dela e fez pressão contra a parede, começando a esmagar Kadmos. Este, com esforço, concentrava chakra na mão e em seguida andou com ela aos apalpões à procura de um braço ou uma mão. Mal sentiu pele, agarrou-a com firmeza e pouco a pouco a pressão diminuía, o seu Narakumi no Jutsu funcionava no prisioneiro...
Apressou-se a ir ao balneário masculino e mandou os presentes para o feminino para poderem estar com as suas familias. Lá aproveitou para recuperar o fôlego e pensar no que faria a seguir, afinal tinha que tirar aquela gente dali... Um pouco distante do mundo, não se apercebeu do ruído de alguém a entrar na cabana e abrir a porta do balneário masculino. Só voltou à realidade quando um dos pais lhe sacudiu o ombro e disse que vinha aí alguém. O rapaz levantou-se, pediu para as pessoas se afastarem, algo dificil num balneário sobrelotado e retirou parte da sua katana da bainha. Ouvia os passos com clareza, vinham com cuidado e á espera de alguma surpresa, a porta deslizou lentamente e ninguém se mostrou do outro lado. Kadmos, num acto estúpido e irracional saltou para a frente e num movimento descendente varreu o corredor com a sua katana, tudo isto para nada. O seu alvo, uma mulher musculosa desviava-se facilmente da arma e com o que parecia ser uma mangueira desarmava Kadmos e tentava uma rasteira com a perna esquerda. Num salto, o rapaz prendeu-se à parede com outro kinobiri e usou isso depois como um impulso para tentar dar dois murros na cara da mulher, dos quais apenas um a atingiu. Com os estrondos da luta, outro homem se juntou à festa e Kadmos passava a uma clara desvantagem. Com todo o cuidado, pousou dois scrolls no chão e usou o Soushouryuu para lhes acertar com inúmeras shurikens e kunais, pregando-os mesmo à parede!

Kadmos - Estavam catorze lá fora com estes dois que entraram agora, apenas doze lá permanecem. Mas como os hei-de apanhar?

