Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sennin

Administrador | Suna
Administrador | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 24
Localização : Your mom's rear
Número de Mensagens : 7042

Registo Ninja
Nome: Kaito
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 500
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor   Seg 6 Set 2010 - 12:28

Descrição: Um malfeitor e terrorista está instalado numa base a alguns quilómetros de Konohagakure. É vossa missão ir lá e desmantelar o esquema, trazendo o líder, vivo ou morto.
Nota: Um negociante foi assinalado para a missão, com o objectivo de fazer negociações para que não haja baixas.

Recompensa: 300 ryo + 1 scroll de novo jutsu + 1 ponto de cumprimento

Ninjas inscritos: Uchiha Hayato (principal Gennin), Uchiha Akane (secundária Gennin), Uchiha Ryuku (secundária Jounin), Doobutsu no Kami (acompanhante e negociante)


Boa sorte ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: Re: Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor   Sex 17 Set 2010 - 22:08

Hayato, Akane, Ryuku e Kami percorriam a floresta densa desde a montanha do clã Cherokee até Konoha, a um passo não muito acelerado devido à idade de Kami.
- Kami-sama, porquê que estamos a voltar a Konoha mesmo? O seu clã precisa da nossa ajuda… afinal, sofremos um ataque – disse Hayato enquanto intercalava saltos entre gahos com Shunshins.
- Tem calma… eles também não são nenhuns bebés, conseguem bem tratar deles próprios. E isto vai servir mesmo de muito… para os nossos clãs e para a vila até! – dizia o velho que se movia com dificuldade. Inesperadamente Ryuku virou-se para trás e tentou acertar com a sua Ninjaken em Hayato. Este desviou-se agilmente e olhou com cara séria para o sensei, não entendendo a situação.
- Bons reflexos, por isso, toma lá – disse o Jounin colocando a espada na bainha e entregando-a ao rapaz. Ele sorriu e pegou na Ninjaken, colocando-a às costas. Continuaram o seu caminho pela floresta até Konoha, onde se dirigiram imediatamente à mansão do Hokage. Obviamente, Hayato tinha que ser diferente e mostrar ao mundo que sabia usar o Kinobiri, subindo a parede da mansão até à janela do escritório do Hokage.

- Tadaima! – disse Hayato saltando pela janela adentro. O Hokage estava na sua secretária e os restantes à sua frente, aos quais o Gennin se juntou.
- Muito bem, ainda bem que vieram todos ao mesmo tempo… - disse Loki – como o Kami e o Ryuku já sabem, vocês foram inscritos numa missão e po- o Kage foi interrompido pelo puto, que entusiasmado sorriu e disse.
- Sugoi! O que é que temos que fazer? Matar uns mauzões? – disse ele sorrindo e coçando a cabeça.
- “… espero mesmo que nunca tenhas o sangue de ninguém nas mãos” Shiu! – disse o líder da vila impondo respeito – vocês têm que ir a uma base e negociar com quem lá está. Foi ele que vos atacou e portanto, temos que agir.
- É muito perigoso, Loki-sama? – disse Ryuku intervindo.
- Não muito… parece-nos que deram bem conta do recado quando vos atacaram por isso devem ser amadores.
- Hai – disse Hayato apertando o seu hitaiate – esses gajos vão pagar pelo que nos fizeram. O Kage acenou e os quatro foram-se embora, rumo às coordenadas que indicavam o pergaminho dado por Loki. Avançavam por um caminho de terra batida, depois de saírem pelo portão principal.

- Tenham atenção a qualquer perigo, que não vos escape nada – aconselhava o Jounin aos dois Gennins. Kami sorria, vendo que realmente o caminho ninja é um ciclo… Ainda há pouco via Ryuku tal como Hayato, e agora já é um Jounin, comandando uma equipa.
Hayato avançava com uma mão sempre perto da bolsa de equipamento. Akane, mal ouviu um pequeno barulho, fez os seus olhos tornarem-se encarnados e olhou para o local, vendo apenas uma pequena fonte de energia, provinda de um coelho.
- “Reparou no coelho mas ainda não reparou naqueles dois que nos estão a vigiar há prai uma meia hora… espero que um deles repare” – pensava Ryuku para si próprio, com um ligeiro sorriso na cara. Hayato ouviu o som de algo metálico e começou a andar mais devagar, olhando para todos os lados. Mal reparou, já um jovem estava há sua frente, com uma mascara negra que cobria toda a sua cara apenas deixando um olho destapado. O rapaz ficou imóvel, sem se conseguir mexer e, portanto, teve que ser Ryuku a tira-lo de lá com um forte empurrão. Hayato afastou-se um pouco, e o jovem tirou a katana, tendo nesse momento, aparecido mais dois ninjas.
- Sensei… - disse o pequeno Uchiha – ele dirigiu-se a mim, e a Akane não conseguiria levar com dois. Eu fico com ele… - disse o rapaz retirando a ninjaken que o sensei lhe havia dado. Ryuku sorriu e afastou-se, deixando os dois frente a frente.
- Pfft, coitado do puto… - disse o ninja – e tu vais-me dar com essa espadinha é?
Hayato não respondeu. Apenas se lançou ao ninja com um Shunshin, tentando acertar com a ninjaken na nuca do mesmo. Quando se virou para trás, Hayato já tinha desaparecido por entre as árvores.
- Anda cá rapazola… - disse ele tentando a olhar por entre as árvores. Quando deu conta, já dois Hayato voavam sobre ele, tentando acertar-lhe com pequenas bolas de fogo. O real, foi para trás do ninja com um Shushin e afastando-se fez us selos e concentrou chakra no peito, lançando de seguida uma grande bola de fogo sobre o inimigo que se desfez em fumo e se substituiu por um tronco apenas – Hahaha! Pensas que me apanhas nesses joguinhos! – disse o homem vindo de trás. Quando o Gennin viu o ninja hostil a aproximar-se, lançou uma pequena bola para o chão, que criou uma densa cortina de fumo que separava os dois ninjas. Enquanto o homem não o via, subiu para uma árvore enquanto um dos clones lutava contra o homem. Fez uns quantos selos e concentrou chakra, fazendo uma pouca quantidade de folhas rodopiar graciosamente à volta do jovem, selando-o num genjutsu. Enquanto o homem se torturava para sair do genjutsu, Hayato prendia umas quantas Kibaku Fuudas a algumas Kunais. Assim como umas quantas com fio shinobi, colocando uma das quais na boca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: Re: Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor   Sab 18 Set 2010 - 0:07

- Então, já acordaste do teu pequeno pesadelo? – dizia o rapaz no cimo da árvore quando viu o homem consciente. O homem dirigiu-se imediatamente para Hayato, subindo à árvore. O rapaz desceu e fez um selo, fazendo explodir uma das Kibaku Fuudas, derrubando assim a árvore e consequentemente o jovem – “Ele está ferido, deitado e o meu objectivo é prendê-lo… como?” – Hayato avançou para o rapaz o que fez com que levasse um pontapé em cheio na cara, fazendo-o cair e arrastar-se alguns metros – “Ofensiva…” – o rapaz levantou-se e fez um clone. Ambos desembainharam da sua ninjaken e partiram para o rapaz onde iniciaram uma luta combinada entre taijutsu e kenjutsu. Enquanto o clone tentava rastear o jovem, Hayato fez um golpe com a pequena espada ninja no ombro do mesmo – “Cooperação” - o homem afastou-se e no momento que o fez, Hayato deixou cair um numero exagerado de Kibaku Fuuda para o chão, passando despercebido por uns segundos. O real e o clone afastaram-se e mal o jovem reparou, fizeram um selo que desencadeou a enorme explosão – “Concentração em massa”.
- *Coff coff* “Ainda não percebi o que é que ele está a tentar fazer” – o homem tossia devido à grande explosão. Retirou uma pequena pedra que se havia cravado na sua perna depois da explosão. Enquanto isso, o clone avançava aos ziguezagues para o homem.
- “Manobra” – pensou, saltando para trás do homem e acertando-lhe um potente pontapé nas costas que o lançou para a cortina de fumo criada pela explosão. Quando o Hayato real viu o rapaz atravessar pela cortina, deu-lhe um soco ascendente, - “Surpresa” fazendo selos e concentrando chakra no peito de seguida. Poucos momentos antes do jovem embater no chão, o Gennin lançou uma enorme bola de fogo que o deixou imóvel e totalmente queimado – Execução – sussurrou.
- Shimatta… - disse o homem com dificuldade – Não… vais… conseguir… vencê-lo – disse ele serrando os olhos. Hayato prendeu-o a uma árvore com as previamente preparadas linhas shinobi e juntou-se ao grupo que o acompanhava na missão.

- Ryuku-sensei! Consegui! – disse o rapaz com um sorriso na cara.
- Eheh, ainda bem. Mas pareces exausto… vamos avançar mais um pouco e depois paramos para dormir – disse o Jounin. O rapaz sorriu e limpou um pequeno fio de sangue que lhe escorria na cara.
Andaram mais uns quantos quilómetros até encontrar uma formação rochosa no meio da floresta que daria um perfeito encosto.
- Hayato, vai buscar alguma lenha para prepararmos uma fogueira – o rapaz acenou e partiu por entre a densa floresta. Viu uma grande árvore com várias ramificações e começou a trepá-la com o Kinobiri, cortando cada ramo que encontrava no caminho com a sua ninjaken. Quando acabou, desceu e novamente começou a cortar os troncos de forma a ficarem mais pequenos para serem favoráveis a uma boa fogueira. Quando chegou ao local onde Ryuku e os outros estavam, colocou a madeira em posição e fez uma pequena quantidade de selos, concentrou chakra no peito e lançou uma pequena bola de fogo acendendo a fogueira.
- Muito bem… - disse o Jounin – Hayato, enquanto a Akane e o Kami fazem o jantar, anda cá, que eu quero-te ensinar umas coisas – o rapaz olhou com um olhar desconfiado, mas seguiu o sensei até perto de umas rochas – vou-te ensinar três técnicas de Taijutsu. Espero que te sejam úteis no futuro pois a mim, foram, e muito.
- Taijutsu…? Hai, sensei – disse o rapaz colocando-se em posição de combate. O homem aproximou-se de uma rocha, concentrou chakra no punho e deu um potente soco na mesma, deixando-a em estilhaços – wo?! Sugoi Ryuku-sensei! Como é que fez isso!?
- Primeiro, concentras algum chakra no teu punho, de forma a este ter mais impacto, depois canalizas toda a tua força no braço, contraindo os abdominais e até rodando um pouco a anca se for preciso… ora tenta lá numa das rochas. Ah… e este ataque, que foi originalmente concebido pela Godaime Hokage é capaz de abrir crateras no chão! – explicava o Jounin ao rapaz, que ansiava por tentar a técnica. Concentrou um pouco de chakra no punho, depois canalizou a sua força para o punho e deu um soco na rocha, fazendo uma pequena mossa na mesma.
- Kuso, kuso! Doeu! – disse o rapaz, bufando para a mão.
- Então tens que concentrar mais chakra, e movimentar mais as ancas para teres mais força! – disse o Jounin, dando algumas dicas. O rapaz acenou e concentrou bastante chakra no punho, contraiu os músculos abdominais e deu um potente soco na rocha, que a partiu em dois bocados.
- Muito bem! Agora é só tu começares a desenvolver mais a tua força e tens ai uma grande técnica para te safar de certas situações.
- Hai, Sensei! Sankyou! Mas… não eram três? – disse o rapaz esperançado que aquilo não fosse a única coisa que havia de novo para ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: Re: Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor   Sab 18 Set 2010 - 0:54

- Sim, agora vou-te ensinar duas técnicas muito parecidas, aliás, só preciso de te fazer tudo uma vez… Prepara-te – o Jounin colocou-se em posição de combate e, sem dar tempo do rapaz se recompor avançou com um pontapé sobre a sua cabeça, mas este desviou-se agilmente agachando-se, para seu mal. Ryuku baixou-se e deu-lhe um pontapé ascendente que o fez subir alguns metros. Já no ar, o Jounin aplicou dois fortes pontapés no jovem Uchiha, que o fez ser disparado contra o solo, abrindo uma pequena cratera.
- Porra… era preciso isso tudo? – disse Hayato levantando-se e limpando os seus trajes.
- Hai! Agora tenta tu.. e lembra-te de me tentar atingir na cabeça, com o fim de eu me baixar. Depois atinge-me por baixo e finalmente, para a técnica, digamos de nível dois, atinges-me no ar. Ok?
- Hai! – o rapaz começou com um shunshin, chegando-se perto de Ryuku. Depois, tentou imediatamente atingir o seu sensei na cabeça, o que o fez baixar e permitir-lhe dar-lhe um potapé ascendente. Logo de seguida, deu-lhe um pontapé no ar que o fez ser substituído por um tronco.
- Muito bem! Aprendeste logo à primeira! Bem, agora vamos para junto deles… espero que não nos tenham ouvido durante este mini-treino.

Na manhã seguinte, avançaram mais um pouco e conseguiram avistar a base onde Jikan no Kami se encontrava. Decidiram entrar pela entrada este, que aparentemente não estava guardada. Entraram sem nenhum problema, mas foram recebidos com um tanto de hostilidade. Quando deram um passo para dentro do edifício, várias estacas tentaram atingir o grupo. Hayato desviou-se agilmente de todas, e foi cortando algumas para não atingirem Kami, que não tinha nenhum treino ninja.
- Está bem, Kami-sama? – perguntou a rapariga ruiva, preocupada com o senhor.
- Hai, não se preocupem comigo, está tudo bem. Continuemos.
E assim o fizeram, prosseguindo pelo corredor pouco iluminado, de apenas alguns metros de largura.
- Cuidado! – disse Ryuku impedindo que Hayato caísse numa espécie de piscina de lava. O rapaz agradeceu e suspirou de alivio.
- E agora…? – disse o Gennin.
- Olha, agora… não sei! – disse Akane olhando para as paredes. Infelizmente, estavam cobertas de picos, parecidos com estalactites, assim como o tecto. Hayato observou o tecto e olhou para a piscina de seguida. Começou a juntar algumas kunais com fio shinobi, fazendo uma espécie de corrente constituída por estas. Começou a tentar mergulha-las na lava – o que é que estás a fazer nabo?
- “Boa Hayato, estás a medir a profundidade dessa… piscina.” – pensava Ryuku enquanto observava o Gennin. Este viu que não tinha mais de vinte centímetros de profundidade, o que era perfeito para a sua estratégia. Agarrou novamente em algumas kunais e enrolou o cabo com algumas kibaku fuuda.
- Afastem-se! – disse ele chegando-se para trás e atirando as kunais para as estalactites do tecto, que, com a explosão caíram e espetaram na piscina, formando uma espécie de caminho suspenso – bem, já temos caminho, vamos? – Akane estava estupefacta, nunca tinha visto Hayato agir assim de maneira tão inteligente. Continuaram o seu caminho até que chegaram a uma espécie de sala que continha uma porta dupla enorme, que ia desde o chão ao tecto. Era de metal e parecia não ser derrubada facilmente. A sala era ampla e tinha bastante espaço, mas nada a ocupa-la. De repente, ouviram uma voz por cima deles.

- Hyouton – Haryu Moko! – um tigre de gelo apareceu perante os quatro. Os ninjas colocaram-se em frente a Kami, protegendo-o. Ryuku e Akane activaram o seu Sharingan, localizando imediatamente o autor da técnica, agarrado ao tecto. Hayato ia fazendo os selos e concentrando chakra nos pulmões.
- Katon – Goukakyuu no Jutsu! – disse ele, expelindo uma grande bola de fogo que fez com que o tigre se derretesse.
- O próximo não vai ser tão pequeno – disse uma rapariga que acabava de aterrar no chão, concluindo ao mesmo tempo uma sequência de selos. Dois tigres maiores apareceram e dirigiram-se para Hayato. Jogada perspicaz da jovem, que tinha reparado que o jovem era o único que não possuía o Sharingan… ou pelo, ainda não. O rapaz afastou-se e aproveitou uma kunai que tinha preparado anteriormente, lançando-a para o tigre e fazendo-o explodir. Agarrou na espada mal pode e concentrou chakra criando um clone que se deslocou para a frente do tigre. O original saltou, cercando o animal de gelo. Os dois fizeram um corte transversal, desfazendo-o – muito bem rapazote, sim senhor. Não me admira que a patrulha tenha sido detida…
- Akane! – disse simplesmente o rapaz. A rapariga acenou e começou a executar uns selos, lançando de seguida várias bolas de fogo. Uma quantidade incessante delas. Entretanto, Hayato concentrou chakra e fez os selos para, enquanto a rapariga se distraia a desviar dos projecteis, caísse no Genjutsu. Várias folhas rodopiaram à sua volta e via toda a sua famiia ser dizimada por uma criatura terrível. Rapidamente se apercebeu que só poderia ser ilusão, visto a sua família viver em Yuki. Fez o Kai e fitou os três ninjas. Olhou fixamente para Ryuku e fez uns selos, que fizeram um bloco de gelo aparecer à sua volta.
- Kuso! Sua… - disse Akane avançando contra a rapariga. Hayato preparava algumas kunais com fio shinobi. Começou a concentrar chakra no punho e com um Shunshin movimentou-se agilmente para ao pé das duas raparigas, colocando-se entre as duas e dando um potente soco na de cabelos azuis. Enquanto esta era arrastada pelo chão, Hayato atirou-lhe as Kunais, prendendo-a – Liberta o Ryuku enquanto eu aperto bem isto – disse Akane, deslocando-se para a rapariga. Hayato fez alguns selos e concentrou chakra nos pulmões, lançando de seguida uma bola de fogo que fez derreter o gelo e libertando assim o seu sensei.
- Boa, boa! Agora vamos, temos que destruir esta porta… - disse Ryuku.
- Com licença – disse o Gennin, parando em frente à porta. Mordeu o dedo, fez os selos e juntou as duas mãos, como se estivesse a rezar – Kuchyose! – Ono apareceu à sua frente, com o grande machado.
- Ono, por favor.. isso é demais para nós – disse Kami sorrindo. Ono fez um movimento com o calcanhar e fez uma grande amolgadela na porta, dando-lhe de seguida com o machado, que a abriu.
- Aqui têm – disse o Minotauro sorrindo e desaparecendo. Os quatro avançaram pela porta e depararam-se com um velho sentado numa cadeira.

- Jikan no Kami… - disse Kami, fazendo uma cara séria – entrega-te já.
- Ahah… tu, tu com esse poder parvo que ostentas dizes-me isso? Eu, que controlo o que bem me apetecer nesta sala? Tudo o que acontece, acontece se eu quiser! E tu… vais morrer! – disse o homem, levantando-se e retirando uma gloriosa espada da bainha. Hayato, ao ouvir “morrer” avançou para o homem, mas a uns poucos metros, começou a ficar lento. Quando Jikan lhe ia atingir com a espada no pescoço, Ryuku apressou-se a retirar o Gennin dali.
- “Não podemos chegar muito perto dele…” – Ryuku atirou umas quantas shurikens que se multiplicaram. Mas mesmo estas se começavam a tornar lentas até que pararam e começar a corroer, desaparecendo. Hayato fez o mesmo, mas apenas com kunais. Jikan parou as armas, e estas ficaram suspensas no ar.
- “Parece que, num certo limite de tempo, e grande, espero eu, ele apenas possa usar uma espécie de estágios do seu poder com um certo limite” – Hayato voltou a lançar kunais, que ficaram momentaneamente a rodar no ar, suspensas. Os três avançaram sobre o homem e ficaram quase parados, mas a mexer. O homem passou por eles e ficou-se em frente a Kami.
- O que me vais fazer? Que felicidade isto te vai trazer? – disse Kami, sorrindo.
- Esse teu sorriso… enoja-me – disse o velho trespassando o ancião com a sua espada. Este caiu no chão, inanimado, a esvair-se em sangue. Tudo voltava ao normal para Hayato e os restantes. Hayato estava completamente colado. Não conseguia dizer nada, fazer nada nem pensar nada. Apenas rever rapidamente todas as suas memorias com o Kami. Jogos, brincadeiras, cozinhados… tudo. Tudo tão rápido mas tão significativo para ele. A sua íris tornou-se vermelha e um pequeno ponto apareceu na mesma. O Gennin retirou a espada e juntou-se ao grupo, estando agora os três com o Sharingan activo.
- Bakemono! – disse Hayato com uma cara de raiva e avançando contra Jikan com um Shunshin. Este não teve de parar Hayato, uma vez que já tinha controlo sobre o tempo em dois campos diferentes, Akane e Ryuku, que o tentavam flanquear. Realmente, o seu poder ia-se limitando. Mas… por quanto tempo?
Hayato tentou atingi-lo com a espada, mas este defendeu-se com o cabo da sua, tentando depois acertar-lhe com a lamina, mas o rapaz desviou-se para trás a tempo, devido aos seus olhos que previam os movimentos do velho. Hayato começou a executar uns selos e a concentrar chakra nos pulmões. De seguida, lançou uma enorme bola de fogo sobre o velho, ferindo-o ao de leve, uma vez que este se desviou. Mas quando reparou, já estava cercado por cinco Hayatos.
- É agora que morres seu palhaço! – disse o verdadeiro, atravessando Jikan pelas costas. O velho caiu sem vida no chão.
Dois Deuses estavam deitados no chão, com poderes inimagináveis mas também um pequeno rapaz estava no chão, a derramar lágrimas sobre o cadáver dum querido amigo. Tinha descoberto naquele momento o que era a perda de alguém querido.

- Hayato, vamos levar os dois para a vila, e fazer um funeral adequado para o Kami. Ele merece – o rapaz levantou-se, limpou as lágrimas e acenou. Dirigiram-se para a vila, entregaram o corpo de Jikan e de Kami ao Kage e receberam as suas recompensas. O funeral seria no dia seguinte… iria doer.


FINALE!


Última edição por Kiba em Sab 18 Set 2010 - 0:55, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor   Sab 18 Set 2010 - 0:55

Hayato (Kiba)

HC

Força: 3.25+0,25

Agilidade: 7.5+0,5

Controlo de Chakra: 11.25+1,5

Raciocínio: 1+0,75

Constituição: 7,75+0,5

HN

Ninjutsu: 8.75+1,25

Taijutsu: 3.25+0,5

Kenjutsu: 3.25+0,75

Genjutsu: 6+0,5

Selos: 4.75+0,5

Trabalho de Equipa: 1+0,5


Parabéns pela Sharingan, recompensa completa. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão Privada de Rank C - Base do Malfeitor
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }