Naruto Portugal RPG
Sê bem-vindo ao Naruto Portugal RPG! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te.



E o ciclo da vida repete-se! As pacíficas vilas voltam a unir-se para combater um mal em comum. Vem conhecer o melhor e mais antigo role play de Naruto, totalmente em português.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Missão de Rank C - Ninja Barricado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Sab 25 Set 2010 - 17:36

Descrição: Um ninja criminoso cometeu um crime e para não ser apanhado barricou-se numa pequena aldeia do País do Fogo, perto de Konoha. Os habitantes dessa aldeia estão aterrorizados e por isso pediram ajuda a Konoha, para impedir o ninja de se mover e assim captura-lo . O criminoso cometeu alguns crimes graves como: roubar documentos ao senhor Feudal do seu país.

Ninjas Inscritos:
Selim Puraido, Uchiha Hayato

Recompensa: 600 ryos + 1 scroll + 1 ponto de cumprimento

Boa sorte

Missão reciclada e aberta a inscrições ^^


Última edição por Annatar em Dom 3 Out 2010 - 19:39, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Dom 3 Out 2010 - 19:39

Eu eu! escolham-me a mim xd

Inscrito ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Dom 3 Out 2010 - 19:53

Eu tambem me inscrevo :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
RiD3R

Administrador | Iwa
Administrador | Iwa
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 25
Localização : Porto
Número de Mensagens : 2470

Registo Ninja
Nome: Kojiki Zaiko
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 200
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Dom 3 Out 2010 - 21:01

Podem começar a missão pela ordem em que se inscreveram ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Dom 3 Out 2010 - 22:45

O sol raiava alegremente sobre Konoha. Hayato e Selim levantaram-se, madrugadores como sempre. Embora estivesse muito para além da compreensão de Selim, Hayato treinava inumanamente, dia após dia. E vendo-o crescer, Selim não se permitia ficar para trás. E assim, num novo dia dirigiram-se ao campo de treinos onde Ryuku os iria encontrar mais tarde.

Mal entraram no recinto, uma faca voou velozmente em direcção à cara de Selim, que se afastou num inesperado shunshin. Começara. Hayato desembainhou a ninjaken e correu para o seu adversário. Selim ergueu a kunai para se defender, mas a espada passou através dele. Enquanto isso, dez outras cópias erguiam-se do chão com destreza. Hayato avançou para uma que lançou uma kunai. Uma kunai? Não, todas as cópias atiravam facas indiscriminadamente. A maior parte delas passou através dele, até que uma o atingiu de facto, de raspão. Instantaneamente foi paralisado pela intenção assassina de Selim. Este, por sua vez, correu através das cópias, sacando uma foice dum pergaminho. Hayato quebrou a ilusão com um kai e desviou-se agilmente no último momento.
- Bah! – praguejou Selim indo atrás dele.
Hayato fez alguns selos e concentrou chakra, enquanto corvos se concentravam atrás de Selim, formando dois clones. Atacaram o High Genin pelas costas, que rodou a foice no ar desfazendo-os a ambos. Com alguns selos, o Uchiha multiplicou os corvos e obstruiu completamente a visão de Selim. O High Genin, atrapalhado, afastou-se com um shunshin, aterrando no ramo de uma árvore próxima. Da sua esquerda sentiu calor, Hayato concentrava chakra rapidamente, expelindo depois as labaredas pela boca. A esfera de fogo era enorme, não se podia desviar. Em vez disso fez selos tão rápido quanto podia, afinal, a distância permitia-lho.Deixou o chakra fluir para os pulmões livremente, e quando a bola estava quase sobre ele, expeliu a torrente de água, que não só apagou a bola como ainda empurrou Hayato alguns metros. Saltaram sincronizada e velozmente, um contra o outro. Hayato tentou desferir um corte vertical com a ninjaken, que o seu inimigo bloqueou com a foice. Na fracção de segundo seguinte Selim tentou rodar a foice para o cortar também. Parou a foice a centímetros da pele do Uchiha, pois via folhas rodopiarem à sua volta, alegremente. Conhecia os sintomas demasiado bem. Parou o fluxo de chakra no cérebro com um kai, reactivando-o em seguida, quebrando assim a ilusão.

Largou a foice em pleno ar, quando viu Hayato a fazer selos. Fez três selos e estendeu as palmas das mãos para Hayato. O Uchiha viu como cordas surgiam do chão e lhe prendiam as mãos, puxando-as para trás das costas. Enquanto se esforçava para se libertar, usou o kai e libertou as mãos. Contudo, à sua volta estava enrolada uma enorme cobra branca. Não o comprimia ou magoava, mas sabia que o faria se Selim o ordenasse.
- Ganhaste – admitiu tristonho.
- Vá, da última vez foste tu e não fiquei assim – riu-se Selim agarrando a mão dele e ajudando-o a levantar.
Nisto Ryuku apareceu ao lado deles silenciosamente.
- Animem-se os dois, fomos chamados pelo Hokage – anunciou alegremente.
Dirigiram-se à mansão do Hokage calmamente. Quando distavam 10 metros Selim e Hayato trocaram um olhar. Desafio? Concentraram ambos chakra nos pés e correram parede acima até à janela, onde Hayato chegou segundos antes. Ryuku já lá estava, miraculosamente.
- Pensei que o Kage Bunshin se tinha perdido – comentou alegremente quando os viu.
- Bom crianças – cumprimentou Loki apressado – vocês dois vão ser enviados numa missão para Konoha.
- Com Ryuku? – perguntou Selim pertinentemente, emudecendo a pergunta que já chegara aos lábios do seu colega.
- Não, desta vez vão sozinhos. Pelo que sei tu já tens bastante experiência, até em missões de rank B e Hayato é um dos nossos Genin mais promissores, Ryuku tem outros deveres. – pigarreou e continuou – Um ninja barricou-se numa pequena aldeia e devemos assumir que tem os aldeões como reféns. Este shinobi já tem cadastro, roubou alguns documentos ao senhor feudal deste país. A vossa missão é tirá-lo de lá, morto ou vivo, mas recuperando os documentos. E não sejam apressados, ele tem aldeões como reféns.
Aproximou-se da secretária e tirou um pequeno mapa que entregou a Hayato.
- Vão – ordenou.
Ao ouvir o Kage falar de conspirar contra senhores feudais a mão de Selim apertou-se violentamente, enquanto as suas pupilas se reduziam e a íris parecia brilhar. Hayato reparou, mas não disse nada.
Saíram pelo enorme portão, caminhando durante largas horas.
- Selim.
- Nanda?
- Porque é que te irritaste quando o Hokage falou do senhor feudal?
- Hayato… um dia vais perceber. Há três tipos de pessoas em Suna. Os fracos, como eu. Os fortes que seguem cegamente o sistema e os que são fortes e não se confinam ao sistema. O meu pai foi falsamente acusado de conspirar contra o senhor feudal e morto pela ANBU de Suna.
Permaneceram silencioso o resto do caminho. Quando distavam alguns quilómetros da aldeia afastaram-se da estrada. Ao longe viram duas silhuetas solitárias, avançando atrás deles, em direcção à aldeia, pela estrada.
- Vão em direcção à aldeia e são shinobi – disse Selim – vamos interrogá-los.
- Não sabemos se estão relacionados com ele! – sussurrou Hayato irritado
- Eles temem ser apanhados antes de chegarem à aldeia, onde ele os pode proteger. – declarou calmamente Selim observando os dois shinobi.
- Como sabes tu isso? – inquiriu o Uchiha ainda desconfiado.
- Hayato, se fores bom a prever a mente humana, não deixas nada ao acaso. Eu tenho um instinto especial.
- E esperas que acredite nos teus instintos?
- A previsão que a Sharingan te dá não é um instinto? E no entanto confias nela não é? – inquiriu o High Genin – Eles estão a aproximar-se, ikkuso!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Ter 5 Out 2010 - 17:23

Hayato hesitou, mas quando viu Selim a avançar, avançou também. Selim avançava para eles já concentrando chakra e executando uma série de selos que fez com que os dois ninjas estranhos vissem a sua própria figura a morrer, no chão, sem nada que lhes valesse. O Genjutsu paralizou-os instantaneamente.
- Karasu Bunshin! – disse Hayato concentrando chakra e colocando os dedos em forma de “t”, enquanto corria. Formou um clone que, conjuntamente com o real, executou selos e concentrou chakra no peito, lançando duas bolas de fogo contra um dos homens. As bolas do Hayato real haviam acertado no outro, lançando os dois para longe e acordando-os do Genjutsu.
- *couf couf* Má estratégia… ainda nos podiam ter aguentado um bocado naquele Genjutsu… agora que estamos livres, vocês estão lixados – disse um dos shinobis.
- Só queremos perguntar algumas coisas, deviam cooperar – disse Selim.
- Nani? Estás a gozar… certo? – disse o ninja mascarado, um pouco espantado – só por causa dessa irei ser menos benevolente – o homem avançou sobre Selim. O outro para Hayato, ambos muito rapidamente.

O High Gennin concentrou chakra e executou rapidamente uns selos enquanto se afastava com um Shunshin. Algumas folhas começavam agora a rodopiar corajosamente à volta do homem e em seguida, este viu um pequeno rapaz às portas da morte, esventrado.
- Essa foi tão baixa… - disse o ninja executando um seco “kai”. Partiu imediatamente para cima do rapaz de cabelos claros e tentou pontapeá-lo, mas este concentrou nível a chakra cerebral e desfez-se em pétalas que ao se reagruparam um pouco mais longe, formaram o rapaz novamente.
Selim começou novamente a concentrar chakra e a executar uma série de selos que eram desconhecidos aos olhos do outro ninja. O rapaz estendeu as mãos, para o qual o shinobi olhou a pensar que sairia alguma coisa das mesmas, mas enganou-se porque várias cordas saíram, mas não das mãos de Selim, do chão, das árvores, das folhas, tudo.
- Agora, vais-me obedecer, ou corto-te em cinquenta mil pedaços – disse o rapaz sacando um pergaminho e invocando uma foice com três lâminas.
- Podes bem ter a certeza de que não te digo nada – disse o ninja enterrando-se e fazendo-se subentender que sabia algo.
- Baka – suspirou o rapaz pálido.

Entretanto, Hayato enfrentava o outro ninja.

- Anda cá! – disse o outro ninja avançando sobre o Gennin. Este desviou-se de um soco, mas não se conseguiu defender do pontapé lateral do ninja. Rebolou até embater numa árvore.
- “Kuso, tenho que dar a volta a isto” - o rapaz concentrou chakra nos pés e subiu à mesma árvore que lhe tinha causado grande dor nas costas. Lá em cima, concentrou chakra nos pulmões e executou uma série de selos. Com um pulo, apareceu por entre as folhas em direcção ao ninja – Katon – Goukakyuu no Jutsu! – a bola de fogo viajava desenfreadamente para o ninja, mas mal tocou nele, este transformou-se num tronco apenas, coberto de fumo.
- Suiton – Teppodama! – disse o homem atrás de Hayato, lançando-lhe com duas bolas de água que o atingiram em cheio, lançando novamente contra aquela maldita árvore – É só isso que tens para me dar? – gozou o ninja.
- Passemos a coisas sérias então – disse o rapaz fazendo com que os seus olhos passassem a vermelhos com um tomoe na sua íris. O rapaz concentrou chakra e formou dois clones formados por corvos ao seu lado. Estes dois avançaram sobre o homem e iniciavam imediatamente uma luta mista de Kenjutsu e Taijutsu. Entretanto, o rapaz juntava algumas kunais com Kibaku Fuuda e linhas shinobi – “Deixa-te estar distraído e a lutar, pelo menos por agora” – o rapaz atirou as kunais para árvores diversas e deixa-as ficar aí – Nem os meus clones consegues fazer desaparecer? – disse o rapaz, fazendo troça do homem.
- Humph – o homem afastou-se e lançou duas kunais aos clones, que se dispersaram em vários clones – tas a ver? – Hayato riu-se e concentrou algum chakra e fez um selo, fazendo com que os corvos começassem a atacar o homem, trazendo-o para o meio de quatro árvores. Com um novo selo, Hayato fez os corvos desaparecem em pequenas nuvens de fumo. Retirou uma kunai da sua bolsa e avançou para o homem, tentando acertar-lhe com a pequena arma, porém, não teve sucesso e levou com um potente soco que o fez afastar-se um pouco. Executou alguns selos e concentrou chakra no peito, lançando pequenas bolas de fogo das quais o homem se desviou e contra-atacou com uma valente joelhada no estômago do rapaz, que o fez rebolar alguns metros, para fora daquele perímetro.
- Yatta – sussurrou o rapaz, concentrando chakra e executando um selo que fez com que várias Kibaku Fuuda explodissem, despedaçando-se as árvores. Com um forte puxão com as mãos, as fracções de troncos dirigiram-se ao homem, atingindo-o em vários sítios e deixando-o inconsciente. Hayato avançou para ele com um Shunshin e amarrou-o rapidamente com mais linhas shinobi, não fosse ele acordar rapidamente. Agarrou-lhe pelo colarinho e arrastou-o até onde estava Selim e o outro.

- Ainda não percebo porquê que não começaste a falar… - disse Selim para o homem preso no Genjutsu.
- Porque que haveria de fazer tal coisa?
- Não sei, talvez gostes demasiado do Kyu para não me responder ao que eu quero.
- Isso é só bluff, imaginas lá quem ele é.
- É impressionante eu não saber nada de nada e mesmo assim saber o nome dele, e que ele está hospedado numa pequena cidade chamada Tanzaku, não é? – disse Selim, sorrindo – por isso, é bom que fales, ou então é naquele sentido que nos vamos dirigir – disse o High Gennin apontando com a foice para Noroeste, onde ficava Tanzaku.
- Masaka… Muito bem, muito bem. Tira o pergaminho que tenho neste bolso – disse o homem olhando para o casaco negro que vestia. Selim retirou o pergaminho e acertou com o cabo da foice na nuca do homem, deixando-o inconsciente.
- Posso? – disse Hayato encostando os dois um no outro. Concentrou chakra, mordeu o polegar, executou uma série de selos e colocou a mão no chão, fazendo com que Ono aparecesse – Ono, leva estes dois nabos para Konoha. Se acordarem, mete-os outra vez a dormir.
- Com muito gosto – disse o Minotauro colocando os dois aos ombros.
- Bem, já que temos a planta da vila, vamos! - disse Selim, subindo uma árvore e pulando.
- Yosh! - disse Hayato seguindo o High Gennin

Correram durante algum tempo na escuridão. O sol já se pusera e a penumbra governava o mundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Sab 9 Out 2010 - 20:27

- Hayato, vamos aproveitar a noite para descansar.
- Mas, não devíamos atacar à noite?
- Ye. Tanto os teus músculos como reservas de chakra não estão ao seu máximo, nem as minhas. A vitória jaz na preparação. Eu fico com o primeiro turno.
Deixou as horas passarem longamente, enquanto o Uchiha dormia sereno ao seu lado. A sua hora de vigia prolongou-se indefinidamente. Mas aguentaria. Afinal de contas o rapaz não era só mais novo do que ele, era menos inexperiente também, e sentia-se no dever de cuidar dele. Uma semana, passara uma semana em Konoha. E era estranho. Convivia há meses com os seus camaradas de Suna, anos até com alguns e tinha a impressão de não conhecer nenhum deles tão bem como Hayato, e vice-versa.
Algumas horas depois trocou de turnos, assegurando a Hayato que não tinham passado mais do que duas horas. Não gostava de mentir, mas pareceu-lhe a melhor hipótese, na altura.
Levantou-se algumas horas depois, revigorado, e partiram.
Analisando ambas as plantas, decidiram entrar por Este, onde haveria menos probabilidade de encontrar resistência por parte do ninja barricado. E visto que vinham mais dois a caminho, não tinham sequer a certeza que estivesse só.
Concentraram chakra nos pés e treparam pelo pequeno muro da aldeia, escondendo-se depois atrás de um edifício com um shunshin. Avançaram cautelosamente pelas ruas silenciosas, atentos a qualquer movimento que pudesse surgir. A íris de Hayato brilhava vermelha. Chegaram a um poço de onde se ouviam rumores. Não havia água. Apenas escuridão. Selim atirou uma granada de luz para o fundo. Esta explodiu, iluminando o poço. Cerca de 15 metros. Concentraram chakra nos pés e mãos e desceram cautelosamente as paredes do poço. Ao cair no fundo com um ruído seco, Hayato ouviu o som de algo a quebrar. Quando olhou viu como um esqueleto humano, jazia por baixo dos seus pés. Saiu de cima dele com um salto, lançando Selim ao chão na sua pressa.
- Um esqueleto? Aqui? – perguntou ainda perturbado.
Selim não estava surpreendido, já tinha visto pior.
- Ikkuso. – disse simplesmente.
Seguiram pelo corredor escuro, iluminado apenas pelas fracas tochas da sala seguinte. A sala acabava abruptamente, numa parede. Hayato perscrutou atentamente a sala, em busca de uma outra saída. Selim fitava a parede atentamente. Deixou o chakra fluir para os olhos e imediatamente soube o que se passava. Quebrou o Genjutsu com um kai e a parede desapareceu, dando lugar a um novo corredor. Deixou que Hayato se apercebesse da ilusão. E a quebrasse, quando ele próprio ficou aterrorizado. Avistaram ao longe um enorme esqueleto armado que se dirigia para eles ameaçadoramente.
- Que raio?! – praguejou Selim um pouco assustado. – Aquela coisa enoja-me, faltam-lhe costelas, está partido e nem sequer o esqueleto é simétrico!
Hayato esteve na dúvida se lhe devia pregar uma chapada, mas em vez disso puxou-o e entraram para o corredor. Mal lá puseram os pés, o chão virou e rodopiou, e o corredor liso formava agora uma espiral, onde eles estavam de cima para baixo, desafiando todas as leis da física. Se levantassem os pés cairiam, mas o esqueleto avançava, sempre, ameaçador e terrível. Quebraram a ilusão com um kai e saltaram sobre a criatura. O rapaz de cabelos negros de ninjaken em punho e Selim com a sua foice. Selim tentou atacar pelas costas, encontrando apenas o braço ossudo que lhe travou a foice sem esforço. Hayato pelo outro lado concentrou chakra no punho e deu um valente soco no chão, que rachou sob os pés deles, lançando Selim e o inimigo pelo ar. Em pleno ar, o High Genin concentrou algum chakra e soltou algumas cobras dos braços que prenderam os da criatura. Hayato avançou de ninjaken para o golpe de graça, mas a criatura com um empurrão enviou-os contra paredes opostas. Depois correu para o Genin de Konoha com a espada. Este travou-a a centímetros do pescoço. Uma enorme cobra branca enrolou-se à volta do esqueleto puxando-o para trás. Hayato concentrou chakra nos pulmões enquanto as suas mãos formavam selos rapidamente. Uma enorme bola de fogo surgiu da boca do Genin, queimando o esqueleto e quase a Selim que estava atrás.
O High Genin saiu do caminho, substituindo-se por uma pedras ali próxima. Incinerado, o esqueleto desfez-se, desmontando-se. Hayato avançou sobre ele, despreocupado agora, mas a mão esquelética agarrou-lhe o tornozelo, enquanto os ossos mortos se mexiam para dar lugar à figura assustadora que guardava a passagem, erguendo-se uma vez mais.
- Que raio?! – praguejou Hayato preso.
A espada do criatura dirigiu-se ao seu pescoço, mas ele desviou-a agilmente, enquanto concentrava chakra num punho e lhe acertava um potente soco na coluna. A criatura desfez-se nos ossos que a compunham, apenas para se refazer de novo.
Entreolharam-se. Nenhum sabia o que fazer contra tal criatura.
- Hayato, houve uma coisa que aprendi com um rapaz durante estes meses como Genin. Vamos fazer o que ninjas fazem quando a situação fica má.
- E isso é?
- Partimos coisas.
E com isto ambos partiram com shunshins. Selim fez alguns selos e levantou as mãos. Cordas surgiram do chão, prendendo as mãos do esqueleto. Era afectado por ilusões, logo pensava. Ou pelo menos o que o controlava pensava, já não era mau. Hayato preparou um potente Okashõ, mas o esqueleto rompeu a ilusão e acertou-lhe uma valente pancada que o lançou contra a parede do corredor. Selim apareceu por trás do esqueleto e decapitou-o com a sua leal foice, prendendo-lhe uma perna com a corda e puxando. A criatura decapitada caiu enquanto Hayato lhe caía em cima, literalmente, concentrando chakra e disparando um jacto de fogo de seguida. Durante alguns momentos a criatura ficou imóvel, de ossos empilhados. Mas pareciam querer juntar-se de novo.
- Hayato! Mexe-te! – gritou Selim em pleno ar.
E com isto arremessou quatro kunais com Kibaku Fuuda sobre o inimigo, que explodiu em pequenos pedaços.
Pararam algum tempo para se recomporem. Avançaram pelo corredor que começava a ficar húmido. O mínimo som fazia-os saltar, temendo o inimigo aparentemente imortal. Ouviram um choro numa cela próxima e aproximaram-se. Era uma criança, presa.
- Okaa-san - chorava sem parar – ele levou-a.
- Vamos – disse Selim.
- Mas ele pode saber onde ele está! Onde a mãe dele está! – exclamou Hayato furioso.
- Eu já sei a resposta a isso. Sei onde ele está, passou por este corredor há não mais de 10 minutos. É tudo o que o rapaz sabe, asseguro-te.
Hayato não queria acreditar, mas o “instinto de Selim” estivera certo antes, por isso deu-lhe um voto de confiança. Seguiu-o ao longo do corredor escuro, até chegarem a um vazio. Escalaram pela parede, concentrando algum chakra para tal, caminhando ao longo do lado do corredor. De repente, uma espécie de ventoinha activou-se ao lado de Hayato, causando a queda do Genin para a escuridão. Num movimento brusco Selim lançou cobras da sua manga que agarraram o rapaz e o puxaram. Mas ele não era forte o suficiente para aguentar ambos. Deslocou-se lateralmente, sustendo quanto pôde. Ao fim de alguns segundos o suor já lhe escorria pela cara e pescoço, enquanto se agarrava apenas com o seu chakra e uma mão, suportando o peso de Hayato com o braço e ajuda das cobras que saíam da manga. Não chegaria ao outro lado. A apenas um metro sentiu a sensação de queda e rodou o braço que segurava Hayato. O Genin foi lançado na berma, em segurança, enquanto Selim caía na escuridão.
- Não! – bradou o rapaz desesperado, olhando pela berma do precipício negro. E nisto algo suave e escamoso agarrou-se ao seu braço. Recuou de um salto, tentando aguentar o enorme pelo do que quer que aquilo fosse. E á medida que se afastava, Selim surgia, içado pela bendita força do Uchiha, quando da sua língua saía a cobra que rodeava o braço de Hayato.
- Bleargh! – exclamou o Uchiha enojado.
Selim já vomitava sobre a berma. Por muito útil que fosse ainda não suportava a sensação de ter cobras na boca. Quando se recompuseram continuaram o caminho. Ao fundo havia uma pequena placa de metal, com uma face de dragão desenhada, da qual vinham murmúrios. Selim foi ignóbil o suficiente para se aproximar dela e ouvir o que dizia.
- Perigo – sussurrou – em baixo. Kikikiki – riu-se estupidamente.
- Merda.
Quando disse isto, o chão por baixo de si tornou-se intangível e caíram através dele. Aterraram com um baque surdo numa sala fracamente iluminada. E à frente, lá estava. O causador da missão em si, o shinobi exilado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kiba

Membro | Kiri
Membro | Kiri
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Puorto
Número de Mensagens : 3441

Registo Ninja
Nome: Seizon
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 900
Total de Habilitações: 52,5

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Dom 10 Out 2010 - 0:51

As pequenas velas que davam alguma iluminação à sala já não tinham muita cera restante, o que fazia com que o pequeno fogo balançasse bastante.
- Há algum tempo que entraram aqui, estava a ver que nunca mais chegavam aqui – dizia o homem sentado no que aparentava ser uma fraca cadeira de madeira, com um copo e uma garrafa à sua frente – o que vos atrasou?
- Engraçadinho – disse Selim agarrando a sua foice com força. Hayato colocou-se simplesmente em posição de ataque. O mais jovem avançou sobre o homem, de Ninjaken em punho e cortou a mesa em duas. O homem saltou e colou-se na parede. Selim já executara os selos e concentrara algum chakra. Estendeu as mãos e, aos olhos do homem, várias cordas saíam de todos os lados, prendendo-o dos pés à cabeça. Hayato avançava lentamente para o homem imobilizado e concentrava algum chakra e fazia uns selos, criando vários corvos que se pousaram nas mais diversas superfícies daquela estranha sala.
- Baka… como é uma corda poderia sequer sair duma garrafa? – disse o homem executando um Kai sem dificuldade, e partindo numa investida para Hayato. Tentou acertar com uma kunai no Gennin, mas este defendeu-se com a Ninjaken. O homem baixou-se e com um potente pontapé projectou Hayato contra uma parede. Entretanto, já Selim corria para ele enquanto concentrava chakra e executava rapidamente alguns selos, desaparecendo momentaneamente em pétalas e aparecendo, novamente em pétalas, atrás do homem. Deu um soco nas costas do homem, mas isso de pouco adiantou uma vez que o homem apenas se movimentou um bocado para a frente. O homem virou-se e aplicou com grande sucesso um grande pontapé rotativo na cara do rapaz, que se tornou imediatamente em fumo sendo substituído pelo copo que estava em cima da mesa.

Hayato levantara-se e cuspira um pouco de sangue para o chão. Começou a correr em direcção ao homem e a concentrar chakra no peito. Quando estava a chegar, executou uns selos e proferindo o nome do jutsu – Goukakyu no Jutsu! – lançou uma grande bola de fogo. Nesse exacto momento, concentrou um pouco mais de chakra e os corvos juntaram-se atrás do homem, formando um novo Hayato que aplicou um potente Okasho no homem, lançando em direcção à bola de fogo – ahah, plano executado com sucesso.
- “Coitado… ingenuidade faz sempre mal” – pensou o homem quando estava perto da bola de fogo, desaparecendo. Apareceu um pouco mais atrás na sala, em relação à mesa, e apenas se concentrava em Hayato. Esquecera-se de Selim, que havia desaparecido. O rapaz estava escondido por entre as sombras que se formavam entre as velas, já fracas, a executar selos e a concentrar a quantidade certa de chakra para executar sem hipótese de falhanço o “To Zo no Genjutsu”. Deslocou-se num ápice para frente do homem, olhando-o nos olhos e desaparecera no momento a seguir – “Este ainda aqui anda?” – Enquanto pensava nisto, Hayato corria para ele, concentrando chakra e executando selos.
- Endan! – dando um pequeno pulo, lançou várias bolas para o homem que se desviou de uma, mas levou na mesma com ela em cheio no peito. As outras simplesmente falharam o alvo, acertando no chão e um pouco mais acima. Entretanto, Selim já se deslocava para perto do homem e tentou atingir o homem pelo lado direito, sabendo que este se desviaria e portanto não fez muito esforço. Enganou-se, pois o ninja defendeu-se bem do ataque, e saltou por cima dos dois jovens, encarando-os novamente cara-a-cara.
- Já vi que tu és o rapaz dos Genjutsus – disse ele olhando para Selim – o que poderia esperar eu depois de levar com aquela pequena bola de fogo?
- Perspicaz – disse Selim.
- E tu… - disse ele apontando para o símbolo que Hayato trazia nas suas vestes – és Uchiha. Mas ainda não vi esse Sharingan, ainda deves ser demasiado puto para o ter despertado – disse soltando uma pequena gargalhada.
Selim concentrou chakra e projectou a sua intenção assassina para o homem, paralizando-o. Enquanto isso, Hayato concentrava novamente chakra e fazia com que os restantes corvos atacassem o homem. Uma má estratégia uma vez que com a dor das picadas, o homem iria conseguir sair do Genjutsu. Mal o fez, dirigiu-se para os dois shinobis e iniciou de imediato uma luta de Kenjutsu com Hayato, que se defendia com uma kunai. O toque repentino do ferro fez com que várias faíscas se soltassem e um jogo de forças se iniciasse. Hayato tentou e forçou os seus músculos ao máximo, chegando até a concentrar algum chakra nos mesmos, mas sem sucesso, pois mal reparou, levou com uma potente joelhada no estômago e de seguida um grande corte braço direito. O ninja deu-lhe um soco que o fez ir parar contra a parede, imóvel. O corte estava feio, passava do ombro para o peito.
- Não devias ter feito isso – disse o jovem High Gennin executando alguns selos e concentrando chakra. O homem começou a ver algumas folhas a rodopiar à sua volta e começou a ver alguns dos seus familiares mortos, à sua frente, esfaqueados e a esvair-se em sangue. Enquanto isso, Hayato com os seus olhos já vermelhos, deslocava-se para o homem e atirou-lhe duas kunais que lhe acertaram em cheio entre os ombros e o pescoço, de ambos os lados. Hayato, com um shunshin, deslocou-se rapidamente para o homem e empurrou-o contra a parede, fazendo força nas kunais para que trespassassem o homem e o fizessem ficar pendurado na parede.
- Toma lá – disse Hayato sorrindo e com o braço direito inutilizável. Selim deslocou-se vagarosamente para perto do homem, levantando-lhe a cabeça com uma mão.
- Agora, diz-me onde estão os documentos - disse Selim para o homem imobilizado, pendurado por duas kunais de três pontas.

“- A vida é como uma chama. Quando nada mais resta, apaga-se – dizia uma rapariguinha de cabelo vermelho para um rapaz de cabelo preto.
- Então a tua chama nunca se vai apagar Akane, vais-me ter sempre a mim – disse o pequeno rapaz.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Dom 10 Out 2010 - 1:02

- Agora, diz-me onde estão os documentos - disse Selim para o homem imobilizado, pendurado por duas kunais de três pontas.
O homem desfaleceu a seguir, mas o percurso tinha sido lido na sua mente, tinha lá ido 10 minutos antes do combate, aparentemente.
Selim ajudou o rapaz a levantar-se. Chorando pelo que ia fazer a seguir rasgou o seu kimono branco, e enrolou gentilmente o braço de Hayato com ele.
- Sou apenas um pedaço de escumalha – confessou chorando – é por isso que a providência me obriga a rasgar até o que me é querido.
Quando acabou Hayato parecia estar a recuperar a olhos vistos e apagou as velas que iluminavam a sala onde estavam, deixando-os na penumbra. Selim por sua vez enxugou as lágrimas e indicou o caminho. Saíram da sala por uma porta em frente. Subiram um vão de escadas, com sucessivos shunshins. Subiram um outro lanço, chegando a uma porta.
- Pronto, agora é só… - declarou Selim rodando o puxador.
A porta manteve-se tão estática como sempre. Ao seu lado brilhava uma tocha, brilhante, e ao seu lado um quadro desprovido de imagem, negro.
- Hayato. Não reparaste em nada de estranho nesta sala?
- Pode haver alguma coisa – respondeu o Genin de Konoha.
- A que te referes?
- Penso que há movimento nesta sala. Mas não vejo nada, mas os meus olhos, sentem-no.
- É como eu pensava. Este quadro estava pintado quando subimos. Há outros dois quadros, que estavam negros antes. Um no patamar do meio e outro no andar de baixo. Hayato desceu rapidamente ao andar de baixo, e mal fitou o quadro o desenho com traços de escarlate desapareceu. Pelo canto do olho Selim viu como o quadro no patamar do meio tomava agora os traços do desenho escarlate. Simultaneamente agarraram em kunais com Kibaku Fuuda e atiraram-nas contra o quadro. Este explodiu em pedaços, e o fumo encheu a sala. Hayato pôs-se ao seu lado velozmente, empunhando a ninjaken, com o braço magoado. Selim deu, por sua vez, um passo em frente, em direcção ao fumo. De lá surgiu uma mancha escarlate, veloz. Era uma forma feminina. Hayato pôs-se à sua frente, bloqueando a espada curva da mulher. Uma segunda lâmina surgiu contra o seu ombro e Selim bloqueou-a agilmente com a foice.
A mulher afastou-se de um salto, ágil e bela. Os seus olhos eram escarlates, bem como o cabelo e as vestes. A sua pele era morena. Atacou sem piedade alguma, investindo sobre Hayato. O Uchiha acompanhou o movimento dela com o doujutsu e bloqueou o ataque. Ainda assim foi pontapeado contra a parede agressivamente. Ao ver isto, Selim tentou atacá-la por trás, lançando-lhe a enorme foice. Ela rodou agilmente uma espada, puxando a foice para si, e consequentemente Selim que estava preso a ela. Desferiu um corte vertical, mas o rapaz de Suna desfez-se em pétalas, que rodopiaram lentamente à sua volta. No canto, recuperado, Hayato concentrou chakra enquanto fazia alguns selos, disparando em seguida uma enorme bola de fogo sobre a kunoichi. A mulher saltou sobre eles com tranquilidade, lançando a foice que ainda tinha agarrada a Hayato, indefeso no canto. Selim seguiu agilmente a foice, agarrando-a pela corda associada, atirou-a uma vez mais contra a mulher desprevenida. Apanhada, foi cortada no ombro, mas não se atrapalhou. Em vez disso atirou a lâmina que já não podia segurar contra o Uchiha.
- Não subestimes o meu Sharingan! – bradou o rapaz irritado, enquanto com o fio da ninjaken desviava a espada com precisão milimétrica.
Em seguida saltou sobre ela atirando kunais descriminadamente. Mas para surpresa sua a mulher não se tentou defender. Selim, simultaneamente deixou o chakra fluir para os olhos e fitou a rapariga atentamente. Esta viu como o enorme portão se aproximava e os braços negros a levavam. Uma figura branca, com um enorme sorriso disse-lhe simplesmente:
- Bem vinda, ao teu pesadelo.
E com isto os seus medos enfrentaram-na, mais viçosos e fortes do que nunca. O que resultou em que não visse o ataque do Uchiha. Usando o seu doujutsu, o rapaz prendeu-a numa apertada cela de linhas shinobi. A dor despertou-a da ilusão, mas não se podia mover. Estava presa.
- Vamos embora, Selim. Ela não tem de morrer.
Contudo, quando se dirigia à saída, Selim parou. Fez alguns selos e disse à rapariga:
-Isto deve manter-te quieta por um bocado.
Mostrou-lhe a palma das mãos e do chão emergiram cordas que lhe comprimiram as mãos. Passaram por um corredor com clarabóias, onde a luz do dia lhes iluminava o caminho. Chegaram a uma porta trancada. Tirando a chave da sua bolsa, Hayato abriu a porta. Entraram numa biblioteca enorme. Naquele local estava concentrada toda a sabedoria da aldeia, bem como a maior parte dosseus habitantes, aparentemente.
- A chave? – pediram mal viram os hitaiates.
– Deixem-nos sair, imploro-vos! – pediu um jovem – O meu irmão, ele pode estar morto!
Selim olhou o rapaz nos olhos e proferiu com certeza.
- O rapaz está bem, está fechado perto do início do poço. Há também uma mulher que aparentemente estava presa num quadro e nos atacou, está amarrada duas salas antes desta.
- Impa! – exclamou um ancião – é a guardiã do nosso povo e dos nossos segredos. Está geralmente selada nos quadros por vontade própria, deve ter pensado que eram inimigos, vou ajudá-la.
E com isto, Hayato abriu a porta do edifício. E quem alguma vez ouvira falar de um poço que desembocava numa biblioteca?
Todos os aldeões fechados saíram, uns para perto dos seus entes queridos, outros buscando escadas para descer ao poço e libertar os restantes.
- Yosh! – exclamou Hayato alegre uma vez mais – agora só temos de encontrar o pergaminho.
Selim dirigiu-se calmamente a uma prateleira e tirou um rolo de pergaminho. Tinha visto o caminho e o local nas memórias do homem.
- Espera aí! – ordenou Hayato. – Como sabias tu que os documentos estavam aí?! E não me venham com o instinto. – rosnou com as pupilas vermelhas.
- Hayato – disse Selim agarrando-lhe um braço e arrastando-o – vamos para casa.
Era estranho como em duas semanas podia confiar tanto em alguém que nunca conhecera antes. Duas semanas apenas.
- Então é isto – sussurrou, sem som – Tomodachi. – suspirou uma vozinha num canto da sua mente. A voz de Puraido
- Disseste alguma coisa? – perguntou Hayato à sua frente, fitando-o sobre o ombro.
- Não, caminha mas é.
O Uchiha virou-se sorrindo da mentira descarada, o Sharingan lera os lábios tão facilmente como um livro.


“Tomodachi, Puraido?”, pensou tristemente, “foste tu quem nos condenou ao fim, não foi?”



FIM!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kadmos

Membro | Suna
Membro | Suna
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 27
Localização : Queluz
Número de Mensagens : 2853

Registo Ninja
Nome: Maketoshi Ingo
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 450
Total de Habilitações: 24

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Ter 12 Out 2010 - 11:30

Avaliação

Uchiha

Habilitações Corporais
Força: 4,75 + 0.5 = 5,25
Agilidade: 9,25 + 0.5 = 9,75
Controlo de Chakra: 15 + 1.5 = 16,5
Raciocínio: 2 + 0.5 = 2,5
Constituição: 8,75 + 0.75 = 9,5

Habilitações Ninja
Ninjutsu: 11,5 + 1.5 = 13
Taijutsu: 4,75 + 0.5 = 5,25
Kenjutsu: 4,75 + 0.5 = 5,25
Genjutsu: 7,5 + 0.75 = 8,25
Selos: 6 + 0.5 = 6,5
Trabalho de Equipa: 2 + 0.5 = 2,5



Puraido

Habilitações Corporais
Força: 3,75 + 0.25 = 4
Agilidade: 12,75 + 0.5 = 13,25
Controlo de Chakra: 22 + 1.75 = 23,75
Raciocínio: 10,75 + 0.5 = 11,25
Constituição: 11 + 0.5 = 11,5

Habilitações Ninja
Ninjutsu: 16,75 + 0.5 = 17,25
Taijutsu: 3,75
Kenjutsu: 14,75 + 0.75 = 15,5
Genjutsu: 20,25 + 1.5 = 21,75
Selos: 10,5 + 0.25 =10,75
Trabalho de Equipa: 4,75 + 0.5 = 5,25


Comentários: Ide-vos lixar! Não vos chegava a missão, tinham que meter um treino logo no inicio dela? Malucos do carai!
Actualizem isto que eu já não posso... Queixas, é no sitio do costume.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Annatar

Membro | Nukenin
Membro | Nukenin
avatar

Sexo : Masculino
Idade : 23
Localização : Porto
Número de Mensagens : 1602

Registo Ninja
Nome: Selim Puraido
Ryo (dinheiro) Ryo (dinheiro): 1505
Total de Habilitações: 262

MensagemAssunto: Re: Missão de Rank C - Ninja Barricado    Ter 12 Out 2010 - 14:42

Yuuupieeeee|| B rank! :DDDD

Arigato Kad! Omg agora é que são elas xd



EDIT: Actualizado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Missão de Rank C - Ninja Barricado
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
A tua mensagem foi automaticamente gravada. Poderás recuperá-la caso aconteça algum problema
Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal RPG :: Konohagakure :: Missões :: Missões Arquivadas-
'); }