Não tinha ideia de como sair lá para fora... A janela iria demorar muito tempo e era uma larga volta, além disso tinha que certificar-se que fixavam a sua atenção nele e não nos civis. Assim, fez um novo clone e este foi o primeiro a sair dos balneários. Foi logo destruído, mas ao menos deu a informação que Kadmos precisava quando o viu a ser destruído logo na entrada - eles estavam à sua espera. Preparou-se e enquanto abriu a porta com a mão direita, a mão esquerda disparava um Suiton - Hahonryu para limpar tudo à sua frente! Alguns eram apanhados por uma bola ou outra e eram lançados um ou dois metros para a frente. Usando aquela abertura, Kadmos usou um Shunshin e foi dar ao meio da piscina para adultos.
Kadmos estava encurralado! Mesmo no meio da piscina mantinha-se à superficie da água com o Mizu Kinobiri, à sua volta várias figuras com um uniforme cinzento esperavam que ele saisse dali. O shinobi estava em plena desvantagem, os prisioneiros furagidos eram uma dúzia e ele já estava cansado das lutas anteriores. Concentrando o pouco chakra que tinha e fazendo selos, a água da piscina levantou-se e formou três Mizu Bunshins.
Os doze homens corpulentos manteram-se no perimetro da piscina, não davam grande espaço de fuga a Kadmos, mesmo já estando confusos para saber qual era o verdadeiro. Um dos rapazes, o verdadeiro Kadmos manteve-se a concentrar chakra num punhado de shurikens que entre as mãos. Num sussuro inaudivel para os fugitivos, Kadmos deu as ordens para um plano de fuga daquela situação. Os clones, já com as ordens recebidas disposeram-se num triângulo e investiram num dos lados da piscina! Com o movimento inimigo, os fugitivos concentraram-se no ponto para onde os Kadmos se dirigiam e preparavam-se para os apanhar, alguns estavam mesmo armados com canos de aço, um trazia até uma corrente de ferro e o resto contava apenas com os seus enormes músculos e a força bruta.
No embate entre clones e os ex-prisioneiros, os Kadmos receberam vários golpes sem escapatória e a água encharcou os seus atacantes. Nesse momento Kadmos saltou e com as shurikens preparadas, lançou-as e atingiu com sucesso os quatro alvos que pretendia. Os prisioneiros eram apanhados num genjutsu onde se viam morrer ou até viam os seus entes "queridos" a serem torturados por sua causa. O gennin aproveitou a distracção causada e a fenda que surgira no cerco, fugindo para perto do edificio dos balenários com um shunshin no jutsu.
As oito figuras de uniforme cinzento com placas de números, voltavam-se à sua procura e conforme o encontravam, os prisioneiros corriam na sua direcção. O primeiro a chegar perto do rapaz lançou o seu braço enorme e lento, Kadmos desviou-o facilmente mas não conseguiu contra-atacar com a chegada de outro homem. Este lançava a corrente que tinha na mão esquerda e agarrou a perna de Kadmos quando se tentou desviar num salto. Um esticão foi sentido pelo rapaz de Konoha e um desequilibrio seguiu-se, ia a cair em cima dos estilhaços da porta de vidro que o murro que desviara antes tinha destruído. Sacrificando uma das mãos, pô-la no chão e usou-a para se equilibrar. Rodou o corpo e com o movimento ascendente que o prisioneiro exercera sobre a perna, aproveitou e deu um pontapé rotativo com a perna livre, fazendo o seu captor largar a corrente e ser atirado para a piscina que estava a quatro metros.
Num último esforço e com uma última passagem de dor na mão, flectiu o braço e lançou-se para o ar. O pequeno "tecto" que havia na zona da entrada serviu para ele se agarrar com o Kinobiri e de lá lançou algumas kunais que multiplicara depois com o Suiton: Mizu Semai Heiki Bunshin, atingindo o bruta-montes que fez o primeiro ataque e um terceiro opositor. Restavam apenas cinco fugitivos que com o que viam, agiam de forma cautelosa. Dois deles, que pareciam irmãos, estavam armados cada um com um cano de aço e eram os que estavam mais recuados. À sua frente, os restantes três olhavam com atenção no rapaz, um deles era claramente mais pequeno que os outros dois, não passava do metro e meio. Dos outros dois um usava um rabo-de-cavalo e a camisola com as mangas rasgadas, enquanto o outro mantinha um cara preocupada e parecia estudar o gennin.
Este último, diz algo aos seus companheiros e estes põem-se em posição de combate, pareciam ter pensado num plano para apanhar a mosca saltitante que tanto lhes dificultava o primeiro dia de liberdade. Os irmãos saíram detrás dos seus colegas e avançaram para Kadmos, ao chegarem perto dele o rapaz desviou-se do primeiro cano ao ir para o chão e desviou-se do segundo ao saltar e dar uma cambalhota para a direita deles. Dali, o homem de rabo-de-cavalo tentou prendê-lo com as duas mãos depois de o surpreênder por trás, a isto Kadmos safou-se com um pontapé no peito de quem o prendia e usando o peito dele como um "chão", impulsionou-se para cima enquanto se rodava, libertando-se outra vez.
Com todas as acrobacias que fazia por instinto, Kadmos acabou por se encontrar no meio de um pentágono onde cada fugitivo substituía um vértice da figura. O homem gordo que pensara no plano mostrava um sorriso por a sua ideia ter resultado e dava pequenos sinais aos companheiros para se aproximarem pouco a pouco. Kadmos, aflito, punha a mão na bolsa traseira e tentava ver que armas tinha.

Kadmos - Scroll para fazer o Endan, duas Kibaku Fuudas, alguns metros de linha shinobi e apenas quatro kunais... Nada que dê para me safar depressa disto, receio. - pensou ele. Analisou a forma como os homens se aproximavam dele e tentava arranjar um plano onde saísse dali da maneira mais rápida possível. Olhou em seu redor, procurando algo no ambiente que o ajudasse. Sorriu e começou a fazer selos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Qua 12 Ago 2009 - 2:56

Ao verem os selos de mão os cinco inimigos de Kadmos pararam e chegaram mesmo a recuar alguns metros, dando espaço de que o rapaz precisava. Kadmos concentrou o seu chakra, ou o pouco que ainda tinha e usando o Suiton: Seishitsu Sabaki no Jutsu retirou uma grande esfera de água da piscina e conduziu-a para cima dele. Num movimento com a mão, a esfera de água subiu mais alguns metros, sempre a ser observada pelos cinco oponentes e começou a descer. Kadmos parou o jutsu e fez novos selos de maneira a aparecer um clone da água que começava a cair sobre o rapaz. Encharcado e com companhia, o clone ia ao bolso do original e retirava duas kunais com kibaku fuudas, lançou-as na direcção dos irmãos e de um outro oponente, sendo facilmente evadidas por estes. Enquanto o clone os distraiu, Kadmos preparara as outras duas kunais com o fio shinobi que tinha e lançava-as para cima! Voltava a fazer selos e concentrou o seu chakra para um último jutsu, com o Fuuton: Kaze Tobido controlava as kunais de maneira a rodarem em circulos à sua volta e do clone fazendo uma espécie de espiral que os protegia. Nada assustados, os fugitivos decidiram avançar e mal o primeiro chegou perto das linhas, o clone desdobrava um scroll e batia num kanji escrito a tinta negra. Uma pequena bola de fogo saía do papel e atingia as linhas shinobi, incendiando-as também. O plano de Kadmos começava a desenrolar-se como ele queria: tinha agora uma protecção dos inimigos do exterior e graças a ele estar encharcado o fogo que rodava à sua volta não lhe provocava muitos danos.
Contudo, a espiral de fogo começava a sufucar Kadmos, que mantinha a concentração para controlar as kunais. Os quatro fugitivos que restavam, o que falta fora apanhado pelas chamas da defesa e tinha-se lançado para a piscina, olhavam espantados para aquilo. Cansado e sem ar, Kadmos fez sinal ao clone, estava na hora de parar o jutsu e teriam que entrar num combate de Taijutsu. Como contavam com o elemento de surpresa, Kadmos parou de concentrar o seu chakra e as kunais desceram para o chão, os dois Kadmos saltavam por cima do fogo e lançavam-se ao ataque! O clone desviava-se rapidamente de um murro e ia para a piscina, enquanto Kadmos usara um Konoha Dai Senpuu para afastar os irmãos e ainda nocautear um deles.
Na piscina, o clone movia-se mais depressa e como os prisioneiros não pareciam ser muito dotados na área da inteligência mantiveram-se tempo suficiente à beira da piscina para o clone conseguir acertar-lhes com uma Konoha Senpuu e vários pontapés, derrotando-os. Contudo, Kadmos não se saía tão bem como o clone e era atingido por um cano como se fosse uma bola de baseball e atirado para dentro da piscina. Lá, antes que se afogasse o clone resgastava-o e trazia-o à superfície. Isto tudo apenas para ver o seu anterior inimigo a ser imobilizado por um chuunin com hitayate de Konoha...

Gabinete do Hokage - Mais tarde


Hokage - Muito bem, Kadmos! Ainda bem que estavas lá para tomar conta da situação.
Kadmos - Sim Hokage-sama, só ainda não percebo como é que tanto prisioneiro fugiu da tal prisão...
Hokage - Não tens que te preocupar com isso rapaz. Agora vai lá a tua vida, que tenho uma papelada para tratar...
Kadmos - A falar em minha vida eu queria saber se já podia ir para Suna...
Hokage - Outro dia Kadmos! Noutro dia!!

___________________________________
Disponivel para avaliação!

Cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amaterasu

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Número de Mensagens : 2627

Registo Ninja
Nome: Nakamura Kanzaburō
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 0
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Qua 12 Ago 2009 - 22:34

reservado

Força: 8,5 + 0,25 = 8,75
Agilidade: 15,75 + 0,25 = 16
Controlo de chakra: 22,25 + 1 = 23,25
Raciocínio: 9,25+ 0,25 = 9,5
Constituição: 9,25 + 0,25 = 9,5

Ninjutsu: 20,75 + 1 = 21,75
Taijutsu: 15,75 + 0,5 = 16,25
Kenjutsu: 12,5 + 0,5 = 13
Genjutsu: 5,5 + 0,5 = 6
Selos: 9,75 + 0,25 = 10
Trabalho de Equipa: 7,75

Total: 4,75


Última edição por Amaterasu em Qui 13 Ago 2009 - 23:54, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Qui 13 Ago 2009 - 1:14

Tass bem Terasu

A missão serviu para o seu objectivo.

Obrigado pela avaliação e Cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
Madeira

Membro | Kumo
Membro | Kumo
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 20
Localização : My World
Número de Mensagens : 4667

Registo Ninja
Nome: Seyur & Suiho
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 2235
Total de Habilitações: 265,75

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Dom 16 Ago 2009 - 11:41

movido

A pedido do Kadmos para Konoha e por motivos de estéctica
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Seg 17 Ago 2009 - 19:33

Bump

Só para lembrar que precisa de actualização...
Voltar ao Topo Ir em baixo
L Mars

Membro | Iwa
Membro | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Número de Mensagens : 9651

Registo Ninja
Nome: Arice Tsukihoshi
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 875
Total de Habilitações: 56,5

MensagemAssunto: Re: Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina   Qua 19 Ago 2009 - 0:47

Tudo Actualizado ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão Privada [Kadmos] - Ida à Piscina
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }